História Cubos de Açúcar - ABO - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Karin, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Menma Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shisui Uchiha
Tags Abo, Itadei, Menshi, Naruto, Sasunaru
Visualizações 531
Palavras 3.558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shounen, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei? Demorei. Mas ninguém se importa. ~ Insira música triste aqui.

Bom, pra quem ainda lê essa fanfic espero que gostem do cap porque além de eu estar sem tempo deu trabalho por isso a demora

Capítulo 8 - Preocupações que geram problemas


Tudo que dominava aquele quarto era o prazer.

Beijavam-se com luxúria enquanto as poucas roupas que ainda cobriam o corpo do alfa voavam pelo quarto derrubando alguns objetos da prateleira, mas eles nem se incomodaram.

Os lábios do Uchiha foram para a curva do pescoço de Deidara, ao mesmo tempo em que este pendeu a cabeça para trás dando-lhe mais liberdade para fazer o que queria. O loiro sentiu um chupão forte na clavícula, seguido da língua de Itachi pincelando a pele sensível de sua orelha lhe arrepiando por completo e o fazendo gemer mais necessitado.

-- I-Itachi para com essa tortura... Está doendo aqui embaixo -- Reclamou o loiro de forma manhosa, se remexendo.

Itachi riu nasalado prendendo de vez o ômega na cama, ficando de quatro por cima deste. O cheiro daquele diabinho não colaborava nada com sua sanidade.

-- Você é bem impaciente, hein Deidara? -- Perguntou provocativo, dando em seguida um selinho nos lábios alheios.

Itachi não podia deixar de reparar na beleza do corpo abaixo de si. Nú, completamente entregue e molhado. Por 'deus! Aquele ômega já estava tão lubrificado que foi impossível não soltar um rosnado de satisfação.

Deidara se ajeitou abaixo de si, e já um pouco livre roçou o joelho no volume marcado na box de Itachi, única peça de roupa que este ainda usava, sorrindo maldoso logo em seguida.

-- Diga isso pro seu pau, Uchiha -- Retrucou mordendo o lábio inferior, malicioso.

Itachi riu e tirou a perna intrusa de si para se jogar sobre o corpo do ômega, capturando a boca rosada do loiro para si. Sentiu Deidada o abraçar, alisando suas costas e pincelando com a ponta dos dedos os músculos de seus braços. O toque gelado dos dedos dele em sua pele, já quente, fez com que seu corpo arrepia-se de maneira inconciente mas não se separaram do beijo.

-- Ita..chi..

O loiro gemeu em meio ao beijo dando um impulso animalesco em Itachi. Impulso que o fez empurrar o corpo de Deidara para cima, deixando assim a cintura do loiro bem a sua frente, Itachi lambeu os lábios ao perceber o outro abrir as pernas para si como se dando-lhe permissão para fazer o que quisesse. Mais do que imediatamente ergueu a cintura deste, separando suas nádegas e recebendo a mais bela visão do botão rosado de Deidara piscar para si.

Itachi rosna e afunda o rosto na fenda da bunda do ômega, provando de vez o sabor delicioso que escordia em abundância dali. Deidara só faltava perder as cordas vocais pelo grito que deu.

Gemer, rosnar, rebolar e gritar de tesão. O loiro se resumia nisso.

Choramingou impaciente quando sentiu o alfa abandonar sua entrada necessitada mas Itachi tinha outros planos pra ele.

-- Tenho certeza que vai gostar mais disso.

Colocando-se de joelhos na cama ele tirou sua box revelando o quão excitado estava. Deidara salivou ao ver o membro alheio, Itachi o surpreendia cada vez mais.

-- Anda Itachi! Vai logo! Oh, merda.. -- Pedia em súplica enquanto sentia-se ser virado de barriga pra baixo.

Com um sorriso, porém concentrado, Itachi começou a roçar sua glande na entrada rosada, ouvindo Deidara gemer e se insinuar. Não precisou pedir pois o loiro já assegurava-se de manter as nádegas bem afastadas para si, expondo bem sua entrada. Mesmo excitado, o mais velho foi lentamente adentrando o corpo a sua frente, tudo tão lentamente que Deidara estava quase o xingando pelo tesão que aquele alfa lhe dava.

