História Daddy • jikook • - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 633
Palavras 928
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá :3

Boa leitura 🌸

Capítulo 4 - Beijo


Girei a maçaneta lentamente na tentativa de abrir a porta e a mesma abriu, sinal de quem estava ali. Ouvi alguém bater a porta principal, não havia ninguém aqui como é possível?
Sai do banheiro e voltei para a sala escura, fiquei um tempo esperando pelo menino e quando ele voltou passou tão rápido e como estava escuro nem pude ver seu rosto. Desisti e continuei assistindo ao filme até que meu celular vibra.

Park Maluco:
Baby muito mau
Por que estava seguindo aquele garoto Baby?

Eu:

Imaginei que seria você Daddy

Eu queria te ver


Park Maluco:
Eu não sou aquele menino
Pare de seguir pessoas pensando ser eu...
Um dia vou te punir por tudo que você está fazendo...


Eu: 

Desculpa Daddy


Park Maluco:
Eu tenho uma ideia Baby...


Eu:

Qual?


Park Maluco:
Quando acabar o filme...
Você fica na sala e espera todos saírem
Dê alguma desculpa para seus amigos e fique...
Eu irei te encontrar se você prometer não olhar no meu rosto


Eu: 

Tudo bem Daddy

Não vou olhar 

Vou ser um bom Baby 


Park Maluco:
Quando acabar o filme não olhe para os lados, olhe para o telão

Eu: 

Tudo bem 


Você ficou offline


O que eu estou fazendo? Vou esperar uma pessoa que eu não conheço para fazer sabe lá o que...


Eu estava ansioso. O filme não acabava nunca, eu queria que ele acabasse logo. Os meninos não paravam de comer doces e ficavam me oferecendo, eu comia todos os que me ofereciam por pura ansiedade.


Até que, o filme acabou.


- eu perdi um anel aqui - olho para Namjoon - vou ver se acho, me esperem lá fora - digo e eles concordam.


Me abaixo disfarçando até todas as pessoas saírem da sala ainda escura, faltava luz na sala, não se dava para enxergar nada, apenas os degraus das escadas.


Sinto alguém envolver suas mãos em meus olhos, elas não eram muito grandes mas pareciam fortes.


- Daddy? - falo e ele logo tapa minha boca com uma de suas mãos.
- se levante de olhos fechados - ele sussurra me impedindo de ouvir sua voz.


Faço como ele pediu. Ele me agarra por trás pousando seus braços na minha cintura e mordendo o lóbulo da minha orelha. Me viro e seguro em seu pescoço, então ele me beija, seus lábios eram carnudos e macios, eram perfeitos, seus cabelos eram sedosos, seu corpo definido.


- continue de olhos fechados - ele sussurra - quem foi que falou que você podia me tocar assim? - ele continua sussurrando.
- d-desculpa Daddy - falo retirando minhas mãos do corpo dele.
- vou te punir por isso - ele agarra meus cabelos - mas não agora - ele morde meu lábio - fale comigo no intervalo amanhã e eu te falo a forma que irei te punir - ele passa a mão em meu membro por cima da calça - continue de olhos fechados, eu irei te guiar até a porta Baby - ele pega em meus braços e vai descendo as escadas.
- que medo - sorrio fraco.
- eu sei ser fofo também - ele me pega no colo e continua descendo as escadas.


Coloco meu rosto na curvatura de seu pescoço sentindo o cheiro forte de seu perfume, seu cheiro era pior que qualquer droga, era viciante.


- Pronto - ele me põe no chão
- Tchau Daddy - digo ainda de olhos fechados tentando abrir a porta.
- Tchau meu Baby - ele sela seus lábios nos meus pela última vez.


Saio pela porta e abro os olhos, deixo escapar um sorriso bobo em meu rosto, eu estava feliz, não era mesmo uma brincadeira e eu estava disposto a me entregar para Park, ele é irresistível, um pecado.


Encontrei os meninos sentados na praça de alimentação, cheguei e me sentei junto a eles.


- Sério que vocês querem comer mais? - arregalo os olhos e eles assentiram - meu deus - gargalho.


Os meninos comeram de novo e confesso que eu comi um pouco também, depois ficamos andando pelo shopping, cada um foi em uma loja, e depois em outra e em outra...


Até que anoiteceu. Meus créditos haviam acabado e estava sem internet, Yoongi deixou todos em casa e eu por último, me despedi dele e entrei em casa, comprimentei minha mãe e fui tomar banho. Quando sai do banho coloquei uma roupa leve para dormir e me deitei na cama. Liguei o telefone que indicava três novas mensagens, duas eram do Park e a outra de um número desconhecido.


Park Maluco:
Baby, adorei meu dia hoje...
Me viciei em você ainda mais...


Eu:

Confesso que adorei 

Quero mais


[...]


Desconhecido:
Oi meu Baby...


Eu:  

Isso virou modinha agora??


Desconhecido:
Mais alguém te chama assim Jeon?


Eu: 

Park, é você?


Desconhecido:
Quem é Park, Jeon JungKook?
Anda traindo seu Daddy???


Eu: 

Cada louco que me aparece...

Quem é você afinal?


Desconhecido:
Se você for um bom Baby saberá...


Eu:

Ah

arranja outro cara


Desconhecido:
Ninguém é igual a você Jeon...


Eu: 

Eu sei, eu sou gostoso...

Mas já tenho um pretendente sabe?!  


Desconhecido:
Sério?


Eu: 

Sim


Desconhecido:
Trai ele comigo?


Eu:

Jamais...


Contato bloqueado


Eu dispensei essa pessoa por causa do Park. Eu estou gostando dele, tenho certeza que ele só quer brincar comigo e depois ir embora, mas faz tanto tempo que não me sinto assim, por mais que eu sei que eu vou sofrer, estou disposto a me entregar de corpo e alma para Park, ele me ganhou rápido demais, isso é algo ruim...



Notas Finais


Gostaram?

Saranghae ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...