História Cura e Compaixão - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Boruto Uzumaki, Butsuma Senju, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hashirama Senju, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kimimaru, Kisame Hoshigaki, Konan, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rock Lee, Sai, Sasori, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato, Yondaime Kazekage, Zabuza Momochi, Zetsu
Exibições 4
Palavras 3.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii espero que gostem! ! Please comenta aí!

Capítulo 8 - Meu lugar


Era por volta das 6 horas da manhã, o Sol já começava a brilhar, parece que aquele dia seria bem quente. Tsunade havia convocado Karuna logo cedo, a garota já estava em sua sala junto com Kakashi, o rosto da Hokage não era uma das melhores.

- Sasuke Uchiha se feriu gravemente nessa missão Karuna. Sei que está foi sua primeira missão em que você ficou responsável por uma equipe, porém agora o garoto está no hospital em observação, poderia nos dizer o que aconteceu? - Tsunade a encarava, tentaando demonstrar rigidez, mas seus olhos ainda eram ternos e preocupados.

- Sinto muito. Eu o avisei para não atacar, mas ele não me ouviu. O inimigo o atingiu com essa espada do deus do trovão, usada pelo segundo Hokage - ela mostra a espada - Porém de qualquer forma a culpa foi minha, desculpe - a garota se curvou em sinal de arrependimento.

O silêncio pairou no local, era uma situação desconfortante para os três.

- Karuna, eu conheço suas capacidades, você é uma especialista do elemento Vento, tem o jutsu de corrente de ar presa aos movimentos de seus dedos desde criança, por favor seja sincera, você por alguns segundos não pode evitar o dano de Sasuke ou não quis evitar? - Kakashi pergunta com os olhos fixos nos da garota. Ele a conhecia era uma excelente ninja, para eles as questões do passado dela com os Uchihas estaria resolvido, mas agora pensava se estava enganado.

A Senju mais nova desviou o olhar, no fundo ela sabia que nem todas as cicatrizes haviam se fechados, estava feliz por ser uma Sensei, por conquistar a confiança de Kakashi a deixar os seus pupilos sob a liderança dela, porém tinha ele, Sasuke com aqueles olhos amaldiçoados, como dizia sua avó, que a fazia lembrar de todo o passado triste e amargurado que ela teve.

- Foi um erro eu ter vindo para cá, fiquei 10 anos longe da Vila, e voltei com uma estúpida ideia de recomeço. Me desculpe prima Tsunade, eu me enganei. Me desculpe Kakashi - a garota levantou os olhos marejados que pousaram em Kakashi - Me desculpe por não ser uma boa Sensei.

A garota rapidamente de retirou da sala. Os ninjas permaneceram em silêncio, era uma situação delicada.

- Eu Não deveria ter a acusado dessa maneira! - Kakashi coçou a cabeça preocupado - eu que a convenci a vir para vila e a trato assim, que vacilo!

- Eu te entendo Kakashi, você apenas ficou preocupado com Sasuke.

- Irei atrás dela, preciso me desculpar, talvez depois dessa conversa ela não queira mais ficar entre nós - O sensei saiu rapidamente da sala deixando a Hokage, que soltou um longo suspiro de preocupação.

------------------------- / / ----------------------

Karuna corria e saltava rapidamente por sobre os telhados das casas de Konoha, a garota queria evitar se esbarrar com alguém no meio do caminho, torcia para que Naruto não estivesse em casa, assim iria evitar mais perguntas. Chegando na pequena casa encontrou a mesma vazia, provavelmente o garoto fora visitar Sasuke no hospital, a cama dele estava completamente desarrumada, Karuna conteve um riso "Será que ele nunca vai aprender?", a garota rapidamente abriu o guarda-roupa e começou a retirar as poucas peças que havia trago, pegou sua mochila guardou tudo dentro, enrolou seu saco de dormir, pegou um pedaço de papel e com uma lágrima solitária escreveu " Obrigada, Naruto."

