História Daddy Messages -Jikook - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Exibições 1.911
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello peoples, tudo bem? Pois é, eu resolvi atualizar logo agora de manhã não é mesmo?

Aproveitem porque esse é o antepenúltimo capitulo.

Boa leitura <3

Capítulo 45 - Traição


​JIMIN P.O.V

- Jin fica calmo! - Exclamo fazendo o mais alto sentar.

- Ele me traiu Jimin, ele me traiu com aquelas putas dele. - Jin solta uma risada sarcástica. - Meu amor não é nada disso que você está pesando. - Faz uma voz grossa, provavelmente imitando Namjoon.

- Como que ele te traiu? - Pergunto.

- Eu estava na sala de aula e ele disse para o professor que não se sentia muito bem, o professor pediu para alguém leva-lo, eu ia se não fosse a Hyuna, a líder da turma. Tudo bem até ai, minutos se passaram e nada dos dois, eu pedi para o professor para ir no banheiro e ele deixou, fui procurar o Namjoon na enfermaria mas ele não estava lá. Estranhei mas resolvi ir no banheiro, chegando lá eu ouvi gemidos altos e finos e alguns bem grosso, deixei para lá e fui lavar as mãos, quando de repente a porta se abre revelando um Namjoon todo soado e uma Hyuna quase sem andar. Ele me viu e ficou parado no mesmo canto, eu gritei e tudo mais, sai e ele veio atrás de mim. Ai eu dei um ponto final no nosso relacionamento. - Jin disse.

- Wow. - Falo boquiaberto.

- Eu odeio aquela garota, que ódio! - Jin se levanta e pega um vaso de vidro e joga na parede.

- Acho melhor você parar se não sua casa vai ficar sem enfeites. - Digo.

- Caguei pra isso, o importante é eu descontar essa raiva em algo. - Suspira. - Tudo bem, agora senta aqui e me diz como foi a night. - Diz

- Como assim? - Pergunto tombando a cabeça de lado.

- Taehyung, Hoseok, Yoongi me contaram que você fez amor com o Jungkook. Quero detalhes. - Diz, coro no mesmo instante.

- Eu não vou dar detalhes da minha transa. - Digo colocando a mão em seu colo.

- Meu deus... - Ele pega minha mão. - O que é esse anel?

- Jungkook me deu, isso é um anel de... - Sou interrompido.

- NOIVADO! - Ele se levanta e começa a dar pulinhos. - O que? Quando o boy magia te dar um anel você não vai ficar parado né?

- Você vai afundar o chão se continuar pulando assim. - Digo.

- Aish, me deixa ser feliz, queria saber se alguém um dia vai me dar um anel de noivado. - Diz com um semblante triste.

- Desculpa Jin, é que você tem corpo de adulto mas a sua alma de criança. - Digo.

- Aish Appa. - Imita uma voz de criança. Fofo. - Eu quero comer. - Continua com a voz.

- Posso te adotar? - Pergunto.

- Non non non. - Ele nega.

- Okay, let's go, o que você quer comer? - Pergunto.

- Lámen. - Diz se levantando do sofá e indo até a cozinha.

- A cozinha é sua, você que vai faze. - Digo e me sento na bancada.

- Aish, cadê o Jungkook? - Pergunta.

- Escola. - Digo.

- E porque você não está na escola. - Pergunta colocando a panela no fogo.

- Não queria ir, e você?

- Não quero ver a cara daquela mula ambulante e daquele poste. - Diz e eu rio.

- Ultimamente o Jungkook anda meio estranho, tipo, ele anda meio afastado de mim. - Digo.

- O que será que aconteceu? - Ele fala.

- Eu tenho três hipóteses. Uma, ele tá me traindo, duas, ele está sendo ameaçado por alguém, última, ele não me ama mais. - Digo.

- Eu prefiro pensar na segunda hipótese, mas quem ameaçaria ele? - Jin diz.

