História Daddy: [Namjin + Texting] - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Jin, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Chanbaek, Kaisoo, Namjin, Sulay, Taekook, Taekookseok, Vkook, Yoonmin, Yoonminseok, Yoonseok
Exibições 105
Palavras 711
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Novo confeiteiro (06)


Acordei-me e pulei da cama ao ver que estava atrasado para o meu trabalho. 

Tomei-me um banho e arrumei-me bem rápido, pois já estava 15 minutos atrasado. 

Hoje é um dia bem especial, um dos maiores confeiteiros irá ir onde eu trabalho, para avaliar o nosso desempenho.

Enquanto preparava o meu café, recebi uma mensagem de XiuMin, ele era um dos melhores de todos nós da confeitaria. 

[09:56] Anão: Jinnie? 

[09:57] Eu: Sim? 

[09:59] Anão: A chefe queria 

 todos na confeitaria ás 13:30 

e eu não sabia, então vim cedo, 

 posso ir pra sua casa? A minha 

fica muito longe... 

[10:03] Eu: Pode vim sim, Xiuxin. 

[10:05] Anão: Obrigado Jinnie 

e não me chame de XiuXin. 

Fiquei aliviado quando soube que chefe havia trocado o horário, eu estaria morto caso ao contrário.

Não demorou muito para que Xiuminnie chegasse em minha casa, ele entrou e se acomodou no grande sofá de minha sala.

Apesar de ter 16 anos, eu morava sozinho e me sentia muito bem morando só.

Sempre gostei de ficar sozinho em meu quarto quando pequeno, meu sonho sempre foi morar sozinho, além de ser um grande chefe. 

— Então, Xiuxin...

— Oque, Jinnie?

— Você vai pra a festa que o Wonho vai dar na sexta? - passei as mãos pelo cabelo e joguei-me no sofá do lado do menor.

— A que vai virar a noite? - assenti com a cabeça - Talvez.

— Por que talvez?

— As festas do Wonho sempre saem do controle - rimos - E da última vez que eu fui, não terminou muito bem.

— Ah, sim! - afirmei e depois caí na gargalhada - Eu ainda tenho a foto de você pelado na pia da cozinha.

— É sério, Jinnie? - ele aproximou-se mais de mim - Deixa eu ver?

— Olha - mostrei para ele e o mesmo tentou pegar o celular de minha mão.

— Jin, me dá esse celular, por favor - neguei e ele saiu correndo atrás de mim - Apaga essa merda, é sério.

— Nem fodendo, XiuXin - fiz uma careta para ele e saí correndo novamente.

— Jinnie - ele falou manhosamente e cruzando os braços, sentando no chão de perninhas cruzadas - Por favor, apaga.

— Está bem - sentei-me do lado dele e apaguei a foto, quer dizer, uma das cópias - Mas você vai, né Xiuminnie?

— Se você for, eu vou, Jinnie.

— Então vamos - deitei no chão e ele fez o mesmo - Me pega aqui ás 19:00, okay?

— Sim, Jinnie.

— Está com fome, Xiuxin?

— Estou - ele passou a mão sobre a barriga e fez uma carinha fofa - Não comi nada, achando que estava atrasado.

— Vou fazer algo para você - levantei-me e fui até a cozinha.

Estava fazendo um "lanchinho" para XiuXin, quando meu celular vibra dentro do bolso de minha calça.

[11:35] Não Sei: Yah, estou tão feliz, baby.

[11:37] Eu: Qual o motivo da felicidade? 

[11:39] Não Sei: Primeiramente, 

você baby. Segundo, 

hoje é um dia especial, né?

[11:45] Eu: Sim, por que?

[11:47] Não Sei: Ainda não

 posso contar, baby.

[11:49] Eu: Aff, está bem. 

Tchauzinho, tenho que terminar

o lanche do Xiuminnie.

[11:53] Não Sei: Não gosto desse cara, baby.

[11:56] Eu: Mas eu gosto, tchau. 

[11:59] Não Sei: Tchau, baby. Até mais. 

Guardei meu celular no bolso e voltei a fazer o lanche do meu amigão.

Quando terminei, levei para ele na sala e entreguei em suas mãos.

Ele parecia não comer à décadas, devorou o lanche na primeira mordida.

Ficamos conversando e depois de um bom tempo, fomos para a confeitaria.

Quando chegamos, colocamos nossos aventais e ficamos esperando a chefe entrar naquela pequena salinha, aonde nós ficávamos.

Ele adentrou o lugar com um rapaz alto ao seu lado.

— Olá pessoal - ela exibiu seu lindo sorriso - Este é o Namjoon. Kim Namjoon.

— Olá - ele disse, fazendo movimento de "tchauzinho" para nós e fizemos o mesmo.

— Ele será o novo confeiteiro - ela colocou a mão sobre o ombro do mesmo - Pois o Sr. Park não poderá ficar mais com nós.

— Desculpa perguntar, mas por que? - perguntei olhando para o tal Namjoon, que não parava de me encarar desde quando entrara no local.

— Porque ele quis seguir a Medicina.

— Ah - eu disse como se estivesse impressionado - Gostava tanto dele.

— Eu também - XiuMin cochichou em meu ouvido - Ele era muito gente boa.

Continua  


Notas Finais


Olá amoras, então, farei surpresas à partir do capítulo 8, e espero que tenham gostado deste capítulo, ficou meio cocozinho, mas fazer oque, né? Só sentar e aceitar. Me desculpem os erros e não desistem de mim, obrigada. Eu te amo vocês ♥.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...