História Daddy Rules - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Lee Jihun "Woozi", Soonyoung "Hoshi"
Visualizações 47
Palavras 1.755
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Minha first fic :3 Vai ser uma Trilogia, não só de Seventeen pois vai ter mais 2 grupos (OU BANDAS HEHEHEHEH SPOILER) é issu

Capítulo 1 - ; Cap, Único ; Dada rules this


Fanfic / Fanfiction Daddy Rules - Capítulo 1 - ; Cap, Único ; Dada rules this

Era só mais um dia onde Soonyoung estava deitado no chão enquanto coloria seu desenho com seus queridos lápis de cor, mas sentado no sofá da sala com um fone no volume máximo jogando no console estava Jihoon, ou Daddy como apenas Soonyoung podia chamar, estava concentrado até demais no jogo para ver o que havia em volta, ou até mesmo prestar atenção no seu hamster de cabelos pretos, que praticamente berrava para Jihoon, querendo atenção.

- Daddy! Está me ouvindo? - Perguntou Soonyoung berrando.

Jihoon parou oque estava fazendo dando pause no jogo, e olhando para seu pequeno hamster.

- Sim, pequeno? - Jihoon perguntou, enquanto olhava para o mesmo.

- Estou te chamando faz muito tempo daddy! - Soonyoung exclamou

- Pode falar baby. - Jihoon disse

- Oque achou do desenho? - Disse segurando o desenho para Jihoon, que levantou e foi até o hamster

- Está lindo como sempre. - Sorriu para o ser a sua frente, logo depois viu o relógio que marcavam 12:30 da tarde - Acordado até tarde, mocinho? Parece que alguém merece um punimento. -

- D-daddy... - Jihoon adorava quando via seu pequeno submissivo a si

- Pequeno, você sabe oque acontece quando quebra as regras. - Jihoon pegou seu hamster pela cintura, sentando-se no sofá enquanto colocava Soonyoung deitado em suas costas de barriga para baixo, levantando sua saia. - Acho melhor você começar a contar. - Então foi desferido o primeiro tapa na nádega esquerda de Soonyoung

- 1... - Mais um tapa - 2... - E mais um - 3... - E mais outro - 4... - E por fim um mais forte - 5... - Soonyoung disse por fim quando sentiu os tapas cessarem

- Se não quiser mais melhor ir dormir agora. - Jihoon disse fazendo o hamster subir as escadas da casa e entrar sem seu quarto cheio de pelúcias, saias, roupas, "Brinquedos" que apenas seu Daddy pode usar, seus copinhos com bicos que chama de mamadeiras, e, claro, sua cama. Pulou em cima da mesma se aconchegando entre os grossos lençóis de animais, adormeceu mais rápido do que previa, talvez sua punição tivesse o cansado.

    No outro dia~

Soonyoung acordou um pouco mais cedo que o normal, sentindo o cheiro da comida de seu Daddy no ar, ele só precisava disso para ter ânimo pelo resto do dia, estava animado porque era sexta. Toda sexta se ele fosse um bom garoto durante a semana podia escolher uma recompensa, Lanchinhos, pelúcias, carinho, roupas novas, lápis de cor novos, ou oque ele mais gostava, A hora de brincar. Soonyoung rapidamente saiu da cama e desceu as escadas, vendo seu Daddy na cozinha fazendo o café da manhã, foi até o mesmo e esfregou a cabeça em suas costas, logo recebendo o carinho que tanto queria.

- Olá pequeno príncipe, acordou mais cedo que o normal. - Disse olhando para Soonyoung, vendo esse aproveitar seu carinho.

- Eu queria te ver mais. - Disse se referindo ao trabalho de Jihoon, o mesmo ficava boa parte do dia no trabalho. - Eu gosto quando está em casa. - Disse vendo seu Daddy se sentando na cadeira, logo sentando no colo do mesmo se remexendo um pouco.

