História D-boy; - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amigos De Infancia, Bangtan Boys, Bts, Hetero, Imagine Min Yoongi, Imagine Suga, Imagine Yoongi, Suga Imagine, Yoongi Imagine
Exibições 237
Palavras 1.239
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoal, Syub aqui~
Então, queria pedir desculpas pela demora. Eu ia postar ao meio-dia, mas houveram uns problemas com o meu computador e eu estou postando pelo computador do meu irmão agora. çwç
Eu não sei por quanto tempo vou ficar sem o meu notebook, e etc. Mas eu prometo que vou voltar o mais rápido o possível!
E também, muito obrigado pelos 80 favoritos! Sério. <3 (mesmo que metade tenha chegado aqui por divulgação huahuahua xD).
E também, eu adiei o 'cute'. Não me matem, isso precisava vir antes.
Enfim, sem capa hoje por conta do computador.
Boa leitura~

Capítulo 3 - Chapter three; disappear.


― Chapter three; disappear.

O calor de suas mãos, de seu corpo

desapareceram desta melodia.

 

 

― Vire para o lado e vá dormir, AhYoung. ─ Yoongi falou pela segunda vez.

― Eu não consigo. ─ observei suas costas que estavam destapadas. ─ Os barulhos dos trovões me acordam.

― E você quer que eu faça o quê? ─ o mais velho disse, virando-se para mim. ─ Te abrace?

― Não é uma má ideia. ─ retruquei, sabendo que ele brigaria comigo.

― Você sabia que garotos e garotas não poderiam nem mesmo dormir juntos? ─ encarei seu olhar sonolento sobre mim.

― E o que tem? Essa regra só se aplica aos mais velhos. ─ resmunguei, o encarando. ─ E nós temos apenas quatorze anos.

― Você é muito quente. ─ Yoongi murmurou. ─ E eu não gosto de dormir com calor

― Mas você sempre dorme com um monte de cobertas.

Yoongi respirou fundo e fechou os olhos, concordando com a cabeça. Um trovão soou por fora da casa e eu pude ouvir um barulho da porta vir do andar de baixo.

― Yoongi-ah. ─ o chamei, vendo o mesmo abrir os olhos lentamente e murmurar um ‘o quê?’ baixinho e rouco. ─ Você ouviu isso?

― Foi apenas um trovão, YoungMin. ─ ele disse, dando um suspiro sonolento.

― Mas...

Pude sentir sua mão gelada encostar-se à minha, e logo puxá-la para perto de seu peito. Em alguns minutos, a respiração de Yoongi ficou alta, indicando que o mesmo tinha dormido. Observei sua expressão calma e logo pude sentir a mão de Yoongi ficar da mesma temperatura que a minha. Foquei no barulho de sua respiração e logo não ouvi mais o barulho da chuva.

 

•••

 

― Sua idiota. ─ SeungJoo falou, passando o pano na bancada. ─ Como assim ele está na sua casa?

― Ele poderia ter pegado um resfriado... ─ tentei me defender, falhando.

― Você é tão bobinha. ─ o mesmo disse, revirando os olhos.

― Ah, e você queria que eu dissesse o quê? ─ desapoiei-me dos cotovelos e fiquei reta no banco da bancada do café, encarando SeungJoo. ─ “Ah, valeu por me trazer até em casa. Você pode ir todo molhado agora, não vou deixar você entrar porque você me rejeitou há uns anos aí, seu trouxa”. ─ mudei o tom de voz, arrancando um sorriso do mais novo.

― Você poderia ter dito isso. ─ SeungJoo virou-se de costas para mim, limpando o balcão que estava atrás dele.

― Fala sério, né. ─ falei, girando o banco.

― Falo sério. O cara que você gosta foi babaca contigo e agora você tá aí sendo boazinha com ele. Sem ofensas, Noona, mas você é muito trouxa.

― Eu não gosto mais dele. ─ falei, o encarando. O mesmo tirou o cabelo escuro da frente dos olhos e sorriu pra mim.

― Sim, “não gosta”. ─ seu tom foi irônico. Suspirei e apoiei-me novamente no balcão. O fim do dia era sempre parado dessa forma, por isso estávamos mofando como pães ali dentro.

― Onde o Dawon está?  ─ perguntei, observando o mais novo que agora fazia nada.

― Com MinHyun. Hoje é um dia de folga dele. ─ respondeu-me, olhando para mim. ─ Eles tiveram uma noite divertida. ─ ele fez uma cara de nojo, e logo pude sentir o duplo sentido de sua frase.

― Ele te fala sobre essas coisas? ─ perguntei, e ele assentiu com a cabeça. Olhei para ele com nojo e o mesmo riu.

