História Da inocência à sedução. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Anjos, Demonios, Ódio, Paixão, Romance, Vampiros
Exibições 62
Palavras 437
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Arctic Monkeys - Do I Wanna Know? ♡♡

Capítulo 17 - Na Estrada


Fanfic / Fanfiction Da inocência à sedução. - Capítulo 17 - Na Estrada

Ele parecia achar tudo aquilo divertido e eu me sentia completamente deslocada, sentia como se tivesse fugindo da minha realidade, e não pudesse fazer nada para consertar meus erros, só me restava  que estava presa nas minhas escolhas.

 Você parece acha divertido me deixar sem opções, John. 

 Nem tanto, não faço de propósito.

 O que vai acontecer com a Haley?

– Ela apenas não existe mais, sempre que você morre vai voltar no corpo de outra pessoa.

 Não serei o equilíbrio do mal  Ele parecia ter ouvido uma piada deu gargalhadas altas.

– Mesmo que não queira você já é, e sempre será enquanto estiver viva, entenda que beleza desse mundo está na destruição das pessoas, no poder, na luxúria, não fuja é sua natureza Isabella, você agora é um demônio.

 Não sou obrigada a fazer o que me manda, eu definitivamente não sou!  Ele se aproximou com um sorriso malicioso.

– Te obrigar não, mas posso te subornar com beijos.

– Você é um idiota. – Fiquei vermelha, afastei o rosto dele com minha mão. – Mantenha distância.

 Eu entendo que seja completamente apaixonada por mim, não precisa fingir o contrário, Isabella.

– Porque tá me chamando assim? – Eu suspirei forte e olhei pra fora do carro. – Eu não sou apaixonada por você! – Tentei disfarçar.

– É o nome dado a todas do equilíbrio. É seu nome agora.  Eu apenas olhei pra estrada em silêncio. – Seu pai deixou tudo pra você e Igor, acho que deveríamos ir conhecer sua casa, quer conhecer sua nova casa?

 Tanto faz, você já destruiu toda minha vida. – Eu dei um rápido sorriso irônico. – Tem uma coisa que eu ainda não entendo, todos os sonhos que eu tive..

 Sonhos? Como era esse sonho? – Ele não tirou os olhos da estrada.

 Eles são confusos, em um eu era casada e traia meu marido com um homem, um homem que sempre aparecia nos meus sonhos, eu sentia algo por ele, mas eu sempre era alguém mal.

– Que fofo, sonhando comigo, quem sabe um dia a gente não seja um belo casal.

– Não era você John. – Ele me olhou calmamente. – Ele era... não sei definir.

– São apenas sonhos! Você nunca teve sonhos?

– Sim, mas esse era tão real. – Eu me senti estranha. – A voz daquele homem era tão tranquila, me fazia me sentir bem.

 São apenas sonhos, você está sonhando comigo e não quer confessar!

– Desisto de conversar com você!

– Não se zangue amor.

Eu cruzei os braços e nós seguimos em silêncio durante todo o percurso da estrada. Senti que finalmente era um novo começo, só não sabia se era pra bom ou mal, mas com certeza vai ser um novo começo.




Notas Finais


Aceito sugestões ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...