- BabyBoy, oque você faz quando não estou em casa? Espero que não toque o que é Meu. - Disse se referindo as "Partes de Príncipe" de Soonyoung.

- Eu nunca faria isso Daddy! Está nas regras que não posso tocar na propriedade do Daddy. - Disse empinando mais a bunda no colo de seu Daddy.

- BabyBoy, você foi muito bom essa semana, exceto ontem, mais deixarei passar. Oque quer de recompensa? - Perguntou colocando a cabeça no ombro de seu Baby, mordendo o mesmo.

- Eu quero a Hora de brincar, Daddy. - Respondeu, sentindo o outro sorrir contra seu ombro, indo com a mão até abaixo de sua saia e segurando com força suas partes de príncipe. - D-daddy... Ahn... -

- Meu baby é tão sensível... - Disse colocando mais pressão contra as partes do pequeno sentado em seu colo - Eu adoro quando você geme pra mim... - Falou apertando mais.

- D-d-daddy!... Ahn... Nnhh... - Disse Soonyoung sentindo a mão de seu Daddy colocar mais pressão sobre suas Partes de Príncipe, logo então também sentindo alguma coisa dura contra suas nádegas. - Dada... - Viu que seu Daddy fez um sinal para que o mesmo se ajoelhasse,  quando seu hamster se ajoelhou, Jihoon abriu o zíper de sua calça abaixando-a até a metade de suas coxas levemente definidas, logo depois puxou a box, fazendo seu membro duro aparecer.

Na visão de Soonyoung era o melhor doce que poderia ter o prazer de sentir, o mesmo pegou o membro ereto, o colocando de uma vez na boca, sentindo o mesmo bater em sua garganta, "Grande", foi oque pensou, grande até demais, mas já estava acostumado, passou a língua por toda a extensão do membro, vendo Jihoon gemer e tirar uma camisinha de seu bolso, o hamster sorriu e voltou ao seu trabalho, sugando com vontade o membro alheio, Jihoon deixava o pequeno fazer oque queria, contanto que não tocasse a si mesmo, já que ele era propriedade sua, e exclusivamente sua.

Jihoon sentiu os dentinhos de seu BabyBoy que rasparam em seus testículos, fazendo uma onda de prazer subir por seu corpo, ver o Pequeno com aquele laço rosa na cabeça, um moletom maior que seu corpo, uma mini-saia e calcinha fio dental só o deixava mais necessitado, pegou a cabeça do pequeno o fazendo parar oque estava fazendo e se sentar em seu colo, o virou de costas para si agora de pé, e puxou sua saia, vendo apenas sua calcinha fio dental tapar apenas sua entrada rosinha, segurou forte nas duas nádegas oque fez o pequeno arfar e deixar a boca aberta sem sair nenhum som, Jihoon sabia que ficariam marcas pois a pele de seu Baby era branquinha como leite, soltou as nádegas alheias vendo o outro soltar um suspiro.

- Hoje eu vou te foder tão forte, que não andará o resto do dia e amanhã - Soonyoung engoliu o seco, sentindo seu corpo estremecer, foi virado bruscamente de frente para seu Daddy e o mesmo colocou sua mão em seu membro por cima da calcinha e o massageou. - Gosta disso, BabyBoy? - Soonyoung apenas arfou, fazendo Jihoon botar mais pressão sobre seu membro. - Te fiz uma pergunta. - Disse rígido.

- Sim Dada! Seu... Ahn... Seu BabyBoy gosta! - Disse enquanto se segurava para não gemer alto, quanto Jihoon puxou seu corpo para o próprio, fazendo com que Soonyoung senta-se em seu colo, sentindo a ereção de seu Dada bater em suas nádegas, soltando um gemido sôfrego.

- O Dada quer que você fique de pé, Baby. - Soonyoung logo levantou, vendo Jihoon afastando a mesa da cadeira, vendo o mesmo pedindo que se virasse, e foi isso que fez.

