História Daddy and Baby girl - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Baby Girl, Daddy, Hot, Justin Bieber
Exibições 515
Palavras 1.497
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura e desculpa a demora.

Capítulo 9 - Compras


       Alecxandra McEwan On

Dei mais um selinho no professor, quero dizer Justin, então entrei no shopping e corri para a praça de alimentação e esbarro em três pessoas, mais chego lá e encontro às meninas dessa forma: Jenny devorando um hambúrguer, a Lou com um refrigerante gigante e batata frita, e a Lah com dois hambúrgueres e um refrigerante enorme.

- Desculpa o atraso... - Falo respirando ou tentando. - E eu vou contar para vocês mais tarde, lá em casa. - Completo vendo que elas iriam pergunta

- Tá, mais vamos logo. Por que eu quero chocolate. - Jenny fala, meu deus como essa menina come.

- Tá. - Falam as duas preguiçosas que demoram um pouco, muito, pra se levantarem.

Entramos numa loja de fantasias, e começamos a pegar umas, mais só pra descontrair, depois de tipo uma hora as meninas pegaram umas fantasias e eu fiquei procurando até que encontrei uma fantasia perfeita, peguei e fui para uma das cabines da loja, e me troquei.

E por incrível que pareça, eu e as meninas saímos no mesmo tempo.

- Meu deus, vocês tão lindas. - Falamos juntas e rimos.

- E sério, todas estão lindos. - Falo rindo e olhando para elas que estavam lindas.

- Meu deus, nunca vi mais bonitas. - Uma vendedora muito linda fala boquiaberta.

- Vamos levar. - Jenny fala decidida, e todas olhamos para ela com cara de "tipo você tem problema". - Qual é? Eu tô com fome. - Fala

- Tá bom. - Falo me rendendo, há que também estou com fome.

Nós voltamos para o vestiário se assim posso dizer, e nos trocamos, logo já estávamos no balcão pagando as fantasias.

Depois de pagar fomos correndo até a praça de alimentação, apostamos corrida e a Jenny chegou primeiro, como eu disse esfomeada, depois eu, que também estou com muita fome, depois foi a Lah que deixou Lou parada em um lugar olhando para um lugar via algo, segui com meus olhos para onde ela olhava e vi o que menos esperava, depois vi uma lágrima dos olhos, o que esse panaca está fazendo aqui. Olha a minha cabeça, ela está olhando o Henrique, garoto que fez ela ser uma garota traumatizada, e vez ela passar dois anos num colégio interno onde conheci ela é depois descobri que nossos pais eram amigos e depois conhecemos Carla, e agora a Jenny. Ele primeiro enganou ela é depois pisou nela fazendo ela não querer mais sair de casa, por isso os pais dela a enviaram para o internato.

- Ei, seu babaca. - Falo e o mesmo se vira e Lou me olha sem entender. - Toma, você merece. - Falo e dou um soco nele, fazendo o mesmo cambalear e ri cínico.

- Até que o soco da princesinha doeu. - Odeio ser chamada de princesinha, quando ia dar outro soco nele, alguém vira ela para o lado contrário ficando de costas para mim.

- Olha se não é o gay do Henrique, agora você me paga. - A Lou me deixa surpresa e começa a dar vários socos nele e tipo os amigos não fizeram nada, um deles falou.

- Ele merece mais, essa gatinha aí eu quero conhecer melhor. - Um carinha gato, pera minha amiga tá dando uma surra num cara é eu vendo o quanto o "amigo" dele é bonito, na verdade os três são lindos e um de de cabelos escuros me chamou a atenção e muito e meu deus, eu tô mordendo o lábio inferior e encarando o cara.

- Amiga vamos, agora eu tô morrendo de fome. - Lou me tira dos meus pensamentos e vejo que a situação do cara não é nada boa, tem um pessoal do shopping ajudando ele é eu ri.

- Mandou bem amiga. - Falo fazendo um toque com ela.

Nós estamos indo para a praça de alimentação quando sinto que alguém me puxa pelo pulso.

- Ei, quer apanhar e cara? - Pergunto para o cara que eu estava secando agora a pouco.

- Calma, marrenta você, em? - Fala e rir. - Vocês não querem companhia não? 

- Não. - Falo simples

- Vamos marrentinha?

Mano esse cara é insistente.

- Só por que estou com fome, e não quero discutir com estranhos. - Falo vendo que tem mais um cara também bonito.

Todos fomos para a mesa onde a Jenny e a Lah estavam, sentamos e fizermos nossos pedidos e as meninas pediram de novo, mortas de fome.