Karuna corria por cima das casas, antes de partir queria dar uma passada no hospital para saber a situação de Sasuke, não pretendia entrar no quarto, ela queria que sua partida fosse o mais discreto possível. A ninja já avistava o terraço do hospital quando percebeu uma movimentação, era Sasuke e Naruto brigando, porém ficou pior quando um invocou o Chidori e o outro o Rasengan, Sakura chorava e corria para o meio da briga sem se importar com a consequência. Se aqueles dois de acertassem além de poder matar Sakura, ambos iriam ficar gravemente feridos. A Senju aumentou a velocidade e então tudo foi muito rápido, Sakura sentiu um um chute no estômago e foi arremessada para trás, Karuna tinha liberado a corrente de ar para salvar a garota, ela ao mesmo tempo que salvava Sakura, grudou nas costas de Sasuke o girando em arremessando para o tanque de água do hospital, onde o mesmo causou um enorme buraco com o Chidori, no mesmo instante que ela grudou nas costas do Uchiha e o girou, ela fechou os olhos e aguardou ser atingida nas costas pelo rasengan do Naruto, porém, ao olhar para trás o garoto também havia sido arremessado para um outro tanque de água causando um buraco menor, fazendo Sasuke soltar um leve riso.

- Você está bem? - Kakashi perguntou preocupado, reparando na mochila jogada no terraço.

- Estou, obrigada! - respondeu a garota desviando o olhar

- Kakashi Sensei, Karuna Sensei! - Sakura levantava com dificuldade - Ainda bem que vocês chegaram a tempo! Esses dois começaram a brigar, e por pouco que.... que... que não se matam! - a rosada dizia em prantos.

Karuna tentava acalmar Sakura, enquanto Kakashi se dirigia a Sasuke e Naruto que estavam sentados no chão observando o estrago que haviam feito nos tanques

- Qual problema de vocês dois? Estão em um hospital, acabaram de voltar de uma missão, e fica com essas coisas! Quase que vocês matam uma companheira de time!

Naruto olhava envergonhado para o chão, enquanto Sasuke mantinha a cabeça de lado com os olhos fixos em Karuna e Sakura.

- FOI TUDO CULPA DESSE IDIOTA KAKASHI SENSEI! ELE ME DESAFIOU! DISSE QUE QUERIA QUE EU PROVASSE SE EU ERA FORTE MESMO! SE NÃO FOSSEM OS SENSEIS EU TERIA ACABADO COM VOCÊ IDIOTA! - Naruto berrava apontando para Sasuke, que o ignorava.

- Já chega Naruto! Eu não quero mais ouvir. Sasuke volte para o seu quarto, Naruto me acompanhe.

- Eu não vou voltar Kakashi! - Sasuke protestou se levantando.

- Você ainda não levou alta!

- Está pensando o quê? Eu sou um Uchiha, se digo que estou ótimo é porque estou! - O garoto pula do terraço saltando para os telhados da casas próximas

- Espera Sasuke! - gritou o Sensei sem sucesso. O mais velho soltou um longo suspiro - Vamos ver como a Sakura está, depois eu vou atrás dele.

- Pode deixar Kakashi - disse Karuna chamando a atenção dos dois - Eu vou atrás dele, fiquem com a Sakura, ela tá com um pouco com dor no estômago devido a força da corrente, mas logo irá passar

- Karuna, precisamos conversar, saiba que..

- Já chega Kakashi, preciso ir atrás de Sasuke, obrigado por tudo e não se preocupe! - a garota colocou a mochilas nas costas e partiu em busca do Uchiha.

- O que diabos está acontencendo Kakashi sensei? Por que Karuna falou daquele jeito, ela está indo embora? - falava o loiro preocupado e confuso.

Kakashi soltou um longo suspiro “quantas coisas de uma só vez”

- Vamos Naruto, vamos ver como está Sakura, te explico depois.

