História Cypher - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hetero, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, Taehyung
Exibições 9
Palavras 2.065
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Saga
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, voltei:)))))))))

>>>>>>>>>>>> GOSTARIA APENAS DE CONSTATAR QUE ESSA HISTÓRIA CONTÉM CENAS DE VÍDEOS QUE EU VI NA INTERNET. (eu tento sempre me basear no que vejo em vídeos, etc. pra escrever minhas fanfics) <<<<<<<<<<<<<<

Boa leitura e desculpa pela demora!

Capítulo 2 - Chapter One


Fanfic / Fanfiction Cypher - Capítulo 2 - Chapter One

- Não. – os respondi, já irritada.

- Mas, Mija... – Jungkook tenta me convencer mais uma vez.

- Sem mas. – o cortei levantando a mão até a boca fazendo um gesto de boca fechada. Os 6 se calaram e sorri satisfeita. Eles pediam folga, mas como meu pai falou pra não deixar de jeito nenhum, não tive escolha a não ser negar a essas fofuras.

Tenho que admitir que eles se esforçam bastante, são o grupo mais esforçado que já conheci, mas se não tinha permissão, então não tinha.

Suga se encontrava sentado no sofá, apenas observando, o que anda fazendo bastante ultimamente. Ele era um mistério, porém de vez em quando, ele podia ser bem divertido. Percebi que na maior parte do tempo ou ele ta dormindo ou compondo, o que é bom. Ele tem futuro.

Desde o dia que nos conhecemos trocamos poucas palavras. No dia seguinte, o pedi pra que não comentasse sobre minhas tatuagens e ele concordou, as elogiando e me pedindo para vê-las de novo. Foi estranho.

- Vão se arrumar que vocês tem uma entrevista daqui a algumas horas. – mandei, ajeitando meus óculos enquanto digitava no meu computador.

Eles bufaram e se sentaram nas cadeiras da minha sala. Os observei atentamente. Bufei também vendo que eles não iriam sair dali tão cedo.

- Ok. – levantei-me. – O que vocês querem que eu faça pra fazer vocês irem se arrumar, ALÉM de dar folga?

Eles se entreolharam e se juntaram pra conversar em particular. Rolei os olhos.

- Talvez um dia de spa? – perguntou Jimin. Fiz uma careta de desentendida. Que escolha estúpida.

- Cala a boca, Jimin. – Jin o puxou e eles voltaram a se resolver. Bati os pés já cansada de esperar.

- Ok. – disse Namjoon se aproximando, - Queremos que você passe um dia inteirinho com a gente, sem mandar na gente ou sei lá o que. – fiz uma cara triste.

- Mas eu gosto de mandar em vocês. – fingi secar uma lágrima, fazendo beiçinho. Rolaram seus olhos numa sincronia incrível e isso foi o fim. – Aceito, mas também quero uma coisa; me ensinem a ter essa sincronia que vocês tem com alguém. – eles riram.

 

Acompanhei os meninos até o local da entrevista e logo eles estavam se arrumando.

- Mija, pode me ajudar a dobrar minhas mangas, não tenho nenhuma coordenação com a mãe esquerda. – V pergunta e assinto, me aproximando dele. – O que achou das nossas roupas?

- Por que quer a minha opinião? – dobro suas mangas e o encaro. Da de ombros. – Vocês tem bom gosto. – digo olhando o resto do grupo. Ele sorri. Me afasto e começo a mexer no celular. Uma mensagem de meu pai chega e eu rapidamente abro a mesma.

“Mija, aconteceu um imprevisto e terei que ficar por mais duas semanas, será que da pra aguentar as pontas por ai?”

Bufo sabendo que o imprevisto é a mulher com quem ele vem se encontrando nas suas ultimas visitas ao Japão. O respondo.

“Sim, pode ficar com a sua relação secreta e botar mais trabalho nos meus ombros. Não se preocupe.”

Bloqueei a tela do celular e observei os meninos. Jimin, V e Jungkook já estavam arrumados de riam de algo no celular que presumi ser de Jimin. Namjoon, Jin e JHope ainda se arrumavam e algumas pessoas os rodeavam. Senti falta de uma pessoa e essa pessoa sentou-se do meu lado, afundando o sofá.

- O que teremos a mais pra hoje? – perguntou Yoongi.

- Dance practice e um talk show. – Assentiu. O encarei.

Ele era lindo. Sua pele pálida se destacava bastante, dando um charme a mais, seus olhos eram bem puxados e sua boca era rosada e fina. Seu estilo era o que mais me chamava a atenção, depois de sua voz, óbvio. Seu jeito de dançar e não se importar muito sobre tudo a sua volta por estar com sono,...

