História Cuida de mim - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias DAY6
Personagens Jae, Young K
Tags Brian Kang, Day6, Jaehyung, Park Jae, Yankeesno, Youngk
Visualizações 17
Palavras 838
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


É a primeira vez que eu estou postando para essa tag e nem sei se ficou boa, espero que seja do agrado de vocês e vamos lotar a categoria do Day6 que esses meninos merecem todo o amor do mundo.
A música que me baseou a escrever essa história é uma música chamada "Cuida de mim" e é do Scracho. A música é um amorzinho ela, recomendo que ouçam, muito amor mesmo. É isso, boa leitura e até mais.

Capítulo 1 - 1


E lá estava eu outra vez parado no térreo de seu prédio pensando se eu subo ou não, se valia a pena ou não voltar para vida dele depois de tudo que eu fiz. A culpa era minha e eu sabia. Se eu pudesse voltar atrás, nunca teríamos nos apaixonado talvez, eu nunca seria um peso em sua vida e talvez hoje voltássemos a ser amigos. As vezes melhores amigos só são bons como melhores amigos mesmo. Eu e Brian não demos certo e mesmo assim eu sempre volto, caminho calmamente até o elevador e aperto seu andar e quando chega eu caminho cheio de inseguranças até o mesmo apartamento no fim do corredor e toco a campainha esperando que ele me receba de braços abertos outra vez.

 

“Volta e meia volto aqui
Nem sempre tudo é perfeito
Você tem que admitir
A vida a dois é um dom”

 

Nervoso como sempre esperei que sua porta fosse aberta e ela foi, como inúmeras vezes antes e você me abraçou como sempre faz e eu chorei como sempre faço também, pedindo desculpas e implorando para que não desista de mim. Sempre foi assim Brian, eu peço desculpas, você aceita, mas quando falamos algo que o outro não quer ouvir brigamos, mas nesse dia só pensamos em dizer, depois de todos esses anos, nem eu, muito menos você estávamos com paciencia para brigar, eu só queria estar ali, e você só queria que dessa vez eu ficasse.

 

“Olha o que vai dizer

Não alimente outra briga

Se os dois vão se arrepender

Pra que mexer nessa ferida outra vez?”

 

 

Então depois do banho eu me sentei na mesa para jantarmos, mesmo que sem dizer nada e eu tinha tantas coisas para falar, tantas coisas presas que eu ansiava em te dizer, quantos “eu te amo” já não tinham morrido em minha garganta por falta de coragem e mesmo assim você me aceitou, mesmo sem saber se eu um dia te amei, mas eu amei, mesmo sem conseguir dizer, com todas as letras eu te amei e ainda te amo e eu sei que me ama tão ou mais intensamente do que eu e isso fica claro da maneira que me olha, da maneira que alisa meu rosto quando estou perdido em pensamentos inconsequentes, quanto estou triste e chorando demais para notar que você está ali e que eu sou muito grato por isso.

 

“Cuida de mim

Mesmo que eu beire a loucura

Ainda que eu perca a razão

Cuida assim

Se eu me afasto é ternura

A minha real intensão”

 

 

Mesmo que seja difícil para você também, mesmo que se esgote tanto quanto eu, sempre está ao meu lado. Quando acordo de madrugada em um surto momentaneo, você está lá dizendo que tudo fica bem. Quando passamos a noite juntos e no outro dia eu já não estou mais na sua cama, ainda sim me liga para saber se eu estou bem. Mesmo quando eu coloco na cabeça que quero terminar, você não me deixa pois sabe que eu vou me arrepender. E por isso que eu te amo, porque mesmo com todos os motivos para ir embora, você ficou.

 

“Olha, agora já foi

Já passou, meu bem

Deixa a poeira baixar”

 

Então eu me encontrei, eu encontrei a força que precisava para ficar ao seu lado e continuar aqui, e eu lutei, e você esteve lá. Claro que não mudou de uma hora para outra mas eu já estava melhor e você já estava melhor também e isso que me fazia sorrir, então ali eu soube que tudo ainda fazia sentido.

 

“Mas são só os dias ruins

E essa minha ansiedade

Me afasta quando eu mais preciso

Te achar, me achar

Me abraça até tudo acabar”

 

Em todos esses anos entre indas e vindas nós ainda permanecemos juntos, mesmo brigando e terminando diversas vezes, você sempre voltava para mim e eu para você. Mesmo com todos os obstáculos da vida a dois nós conseguimos nos manter e você conseguiu me ajudar em tudo que eu sempre precisei, em coisas que ninguém mais teve paciencia. E por isso mesmo que os dias ruins cheguem eu sei que vai me abraçar e vai cuidar de mim, mesmo que eu não mereça, ou que eu não queira.

 

- Me solta Brian. Me deixa ir embora.

- Você não tem que ir Jae. Se acalma, fica bem, eu estou aqui.

Meu choro era alto e eu sabia que estava chorando também, eu sentia culpa por trazer tudo aquilo para sua vida, eu só queria sumir.

- Eu não estou bem, eu te faço mal. Vai estar melhor sem mim.

- Nunca diga isso. – Você me abraçou ainda mais forte. – Eu sempre estive aqui e sempre vou estar, mesmo que isso canse nós dois não podemos nos largar assim.

Me acalmei e deitei a cabeça em seu peito. O remédio já fazia efeito e você ainda fazia carinho no meu cabelo, sorri meio lerdo.

- Brian Kang?

- Eu mesmo.

- Eu amo você.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...