História Cupid - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 62
Palavras 504
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Lindo


"Lindo: prazeroso de se contemplar, de se ouvir, de se apreciar; belo, bonito."

Jimin estava estranho segundo Chanyeol. Estava sorrindo sem parar e até cantou durante o banho. Já Baekhyun apenas observava o filho com um sorriso.

— Filho, você tem certeza que está bem? Não quer ir ao hospital? — Chanyeol colocou uma das mãos sobre a testa do filho, levando um tapinha no braço dado pelo marido.

— Chan, ele está bem. Deixe-o ir logo, ele vai se atrasar.

Sim, poderíamos dizer que Jimin estava doente, mas, não como ChanYeol imaginava. Sua doença não lhe causava febre ou dores de cabeça, ele não estava constipado e nem sentia dores no corpo. Sua doença causava euforia e bochechas vermelhas, uma alegria inexplicável e um calorzinho no peito acompanhado de um coração que batia muito, muito rápido quando via o sorriso de um certo alguém.

Uma doença chamada... amor. Sim, assim que Baekhyun o diagnósticaria.

Era tão bonitinho ver o filho sorrindo com as bochechas vermelhas, cantarolando pela casa.

Sintomas de amor verdadeiro. Sim, amor verdadeiro.

Por serem puros e de bom coração, cupidos são os únicos seres que se apaixonam verdadeiramente. Humanos há muito tempo são incapazes de senti-lo, por isso Eros e outros deuses do Olimpo decidiram escolher entre os humanos, aqueles que tinham bom coração e estes receberam a "Bênção de Eros", sendo assim transformados nos chamados cupidos, responsáveis por unir os humanos com suas outras metades. Mas, vez ou outra há um casal que se junta por amor, sem nenhuma intervenção de algum cupido, como no caso de Baekhyun e Chanyeol.

Jimin deu um beijo na bochecha dos pais e colocou os fones de ouvido, cantarolando a música que passava, enquanto mexia os braços no ritmo da mesma. Entrou no escritório, recebendo olhares dos outros cupidos.

— A noite foi boa. — Jackson soltou, sentando sobre a mesa de um rapaz que usava óculos grandes e em seu crachá estava escrito... Ah, Yougjae!

— Não diria noite e sim que tive uma tarde maravilhosa. — Jimin respondeu sorrindo.

— Se quiser uma noite maravilhosa, eu estou disponível. — Jackson levantou um dos braços, pegando um pirulito no bolso da jaqueta e colocando na boca.

Jimin negou com a cabeça rindo. Sentou na pequena mesa e pôs-se a estudar os casais que foram juntados nos últimos meses.

Já passavam das seis quando Jimin desligou o computador, entregando o relatório a Yoongi. Recusou o convite do mesmo para jantar, a trabalho claro, e saiu apressadamente do prédio.

Foi até a praça, e desta vez, esperou Jungkook no parquinho. Logo viu Jiwoo correndo em sua direção. A menininha pulou em seus braços e Jimin a girou no ar.

— Já disse que seu sorriso é lindo Park Jimin? — o moreno sorriu com os dentinhos à mostra.

— Acho que sim. — o loiro sentiu as bochechas ficarem quentes, e usou as mãos para cobri-las enquanto desviava o olhar para Jiwoo que brincava num balanço. — O seu sorriso também é lindo.

Permaneceram observando Jiwoo brincar, com sorrisos nos lábios e as mãos tocando levemente uma na outra, num singelo carinho.


Notas Finais


Tag no twitter: #Jikkupid


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...