Karuna já avistara Sasuke, não foi difícil alcançá-lo, o garoto ainda não conseguia saltar e correr tão rápido, ele estava sentado em uns dos telhados próximo do hospital, onde pode ver o resultado de sua briga com Naruto. O tanque atingido pelo rasengan de frente era um buraco pequeno, porém na parte de trás o jutsu causou um grande dano, deixando um buraco imenso, já o chidori poderia ter causado um dano maior no ponto da frente onde fora atingido porém atràs, o efeito do jutsu foi bem menor deixando apenas um buraquinho onde jorrava um fio de água do tanque. Sasuke ao observar a força superior do rasengan, deu um murro na parede onde estava sentado, cansado de Naruto, e não poderia jamais ser mais fraco do que ele.

- Sim, o rasengan causou um dano maior, porque o acumulo de chakra com elemento do vento é tão forte que pode causar um dano desses - disse a garota de cabelos roxos sentando-se ao lado dele.

- O que tá fazendo aqui? Quero ficar sozinho.

- Eu sei, mas infelizmente eu ainda sou sua sensei, então tenho a obrigação de te proteger e saber como está. -a garota tirou a mochila das costas, e se aconchegou na parede fazendo do braços um apoio para a cabeça.

- Está indo embora? - disse o garoto olhando para a mochila

- Bem observador! - ela riu - é, digamos que sim, acho que aqui nunca foi meu lugar mesmo.

O silêncio pairou entre os dois. Porém a curiosidade de Sasuke não se conteve

- O que os Uchihas fizeram para a sua família?

Karuna não respondeu, se mantendo quieta por um tempo, não gostava de ir direto ponto tão delicado da sua vida assim.

-Nossos clãs nunca se deram bem, houve um tratado de paz, porém anos depois fomos atacados, na calada da noite, depois de uma dura missão que a maioria dos ninjas Senjus haviam participado, estavam cansados e feridos, não conseguiram conter, eu e minha avó conseguimos fugir. Depois descobrimos que tinha um grupo dentro do clã Uchiha, que já estava arquitetando um plano contra nós, aí foram detidos pela polícia do próprio clã.

- E por que eles atacaram vocês assim, de surpresa, algo vocês fizeram! - disse com rispidez.

Karuna soltou um leve riso, naquele momento sentiu vontade de socar o garoto, mas imaginou que ele não sabia de toda a verdade, então não levou em conta sua ignorância.

- Típico de um Uchiha, tentar convencer você de algo não vai dar vai adiantar. Não perderei meu tempo com isso.

- Hm.

Estava calor em Konoha, era por volta das 10h da manhã, e o Sol estava castigando. O silêncio voltou a reinar entre os dois, Karuna resolveu levantar

- Volte para o hospital Sasuke - disse enquanto colocava a mochila nas costas - Não sei quando te verei novamente, porém espero te encontrar recuperado e mais forte. Será interessante lutar com um sobrevivente de um antigo clã inimigo.

- Não se preocupe, em breve travaremos esta luta, assim que eu completer minha vingança, eu derrotarei você, Senju.

- Combinado! - A ninja deu uma piscadela para o garoto, partindo rapidamente dali, deixando o Uchiha sozinho, com o seu meio sorisso.

----------------------------- / / -----------------------------

Estar naquele lugar não era nada fácil, Karuna decidiu antes de ir embora, passar no distrito destruido dos Senjus. No local apenas restara algumas casas abandonadas, sujas e velhas. Em um canto do distrito próximo ao portão principal, havia um cemitério, com algumas lápides daqueles que o corpo foram encontrados no dia do massacre. O local estava limpo, e com algumas flores começando a murchar, estava assim pois depois da chegada da ninja, ela passou a visitar e cuidar daquele local, pois o mesmo antes estava em um estado nada bom. A garota não havia explorado o restante do distrito, ela não havia criado coragem ainda, havia muitas lembranças naquele local. Passando pelo pequeno cemitério, ela avistou o antigo depósito de armas do Senju, o mesmo local que ela e Idate, o corredor, costumavam brincar escondidos de ninja. O mesmo estava fechado com correntes e cadeados, o que não foi muito dificil de quebrar devido o desgate do material. O depósito permanecia a mesma coisa, apenas estavam com muito pó, as armas no lugar harmoniosamente arrumadas e alinhadas. Karuna tirou a espada do Segundo hokage da mochila, e colocou junto com as outras, completando a coleção de espadas que constavam na parede.