Quando sentiu Itachi por inteiro dentro de si, gemeu levemente desconfortável. Itachi definitivamente era diferente dos outros alfas aos quais transou; era muito mais potente'.

-- Deidara? Tudo bem? -- O loiro quase riu, mesmo em um momento como aquele o alfa ainda tinha preocupação na voz. Tanto que o sentiu beijando suas costas.

-- Ótimo! Só anda logo, Itachi. Firme e forte! -- Para assegurar o que dizia rebolou lentamente no membro do alfa, indicando que este poderia se mover.

Itachi sorriu praticamente sádico e começou a se mover do jeito que o ômega queria. O alfa não era nada cuidadoso como seu rosto aparentava. Itachi estava metendo e tirando de um jeito forte e bruto fazendo o loiro gritar.

Suas investidas são fortes e certeiras, surrando sempre a próstata do ômega. Deidara nem se aguentar de quadro conseguia mais, já estava de joelhos, percebendo a posição Itachi segurou uma das pernas do loiro, o deixando ainda mais aberto para si e o empurrou para a cabeceira da cama. Ofegante, uma mão Deidara jogou pra trás, segurando firme a nuca do alfa enquanto apoiava a outra mão na parede.

A cama avança contra a parede cada vez que Itachi investe contra o ômega, chegava a marcar o chão, e como se não bastasse o loiro ainda rebolava contra o pênis que lhe acertava sem dó arrancando mais gemidos de ambos.

Soltando uma mão Itachi segura os longos fios loiros de Deidara, os puxando de um jeito feroz deixando o loiro ainda mais nublado pelo prazer.

As puxadas de cabelo são um ponto fraco e o desgraçado do Uchiha foi o único que descobriu isso.

-- Parece que alguém gosta de dor -- Um sorriso safado, mais puxadas no cabelo, Deidara já nem lembrava seu nome. -- Puta merda você é muito apertado!

-- I-Ita...Ah! Isso! -- O loiro choramingava de prazer sentindo o nó crescer dentro dele. -- aaah Porra, que gostoso!

-- Argh! -- Itachi rosna, já sabendo que iria gozar agarrou a ereção do ômega o masturbando com maestria e de uma só vez forma o nó e fica atado ao loiro.

Deidara tem um espasmo de prazer tão intenso que sente que estava perto de desmaiar. Nunca recebeu um nó tão grande em sua vida e Itachi deveria ser um punheteiro profissional porque não era possível -- Seu pau nunca foi tão amado na vida! --, e com o corpo praticamente exausto ainda sentiu-o o marcando com chupões e mordidas. Ele se derrama completamente nas mãos do moreno que lambe tudo degustando do sabor delicioso daquele ômega. Os dois deitam com cuidado, de conchinha, já que ainda estavam atados ao nó.

-- Puta que pariu… -- Sussurra o ômega ainda ofegante e desacreditado.

-- Obrigado -- Itachi sorri satisfeito. Adorava lembrar que o tio Madara vivia dizendo que alfas Uchihas 'detonavam na foda.

-- Eu preciso transar com você de novo! -- Ele diz, Itachi sorri abraçando carinhosamente o corpo do loiro. -- Itachi? Ah merda não dorme agora!

-- Vai dormir, coelhinho -- Resmungou o outro. Itachi sabia que o outro estava por um fio de desmaiar -- Ele adorava causar esse efeito --, e finalmente dando-se por vencido, já que o nó ainda não desfez, o loiro dormiu quase que instantaneamente e Itachi riu o apertando no abraço.

// x // x // x //

Seu dia estava ótimo, Ótimo! Não precisava perguntar.

Naruto se sentia horrível. Nunca teve a ousadia de mentir para os pais mas pelo irmão teve que o fazer e agora não parava de comer porque a comida é a única coisa que o distraia! Karin já nem sabia mais o que fazer para ajudar o ômega que ficava depressivo a cada cinco minutos e atacava outro pedaço de bolo e olha que ela até tentou arrancar alguma coisa dele. A beta já estava por um fio de arrancar os próprios cabelos.