- Por que demoram tanto? Passaram na loja de doces sem a gente? - Jenny fingi estar brava

- Calma que uma coisa que a gente nunca vai fazer, e ir comprar chocolates sem vocês. - Falo rindo

- Bem e qual é o nome deles é quem são eles? - Lou fala apontando para os meninos.

- Não sei. - Falo dando de ombros

- VOCÊ É LOUCA? TRAZER QUATRO CARAS ESTRANHOS PARA ONDE ESTÃO QUATRO GAROTAS INDEFESAS. - Jenny grita e eles começam a rir.

- Vocês? Indefesas? Tá brincando né? - O cara que eu tava secando fala

- Mano se vocês são indefesas, não quero bem ver uma garota que sabe se defender. - Fala um amigo do gatão e eu rio e as meninas também concordando com a cabeça.

- Tá bom, eu exagerei, mais qual o nome de vocês? -  Lou pergunta, mais antes deles responderem os nossos lanches chegam e eu e as meninas atacamos, e eles nos olham surpresos.

- Eu sou Austin, Austin Mahone. - Fala o cara que eu fitava

- Eu sou o Shaw, Shawn Mendes. - Fala um bem branquinho.

- Eu sou o Cameron, Cameron Dallas. - Outro fala

- Eu sou Martin, Martin Jones. - O garoto que tinha chegado a pouco falou.

Os meninos são bem brincalhões, e a todo momento fizeram a gente rir, terminamos de comer, trocamos de número com os meninos, o Martin era o único que tem namora o resto é tudo solteiro, depois fomos em direção a uma loja de roupas, dessa fez roupa normal, entramos e no mesmo momento nós quatro nos apaixonamos por um conjunto, cropped e saia preta.

- Vai ser essa. - Falamos juntas e rimos

- Então pode embrulhar para a gente quatro iguais a esse. - Lou fala com a roupa na mão, a vendedora nos olha estranho, deve ser pelo fato de pegarmos roupas iguais, mais foi calada.

- Vamos ao presente do aniversariante. - Lah rir e nós a acompanhamos.

(......)

- Olha, cansei, vamos levar essa camisa... - Lou fala da camisa que esta em sua mão. - Essa calça aí na sua mão Alex, o cordão banhado em ouro na sua mão Jenny e por fim esse tênis foda na sua mão Lah. - Termina.

- Tá bom, agora falta o presente do Luke. - Eu falo desanimada, cheguei no shopping às três e pouco, agora são 19:56.

Ficamos uns minutos procurando o presente perfeito para o Luke, bem esse sera o primeiro presente, vão ter quatro presentes, primeiro é o da Lou, no caso estilo, depois o meu, que é a gente dançar para ele, depois o da Lah, que é cada uma de nos dar um beijo no Luke, mais um beijo de ficar para a história, e por último o da Jenny, que é chamarmos uns amigos dele e todos irmos para a boate.

Depois de horas, saímos do shopping com umas mil sacolas de compras, levamos tudo ao carro, que o Taylor veio nos buscar, as meninas mandaram o Taylor ir pegar as coisas delas antes, então iriamos direto para minha casa, agora são 22:34. Saímos muito tarde do shopping.

Chegamos na minha casa, todo mundo foi tomar banho, enquanto o pobre Taylor carregava todas as compras para um dos quartos. Quando terminamos o banho, cada uma vestiu seu pijama, eu peguei uns colchões de casal, mentira foi o Taylor e um segurança que trouxeram os três colchões para o meu quarto, a minha querida cozinheira que eu chamo de Cida.

Depois de preparar tudo no meu quarto, o pobre Taylor e uma das empregadas, que eu prefiro chamar de Ella, entram no quarto com uns cinco baldes de pipoca, um pote enorme com vários doces, um balde de brigadeiro, que eu tive preguiça de fazer, e quando eu falo um balde e um balde, e aí vem a sua pergunta, vocês são quatro garotas e comem tanto assim? Um pouco, mais também meus irmãos daqui a pouco chegam e todos vão vir.

E falando neles cinco minutos depois todos eles chegaram e foram entrando no meu quarto e então começamos a ver uma seleção de filmes. O primeiro foi, pânico na neve (escolha minha), depois: Marley e eu (coisa do Rich) e depois Anaconda (todos) e fomos dormir por volta das 03:00 da manhã e fui a última só dormi depois da última morte, e puf dormi.....

CONTINUA.......


Notas Finais


Gente vou deixar o link de algumas fanfic' s minhas.

Amar e se vingar:
https://spiritfanfics.com/historia/amar-e-se-vingar-6359547

Psycho Girls:
https://spiritfanfics.com/historia/psycho-girls-6535104

Dores e depois amores:
https://spiritfanfics.com/historia/dores-e-depois-amores-6305845

Vai lá e deixa o seu comentário, bjs e fui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...