História Crystalia - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Tags Crystal Gems, Crystalia, Gema, Gems, Homeworld, Pedra, Steven Universe
Exibições 24
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yuri
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas!! Tudo bem?
Peço desculpas pela capa, eu sei, não ficou legal °n° mas eu estava sem criatividade pra fazer, o título não ajudava, o tema do capítulo também não, então pra não ficar sem, eu deixei essa bosta mesmo.
Mais pra frente vai melhorar!
Pois bem, espero que gostem!

Capítulo 4 - Divisão de Auxilio


Fanfic / Fanfiction Crystalia - Capítulo 4 - Divisão de Auxilio

Jasper me arrastou para longe e longe, eu já estava ficando cansada de tanta andança, mas felizmente nós paramos, e eu admito que não tirei Kanga Pink da minha cabeça desde então... Ele era tão fascinante... E ao mesmo tempo tão misteriosa, eu teria feito milhões de perguntas se Jasper não tivesse me interrompido.

Droga Jasper!

-Tire essa carranca da cara! – Jasper mandou, recebendo apoio de Dolomite.

-Cala a boca – Resmunguei, eu realmente me irritei por não ter tido a chance de conhecer uma Gem melhor? – Para onde me trouxeram?

Eu olhei em volta, estávamos um pouco distante do centro, num grande morro verdejante. Haviam construído aqui, ou ainda estava em construção, um tipo de mini castelo, havia várias torres e salas, um arco de entrada e muitas janelas. Era feito de âmbar pelo que percebi.

-Âmbar? Por que usaram Âmbar para construir esse lugar? – Perguntei confusa, não que seja uma escolha ruim, âmbar é muito resistente e bonita, mas... Não é convencional.

-Por minha causa!

Vi uma Amber pular de dentro do prédio, e ela para bastante animada.

Como todas as Ambers ela tinha estatura média, era magra e sem músculos, com a pele amarelada como seus olhos e os cabelos dourados e longos, presos ao lado de sua cabeça nessa ocasião. Sua pedra era em formato de losango e ficava no seu antebraço.

Ela vestia uma jaqueta de mangas longas branca com calda de pinguim, uma gravata borboleta rosa, saia rosa escuro e botas.

-... E quem é você mesmo? – Dolomite perguntou, rindo da cara de Amber quando ouviu sua pergunta.

-Eu sou Amber, a responsável pela divisão de auxilio! – Ela disse orgulhosa.

-Divisão de auxilio? – Perguntei.

-Exatamente! Venham, sigam-me todas, eu vou explicar.

Decidimos segui-la para dentro do prédio amarelo-dourado, ele era tão grande quanto por fora, as paredes eram da mesma cor, e o chão era de pedra, com um tapete vermelho.

Havia várias Gems andando para todos os lados e todas elas nos cumprimentavam e ofereciam ajuda, acho que por isso se chama “divisão de auxilio”, para auxiliar pedrinhas com dúvida, como eu, que ainda não sei o que estou fazendo aqui.

Ah lembrei... Jasper ainda não soltou meu braço.

Nós seguimos até a sala que ficava no centro de todo aquele castelo, forte, o que quer que seja, e entramos, era uma sala mediana. Na frente dela eu vi que havia uma Yellow Pearl sentada, deveria ser a secretária.

O que eu não entendi... Por que uma Pearl continua sendo servente?

-Sentem-se – Amber pediu, sentando-se em sua cadeira atrás da mesa e apontando para as que deveríamos nos sentar.

Não eram as mais confortáveis, mas serviriam, eu espero que venham a melhorar mais pra frente.

-Então, aqui, como devem ter percebido, é a divisão de auxilio, respondemos perguntas, problemas, ajudamos as Gems no que precisarem! Qualquer um pode se juntar a nós – Disse sorrindo.

-Sabe onde posso comprar os melhores doces do planeta? – Dolomite fez seu teste, mas acho que ela está falando sério.