-- O Neji vai saber o que fazer. -- Kiba a confortou e sorriu mandando uma mensagem ao esposo que prontamente disse que iria ajudar.

Naruto só não esperava ser arrastado pelo amigo para uma loja de roupas e acessórios com uma lista de compras enorme na mão. Detalhe: Tudo para bebês.

-- Neji é sério que você só está comprando as roupas agora? -- Perguntou desanimado.

-- Cala boca Uzumaki! Eu esperei porque queria saber o sexo definitivo do meu filhote! E como é um menino tudo fica mais fácil! -- Neji sorria todo bobo e sua animação acabou afetando o Uzumaki. -- Só você mesmo. -- Murmurou baixinho mas Neji riu dele.

Os dois compraram quase a loja inteira. Kiba que o perdoasse mas para Neji tudo naquela loja era necessário, fraldas em principal. Naruto só imaginava a cara de espanto do amigo ao ver o tanto de coisas que tinham comprado e no total dos gastos no final, sem falar nos lanches que fizeram na praça -- Neji em especial por comer o dobro que o Uzumaki --, o loiro era só risos. Foi como Kiba dissera: O Neji vai saber o que fazer.

Prontos para ir caminharam até o estacionamento, ambos cheios de sacolas nas mãos tagarelando sobre o quanto o passeio fez bem para ambos, mas o Inuzuka começou a sentir dores na barriga quando chegaram no carro do Uzumaki.

-- Neji? Neji tudo bem? -- Perguntou o loiro apreensivo. Neji suava bastante.

-- E-Eu não sei… Ai! -- Ele soltou as sacolas segurando a barriga. -- Naruto! Dói!

Desesperado o loiro ajudou Neji a entrar no carro e pulou pro banco do motorista saindo as pressas da loja. No banco de trás Neji choramingava de dor e Naruto ligou o modo de inteligência de seu carro.

-- Telefonar para Cachorro-Kiba, Agora! -- Mandou ao computador e rapidamente foi obedecido. Teria rido do apelido que colocou se não estivesse tão desesperado.

" Naruto? O que foi? "

-- Kiba vai pro hospital de Konoha agora! Neji está passando mal e… -- Pelo retrovisor o loiro viu sangue manchando a calça do amigo. Apavorou-se. -- ELE TA SANGRANDO! KIBA RÁPIDO!

" EU JÁ ESTOU INDO PRA LÁ! " - Berrou o alfa desesperado do outro lado.

Naruto respirava com dificuldade, Neji chorava e não parava de alisar a barriga e o sinal de transito teve que fechar logo agora. Tacou o foda-se pro sinal e continuou dirigindo e quase chorou de alivio ao ver o hospital.

***

-- O MEU ESPOSO! CADÊ O MEU ESPOSO!?

Kiba entrou como um raio no hospital se jogando sobre o balcão quase matando a secretária de susto. Os seguranças já iam aborda-lo se Naruto não levantasse rápido para impedir um tumulto. Kiba sentou-se desesperado no banco de espera e Naruto tentava acalma-lo mas estava tão assustado quanto ele.

-- Parentes de Inuzuka Neji? -- Perguntou uma médica entrando na recepção fazendo os dois pularem do acento.

-- Eu! Sou esposo dele! -- Kiba estava tão desnorteado que nem se tocava que estava gritando. Naruto apenas balançou a cabeça esperando a mulher falar.

-- Ele sofreu um rompimento na bolsa e nesse momento está sendo feito um parto de emergência. Infelizmente o bebê terá que nascer prematuro. -- Explicou a médica de modo firme.

-- Oh deus.. -- Kiba cambaleava e Naruto o ajudou a se sentar de novo. O alfa nem conseguia falar mais.

-- Mas ele está bem não é? Está tudo bem quanto a cirurgia? -- Perguntou o loiro aflito mas tentando manter a calma.

