História Da inocência à sedução. - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Anjos, Demonios, Ódio, Paixão, Romance, Vampiros
Exibições 69
Palavras 522
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Ao Abri Os Olhos


Fanfic / Fanfiction Da inocência à sedução. - Capítulo 12 - Ao Abri Os Olhos

Abri os olhos, eu sentia um desconforto, estava deitada em uma cama em um quarto desconhecido, não consegui entender como fui parar ali.

– Onde estou.. e mais importante quem sou eu.  Eu olhei em volta, enquanto passava a mão no rosto. Tudo que tinha em mente era memórias vagas, me sentei enquanto eu tentava descobrir quem era, uma mulher entrou no quarto e começou a gritar e reclamar.

– Acordem, acordem, nunca fazem nada só dormem, ah que bom que esta acordada Haley, o que está esperando pra ir tomar banho e se arrumar?

 Eu... eu sou Haley? 

– Haley, esta atrasada, pare de brincadeira, levanta agora Diogo!!  Ela falou puxando o lençol do rapaz.

 Eu falei, ela não é normal.  ele falou olhando pra mim.  ele puxou o lençol de volta.  Só mais 15 minutos mãe.

Eu levantei e me aproximei da mulher.

 Só por curiosidade, quem é você?  Ela me olhou com uma cara.

 Sou a rainha da Inglaterra, agora vá tomar seu banho!  Ela parecia zangada, o rapaz parecia achar graça, eu sai sem pensar muito do quarto, eu estava em um lugar completamente desconhecido.

 E agora, onde fica o banheiro.  Falei para mim mesma olhando ao redor.

– Na porta a direita, Haley.  Uma garota me respondeu.

 Obrigado, eu acho.  caminhei até o banheiro, fechei a porta e me olhei no espelho, eu não me reconhecia.

– Vai morar no banheiro?  Diogo gritou, batendo na porta.

– Eu já tô terminando!

Tomei o banho, sai do banheiro e o rapaz entrou, passei por um lugar que parecia uma sala de café da manhã, a garotinha estava na mesa, e a mulher estava preparando o café da manhã. Tentei passar em silêncio.

 Haley, venha comer.  Ela falou colocando uma caixa sobre a mesa.

– Ah, claro.   Falei confusa, caminhei até a mesa e me sentei, olhei para minha tigela, e tinha algo estranho dentro da minha sopa.

– O que é isso? 

 Cereal, Haley, o que você tem? Falou a mulher.

– Pra ser sincera, não lembro de nada sobre mim.

 Mãe, é possível ela ter batido a cabeça, em um porte do jeito que é!  falou o Diogo saindo do banheiro.

Eu comi aquilo, e fui até o quarto e vesti uma roupa, perguntei a garotinha para onde iriam, ela me falou que iriam para o escola, e me entregou uma bolsa.

– Vamos, vou esperar vocês no carro.  Gritou a mulher

 Sai da casa e entre em um carro, acho que era isso. Eu olhei para a cidade do vidro e nada me parecia familiar, a mulher parou o carro, o rapaz e a garotinha desceram, então a mulher olhou para mim.

 Haley não vai descer? 

– Porque eu desceria..

 Suas brincadeiras não tem graça, desça já!

Eu revirei os olhos, e saí do carro, era apenas a entrada de uma escola, mas eu vi um campo de guerra, eu caminhei lentamente observando as pessoas, e sem percebe tomei em uma garota sujando minha roupa por completo de café.

– Você é cega, olha o que você fez derramou meu café.  Ela me olhou de cima a baixo.  Isso não vai ficar assim Haley.  Ela saiu rebolando.

– Perfeito comecei bem! – sendo sarcástica.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...