Ele vira a cabeça pra me encarar - porque provavelmente sentiu meus olhares – e eu sem vergonha alguma, continuo prestando atenção em cada detalhe. Conectamos nossos olhares e ficamos assim até alguém me chamar.

- Mija? – era Jin.

- Sim? – encaro-o, quebrando minha conexão de olhares com Min Yoongi.

- Pode me ajudar nisso aqui? – aponta pra umas lentes de contato. Assinto e me levanto do sofá.

Jimin coloca uma música americana em seu celular e ele e V começam a dançar juntos, fazendo os outros rirem, mas como eu tava muito concentrada em botar as lentes de contato em Jin, não prestei muita atenção.

- Prontinho. – eu disse. Ele sorriu e eu me afastei.

- Mija, da um sorrisinho! – Jhope exclama animado dançando a Work da Rihanna ft. Drake. Dei um sorrisinho falso e peguei meu celular checando alguns emails. Jhope para na minha frente, pegando meu celular e o botando em cima da mesinha que havia ali.

O olhei com minha cara típica de tédio.

- Vamos... – disse fazendo uma cara engraçada. Rolei os olhos, aceitando. Balancei de um lado pro outro meio forçado e depois de 15 segundos –contados por mim- lancei um sorriso forçado pra ele e voltei a pegar meu celular.

Namjoon riu alto com a minha atitude. Jhope fez uma careta e desistiu, continuou a dançar animadamente.

Eu odeio dançar na frente de pessoas.

Uma mulher com microfones e uma prancheta na mão apareceu no camarim e olhou pra mim, fazendo um aceno com a cabeça.

- Vamos, gente, tá na hora! – os empurrei pra fora o camarim e logo eles estavam no palco, brincando, cantando e dançando.

 

Foi divertido. Eles tiveram que dançar algumas músicas de girlgroups de kpop e alguns sabiam dançar direitinho. Eu ria algumas vezes. Eles fizeram desafios, leram alguns tweets de fãs, etc. Tudo durou no máximo 1h, depois eles foram no camarim colocando suas roupas normais e logo estávamos na van pra ir pro estúdio. Os deixei e me dirigi ao meu local de trabalho.

Tive que dar uma passada por lá, pois precisava resolver umas coisas com Sook. Eu quase não tenho estado lá já que meu pai me pediu pra cuidar de seu escritório, ou seja, ficar por lá, até ele voltar.

- Oi, Mija, boa tarde! Aqui estão alguns dos designs pro novo logotipo da empresa, Senhor Park disse que devem ser escolhidos até sexta. – disse e me entregou 3 planilhas. Dei uma olhada e escolhi um preto com letras em negrito. Ela assentiu e guardou isso.

Entramos em minha sala e eu me sentei em minha cadeira enquanto Sook se sentava na cadeira de frente pra minha mesa. A mesma pegou seu iPad e continuamos a conversar sobre trabalho. Após um tempo, Sook saiu e eu me deixei relaxar na cadeira, me esparramando.

Já to de saco cheio disso tudo.

Me levanto tendo que encontrar com os BTS novamente. Eles tem realmente uma agenda muito cheia. Bufo e saio da minha sala. Aceno com a cabeça pra Sook e entro no elevador.

 

- Olá, meninos. – entrei na sala que eles costumam ensaiar. Todos conversavam e brincavam uns com os outros. Eles se viraram e me responderam com uma reverência, fiz o mesmo e me sentei no canto da sala.

Meu celular começou a tocar e me virei de costas pra atender, fazendo a conversa ser um pouco mais privada. Percebi que a sala ficou um pouco mais barulhenta, o que me fez terminar a chamada. Vire-me novamente.

- Ei, que que ta acontecendo?!

- Mija, vem cá. – Jungkook me chamou, fazendo um gesto com a mão. Ele estava extremamente atraente. Ai meu Deus, eu sou uma pedófila, pensei. Fui de encontro a eles e cruzei os braços. – Não fica melhor desse jeito... – o mesmo fez um passo de dança e virou pra trás. – do que desse jeito? – fez um quase igual, mas no final continuou virado pra frente.

- Vocês querem a minha opinião pra virar ou não no final? – perguntei.

- Sim! – eles responderam.

- Eu acho que o de virar pra trás ficou bem legal, é em que parte da música?

- É o último passo. – Jimin disse ajeitando sua jaqueta. Que estiloso esse menino.

- Então, o de virar faz parecer que acabou. – dei minha opinião.

- Se a deusa suprema falou, então ta falado. – V soltou me fazendo jogar a cabeça pro lado. Sempre soube que essa criança era um gênio, pensei.

