História Cursed by the full moon - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christian Figueiredo, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Christian Figueiredo, Felipe "Febatista" Batista, Felps, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Mike, Pac, Pedro Afonso Rezende Posso, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellbit, Cellps, Febatista, Jvnq, Jvtista, Lobisomens, Mike, Mikhael Linnyker, Mitw, Pac, Tarik Pacagnam, Tazercraft
Exibições 380
Palavras 2.601
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


💙OIEEEEEEEE GENTI LIMDA DO MEU KOKORO

💚E hoje, nessa quarta feira maravilhosa eu lhes trago mais um capítulo dessa fic fofinea

💙Capítulo maiorzinho pra comemorar o dia das crianças

💚Feliz dia das crianças seus bando de tarados e.e

💙Eu quero meu presente, ou seja, quero muitos comentários... dos grandes, porque quanto maior melhor, espera, essa frase ficou estranha ;-;

💚Boa leitura ^-^

Capítulo 16 - É o que veremos!



POV Mike

Hoje é o dia dos jogos. Estou ansioso pra esfregar minha vitória na cara daqueles idiotas da escola. Levanto-me rapidamente e me dirijo para o banheiro, onde tomo meu banho e escovo os meus dentes 

-Mike - ouvi a voz de pac me chamando. Saio do banheiro só de toalha e não o vejo, olhei em volta e vi um par de roupa em minha cama

Sorri. Pac esta me tratando muito bem, parece que está me mimando. Comecei a me vestir e quando terminei olhei minhas roupas de hoje. Uma camisa cinza, uma jaqueta de couro preta e uma calça também preta, junto com meus all star de cano alto branco. Pac sabe fazer uma combinação boa

Sai do quarto e desci as escadas indo direto pra cozinha onde o encontrei fazendo nosso café. Ele se virou pra mim sorrindo e colocou o café na mesa. Me sentei na cadeira e comecei a comer

-Já comeu pac?

-Já sim, enquanto você estava tomando banho - ele da um sorriso timido e se senta para esperar eu comer 

***

Já estamos esperando a merda do ônibus e essa porra não chega, ai que raiva. Já estamos na frente da escola, pac e cell falam animadamente, assim como jv, Felps e Batista. E eu? Eu estou sentado ouvindo a conversa todinha. Porque? Porque estou no tédio 

Sinto um cheiro de fumaça e me levanto automaticamente junto com aos meninos. Depois de alguns minutos o ônibus para a nossa frente e abre as portas para entrarmos, assim fizemos. Todos entramos com calma - so que não - e sentamos com nossas duplas 

-Mike - ouvi a voz fofa de pac me chamando 

-Sim? - virei pra ele

-Esses jogos são bons? - ele pergunta brincando com seus pequenos dedinhos gordinhos. Na moral vey, da uma vontade de morder cada um deles 

Estou ficando estranho a cada dia que passo com esse garoto!

-São sim, principalmente o de ache a bandeira e corrida 

-Bom? Aquilo é horrível - disse o dono da voz odiosa 

-Então né - olho pros lados e ele me olha confuso assim como todos do ônibus - Ainda não achei quem foi que te perguntou 

-OHHHHHHHHHHHH - Todos menos o pac 

-Ai que tá Mike... eu não preciso que ninguém me pergunte, sou o dono da minha boca - Cristian 

-Boca? Isso ai não pode se considerado uma boca, isso deveria ser uma bunda de tanta merda que sai - essa doeu até em mim

-Vai se fuder arrombado - ele quase gritou, meus zovido seu idiota

-Você vai comigo ne? O ponto ta muito perigoso, podemos até dividi o mesmo cliente - digo sorrindo vitorioso 

-Você se acha o fodao não é mikhael?

-Desde quando eu estou perdido pra me achar?