---------------------- / / ---------------------

- Embora? Mas por que?

Naruto e Kakashi corriam pela Vila atrás de Karuna, Sakura insistira em ir junto porém sob as ordens de Kakashi, a deixou em casa para repouso. O Sensei durante o caminho explicou toda a situação para o garoto, sobre a conversa na sala da Hokage e os desentendimentos do passado entre Uchihas e Senjus.

- Você nao deveria ter a acusado assim, Kakashi Sensei! Sasuke quer sempre ser o melhor, ela tentou para - lo, mas ele fingiu que nem ouviu.

- Eu sei Naruto, acho que foi um equívoco de minha parte ter falado assim.

- Eu Não vou deixar ela ir embora! - Kakashi assentiu e ambos apertaram a corrida.

Os dois correram o mais rápido que podia, já havia chegado no portão principal da vila.

- Droga, se eu tivesse alguma coisa dela, eu invocaria Kapu, e já a encontraríamos! - reclamou Kakashi

- Eu sei quem pode ajudar! - Naruto abriu um sorisso- Hinata!! - o garoto correu na direção da garota que estava passeando pela Vila com Kiba e Shino.

- Hinata, preciso da sua ajuda! Olá Kiba e Shino!

- Mi-mi-minha ajuda, Na-Naruto - kun? - disse a garota completamente corada.

- O que houve Naruto - perguntou Kiba curioso, com Akamaru na cabeça que havia soltado dois latidos.

- Tem uma pessoa que eu gostaria que Hinata achasse usando o byakugan! Lembra da minha nova Sensei Hinata - o garoto voltou a olhar para a Hyuga, que assentiu - Então ela foi embora, porém gostaria de conversar com ela, pode me ajudar?

- Aah, eu ouvi falar dessa nova ninja que chegou aqui na Aldeia, a nova líder do time 7, ela é bonita? - comentou Kiba com um sorriso malicioso.

- Ah, é sim! - respondeu Naruto meio envergonhado coçando a cabeça, fazendo Hinata baixar a cabeça um pouco desapontada

- Ouvi dizer que ela era do clã Senju, mas não sei por qual motivo teve que ir embora, e com 15 anos já é uma Jounin - Shino comentou.

- Naruto, vamos estamos perdendo tempo - Kakashi chegou perto do grupo.

- E-e-eu vou te ajudar Na-Naruto - kun! - disse Hinata.

- Sabia que podia contar com você Hinata!

- A gente vai junto, não é Shino? - Shino assentiu.

- Então vamos! - Naruto correu para fora da entrada principal, sendo seguido pelo grupo.

Hinata ativou o seu byakugan, procurava cada detalhe, porém sem sinal da garota. Os cinco continuaram a correr entre as árvores, e ficaram neste ritmo por dez minutos.

- Espera! A-Acho que a encontrei - disse Hinata.

- Onde? Onde? - perguntou Naruto desesperado.

- Po-Por ali - Hinata apontou para a direção que supostamente Karuna haveria seguido. O grupo apertou o passo, Naruto que estava a frente já avistara a garota de cabelos roxos, que ao olhar para trás e ver o loiro, fez uma cara de espanto e começou a correr, na falha tentativa de fugir.

- Ah você não vai fugir não! KARUNA PARA DE CORRER!!

A garota percebendo que seria em vão, parou de correr, e ficou parada com os braços cruzados e uma cara não muito amigável.

- Você não vai embora! - disse o loiro se aproximando, e com a respiração acelerada. - Vamos voltar para a Vila imediatamente!

- Não Naruto! Eu não quero, Aldeia da Folha não é o meu lugar - disse cabisbaixa - Foi bom conhecer vocês - disse se virando e já para ir embora.

- Espera! - Kakashi colocou a mão nos ombros da garota - Karuna, por favor, me escute, depois você pode decidir o que for melhor para você.

A garota se virou encarando os olhos do mais velho.

