História Da inocência à sedução. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Anjos, Demonios, Ódio, Paixão, Romance, Vampiros
Exibições 84
Palavras 474
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Além Do Noite


Fanfic / Fanfiction Da inocência à sedução. - Capítulo 7 - Além Do Noite

Na manhã seguinte, um interrogatório da minha mãe e seus conselheiros, eles criticaram meu comportamento.

 Elizabeth, o que foi aquilo? – Ela andava de um lado para o outro nervosa  – Bateu nos guardas para sair a noite.

 Não sei, n.. não sei mesmo, me desculpem.

 Ultimamente está tão desligada do nosso mundo, não vai conseguir reina com a mente nas nuvens.  Fiquei em silêncio enquanto os conselheiros me criticavam.

– Para onde estava indo durante aquele horário?!? – Ela parecia stressada.

– Queria caminhar na floresta.  Eu estava me sentindo reprimida depois de tantas críticas.

– Lá é muito perigoso, você sabe, me diga, é a primeira vez que faz isso? – Pensei um pouco, por instantes.  Sim, mãe.

– É bom que seja Elizabeth. – Ela falou com mais calma, e me mandou sair.

Fui para o jardim, caminhei, me deparei com crianças brincando. Lembrei o quão era bom ser criança, me sentei olhando a neve ao meu redor, quando vi John com aquele manto preto novamente, sentado em um banco do castelo. Eu me levantei e caminhei até ele.

– Você não é nem um pouco discreto. – falei me sentando no banco.

– Eles não podem me ver, se não forem demônio, ou tiver sangue de demônio.

– Eu não sou demônio e posso te ver.  Fiquei olhando pra frente.

– Você está enganada Elizabeth, acredite.

– John às vezes você falar loucuras, eu sou um anjo, e nada mais.

– Tudo em seu tempo. – Ele sorriu. – Você tem um belo corpo.

– Ah... – Eu fiquei sem palavras, ele tinha um sorriso malicioso.

– Não fique vermelha, é apenas um elogio.

– John, eu tive um sonho. – Eu gaguejei, resolvi ignora seu 'elogio' – Eu não serei uma pessoa má, serei? 

– Tudo depende de você.. – E novamente ele desapareceu na frente dos meus olhos.

– Que chato ele sempre desaparece. – Eu me levantei, e entrei no castelo, subi as escadarias, entrei na biblioteca e procurei um livro.

– hmmm, romance não, suspense não, já sei. – peguei um livro sobre plantas que já tinha lido 18 vezes, mas não cansa de ler.

Peguei o livro e me dirigi até meu quarto, me sentei na cadeira na varanda do meu quarto, abri o livro e comecei a ler, quando senti uma mão tocar no meu ombro.

– Jo... – Quando virei não era John e sim o... –  Ian.

 Iria me chamar por outro nome.. bom, não importa, esse dias você parece apreensiva, vim conversar.  Permaneci calada.

 Eu sei pode ser assustador ter que ser a rainha e ser responsável por todos aqui, mas saiba que eu estou com você, pode conta comigo para tudo, acredito que você vai atingir seus objetivos.

 Eu espero, Ian. – Eu olhei dentro dos olhos dele e sorri. Ele ficou um tempo comigo e logo depois foi dormir.

Eu tomei um banho e me deitei para dormir, pois amanhã será um grande dia. Eu estava bastante pensativa, quando ouvi um barulho.

– Que barulho é esse!?





Notas Finais


♡♡♡♡♡♡♡
Obrigado por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...