-Caralho Mike, ta arrasando com a cara de gente inútil - disse batista 

-Não te chamei na conversa - Cristian 

-Como se eu precisasse de você pra alguma coisa - respomdeu Batista 

- TURN DOWN FOR WHAT - a turma toda gritou e aquela ser do demonio calou a porra da boca... ops falei errado, calou a porra da bunda 

-Tsk - foi sua reclamação final 

-Boa Mike - Cellbit me deu um "Toca aqui"

-Esse foi o dia das patadas - disse jv

-A bixa ta venenosa - comentou Felps 

-Querido, eu sou venenoso sempre - faço uma pose bem estranha

Continuamos a conversar e percebo que pac esta calado. Olho em seu frágil rosto e vejo que o mesmo esta dormindo calmamente. O deito em meu colo e começo a fazer cafuné em seu macio cabelos 

-Vai da namoro isso ai em - comentou Felps 

-Vai se ferrar - digo rindo um pouco. Encosto minha cabeça na janela e fecho os olhos, sinto algo pegar em minha cintura e os abro imediatamente. Olho pra baixo e vejo pac agarrado a mim e com o dedo na boca, deito no banco e o coloco deitado em cima de mim, assim fazendo sua cabeça fica no meu peito 

-Que fofo, da ele pra gente mikhael - disseram algumas meninas/leitoras  

-Nunca, essa coisa fofa aqui é so minha - essa frase ficou estranha mas foda-se 

-Affs - reclamaram e eu reprimi um riso. Fecho os olhos novamente e me rendo ao sono. Porque? Porque eu acordei cedo pra porra 

***

Chegamos onde acontecerá os jogos. Esperei todos descerem do ônibus para poder sair com o pac nos braços, sai do ônibus e o acordei dando leves apertos em sua bochecha. Em pouco tempo ele foi abrir seu olhinhos azuis brilhantes

-Já chegamos?

-Já pequeno - respondo o colocando no chão e olhando em volta - Aqui é muito bonito

-É mesmo, vamos chamar os meninos para correr - Ai sim, falou minha língua 

-Falou em correr? Já estamos aqui - disse cellbit aparecendo do nada junto com os outros 

-De onde vocês brotaram? - perguntei assustado

-Do chão - respondeu jv 

-Tá ta, vamos correr? - pergunto e recebo acenos de cabeça - então vamos 

Fomos pro meio da floresta sem ninguém ver e ficamos um ao lado do outro por exemplo - Eu, pac, cellbit, Felps, cellbit, jv e Batista 

-Prontos? - pergunto 

-Sim - responderam todos

-1, 2, 3 e já - assim que terminei de falar começamos a correr rindo muito. Estava com uma vontade enorme de me transformar então fiz a maior idiotice... me trasfomei e continuei a correr, der repente vejo um lobo negro de olhos azuis bem do meu lado 

Continuamos a correr, só que em uma velocidade mais lenta, assim fazendo os outros nos acompanharem. Parei de correr assim que chegamos em um rio congelado parecido com oquele que nossos olhos ficaram de outra cor 

Comecei a me destraformar e quando vi aimda tava com minha roupa intacta. Valeu autora ( Rayssa: De nada Mike ). Olho pros garotos e eles também voltaram só normal e suas roupas estão as mesmas 

-Estranho, nossas roupas não rasgaram - comentou Batista 

-Melhor assim, e que idéia foi essa de se transformarem também? - perguntei incrédulo 

-Ora, so seguimos nosso alfa - disse cellbit na brincadeira 

-Falam do nesse negócio de alfa, que tal montarmos uma alcateia? - perguntei 

-Ótima ideia - respondeu pac, brincando com a neve

-Mas quem era o alfa e seu beta? - perguntou jv

-O Mike e o Felps - respondeu Batista, cellbit e pac 

-O Mike como alfa ja que ele é o maior, mas o segundo maior aqui é o pac, mesmo que ele seja nanico como humano - após completar sua frase jv recebeu uma bolada de neva na fuça 

-Não me chama de nanico - Pac reclamou fazendo outra bolinha de neve 

-É guerra... nanico? - perguntou jv e pac apertou os olhos sorrindo -- Não sei como -- desafiadoramente - É guerra que você terá 

E assim começamos uma guerra de bolinha de neve. Não estávamos nem ligando se notaram nosso sumiço la no acampamento, so queríamos ser livres e nos divertimos um pouco livre da sociedade 

-Paro - digo e a guerra para - FOCA NO CELLBIT

-OQUEEE? PORQUE EU? - e assim foi por não sei quantos minutos, um bando de adolescentes brincando de guerra de neve. Quando acabou caímos deitados na neve fofa 