Soonyoung foi puxado um pouco para trás, sentindo os dentes de seu Dada mordendo a barra da calcinha que usava e a puxando para baixo, deixando sua entradinha exposta a seu Dada, que lambeu os lábios com a visão da entradinha rosa.

- Se prepare para mim BabyBoy. - Disse Jihoon.

- Mas não posso tocar na propriedade do Dada... - Disse Soonyoung.

- Hoje temos uma exceção. -

Soonyoung então lambeu seus dedos até deixa-los pouco enrugados, levando-os até sua entrada apertada, colocando um para dentro; Olhou por cima de seu ombro seu Dada, quase babando com a visão que tinha, colocando a camisinha em seu membro grande e grosso, a colocando no mesmo, Soonyoung continuou se preparando, colocando os demais dedos em sua entrada, sentindo necessidade de seu Dada.

- Dada... E-eu... - Foi interrompido por Jihoon.

- Deita pro Dada BabyBoy... Quero ver sua bundinha redondinha bem empinada... - Disse e prontamente foi atendido.

Soonyoung deitou no tapete da cozinha deixando sua bundinha (Que não tinha nada de pequena) muito mais empinada que o normal, fazendo sua  barriguinha fofinha encostar no tapete felpudinho, o fazendo arrepiar.

Olhou por cima do ombro vendo seu Dada maravilhado com a visão de sua bundinha empinada em direção ao seu membro, então seu Dada segurou firmemente nas nádegas alheias as separando e dando um beijinho na entrada rosadinha de seu Baby.

Se apoiou nas costas de seu Baby, que sentiu o membro de seu Dada roçar em sua entrada, quando o Dada o impulsionou fazendo-o entrar completamente e rapidamente em seu BabyBoy.

- D-dada! Dói! Faz parar! - Dizia Soonyoung com lágrimas nos olhos.

- Está sentindo, BabyBoy? O prazer de me ter inteiramente a si? De ser submisso somente a mim? Todo o meu membro está dentro de ti. Cada centímetro. É prazeroso, não? - Disse o Dada de Soonyoung, reste ao ouvido deste, o sentindo estremecer abaixo de si, então começou a distribuir beijos, chupões e mordidas pela nuca de seu Baby.

- D-daddy... É grande... Ahn... E grosso... Nhh... M-mais, eu quero... Argh... Mais... - Disse Soonyoung gemendo o mais alto que podia, começando a gemer descontroladamente quando seu pedido foi realizado.

Jihoon fazia oque disse, fodia o menor com toda a força que tinha. Dava estocadas fortes e fundas, até que achou o ponto que fez seu Baby gritar até suas cordas vocais saírem. Então começou a estocar somente lá, levou sua mão ao membro de Soonyoung e começou a fazer movimentos brutos de cima pra baixo, Soonyoung sabia que seu Dada sempre fora bruto, mais estava sendo mais daquela vez em especial.

Quando sentiu um líquido viscoso em sua mão, Jihoon começou a meter mais forte, se isso era possível... Alguns minutos depois chegou ao ápice, sentindo a camisinha se preencher.

- Qu-queria sentir o leitinho do Daddy... - Disse Soonyoung sentindo a sensação de seu Dada parado dentro de si.

- Da próxima vez, baby. - Disse Jihoon saindo de dentro de seu baby e deitando ao lado do mesmo, o puxando para sentar sobre sua cintura, e quando o fez o menor se deitou sobre seu Dada. - Se continuar sendo um bom menino, terá mais recompensas. - Disse Jihoon

- Dada, não sinto minhas pernas. - Disse fazendo um biquinho.

- Ok BabyBoy. - Jihoon se levantou e pegou o menor do chão o carregando no colo, o levando até a sala e colocando ele no sofá - Sei que está cansado. Pode dormir. - Disse Jihoon por fim.

E assim, Soonyoung adormeceu no colo de seu Dada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...