História Daddy Jikook Namjin +18 - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Yaoi Japapark Daddy
Exibições 197
Palavras 878
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Lemon, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura.

Capítulo 1 - Chapter one


Fanfic / Fanfiction Daddy Jikook Namjin +18 - Capítulo 1 - Chapter one

Meu nome é Park Jimin, literalmente sou o garoto mais baixo da escola, todos me acham fofo, bonito, perfeito e totalmente sexy e etc. Mas pra mim eu pareço uma baleia encalhada. Literalmente. 
Na escola eu as vezes duvido da minha sexualidade ou não, por que as vezes fico paquerando os meninos da escola, ou as vezes fico com alguns.
Hoje a-
          Algm: VAI LOGO CARALHO
          Jm: Aigoo ;-;
             》no ensino médio《
Eu estava de boas dormindo/babando na minha classe quando vem uma princesa do inferno me acordar nas chacoalhadas, eu acordei do meu sonho de algodão doce e ursos de chocolates, me levantei da carteira e falei irritado com o mais velho. 
           Jm : PORRA JIN POR QUE VOCÊ NASCEU PORRA?
           Jn: D-Desculpa. - Ele foi até o Namjoom arrombador de cus e paus que estava lendo um livro de sei lá o que, deve ser de como comer cus, a princesa foi até ele e começou a chorar no uniforme do mesmo.

Nj: Que foi princeso?

Jn: o bolinho me chingou. - falou entre os soluços.

Namjoom olhou furiosamente para o Jimin, que o mesmo se encolheria por causa do mais velho. Namjoom depositou um breve selar na testa de Jin, que este se alegrou com o selar repentino, ou não, o mesmo avançou no mais novo e começou a discutir com o mais novo. 

      Nj: O QUE DISSE PARA O JIN?

     Jm: EU SÓ INCORPOREI O FDP DO YOONGI, PROBLEMA?

      Sg: O CARALHO! - exclamou o " albino " que por sua vontade saiu de seu lugar e foi consolar o princeso

Ficamos horas ali discutindo sobre a mini briga que aconteceu comigo e com o Jin. 

O sino soou significando que era a hora da porra da saída, a gente parou de discutir e começamos a arrumar nossas coisas.

       》Na entrada da escola《

Jm: O SEUS FILHOS DA PUTA, VOCÊS JA VAUM SEM MIM É? 

Ninguém me respondeu. Tomara que morram atropelados. Fui até o portão da escola quando vi o meu " paquerinha " encostado no muro da escola.

        Jm: Kookie? - Chamei a atenção do mais novo.

                Jk: Bolinho! - Ele desenscorou do muro que por acaso estava todo pichado, ele veio até mim e desferiu um breve selar na ponta do meu nariz.

Falei corado.

            Jm: K-Kookie, vai tomar no cu.

O mesmo gargalhou da minha reação. Como era horário de almoço a rua estava deserta. Então ele me prendeu  no muro e então chegou na altura do meu ouvido e sussurrou. 

          Jk: Eu sei que você mora sozinho,  deixe-me te acompanhar você hoje.

Enguli em seco quando senti meus pelos eriçarem, acho que a minha mente não é pura.

          Jm: O-Ok.

          Jk: Bom garoto. - distanciou-se de mim e afagou meu cabelo, que antes estava ruivo e que agora estava platinado. Caminhamos até minha casa.

         》Em casa.《

Fechei a porta de casa e vi o Kookie atirado no sofá. Fui até a TV e larguei minha mochila.

         Jm: Kookie, tenha modos.

         Jk: Bolinho, vem cá.- O mesmo sentou no sofá que agora com modos.

Caminho até ele. Ele puxa pra si e caio em cima de suas pernas.

       Jm: Kookie. Mas que caralhos.

O mesmo sussurrou em meu ouvido novamente.

       Jk: Seja só meu. - Desferiu no meu pescoço um chupão.

        Jm: Junggkookie. - Falei rebolando em suas pernas.

O mesmo abriu um sorriso maléfico. Ele se levantou me prgando no colo. Ele subiu as escadas e entrou em meu quarto. Ele nem se importou em fechar a porra da porta, e me jogou na cama ficando de quatro em cima de mim.

        Jk: Eu sempre quis você submisso a mim.

              Jm: Kookie, seu filho da puta. - soltei uma risada que deixou meus olhos virarem dois minis risquinhos.

          Jk: Já estou excitado, Baby. Me chame de Daddy, entendido?

           Jm: S-Sim K, Daddy.

O mesmo desferiu selinhos molhados em meu pescoço. envolvi minhas pernas em sua cintura. Puxei sua cabeça até a altura de meu rosto. 

           Jk: Baby, você é fudidamente gostoso. 

Avancei em seus lábios no término de sua fala. Comecei a desabotoar os botões de sua camisa. 

 》Vamo logo pro que interessa.《

Joguei sua calça pro outro lado do quarto ele se levantou retirando sua box, me sentei na cama na frente dele entendendo o recado.

          Jm: Como você quer que eu faça. Daddy?

           Jk: Do jeito que preferir.

Agarrei a base do membro do mesmo e comecei num movimento de vai e vem bem lento.

          Jk: Baby, N-Não me provoque. - Observei a face do mais novo que estaria sendo torturado pelo bolinho aqui, levei minha boca até a glande e chupei o mais forte que eu pude. Retirei a mão que estava masturbando o mesmo e engoli todo o membro que estava pulsando na minha boca.

          Jk: Ooh, Baby. - O mesmo agarrou meus cabelos e começou a ditar os movimentos de vai e vem. Alguns minutos depois senti um líquido pegajoso preencher o restante do espaço que havia na minha boca. 

Retirei o membro da minha boca, vi o mesmo pulsar novamente, só que mais ereto.

           Jm: Ko- Daddy,  você não se cansa?

           Jk: Quando o assunto for o meu baby eu não me canso até quando meu desejo for realizado.

Em questão de alguns segundos estava de quatro com a bunda empinada.

           Jm: Daddy o que voc-

           Jk: Shh.

Continua



Notas Finais


Ta muito grande socorro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...