-Tá, continuando a conversa de quem vai ser o alfa e o beta, eu concordo em o mike ser o nosso alfa - disse jv

-Eu concordo no Felps ser o beta - Pac disse fazendo não sei oque na neve

-Como concorda se você é maior que ele? - perguntou jv

-Sou frágil, o Felps é mais forte que eu, então vai ele - ele sorriu

-Certo, eu sou o alfa e Felps é meu beta - concordei 

-Haha agora eu posso mandar em vocês - Felps se azibiu de olhos fechados e quando abriu levou um susto ao ver um grande lobo Preto em cima do mesmo - Posso não 〣( ºΔº )〣 Helpa eu aqui

-Pac deixa o Felps, vamos voltar? Já devem ter percebido nosso sumiço - digo voltando a me transformar novamente 

Quando se transformaram começamos a correr novamente, so que em um ritmo mais lento. Quando chegamos perto do acampamento nos destraformamos e nossas roupas não rasgaram de novo ( Rayssa: Última vez que eu faço isso -_-|| )

-Mikhael linnyker, onde você e os outros estavam? - perguntou um professor e toda a atenção foi pra gente

-Estamos apostando corrida - valeu pac 

-Nesse frio? - ele perguntou 

-É - Pac sorriu e o professor se retirou ainda olhando desconfiado 

-Estou de olho em você mikhael - ele gritou fazendo a atenção voltar pra mim

-Foi mal professor, eu sou hétero e mesmo se não fosse... o senhor não seria o meu tipo - gritei de volta, arrancando várias risadas risadas uma carranca do professor 

-Você mente muito bem pac - Batista disse, se referindo ao que ele disse antes

-Eu não menti, a gente tava correndo não era? - bem, ele tem razão 

-Ele tem razão, mas agora eu vou dormir, tenho que acumular energia pra amanhã - digo indo em direção a nossa barraca, que foi montada por algum professor 

Entro na barraca e sinto o cheiro docinho do pac então deixo a "porta" aberta. Me jogo na cama, mas antes de dormir sinto alguém que já sei quem é me abraçar e transmitir calor pra mim

-Dorme bem Mike - disse o dono dessa voz doce. Quando estava quase me redendo a escuridão sinto lábios macios na minha testa, depois não lembro de mais nada 

POV Rayssa

Já estava no horário noturno, todos os alunos estavam dormindo com a companhia da bela natureza, com o som das corujas e com o vento betendo nas folhas das árvore que tinha por perto. Eram 23:45 da noite quando o garoto de cabelos pretos e olhos azuis despertou de seu sono. Abriu os olhos e se virou para o lado, observando seus companheiros de quarto dormirem 

Um estava todo torto, seus cabelos era castanhos claros e sua pele pálida. Trajava um tosco pijama grosso - por causa do frio - com emojis de merda - oque ele era, quer dizer... vamos continuar com a narrativa certo? - que estava desabotoado no pescoço 

Já o outro dormia de forma calma e passifica - Mabel, desculpa não pude resistir - era dono de cabelos castanhos escuros, assanhados pelo modo que deitou. Estava trajando apenas uma camiseta regata preta e uma bermuda branca, em seu rosto estava um pequeno sorriso e que estranhamente de sua cabeça saía sua orelhas de lobo 

Tarik levantou-se da cama e andou até a de mikhael, chegando la se ajoelhou próximo ao rosto do Moreno e começou a o balançar levemente no intuito de acordar o mais velho, que dará certo.

Mikhael aos poucos acordava. Abriu os olhos com certa preguiça, sua visão estava imbaçada por causa do sono e que nao estava com seus oculos mas quando os colocou teve a visão de Tarik com os cabelos assanhados e caídos nos olhos e um pequeno sorriso nos lábios 

-Oque foi pequeno? - perguntou sussurrando para não acordar o outro que dormia desengoncado na cama

-Sua cabeça - respondeu o menor no mesmo tom de voz

Mikhael achou estranho e colocou a mão na cabeça, assim sentindo coisas fofas e pouco pontudas. Arregalou os olhos e olhou para tarik, e viu que o mesmo tambem estava com suas orelhas aparecendo 

-Você também, vamos chamar os outros - sussurrou um pouco alto e levantou-se sendo seguido pelo menor 

