História Crystalia - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Tags Crystal Gems, Crystalia, Gema, Gems, Homeworld, Pedra, Steven Universe
Exibições 32
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yuri
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiee
Eu pretendia postar ontem, mas decidi que seria melhor hoje, só que dai eu esqueci que era dia das crianças e que eu iria sair (na verdade eu nem sabia) dai eu atrasei um pouquinho e postei tarde, e ainda tenho coisas a fazer °o° mas tomem ai pra quem gostou um próximo capítulo!!
Espero que gostem!

Capítulo 2 - Liberdade


Fanfic / Fanfiction Crystalia - Capítulo 2 - Liberdade

Era um dia aparentemente comum, eu saí da minha residência sem olhar para onde ia exatamente, apenas decidi que ler ao ar livre me faria bem e ajudaria a clarear as ideias, entender o que exatamente se passava na cabeça desta Gem ao escrever essas páginas.

Eu segui meu caminho pelas estradas de tijolos amarelados vagarosamente, o vento forte desse lugar tentava soprar as páginas do meu livro para longe, mas tudo que conseguia era esvoaçar meus cabelos negros com mechas douradas. Ele é mediano, mais ou menos até a altura dos meus ombros, e bem volumoso.

Fui caminhando com tranquilidade, uma mão segurava meu livro e a outra repousava no bolso do moletom que eu vestia, por cima de uma camiseta de gola alta que cobria minhas coxas e meu short. Meus pés estavam cobertos por botas cano largo e curto.

Alguns dizem que isso me deixa... Fofinha. Eu não gosto dessa palavra, e também não gosto da minha altura. Mas isso é a parte.

Entretanto, como sempre, eu fui interrompida ao sentir alguém me pegar pela gola da blusa e tirar do chão, mas nem por isso eu quis tirar meus olhos do livro.

Infelizmente, para o meu azar, era Jasper, e ela tomou o livro de mim e olhou-o com cara de quem não tinha entendido nada.

Ela estava bem diferente da época em que eu a conheci. Estava... Reformada. Cabelos pêssego presos, usando um sobre-tudo preto com detalhes em prata, bermudas pretas e uma regata da mesma cor. Essa gosta de preto, eu hein.

-Jasper, devolva meu livro – Pedi, estendendo a mão.

-Antes me deixe ver o que está lendo... – Ela disse, observando, eu já sabia que ela não entenderia nada – Ah! É o livro escrito por uma Nuummite? “Superação”, é o relato de como ela se superou e descobriu novos amores e talentos? Está usando isso como inspiração?!

-Não, estou tentando entender como raios ela chegou nessa conclusão – Respondi pegando meu livro – Agora me ponha no chão.

Ela me olhou seriamente e me soltou, fazendo-me cair sentada e soltar um rosnado, ela acha que eu sou o que?

-Bruta – Reclamei.

-Bobona, eu não entendo como você ainda não aprendeu, somos livres aqui! O que ela está fazendo é se descobrir! Por que não pode fazer o mesmo?

-Por que eu já sei quem sou! Não estou tentando achar quem não existe – Resmunguei, levantando-me – Agora, se me dá licença, eu vou voltar a ler meu livro ao ar livre, ou você vai me obrigar a voltar pra minha casa?!

-Você não vai voltar pra sua casa, e muito menos ler esse livro – Ela o tomou de minhas mãos mais uma vez – Você vem comigo, vamos dar uma volta, esse lugar é tão bonito, você tem que conhece-lo melhor! Principalmente, por que eu e mais outras Gems fizemos grandes mudanças por aqui!

Eu revirei os olhos, mas fui empurrada contra a minha vontade e saímos a caminhar pelas estradinhas.

Desde que caímos aqui a mais ou menos um ano as coisas tem mudado bastante, no começo achamos que ficaríamos pouco, algumas Gems acharam que deveríamos ir para a terra, mas a maioria de nós pouco se importa com aquele planeta, e sabemos o que vai acontecer com ele quando o Cluster surgir, então decidimos que ficaríamos por aqui, seria nosso novo refugio.

