História Cumplices,Amigos e Amantes - Juntos e Misturados - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Campo, Conwgirl, Fazenda, Indio, Interior, Novela, Romance
Exibições 10
Palavras 873
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Famí­lia, Festa, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Se tudo der certo o capitulo 18 sai amanhã :3
Espero que curtam esse, ta meio paia... mais...

Capítulo 17 - Depois da Calmaria sempre vem a Tempestade


Fanfic / Fanfiction Cumplices,Amigos e Amantes - Juntos e Misturados - Capítulo 17 - Depois da Calmaria sempre vem a Tempestade


|: Will :|
 

-Norah! -grito segurando ela no colo antes que caísse na água.-  Norah...
-Cobra... venenosa... Ashley... Remédio... -foram as ultimas coisas que ela disse antes de desmaiar em meus braços.
-Will, eu entendi a mensagem vamos. -Gusta fala me empurrando pra que saísse da água.
Começamos a correr em direção ao tuneu de onde viemos...
Chegamos lá em pouco tempo, Norah estava com uma febre alta. Gusta explica tudo pra Ashley rapidamente e ela sai da caverna indo fazer sei lá que pinoias...
-Norah.. Por favor não morre... -digo abraçando ela desmaiada. Nem estava mais me importando com José ali desmaiado no chão... admito que me impressionei com o que Jeny fez.
-Calma cara.. -Jen fala ao meu lado.
Ashley chega com uma sei lá o que nas mãos e dentro tinha uma pasta verde nojenta.
-Que isso? -perguntei preocupado.
-Vai atrasar o veneno.. -Ashley começou a passar a pasta no lugar da picada, quando terminou me olhou seria.- Tem um cavalo la fora, agora corre, leva ela pra minha mãe.
Assenti com a cabeça, peguei Norah no colo e a levei pra fora, montei no cavalo negro com manchas brancas que havia ali já. Disparo em direção a fazenda, mais especificamente a aldeia...


|: Ashley :|


A policia tinha chegado logo após a partida de Will, José ainda estava desmaiado.
-Mandou bem Jeny. -sorrio olhando pra ela.
-Foi puro impulso, admita, eu sou foda. -ela sorrio.
"Autista!" pensei e pus a mão na boca pra segurar o riso.
A policia levou aquele marginal preso, descobrimos que ele já tinha sido denunciado, por alguns estupros, trafico de drogas e armas etc, nas cidades por onde passou antes de vir pra cá. Era incrível como em poucos anos ele se tornara aquele filho da ****. Desculpem o palavrão, mais na moral... que cretino! (SIM, A ASHLEY TA FALANDO PALAVÃO! '-')
Após sairmos da floresta fomos logo pra aldeia, lá Ryo nos disse que Norah estava na tenda medica com Will e minha mãe. Ela estava recebendo os cuidados, seria mais fácil de soubesse-mos qual foi a cobra que picou ela... mais como não sabia-mos então ia-mos curar ela na marra mesmo.
Norah é forte, não só de cabeça dura mais de saúde também...


|: Norah :|


~ 3 dias depois... ~


Eu estava correndo em um tunel escuro havia horas, finalmente vejo uma luz no fim do tunel...
Não...
José estava lá com uma... uma cobra? 
Sim era uma cobra... gigante!
Parei de correr no mesmo instante horrorizada.
-Norah... venha minha querida. -a voz de José ecoou em minha cabeça.
Me ajoelhei no chão chorando, tapei os ouvidos pra não ter de ouvi-lo, porem a voz continuava...
-Norah... Norah... -eu já estava ficando maluca.
-CHEGA... -gritei...


-Norah! -era a voz de Will.
Ele me abraçava, eu estava no colo dele tremendo e chorando.
-Shiii... foi só um pesadelo.. -Will beijou minha testa enquanto me ninava no colo.
-O que aconteceu? -minha voz saiu fraca e um tanto rouca., eu estava com um gosto de ervas na boca.
-Você ficou desacordada por 3 dias depois que te achei nos tuneis, te trouxe pra cá o mais rápido possível, Srª. Adriana fez uns negocio ai pra você tomar e combater o veneno... -ele me apertou com um pouco mais de força.- Estava-mos só esperando você acordar pra saber se o veneno foi eliminado do sangue...
Abracei ele e escondi meu rosto no peitoral do mesmo.
-José? -senti uma ânsia de vomito só de mencionar o nome daquele vadiu...
-Preso. Não vai mais nos incomodar por muito tempo... -senti que Will deu um pequeno sorriso, eu inevitavelmente sorri também.
-NORAH! -levei um susto com o pessoal que entrou no meu quarto do nada. Minha mãe, meu padrasto, Ashley, Jen, Jeny, Gusta, Gisas, Leo, Benjamin...
-Vão com calma seus arrombados! -minha mãe gritou pra eles sossegarem e Will e eu começamos a rir.
-Oi pra vocês também....


~ 2 Meses depois ~

 

Eu e Ashley estava-mos andando a cavalo pela fazenda tranquilamente como de costume, já tinha-mos terminado nossos afazeres, Will e a galera provavelmente ainda estavam trabalhando.
-Vai no Rodeio esse ano? -Ashley perguntou enquanto guiava Cocuio, Storm como sempre nem precisava de comando pra saber a onde ir.
-Com certeza, esse ano pretendo participar da prova dos mustangues selvagens. -dei um sorriso de canto e estralei o pescoço o alongando.
-Tem certeza? Lembra como foi difícil domar o Storm? -ela me olhou preocupada.
-Absoluta, eu ganho do touro mecânico, mustangue vai ser fácil.
-Já que você diz... -ela sorrio.
Ficamos conversando e paramos os cavalos em frente a cerca, observamos o sol se pondo nas montanhas, tudo recebia um tom alaranjado a essa hora, era lindo de se ver.
 

|: Will :|


Fiquei encarregado de receber a nova família que viria para a fazenda hoje. Até onde sabiamos era um homem, a filha e uns seguranças, não sei por que mais né...
O carro que chegou tinha vidros escuros e era todo preto, até ai tudo bem, deviam ser ricos. A surpresa foi quando vi a garota que saiu do carro... Era a Priscilla. Arregalei os olhos horrorizado e recuei uma passo. Ela olhou pra mim e sorrio.
-Will... a quanto tempo meu querido...


Notas Finais


Espero que tenham gostado gente...
Nos vemos amanhã se possível..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...