História Daddy Rude (Vkook) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bottom!jeongguk, Kooktae, Kookv, Taekook, Top!taehyung, Vkook
Visualizações 308
Palavras 1.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Girlfriend.


Fanfic / Fanfiction Daddy Rude (Vkook) - Capítulo 4 - Girlfriend.

                                                                   "Girlfriend"

– Jimin? – Chamei, e ele mumurrou um "hum" para eu prosseguir – Cada dia você está Jiminuido

– Vai se foder – Mostrou o dedo do meio.

– Coisa feia rapaz!

– Feia é sua cara quando acorda pela manhã

– Magoou – botei a mão no peito fingindo esta ofendido.

– Pare de enrola, e fale logo, o que o tio Tae falou 'pra você.

– Errado 

– Como? - Fraziu o cenho.

– O que o tio Yoongi falou para o papai – E como sempre Jimin arregalou aqueles olhos dele – o tio Suga é um fofoqueiro aish, ele não tinha o direito de inventar coisas! – Eu estava puto e o tio Yoongi é um fofoqueiro mesmo.

– Ei, rapaz olha lá como fala do meu dad. Tio Tae pode ter descoberto sozinho meu appa não tem nada haver com isso – Cruzou os braços.

– Tio Yoongi e um fofoqueiro sim!

– Você sabe? - Arqueeo as sombraselhas.

– Eu não sei, eu tenho certeza.

Várias pessoas olhavam para nós dois meu sorvete estava derretendo e minha paciencia também. Impossivel falar com Jimin, ele não escuta só pensa, e fala da vida das pessoas.


– Olha o cabelo daquela garota! – Ignorou o que eu disse e apontou para uma menina de madeixas roxa.

– Jimin! Pare de falar dos outros e foca no assunto Yoongifofoqueiro! – Já estava ficando bravo, toda vez que vou tocar no assunto o Jimin fala sobre alguém.

– Meu appa não é fofoqueiro!

– Esquece se voce não quer acreditar eu não vou mais falar sobre o assunto – eu mesmo vou descobri isso completei mentalmente.

– Argh 'ta bom o que o papai tem haver com isso?

– Simples o papai so falou com o tio Yoongi como Tae ia ficar sabendo sobre o que aconteceu na festa? –Arqueei a sombranselha.

– É, mas, não passou pela sua cabeça que o tio Tae possa ter colocado alguém para te vigiar! – agora foi a vez de Jimin arqueia uma sombranselha.

– Meu papai nunca iria fazer isso.

– Serio? O tio Tae fez coisa pior Jeongguk.

– Tipo?

– No dia em que você saiu escondido dele e ele não so botou várias pessoas para te vigiar como te fez passar vergonha na frente de todos!

Jimin até hoje lembra desse maldito dia. Lembra de cada detalhe, cada palavra dita, e cada gritos.


– Primo? – Chamei e ele me olhou. – Eu posso te conta um segredo? – assentiu – eu odeio muito um garoto chamado Jimin sabia? – Sorriu – Não conta 'pra ele ok? é um segredo.

– Isso é um elogio?

– Pense o que quiser

E pela décima vez no dia Jimin me ignorou e voltou a falar do cabelo da mesma garota.

– Meu cabelo é muito melhor, até a cor, nossa por que eu estou comparando meu cabelo com o dela? claro que o meu é melhor.

E em um passeio que o assunto era Yoongi passou para cabelos.

Nem consegui foca em meus pensamentos com a voz alta de Jimin, no fim pagamos a conta e fomos embora.


[...]

Para ter um primo como Jimin é melhor não ter. Ele me arrastou para um mercado onde só vende coisas para meninas, para ver sei lá o que. Jimin é bem afeminado, lembro no dia que um garoto chegou em Jimin e perguntou, você é gay?. O Jimin xingou o garoto até rm arabi, e disse que a vida dele não interessa á ninguém, o garoto pediu desculpas e disse que so foi uma simples perguntinha. É rapaz, nunca faça uma pergunta dessas ao Park Jimin. 

E mais uma vez ele atrapalhou meus pensamentos.

– Jeongguk? – balançou ambas as mãos em frente ao meu rosto – Você escutou o que eu te disse? – Perguntou, e eu balancei a cabeça em negacão – argh 'tá me fazendo de idiota? Caralho, Kim Jeongguk, eu estava esse tempo todo falando sozinho? – Assenti – Filha da puta.

–Hey desgraça, não xinga minha omma!

– Desculpa! 

Um garoto passou r apertou a bunda do Jimin. Nem vou conta o que aconteceu so sei que passei vergonha.

Por que tenho um primo tão escandaloso?

Observa as pessoas estava mais interessante que as "compras" do Jimin.


[...]

Já em casa, eu observava a cena ridicula do papai com uma mulher, quase, comendo ele com os olhos.

Não entendo. Quem é essa mulher, ou o que ele está fazendo aqui. Pensa não vai tira minhas dividas então é melhor pergunta.

– Papai? – Chamei, e ele me olhou – O que 'tá acontecendo? Quem é essa?

– Prazer, sou Jennie, a namorada do seu pai – era melhor eu ter ficado calado. Ela é muito mau em conta piadas.

Será mesmo uma piada?

– Ops, não entendi que porra você disse? – Indaguei, vendo o rosto do papai ficar vermelho.

– Que boca suja! Voce não educa seu filha TaeTae

– Quem te deu permissão, 'pra chama meu daddy de TaeTae! – O appa arregalou os olhos, e engoliu seco.

O que diabos ele tem?

– Ridículo você chama seu pai assim –  Olhou-me com desgosto.

– Eu chamo como eu quiser! E ridículo é você se metendo na minha vida.

– Voce é atrevidinho hein?

– Papai, isso é mentira né? – Olhei para ele ignorando o que ela disse.

– Não, eu pretendia contar isso no jantar, mas como aconteceu agora melhor. – não tem nada de melhor nisso completei mentalmente.

– Vocês dois não combinam!

– E presica combinar? – Perguntou, com ambas as sombraselhas arqueadas, e descobri que ela fica horrível fazendo isso.

– Você prometeu não ficar mais com ninguém papai, prometeu pra mim! – Uma lagrima solitária desceu pelo meu rosto.

– Jeongguk, você tem que aceita, sua mãe sumiu já faz tantos anos. Você ainda acha que ela vai voltar?

– O senhor é tão groseiro! Isso é ridiculo

– Apenas suba 'pro seu quarto – apontou em direcão as escadas.

– So uma coisa. Eu nunca vou aprovar isso, nem te conheço direito mais já te odeio.

Promete fazer de tudo para tirar essa mulher da vida do papai. Ela não pode rouba o lugar da minha mãe.

Sentir meu celular vibrar em meu bolso. Era o Jimin.

– Jeongguk? – indagou.

– Eu 

–  O papai está namorando! a mulher é chata eu não quero ela com ele!

– Jimin já sei o que podemos fazer para acabar com esses namoros! me encontra amanhã na mesma sorveteria as nove.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...