Ambos saíram na cabana e ficaram ao ar livre não se importando com o frio, pois a temperatura corporal do dois ajudava com esse fato. Se olharam e correram o mais rápido possível para a floresta, chegando a um pequeno morro, onde - mesmo sem experiência - uivaram para chamar os outros 

Em menos de alguns minutos, Tarik e mikhael, ouviram barulhos de passos e cheiros conhecidos se aproximarem rapidamente. Olharam para o caminho que vieram e avistaram - a novinha no grau - o resto da matilha, todos com suas orelhas e Caldas a mostra

-Porque nós acordaram essa hora? - perguntou cellbit, coçando os olhos com as mangas do moletom. Fazendo Felipe achar o ato fofo e não saber o porque de achar isso! ( Cellps )

-Não perceberam ainda? - mikhael perguntou, tendo acenos negativos de sua matilha. Riu e apontou para sua cabeça 

-Uou, como você consegiu fazer isso Mike? - dessa vez quem perguntou foi Batista 

-Não só eu, como vocês também - todos ( menos Tarik ) ficaram confusos e colocaram aos mãos nas cabeças, assim sentindo a textura de orelhas fofas e sensíveis ao toque 

-Como isso aconteceu? - Felps e jv se pronunciaram espantados 

-Não sabemos, apenas acordamos assim - respondeu pac, o mesmo se sentou na neve fofa

-Tem alguém vindo - Mike alertou cheirando o ar, pac levantou e como os outros se transformou e se escondeu nas sobras. Oque era fácil pelo fato de seu pelo ser negro profundo 

Da floresta fria e escura saíram duas pessoas imcapusadas e cobertas com pesadas roupas de frio, assim impossibilitados os lobos de verem seus rostos. Mas Tarik estremesse e solta um grunhido de tristeza e choro bem baixo, mas como os lobos tem uma oudicao bem apurada conseguiram ouvir e o olharam preocupados 

Se passaram os minutos e os imcapusados saíram da vistas dos lobos, assim fazendo seus cheiros se afastarem lentamente. Os lobos saíram de seus esconderijos e se destransfomaram, assim só ficando com a parte de baixo de suas roupas. Todos olharam para Tarik, qua estava encolhido num canto e chorando baixinho 

-Oque foi pac? - Mike perguntou preocupado e sentando ao lado do pequeno e o colocando em seu colo, fazendo o mesmo o abraçar e se encolher ainda mais 

-E.-eu co-conhe-ço aq-aquele ch-cheiros - disse com uma voz imbargada por causa do choro. Colocou sua cabeca na curva do pescoço de mike e chorou mais 

O mais velho apenas começou a fazer carinho em suas orelhas delicadas, fazendo Tarik gemer manhoso. Mike se assustou um pouco e se estranhou após ouvir e querer ouvir mais desses gemidos manhosos. Afinal ele é hetero nao é? Olha a ironia da aurora aqui hehehe 

-De quem são? - perguntou jv preocupado e com raiva 

-S-ao do-dos meus pa-pais - respondeu o menor começando a chorar novamente e fechar os olhos aguados, o fazendo não perceber os olhares de ódio de sua matilha em direção a que seus "pais" foram minutos atrás 

Depois de tanto se afogar nas próprias lágrimas, Tarik, acabou dormindo no colo de mikhael. Mike suspirou e olhou para seus companheiros como se conversassem so com o olhar, levantou da neve fofa ainda com o pequeno em seu colo e começou a andar em direção as cabana 

-vão dormir, amanhã resolvemos isso - falou mikhael com uma voz de lider, sem olhar para trás 

-Ok alfa - disseram os garotos antes de irem para suas barracas 

Mike entrou na barraca e deu de cara com Cristian acordado o olhando fixamente. Deitou Tarik na cama com cuidado o cobrindo e sentou olhando para Cristian. Seus olhos exalavam ódio e rancor de um passado um tanto idiota -_-"

-Oque você quer? - perguntou 

-Onde estavam? - respondeu com outra pergunta 

-Não é da tua conta, oque você quer? 

-Minha namorada de volta - respondeu fazendo mikhael gargalhar 

-Ilario - levantou-se da cama de Tarik e ficou a frente de Cristian - saiba que nunca irá te-la novamente 

-É o que veremos
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...