― Meu turno já deu. ─ disse olhando no relógio.

― Okay, vá lá. ─ levantei-me do banco e fui até a área restrita que apenas os funcionários poderiam entrar e fui em direção ao meu armário. Tirei o avental marrom escuro e em seguida tirei o boné do café, soltando os cabelos. Coloquei tudo dentro do armário e peguei a minha mochila, colocando a mesma nas costas. Tranquei meu armário e sai dali.

― Até amanhã. ─ falei, acenando para SeungJoo. O mesmo acenou de volta.

Sai pelas portas de vidro e encarei o céu nublado. Por que o tempo está assim se estamos no verão?

•••

Abri a porta e tirei os sapatos, colocando as pantufas em seguida. Esperava ver Yoongi na sala, mas as luzes estavam apagadas e o local estava vazio. Fui até a cozinha, e nada de Yoongi por ali também. A casa estava vazia. Presumi que ele tivera saído, então apenas fechei as portas e fui até o meu quarto. Coloquei a mochila sobre a cama e abri-a, pegando o notebook. Coloquei-o sobre a mesa e o liguei, abrindo o Word em seguida. Sentei-me na cadeira de rodinhas e encarei o arquivo inacabado.

― Como eu vou continuar esse trabalho? ─ murmurei, aproximando-me da mesa. Coloquei meus óculos ─ que eu usava somente quando mexia no computador ─, e batuquei com os dedos sobre a mesa, observando o teclado, esperando que uma ideia viesse à minha cabeça. Comecei a escrever, continuando a parte de MinHyun e uma vez ou outra eu falava com ela pelo kakao sobre o trabalho, até ela começar a me ignorar.

Twitter:

“@minhyunhyunnie Será que dá pra você parar de me ignorar pra falar com o seu namorado e me ajudar a terminar esse trabalho?”.

Eu não queria chama-la no twitter, mas era onde ela prestava atenção.

Twitter:

“@miniminiah Ops. (/u\)”.

― Vou atacar um botijão de gás nela. ─ falei, enquanto lia a resposta. MinHyun tinha o hábito de me ignorar para falar com o namorado dela, mesmo quando assunto era importante.

Kakao:

Hyunnie: Desculpa, eu preciso sair agora. ㅠ. ㅠ

Será que você pode continuar o trabalho sem mim?

AhYoung: Não faço mais trabalhos em grupo com você.

Hyunnie: Isso foi um sim. Obrigado, Min. <3

Bloqueei o visor de celular e suspirei, apoiando-me nos cotovelos. Talvez eu seja trouxa mesmo. ─ pensei, lembrando o que SeungJoo tivera dito. Endireitei-me na cadeira e continuei o trabalho, digitando rapidamente.

•••

- Yoongi -

― AhYoung? ─ a chamei, saindo da cozinha. Andei até o seu quarto e abri a porta, e pude ver a mesma jogada em cima da cama.

Ela nunca muda.

Andei até o seu armário e o abri, procurando onde ela guardava os edredons. Pude ver que ela ainda era organizada assim como antigamente. Seus sapatos estavam alinhados, e suas roupas organizadas. Tive que ficar na ponta dos pés para alcançar a parte de cima, onde estavam os cobertores. Assim que o peguei, o abri e coloquei-o lentamente sobre ela, a tapando. 

― Ah, ela deveria estar cansada. Ela deitou com óculos e tudo. ─ falei baixinho, levando minhas mãos até seu rosto e tirando o óculos lentamente. Minha mão tocou sua bochecha de leve, e a mesma resmungou algo baixinho. Ela continua tento o mesmo calor ─ pensei, soltando um riso com isso.

“O calor das suas mãos, do seu corpo, que uma vez foi mais quente que o Equador, desapareceu desta melodia”.

Perguntei-me se ela ainda tinha os mesmos pensamentos de antes. Ela possuía os mesmos hábitos de antigamente, e isso era visível. Mas algo nela havia mudado, e eu não sabia o que era. AhYoung ainda estava realmente distante, mas não por culpa dela, e sim, minha.

― Me diga, o que aconteceu nesses últimos anos? Você pensou muito em mim? ─ murmurei, observando sua expressão calma. ─ Porque eu pensei muito em você.


Notas Finais


Gostaram? ;D Capítulo pequeno hoje, mas com um conteúdo muito importante. haushdaus
Primeiro pov do Yoongi, yaay~
Me digam, o que vocês acham que acontecerá no próximo capítulo? -u- Será que finalmente terá o cute?
TA TAN~

Amo vocês, seus lindos. <3
bye bye~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...