História ;daddy? - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Crossdresser, Daddykink, Hoseok!daddy, Sexting, Texting, Yaoi, Yoongi!baby, Yoonseok
Exibições 157
Palavras 628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


40 favs, nossa <33333333333
eu estava pensando em fazer um especial, mas né,,,
enfim, esse é o capítulo de hoje. me desculpem pela demora

Capítulo 4 - .você tem um cheiro bom


[Daddy ignorante]: Oi baby, desculpe a minha.. Grosseria de antes.

[não enviada]

[Daddy ignorante]: Eu só queria que essa merda de mensagem enviasse. 

[não enviada]

[Daddy ignorante]: Te amo. 

[não enviada]

[...]

Aula de matemática, coisa mais chata. Bufei, deitando a cabeça na classe. Por que raios matemática tem que ser tão.. Ruim? Credo! — suspirei, olhando para o relógio. Ponteiro parado. 

— Mas que merda.. — Sussurrei, revirando os olhos. Eu não estava de bom-humor, não mesmo. Tae foi viajar, Jimin sumiu da face da terra.. Aff! 

— Min Yoongi? — Era a droga do professor, fudeu. — Está prestando atenção na aula? — Me encarou com uma cara séria, arrepiei.

— S-sim.. — Assenti com a cabeça, dando um sorriso forçado. 

— Poderia resolver a equação que está no quadro? — Engoli seco, eu era péssimo em matemática.

— É-é.. — Cruzei os dedos, esperando um milagre. E funcionou. O sinal tocou, peguei minhas coisas e sai correndo. Ouvi o professor murmurar umas coisas, decidi ignorar isso e fui até meu armário — que tinha algumas figurinhas do Bob Esponja coladas em umas fotos aleatórias —.

Buh. — Senti uma voz rouca sussurrar em meu ouvido, deixei um gemido maldito sair da boca. Corei bruscamente. — Nossa, você é sempre tão.. Sensível assim? — Hoseok. E lá vamos nós..

— N-não.. Q-quer dizer, s-sim! Não.. — Abaixei a cabeça, bufando e me xingando mentalmente. Ouvi uma risada gostosa vinda de daddy. Ah, como eu amava aquela risada.

— Ei, onde está seu guardião? — Perguntou, referindo-se à Taehyung. Ri baixo, levantando a cabeça lentamente. 

— Está viajando. — Dei um simples sorriso, fechando meu armário logo em seguida. Hoseok ficou com uma cara de paisagem, dei um leve peteleco em sua testa.

— Ai! — Resmungou, acariciando o local. — Por que fez isso? — Um bico fofo se formou em seus lábios carnudos. 

— Foi mal.. — Deixei uma risadinha escapar, dei um beijo em sua testa e fui até o pátio da escola. 

— Ei — Me seguiu, suas bochechas estavam levemente rosadas. — Posso te perguntar uma coisa? — Me sentei em um banco, pegando meu lanche logo em seguida. Concordei com a cabeça. — É que.. Eu tenho um babyboy. — Engasguei com a minha própria saliva, arregalando os olhos. 

— O-o quê?! — O encarei, bruscamente corado. — E-e o que que tem..? — Comi um pedaço de meu sanduíche, olhando para o lado.

— Eu.. — Suspirou —  Não conheço ele, é que.. Ele é.. Fofo. — Engasguei novamente. 

— F-fofo?! — Cuspi o resto do sanduíche na mão.

— É.. Fofo. Eu sou grosso com ele, mas.. — Ficou cabisbaixo, suspirando. — Eu gosto dele. — Sussurrou as últimas palavras, corei mais.

— G-gosta ou ama? — Me aproximei dele, fazendo uma carinha curiosa. Hoseok levantou a cabeça, fazendo com que nossos narizes se rosassem levemente. 

— Eu não sei, Yoongi. — Ele parecia um tanto confuso, suspirei. Poxa.. Eu estava com dó dele.. Mas pense pelo lado positivo, ele gosta de mim!  — Sorri de canto. 

De repente, senti que meu celular vibrou, anunciando que alguém havia me mandado uma mensagem. — Já volto. — Tirei o celular do bolso e sai correndo para o banheiro, onde puxei a aba de notificações para baixo. 

"3 mensagens de: Daddy ignorante" 

Ai. Meu. Deus! AI MEU DEUS!

Deixei alguns gritinhos histéricos saírem da minha boca, dei alguns pulinhos de felicidade. Sorri animado, abrindo as mensagens logo em seguida. 

AI MEU DEUS!

Meu sorriso ficava mais grande conforme eu lia aquelas mensagens, aquilo havia alegrado meu dia! Ouvi algumas batidas na porta da cabine em que eu estava, ouvi a voz de Hoseok.

— Yoongi? Está tudo bem? — Deu mais algumas batidas na porta. 

— S-sim! — Deixei mais alguns gritinhos estridentes saírem, abri a porta animado e pulei em Hoseok — que me abraçou —. 

— Você.. — Escondeu o rosto em meu pescoço — Tem um cheiro bom.. — Roçou seu nariz no mesmo, corei bruscamente. 

— O-o quê? — O encarei, com um biquinho extremamente corado nos lábios. 

— Você tem um cheiro bom. — Sorriu. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...