-- O senhor Inuzuka está bem mas um parto de emergência é muito delicado tanto pra ele quanto pro bebê por isso pode demorar. Por favor tentem manter pensamentos positivos e…

-- Positivos? POSITIVOS? O MEU ESPOSO E O MEU FILHO ESTÃO EM CIRURGIA E VOCÊ QUER QUE EU MANTENHA PENSAMENTOS POSITIVOS!? -- Não teve jeito, Kiba foi sedado. Era um alfa e quando seu ômega fica em perigo os alfas ficam muito mais possessos e raivosos podendo machucar até a eles mesmos.

Neji continuava em cirurgia e Naruto suspirava nervoso mas esperançoso que o amigo saia bem dessa. Seria pedir de mais um abraço agora?

-- Naruto?

Milagres são reais, não? Lá estava Sasuke na sala de recepção empurrando Shisui em uma cadeira de rodas. Os dois olhavam confusos o ômega que finalmente começava a chorar.

-- O-Oi… -- Até sua voz saiu chorosa. Sasuke bufou, se afastou de Shisui e quando chegou perto do Uzumaki lhe deu um abraço tão carinhoso que Naruto quase esqueceu o porque de estar chorando.

Shisui se afastou já que sua médica o chamava mas sorriu para os dois. Sabia que o primo odiava abraços mas para Naruto ele abriu uma exceção.

***

Longe dali um certo moreno começava a despertar sentindo uma gostosa sensação entre suas pernas. Abrindo os olhos confuso presenciou aquela cena pecaminosa em sua frente.

-- Bom dia tachi' -- Sussurrou o loiro maldoso arrancando arrepios do alfa que nada fez para impedi-lo.

Itachi apenas olhava para baixo em expectativa, sentindo a língua úmida e quente percorrer a extensão de seu pênis e suspirou, tentando se controlar. Era a primeira vez que era acordado com um boquete e estava adorando. Gemeu rouco quando sentiu Deidara envolver completamente seu membro com a boca e começando movimentos lentos. O loiro sorriu ao sentir o Uchiha puxar seus fios dourados de maneira firme, e com a outra mão ele tateava a cama em busca do travesseiro que fugiu de sua cabeça.

-- Deidara... -- Sussurrou, comandando os movimentos da cabeça do loiro, os deixando mais rápidos e mais profundos. Deidara era desgraçadamente bom no boquete, o melhor na opinião do Uchiha. Sua língua circulava a extensão do membro de Itachi, fazendo o mesmo rosnar de prazer. Mais rápido, mais fundo, Itachi estava a beira da loucura.

Deidara adorava fazer aquilo, nunca se cansava. O gosto do pré-gozo do moreno inundava sua língua, enquando trabalhava para sua boca continuar preenchendo o membro pulsante. Itachi cada vez mais o surpreendia, tudo com ele era a mais.

Ao sentir que o moreno iria gozar, abandonou o membro do mesmo atacando seus lábios, ouvindo Itachi resmungar entre o beijo e o sentiu agarrando-lhe pela cintura e o prensando contra a parede próxima da cama. Itachi riu nasalado, estava excitado de mais pra pensar.

-- Vem logo Itachi, estou morrendo aqui -- Deidara reclamou, sentiu ser virado de costas para Itachi, ficando assim de frente a parede.

O moreno por sua vez fez questão espalmar as nádegas fartas do menor, ouvindo o suspiro sôfrego que o outro exalou. Eles estavam adorando tudo aquilo.

-- Uchiha! -- Deidara exclamou, irritadiço. -- Se você não estourar logo esse nó em mim eu saio dessa casa agora mesmo!

Ah, a rebeldia! Adorava o fato de Deidara não ser um ômega frágil e manhoso na cama, ele era durão e mandão; quando queria, queria! Riu por este fato. E só voltou a realidade quando sentiu o loiro rebolar contra seu membro pulsante, arrancando um gemido rouco de si causando arrepios agradáveis a Deidara.

-- Apressadinho, eh? -- Deidara fingiu não ouvir a provocação e continuou rebolando. Precisava urgentemente sentir o nó daquele alfa de novo!

-- Me fode logo Itachi! E com força! -- Gritou impaciente assustando o Uchiha. Transaram apenas uma vez e Deidara sentia que queria continuar transando com ele pro resto da vida -- Seria uma declaração pevertida de amor? --, Não interessava, só precisava daquele alfa! Agora, pra ser mais exato!

