História Cuphead - "Não dê sarrada no diabo". - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bendy and the Ink Machine
Personagens Personagens Originais
Tags Batim So Que Nao, Cuphead, Va Da O Cu, Zuera
Visualizações 48
Palavras 416
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


seguindo da abertura da zueira, vem a introdução da zueira, depois começa a ação da zueira.
erros propositais aqui.

Capítulo 2 - Cuphead - "Não dê sarrada no diabo". - O começo dessa merda.


​Narrador P.O.V ON - Começo da Zuera.

*Era uma vez, num lugar brisante, chamado Ilha da Folha de Maconha, tinham dois parças, chamados Xicrinha e Canecão. Eles viviam sobre os cuidados do MC Bule, o BULInador.

*Um dia os dois lek, saíram pra bem longe da quebrada deles, e — mandando o foda-se pros vários avisos do MC Bule — foram pro lado errado da quebrada e entraram no Baile Funk/Puteiro do Cafetão-Capeta.

*Lá dentro, Xicrinha e Canecão ficaram dando sarrada nas novinhas e metendo o loko com os Funks no Palco dos MCs. "Meu Satã do Céu!" exclamou o MC Dado. O administrador do Baile. "Esses caras realmente metem o loko!".

*"Isso é verdade, MC Dado" Disse um cara que acabava de chegar. Os parças se assustaram. Era o dono do Baile Funk. — O próprio Capeta! — "Agora, que tal nós subirmos para meu Puteirão de Luxo?" Ele sugeriu com um sorriso maligno.

*"Se vocês subirem lá e animarem o pessoal de lá, eu lhes darei todo o meu Baile Funk e o meu Puteiro!" O Capeta os tentou. "Mas se não conseguirem, ou se me enfurecerem, suas ALMAS serão minhas! Feito?".

*Xicrinha, cego pelas sarradas e pelas riquezas, logo subiu para o Puteirão juntamente do Capeta e de seu parça Canecão, que não parava de berrar "Xicrinha, não faça essa merda!". Lá, ele deu muitas sarradas e algo ruim aconteceu. Ele, dando sarrada em todo mundo que ele via, acabou dando sarrada no Capeta.

*"SE FODERAM!!!" Ria o Capetão, batendo agressivamente no chão. "VOCÊS SE FODERAM!!!" Os parças se cagavam de medo enquanto o Capeta se aproximava deles. "Agora, sobre essas ALMAS...".

*Os bróderes imploravam pelas suas vidas. "D-Deve ter um Modo Diferente d-de pagar você!" Canecão implorava. "S-Sim, quebra essa ae pra nóis!" Xicrinha acrescentou.

*"Hmmm, eu acho que talvez tenha" Disse o Demônio, puxando um Grande Pedaço de Papel. "Eu tenho uma PEQUENA lista de pessoas filhas da puta que me enfureceram e que me devem suas ALMAS. Peguem suas ALMAS pra mim, e aí sim eu posso 'Quebrar essa' pra vocês".

*"Agora vão, SUAS PUTINHAS!!!" O Diabo exclamou, chutando o cu dos leks mais do que rudemente. "Vocês só tem até a meia-noite de amanhã pra pegar as ALMAS dessas pessoas! Caso vocês não consigam, EU estarei pegando as suas!!!"

*Xicrinha e Canecão tavam terrivelmente assustados, e correram como maricas o mais rápido que podiam. "Bora, Caneco!" exclamou Xicrinha. "Nós temos que achar o MC Bule. Ele vai saber quebrar o galho pra nóis".


Notas Finais


to be continued.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...