-Aqui – Entregou o endereço – Doces à vontade e os mais gostosos!

-Eba! Esse lugar é muito útil! – Ela disse, guardando em sua pedra.

Eu revirei os olhos.

-Então, em que posso ser útil a vocês? – Amber perguntou sorrindo, ela realmente parece gostar de ajudar as pessoas.

-Na verdade – Sillimanite tomou as rédeas – Estamos mostrando as divisões para nossa amiga, Nuummite, pensamos que seria bom ela se afiliar a alguma, e também, queremos mostrar as grandes mudanças que fizemos em Crystalia.

Amber sorriu com a novidade, e se virou para mim, pude ler em seus olhos, ela pretende me convencer a me juntar a sua divisão.

-Ótimo! Ela será muito bem-vinda – Disse, já imaginando que eu me uniria a elas.

-Espere, eu não disse que ficarei aqui – Todas me olharam confusas – Olha, eu nem conheci metade das divisões, e não sei se sirvo pra ajudar as pessoas, eu gosto até, mas não muito comunicativa... E...

-E? – Amber parecia pronta para responder o que fosse.

-Eu quero saber por que em Crystalia, onde somos livres, você ainda usa uma Pearl daquela forma, como secretária, ela não é livre?

[...]

Nós saímos do prédio sem pressa, Amber acenava para gente da entrada, e nós acenamos de volta, ao lado dela estava sua Pearl, com quem eu tive uma conversa particular que só em deixou mais encucada. Ela é muito bonita, eu admito, cabelos curtos e arrepiados, amarelos assim como sua pele, vestindo um tipo de robe de cetim amarelo levemente transparente e aberto, por cima de um vestido justo branco que combinava com suas sapatilhas brancas.

A pedra dela ficava na coxa esquerda. Admito que ela era um amor.

-Então, gostou dessa divisão? – Jasper perguntou.

-Achei interessante, mas não é pra mim... Eu não sirvo para ajudar as pessoas a encontrar doces – Falei, olhando para Dolomite, que mostrou a língua para mim emburrada, mas eu fiz questão de devolver.

-Não se preocupe, nós vamos encontrar uma divisão que você goste – Disse Sillimanite.

Eu apenas concordei com a cabeça e nós seguimos caminho, Sillimanite estava tão ocupada entretendo Dolomite, que tinha conversas tão interessantes quanto um cubo de açúcar, que ninguém reparou, nem mesmo eu, que Jasper me puxou para trás, ela parecia preocupada, e interessada.

-Nuummite.

-Sim?

-O que você... O que você conversou com aquela Pearl mais cedo?

-... Por que quer saber?

-Só quero saber o que conversou com ela, não disse nada demais né? Se eu souber que você-!

-Ah, cale a boca – Reclamei, afastando-a de mim, estávamos muito próximas e isso me deixava inquieta – Eu apenas fiz algumas perguntas, não a denegri nem a tratei mal como eram tratadas em Homeworld, eu tenho noção que de que todas são livres!

Ela pareceu me analisar algumas instantes, mas sorriu por fim, só por que eu ainda tenho a minha Pearl ela acha que eu vou maltratar e diminuir outras? Está muito enganada.

-Mas que perguntas você fez?

Bendita curiosidade dessa Jasper, enquanto todas as outas são sérias, rabugentas e sem cérebro, essa é curiosa, intrometida e sem cérebro.

-Não interessa – Respondi – É segredo.

-Mas-!

-Hey! Que lugar é esse que tem doces? – Fugi de suas perguntas, aproximando-me de Dolomite.

Jasper ficou para trás com cara de tacho, mas eu sei que ela vai querer saber e vai insistir para que eu responda, mas eu não vou responder, não até que eu entenda exatamente a resposta que aquela Yellow Pearl me deu.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Comentem e me deem uma ajudinha, compartilhando, se quiserem!
Desculpe qualquer erro!
Obrithanks por ler!
Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...