História DADDY - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Daddy
Exibições 203
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Misterioso


Kelsey Young P.O.V

Escutei o som do despertador e acabei acordando.

Bom, quando eu era pequena sempre acordava com a minha mãe ou o meu pai, mas ai eles abriram uma empresa, e agora mal param em casa. Então eu tenho que acordar com o som irritante do despertador do celular, para não me atrasar.

Levantei, fui para o banheiro e comecei a me arrumar para mais um dia de aula.

Vesti o uniforme, (uma saia quadriculada e uma blusa branca de botões) deixei meus cabelos soltos naturalmente, e fiz uma maquiagem leve, pois eu não costumo usar muita maquiagem pela manhã.

— bom dia - disse quando entro na cozinha, e encontro Elisabeth, a empregada aqui de casa.

— Bom dia, menina Kelsey -ela sorriu ao me ver — dormiu bem ?

Elisabeth sempre foi gentil, ela trabalha aqui a anos, e eu a considero como uma segunda mãe.

— sim, e a senhora ? - sentei-me na mesa, onde o café da manhã já estava.

— tive alguns probleminhas que não me deixaram dormir bem, mas já está tudo resolvido - ela suspirou aliviada.

Balancei a cabeça positivamente, e comecei a comer o café.

(...)

—  tenho novidades - Stephanie começa a bater palmimhas atraindo a atenção de algumas pessoas que estão no pátio.

— fala então - revirei os olhos.

Porquê ela é sempre tão animada pra coisas totalmente desnecessárias ?

— chegou um carinha novo na cidade, parece que ele já morou aqui antes. Então pra comemorar a volta dele, ele resolveu fazer uma festa hoje a noite - Stephanie sorriu largo.

— e eu não vou - sorri falso pra ela.

— por favor, é sexta-feira. Prometo que não vai se arrepender - ela juntou as duas mãos e fez beicinho.

— tudo bem - levantei as mãos em sinal de rendição — mais nada de me deixar sozinha pra sair por ai com seus boys.

— ta - a ruiva me abraçou toda alegre — e tem mais, a festa vai ser á fantasia.

— que tipo de pessoa faz festa á fantasia no meio do ano ?

Ryan Butler- ela deu de ombros.

— quem ? - franzi o cenho.

— ele é quem vai dar a festa - ela explicou.

— ata - balancei a cabeça — não tenho fantasia.

— por isso que hoje depois da escola vamos ao shopping - ela bateu palminhas novamente.

— para de fazer isso - segurei as mãos dela lhe impedindo.

✏✏✏

As aulas já haviam acabado, graças a Deus hoje nao tive aula de ciências, porquê ainda não sei com que cara vou olhar para o professor.

Agora eu estou esperando Stephanie terminar de se despedir do seu namorado da semana, dentro do carro dela.

Vamos para a minha casa, como ela já tem algumas roupas lá, vamos nos arrumar para o shopping lá em casa mesmo (oque é ótimo, já que ela tem carro e isso significa: carona).

— vamos logo, Ste - coloquei a cabeça pra fora da janela.

— tchau bebê, já vou, ainda tenho que passar no shopping - Stephanie se despediu do seu "amado".

— ta bom, meu xuxu - Richard deu um selinho nela.

Eu tive que revirar os olhos pra esses apelidos ridículos, porquê né ? Estraga o relacionamento.

— tchau Kels - ouvi Richard se despedir de mim - te vejo na festa ?

— tchau, e sim, nos vemos na festa - infelizmente.

Richard subiu em sua moto, e deu partida para o seu destino.

— já pensou em alguma fantasia ? - Ste disse entrando no carro.

— não - balancei a cabeça — e você  ?

— Richard disse que ele iria de super man então a minha vai ser mulher maravilha - a ruiva sorriu maravilhada.

— que ridículo - revirei os olhos.

— somos um casal, então vamos fantasiados como um casal.

— ta né - ri.

A ruiva revirou os olhos, e começou a dirigir em direção a minha casa.

— nós vamos nos arrumar, e depois vamos pro shopping, certo ? - Ste disse quando estacionou em frente a minha casa.

— e não vamos almoçar ? - tinha um pouco de desespero na minha voz.

— nós almoçamos no shopping, não quero ter chances de chegar na loja e não ter a fantasia que eu quero.

— mas, eu to com fome - coloquei a mão na barriga.

— pega um biscoito e vai comendo no caminho - ela abriu a porta do carro, e saiu em seguida.

Sai do carro, e ela já estava tocando a campainha.

— eu tenho a chave - lembrei.

— não vai mais precisar - ela disse ao ver que Elisabeth já havia aberto a porta.

Entramos, e subimos para o meu quarto, lá a gente se arrumou.

Eu visto um short jeans cintura alta, um cropped branco, e uma sapatilha também branca. Meu cabelo eu deixei solto naturalmente , e fiz uma maquiagem leve.

Stephanie usa um vestido rosa meio rodado, uma sapatilha preta, seu cabelo também estam soltos como o meu, e ela usa uma maquiagem um pouco pesada, em relação a minha.

Eu peguei um pacote de biscoitos na cozinha, para ir comendo no caminho. Chegamos no shopping, e fomos direto para a loja de fantasias.

— Boa tarde, posso ajuda-las ? - uma das funcionárias veio até nós.

— Boa tarde, vocês tem a fantasia da mulher maravilha ? - Stephanie foi direto ao assunto.

— temos - a atendente sorriu.

A funcionária chamou outra funcionária, que pudesse atendê Stephanie, as duas sairam conversando.

— vocês tem alguma fantasia que sirva bem em mim ? - apontei pro meu corpo.

— mas você já escolheu a sua fantasia, só veio busca-lá, certo ? - ela me olhou sem entender.

— acho que você cometeu um engano, eu não escolhi - franzi o cenho.

— um jovem veio aqui, mostrou a sua foto, e disse que você só precisaria pegar, pois ele mesmo já havia pago - ela me levou até o caixa.

Quem deve ser esse  jovem ? Eu não conheço ninguém que compraria uma fantasia pra mim. Pelo ou menos eu acho.

— você sabe o nome dele ? - perguntei.

— ele não nos disse, só disse o seu e nos mostrou a sua foto - ela pegou uma foto do bolso da sua blusa — foi eu mesmo que atendi ele.

Ela me mostrou a foto, olhei e arregalei os olhos. Essa foto foi tirada hoje quando estava no intervalo da escola.

— e qual foi a fantasia que ele escolheu ? - mordi o lábio inferior.

— mulher gato - ela sorriu — e vai ficar perfeito em você.

— obrigada - sorri — ele comprou alguma fantasia ?

— sim, Batman



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...