- Bem, quero pedir desculpas pela a conversa de hoje cedo, eu fiquei preocupado com você e suas emoções, então fui direto ao ponto, mas saiba que você é para mim uma ótima ninja, e não quero deixar meus pupilos nas mãos de outra pessoa que não seja você. O que você fez no hospital, apenas me mostrou o meu equívoco, peço o seu perdão e que volte para Konoha.- O ninja de curvou em demonstração de arrependimento.

- Por favor Kakashi se levante - a garota disse séria - Muito obrigada mas acho que ainda não estou preparada para lidar com o passado e saiba...

- Para com isso!! - Naruto se exaltou - para de dar desculpas para ir embora! Você é a Jounin mais nova que eu conheço, você conduziu a missão muito bem! Ajudou a salvar a minha vida, de Sasuke e Sakura!

- Naruto, você não entende! - os olhos de Karuna estavam marejados.

- Entendo sim, entendo que ao mesmo tempo que você é forte, você também é fraca, não sabe lidar com o passado, e mais uma vez só encontrou a solução fugindo! Abandonando ao time, e... - os olhos do loiro encheram de água - e a mim, que já estava me acostumando com a ideia de ter alguém em casa para compartilhar as conversas e as coisas - Hinata abaixa a cabeça triste "Naruto - kun está apaixonado por ela", o garoto continuou - estava me acostumando em saber como é... como é... Como é ter uma irmã mais velha!!! - o ninja disse convicto, deixando uma lágrima solitária sair, porém já limpando em seguida. O grupo que o acompanhava abaixou o olhar, eles sentiam pena do garoto, sabia a triste vida que levava desde o nascimento. "Ele a vê como uma irmã, ainda bem." Pensava Hinata, Karuna não esboçou nenhuma reação facial, a garota apenas puxou Naruto e o abraçou, tão forte como se não o visse a muito tempo. O loiro de início ficou assustado com a a atitude da Sensei, ficou um pouco receoso, mas aos poucos retribuiu com a mesma intensidade. Os dois se soltaram, o grupo se olhava esperando por algo vir em seguida.

- Bem, é melhor deixá - los mais a vontade para se despedirem - Kiba sugeriu puxando Hinata e Shino.

- Não será necessário - Karuna se prontificou - Eu voltarei com vocês.

- A aaaah Eu sabia! !! Eu sou Naruto Uzumaki, e eu nunca volto atrás das minhas palavras!

Todos cairam na risada, e voltaram juntos para a Aldeia da Folha, Karuna aproveitou e conheceu melhor Hinata, Kiba e Shino. Não demorou para perceber que a Hyuga era caidinha por Naruto, e decidiu a qualquer custo que iria ajudar a mocinha vencer a timidez, Shino era muito quieto, volta e meia fazia umas perguntas sobre a sua vida, mas ele sempre dava respostas vazias ou mudava de assunto não queria se expor assim, Kiba era o que mais falava e discutia com Naruto ao mesmo tempo, Akamaru logo se afeiçoou pela moça e durante o caminho tentava pular no seu colo, Kakashi era o único que vinha mais calado, a Senju resolveu não puxar assunto por hora.

------------------------ / / -------------------

- Que bom que decidiu ficar conosco Karuna Sensei, fiquei triste quando Kakashi Sensei disse que você iria embora, tentei ir mas esses dois não deixaram, acham que sou uma fraca! - a garota fez um bico.

Kakashi, Naruto e Karuna passaram na casa da garota para ver como estava, que por sinal estava bem.

- Não precisa me chamar de Sensei, soa tão velho - riu.

- Sakura o Sasuke voltou para o hospital? - Kakashi perguntou preocupado.

- Não voltou Kakashi Sensei, eu o encontrei sentado num terraço perto do hospital, mas, ele não quis falar comigo - a garota disse cabisbaixa.

- Hum, preciso conversar com ele.

A tarde já estava quase findando, os três se despediram Sakura, porém antes mesmo da garota fechar a porta da casa, um Anbu chegou repentinamente.

- Equipe 7, a Hokage os aguarda na sala dela, agora.


Notas Finais


Bye Guys... Até a próxima! !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...