O Uchiha sorriu satisfeito. Era como seu pai sempre dizia: Imploravam! Imploravam pelos Uchihas. Sentia seu orgulho borbulhar de satisfação. Agarrou fortemente a cintura do loiro, escutando um murmuro desconexo vindo do menor. Tudo em Deidara mostrava desejo e impaciencia.

-- Empine -- Sua voz soou rouca, mais excitada do que ele esperava mas Deidara o provocou tanto! Sentia que seu nó tinha se formado e nem mesmo penetrou o ômega ainda.

Que bonito Hein, Itachi? Cadê seu orgulho agora? - Resmungou em pensamento.

Deidara obedeceu imediatamente, empinando sua bunda o suficiente para fazer o Uchiha perder a noção por segundos para admirar a bela visão a sua frente. Ah! Mas iria acabar com aquele ômega!

O loiro sentiu-se ser preenchido pelo membro do maior e suspirou extasiado. Ah, como era gostoso! Finalmente estava o sentindo de novo e queria que fosse mais forte! Mais rápido! Mas o desgraçado tinha que fazer tudo lentamente! Torturosamente!

-- Itachi! -- Rosnou impaciente, quase choramingando. O moreno riu de seu desespero. Pelo pré-nó formado o pênis de Itachi está maior, ou seja, mais grosso, duro, gostoso. E isso causava tanto tesão no ômega que sentia a própria lubrificação escorrer em abundância pelas pernas. Já Itachi não aguentava mais, sentia que poderia gozar sem se mover, apenas sentindo seu membro ser apertado pelo canal quente do ômega que o xingava sem parar. Ele só ia lentamente pois estava gostando de brincar com ele.

Mas as brincadeiras tem limites.

O moreno finalmente começava com os movimentos rápidos do jeito que o loiro queria, e só ficavam cada vez mais rápidos, fazendo com que ele mesmo não controlasse seus gemidos. Os sons que soavam dos lábios de Deidara eram tão eróticos, altos, inebriados pelo prazer que sentia que Itachi duvidava se os vizinhos não estavam escutando. Acelerou os movimentos, agarrando a cintura fina do outro, vendo o mesmo o puxar para um beijo desajeitado, já que ele estava de costas, mas não deixava o ato menos erótico e excitante.

-- I-Itachi... -- Deidara suspirou, abandonando os lábios alheios e sentindo os movimentos acelerarem consideravelmente. Puta merda iria gozar! Sentia o calor do corpo aumentando, os gemidos ficavam mais altos, algumas lágrimas de prazer embaçavam sua visão. O alfa atrás de si atacou seu pescoço em um chupão e Deidara sentia sua pele arrepiar-se pelo ápice que se aproximava.

-- Deidara... -- Itachi usava a voz de comando, em meio a um gemido rouco. -- Goza pra mim. -- Afirmou firme, fazendo o ômega tremer as próprias pernas pelo controle que a voz tinha sobre ele. Estava perto muito perto. -- Goza Uzu-ma-ki!

Ouvir aquilo foi o gatilho que Deidara precisava, jogou a cabeça pra trás em meio ao gemido alto e acabou gozando na parede. Cada músculo de seu corpo estava em chamas, o prazer era tanto que ele tremia por inteiro. Esse foi o melhor orgasmo que teve na vida!

Itachi continuou com os movimentos, o canal do loiro apertava tanto seu pênis que com mais três estocadas se tornou impossível entrar e sair e seu nó enfim explodiu o atando com o ômega que mesmo se recuperando do orgasmo recente gritou extasiado ao sentir o nó grande do alfa.

Tudo em Itachi era a mais. Tudo! Malditos genes Uchihas!

-- Desgraçado seu... nó gostoso do caralho.. -- Itachi riu divertido. O ômega não sabia se o xingava ou se o elogiava. Uchiha Itachi definitivamente era bom de cama, tinha que admitir. Deidara ainda estava aéreo por ter acabado de gozar, seu corpo estava mole, Itachi aproveitou para vira-lo de frente para si, deitando na cama e deixando o loiro por cima. O alfa sorriu sarcástico erguendo uma sobrancelha duvidoso. Deidara quase se perdeu naquela visão. Puta merda! Itachi era gostoso pra caramba!