Desde então temos nos dividido. As Barites tem viajado junto as Howlites para fazer o reconhecimento do planeta, das áreas seguras, etc, as Basalts e as Bismuths tem construído templos e etc que as Sulfur e Epidotes tem planejado para nós.

Agora as planícies foram ocupadas por grandes rios artificiais para nos banharmos, templos, teatros, arenas, zonas de relaxamento, essas coisas, até lancho... Lancho... Netes? Alguma coisa assim, para comermos, como os humanos.

Apesar de não gostarem de humanos elas parecem ter se inspirado bastante na construção social deles.

-Gostou das mudanças?

-É, eu até gostei, mas na minha cabeça tudo isso não é necessário... Já temos nossas casas.

Ah sim, isso também mudou, graças as Epidotes foram construídas casas, que são na verdade apenas uma construção de cristal, como um minicastelo, de mais ou menos três metros de altura e cinco de largura, com uma porta cuja nossa pedra esta no centro, e apenas nós podemos abrir.

Cada uma tem sua casa personalizada, e admito que disso eu gostei.

-Essa é nossa casa Nuummite! Temos que deixa-la a nossa cara, é a nossa Homeworld agora.

-Se você diz... Mas o que exatamente você me trouxe pra ver?

-Te trouxe para dar umas voltinhas, você anda muito presa, tem que se soltar! E principalmente, se livrar desses estereótipos! Agora, que tal...

Eu pretendia ouvir o que quer que Jasper fosse dizer, mas eu fui interrompida por um enorme estrondo que fez a terra tremer, e quando olhamos para o lado, para ver quem era, nos deparamos com uma enorme fusão tripla, que tinha acabado de colocar uma enorme estátua coberta por um pano no centro de uma planície.

A estátua tinha o tamanho dessa mesma fusão, e era bem larga.

-Mas que raios é isso?! – Exclamei, curiosa e surpresa, minhas mãos ansiavam por escrever aquilo.

-Ah, é as preparações para o centro.

-Centro?

-Sim, faremos um centro bem ali, onde as Gems podem se reunir e ver a estátua das Gems a qual devemos nossas vidas, ao todo serão sete centros.

-Sete?

-Sim, cada um em honra a uma Gem a qual devemos nossa gratidão... Algumas que infelizmente não estão mais aqui.

Fiquei olhando para aquela enorme estátua encoberta, curiosa para saber de quem era.

Enquanto observava interessada percebi algumas Cianites se aproximando, enquanto era trazido para perto delas areia por outra Gem, que a controlou e fez circundar a estátua. Logo mais essa areia foi transformada em vidro, criando um belo chão de vidro, que refletia o céu. Elas também criaram postes de vidro, onde foram colocadas esferas de estrelas pelas Starstones. Bancos e mesas de vidro também foram criados, enquanto Andalusites começaram a dar charme aquele lugar com cristais coloridos junto a Emeralds, que colocaram de pé belas e frondosas árvores e grandes arbustos de flores.

Aquele lugar ficou lindo.

-Legal não?

-Uhum... Muito legal – Respondi vendo o vento soprar com leveza o tecido que escondia a estátua – Quando vão revelar a estátua?

-Quando todas estiverem feitas, isso ainda vai levar um tempinho, já que ainda não fizeram todas.

-Entendo... Era só isso que queria me mostrar?

-Como assim só isso? Esse lugar é lindo!

-Bom, eu admito que é, mas o que eu poderia fazer além de olhar?

-... Você não entendeu nada do que eu quis te mostrar né? – Perguntou um tanto decepcionada.

Eu bufei, como ela é chata.

-Vou voltar por meu quarto, ok? Até...

-Ah, mas não vai! – Ela exclamou, puxando-me novamente.

Isso está me tirando do sério! Sério!

-Ainda não te mostrei tudo que tinha que mostrar! Ainda temos muitas coisas a serem feitas! E vistas! Vamos!

-M-Mas!

-Nada de “mas”, vem logo!

E lá fui eu, arrastada por Jasper para sabe-se lá aonde daquele enorme planeta! Ou melhor, pela nova Crystalia.


Notas Finais


Qualquer errinho por favor, perdoem!
Comentem ai! Me motiva! E se gostaram recomendem pra quem também gosta de SU!
Espero mesmo que tenham gostado!
Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...