- Concordo plenamente. – Jungkook disse e mexeu no cabelo.

- Parem de me bajular... – rolei os olhos, mas eu sorria internamente.

Eles começaram a me encarnar, me cutucando. Não aguentei e ri alto.

- Meu Deus, ela riu, seria Deus agindo? – Jin disse.

- Ok, ok, parou. – parei e voltei a ficar séria, corando um pouco. Eles abriram a boca em choque, prontos pra falarem algo, mas eu os cortei. – Parou! – e eles rapidamente voltaram a fechar a boca. – Cadê vocês gravando o ensaio? – perguntei e me virei, voltando a ficar no canto da sala, observando eles.

- Ok, vamos fazer do jeito que a Mija escolheu. – Suga se pronunciou e todos concordaram. O fitei. Ele estava extremamente atraente também. Sua roupa toda preta sobre sua pele pálida e seu cabelo verde desbotado deram um ar sério pro rapaz. Me permiti suspirar.

- Quem vai fazer minha parte no final? – Jhope perguntou e todos ficaram calados. 

- Calma! – rapidamente peguei a câmera e comecei a filmar. Afirmei com a cabeça.

[vídeo nas notas finais]

O ensaio acabou e eu parei de gravar rindo super alto. Prendi o riso o tempo todo com tudo o que faziam. Eles brincavam durante a música e quando já não estavam mais aguentando, gritavam e faziam passos nada a ver.

Além de talentosos e bonitos ainda eram engraçados.

Todos ainda riam de se jogar no chão. Hoseok ria escandalosamente ao meu lado da mesma coisa que eu. V no final deu um chutezinho na sua bunda e aquilo foi o ponto alto pra me fazer rir do jeito que eu estou rindo agora.

- Ok, foi divertido, mas vamos andando. – respirei fundo retomando o ar. Após algum tempo todos haviam parado de rir e continuei. – Vamos, não podemos nos atrasar ainda mais.

Peguei minha bolsa no canto da sala e esperei alguns minutos até os meninos pegarem suas coisas.

Quando fui pegar meu celular em minha bolsa, acabei tirando o fone de ouvido sem perceber e o mesmo caiu no chão. Suspirei. Antes de pegar ele, procurei meu celular e quando o achei, uma figura se abaixou antes que eu tivesse a oportunidade.

- Aqui. – disse Suga me entregando o fone. O peguei.

- Obrigada. – o olhei. Ele deu um aceno com a cabeça sorrindo fraco. Me beija, por favor.

- Vamos, Mija! – Rap Monster gritou. Despertei de meu transe instantâneo e dei as costas a Suga.

Ouvi um riso abafado do mesmo, mas não dei muita importância.

 

Fomos até o dormitório dos meninos e os esperei até que tivessem feito suas necessidades, incluindo banho.

- Mija, até que horas vai o programa?

- No máximo 21:00, Hope. – respondi sem tirar os olhos do aparelho em minha mão. – Alias, já estão prontos?! – gritei pro resto no andar de cima me escutar.

- Quase! – alguém respondeu.

Meu celular começou a tocar e rapidamente me levantei do sofá que antes estava sentada pra atender.

- Mija Park. – eu disse.

- Senhorita Park?

- Sim.

- Trabalho pra Unity Idol, ligamos pra informar que o talk show teve de ser cancelado por conta de problemas na transmissão do show. – A pessoa disse e eu bufei.

- Como assim cancelado?!

- Sim, pedimos desculpas e gostaríamos de remarcar a entrevista com o BTS. – revirei os olhos. Respirei fundo.

- Ok, ligo depois pra remarcarmos. Obrigada por avisar. – disse e desliguei. Olhei pros meninos a minha frente. – Vão ter o resto da noite de folga. – eu disse e suspirei, passando as palmas da mão pelo rosto. Odeio quando episódios como esse acontecem. Gritos de animação ecoaram pelo apartamento e eu tampei meus ouvidos instintivamente.

- Graças a Deus. – V disse erguendo seus braços pra cima.

- To indo. Sete horas em ponto quero todos vocês na sala do Park. – avisei pegando minha bolsa no sofá e apontando pra eles. Agora estavam todos na sala. – Sem atrasos. Tchau. – me virei e comecei a andar em direção a porta.

- Mija, calma! - senti uma mão tocar meu pulso sem muita força, mas o suficiente pra fazer-me virar.


Notas Finais


Senti que tava pequeno esse capítulo, então vou atualizar o mais rápido que eu consegui.

Vídeo >>>> https://www.youtube.com/watch?v=qSmu0BcnOhU

Desculpa qualquer erro, não revisei.
Espero que tenham gostado e até!
xjvie.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...