- Não sei, é isso que eu quero descobrir, se ele estiver mesmo sendo ameaçado. - Falo e desço da bancada.

- Já vai? - Pergunta.

- Sim, ainda tenho que passar na casa do Jungkook pra pegar meu celular que deixei lá. - Digo e vejo-o assentir.

- Então, tchau Jiminnie. - Jin me abraça.

- Tchau Jinnie. - Retribuo o abraço.

Saio da casa do Jin e começo a caminhar em direção a casa de Jungkook. Minutos depois, entro e vejo uma garota no colo de Jungkook e o mesmo está com o braço na cintura dela. Paraliso ali mesmo.

" Eu tenho três hipóteses, uma, ele está me traindo, duas, ele está sendo ameaçado por alguém, última, ele não me ama mais. - Digo. "

​Entãoele está me traindo? Entro na casa ignorando os dois ali na sala e subo as escadas em direção ao quarto de Jungkook. Procuro meu celular e o mesmo está em cima de uma mesinha, pego o mesmo e saio.

Desço as escadas mas paro quando vejo a garota ainda sentada no colo de Jungkook, só que agora ele está abraçada, e Jungkook dando um selinho na mesma.

Sinto meus olhos lacrimejarem, corro dali, corro o mais rápido possível. Escuto alguém gritando por mim, olho para trás e vejo Jungkook.

- Jimin! JIMIN! - Ele me puxa fazendo com que nossos corpos se choquem. - Deixa eu explicar.

- Me solta. - Digo.

- Aquela é a minha irmã menor, ela tem treze anos. - Diz.

- Irmãos não se beijam. - Grito e forço me braço.

- Qual é, ela é só minha irmã Jimin. - Diz.

Sem me importar se o povo iria ver ou não, puxo Jungkook para um beijo, o mesmo retribui, nossas línguas dançavam em perfeita sincronia, dou um impulso e pulo e seu colo, Jungkook aperta minha coxa. Finalizo o beijo e encosto nossas testas.

- Eu tenho medo de te perder, por isso eu fico assim. - Digo.

- Você nunca vai me perder.

- Jungkook porque você anda afastado de mim? - Pergunto e vejo seu semblante mudar.

- Não posso te dizer. - Ele olha para os lados, ele aprece ver algo pois me empurra dos seu colo na mesma hora. - Droga. - Ele resmunga.

- O que foi? - Pergunto, olho na direção em que Jungkook está olhando e vejo um cara todo encapuzado olhando em nossa direção. - Jungkook?

- Jimin, fica longe por favor, me dá três dias para mim pensar. Nesses três dias fique longe de mim. - Diz e sai andando.

- O que? - Olho na direção do homem mas ele não está mais ali.

JUNGKOOK P.O.V

UM DIA DEPOIS

Escuto alguém bater em minha porta, abro e vejo o mesmo homem de ontem.

- O Senhor Park disse que era pra você ficar bem longe do Jimin. - Diz.

- Mas...

- Ele te deu mais uma chance, ou você fica longe do Jimin ou ele morre. - Diz e entra no carro.

Eu não quero que ele morra, mas também não quero me afastar dele.

Droga!

 


Notas Finais


VOCÊS ESTÃO COM RAIVA DO PAI DO JIMIN? EU SIM.

MUITO OBRIGADA PELOS MAIS DE 600 FAVORITOS, EU AGRADEÇO.

Gente eu estou fazendo um Q&A então, mandem perguntas para os personagens. Jin, Jimin, Jungkook, Yoongi, Hoseok, Namjoon, Yang Mi, MinHee, pai do Jimin e mãe do Jimin, podem mandar perguntas para esses personagens.

Tenho um grupo no whatsapp, lá eu informo as coisas e dou alguns spoilers. Se quiser entrar, coloque seu número aqui ou me adicione.

+ 55 85 9 86 21 84 82

Antepenúltimo capitulo, aproveitem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...