-- Que horas serão essas? -- Perguntou o moreno normalmente. Deidara teria lhe dado um soco se não estivesse tão cansado.

-- Vai se fuder Itachi -- Exclamou em meio a um suspiro. Os braços fortes do alfa circularam seu corpo de um jeito protetor. Aquilo era diferente. Nunca foi abraçado desse jeito depois de transar com alguém, já que sempre era uma foda normal e nunca mais via o dito cujo na vida. Mas na noite anterior dormirá de conchinha com o moreno e agora era abraçado com carinho por este.

Deveria se preocupar com isso? Bom, pensaria nisso depois, por hora ele só queria aproveitar um pouquinho daquela sensação.

***

-- Sim? Você é um parente de Uzumaki Naruto? -- Sasuke perguntava calmamente para a pessoa do outro lado da linha.

Naruto domirá com a cabeça em sua perna, encolhido no sofá da salinha de espera. Antes do loiro apagar de vez Sasuke pediu seu celular emprestado dizendo que iria avisar a algum parente dele para busca-lo. Como sabia que um dos irmãos estava em sua casa e achou inapropriado chamar os pais do Uzumaki optou pelo irmão mais velho dele.

-- Menma, certo? Eu sou um ami-… conhecido do Naruto e ele está dormindo aqui no hospital. Não, não, nada de errado aconteceu com ele mas um amigo dele é quem está em cirurgia e o outro desmaiado. -- Sasuke se surpreendeu pela calma na voz do outro alfa, bem diferente do loiro dormindo no seu colo, seriam mesmo irmãos? -- Poderia vir busca-lo? Acho que vai demorar a tal cirurgia, não me deram detalhes mas não queria deixa-lo dormindo sozinho aqui. Ok. Obrigado.

Desligou o celular e observou mais uma vez a cabeleira loira em seu colo. Naruto era tão sereno enquanto dormia, os lábios entre abertos e a respiração relaxada causava conforto em Sasuke. Sorriu por isso.

-- Chamou alguém pra busca-lo? -- Perguntou Shisui se aproximando junto de sua médica. Só agora Sasuke reparou que o primo tinha saído de perto dele. Ficou levemente constrangido por isso.

Após a explicação da médica sobre a bateria de exames e em como Shisui deu uma melhora considerável na saúde ela foi embora. Não sem antes passar mais alguns medicamentos ao moreno e mais repouso. Shisui resmungou irritado.

-- O mais próximo que encontrei foi chamar o irmão dele. Ele deve estar aqui daqui a pouco.

-- Irmão? Mas ele não 'Tá transando com o Itachi? -- Sasuke negou com a cabeça dando um sorrisinho de canto.

-- Sim, um deles está. Ele tem outro irmão, Menma Uzumaki pelo que me lembro -- Shisui quase engasgou ao ouvir aquilo.

-- Menma? O NARUTO É IRMÃO DO MENMA UZUMAKI!? -- Uma enfermeira soltou um " Shh " pra eles mas Shisui nem ouviu.

-- Nunca prestou atenção no sobrenome dele? Você é idiota? -- Sasuke ergueu uma sobrancelha curioso. -- Por que esse desespero?

-- Eh? Por nada! E ele esta vindo pra cá? Agora? -- Sasuke concordou. Antes mesmo de Shisui virar a cadeira de rodas pra fugir ouviram a voz grossa de um alfa ocupar o local.

-- Você deve ser o Sasuke, certo? Desculpe pelo incomodo com meu irmão.

Aquilo já foi o suficiente para Shisui sentir o corpo inteiro se arrepiar.


Notas Finais


Bem foi isso! Qualquer erro avisem nos comentários que vou consertar! Sempre fui horrível em revisar capítulos, as vezes é até preguiça mesmo, por isso podem me dar bronca e.e.

Mas espero que tenham gostado e nos vemos no próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...