História Dairis: Werewolf X Vampire - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Dairis, Drama, Fantasia, Lobisomem, Romance, Vampira
Exibições 6
Palavras 470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


O capítulo de hoje não vai ter falas
~Gusta

Capítulo 6 - Daille (História)


Olhando o céu eu pensava sobre mim, e como que mudei depois de conhecer ela ~By: Daille

Minha história é bem estranha, eu nunca tive uma vida de garoto normal, meu pai sempre me incentivou a ser garanhão, e eu já aos meus 9 anos tinha duas ou três namoradas. Minha mãe não estava viva, por isso eu não tive a consciência de que não era normal fazer isso, eu não recebia também muita atenção do meu pai, pois ele era ocupado demais e não falava muito comigo, somente de noite. Durante o dia e a tarde eu ficava namorando com as meninas, e eu dividia em turnos.

Eu comecei a treinar meu lado lobo, e então fui me afastando um pouco delas, e conheci dois caras que hoje são meus amigos, o Mike e o Luke, eles falavam que nunca tinham namorado, então eu dei um jeito de falar com uma das amigas das minhas notadas, para namorarem eles, e consegui pelo menos arranjar uma namorada para cada.

Com meus 15 anos eu termino meu treino, e terminei com quase todas as minhas namoradas, menos uma, ela se chama Elly, e a gente começou a se aproximar mais. Meu pai me dizia para investir nela, pois ela era de uma família de classe média alta, assim não ficaria estranho eu ficar namorando "putas" que era como meu pai chamava antigamente as meninas que eu não dizia de qual família eram elas. Então eu fui, e aos meus 15 anos eu transei pela primeira vez na vida, ela tinha seios fartos paraa uma menina de 14 anos, e não se contentava quando eu ia devagar, foi meio estranho, pois eu não gostava muito dela, eu não sentia com ela, o que sinto hoje pela Íris. Porém eu tive sorte que ela não engravidou, e pelo menos uma vez por mês a gente fazia isso, mas eu era mesmo sortudo, eu descobri que ela queria um filho meu, para casar comigo, e ter uma vida de luxo, sorte que ela não engravidou.Eu dispensei ela, e não quis saber mais dela, ou seja a gente não se gostava mesmo, então pra quê continuar com ela?

Tempo se passou, e meu pai me pediu para fazer algo, era ver se não tinha nenhuma preparação no exército dos vampiros, pois ele queria saber se os vampiros estavam ou não sabendo da guerra que viria. Eu fui em direção pela floresta, cortando caminho, e acabei caindo em um buraco no meio da floresta, desmaiei logo, eu tinha batido com a cabeça no chão. Eu acordei com outra pancada na cabeça, era a menina que iría mudar minha vida para sempre. E foi assim, que eu deixei minha vida de garanhão, para a vida de um apaixonado, o seu jeito meigo me conquistou, mas ela não sabe que gosto dela.  


Notas Finais


Próximo capítulo vamos para a guerra, que não irá demorar muito a terminar, mas que vai ter um final estranho, não esperado. Calma, se você gosta dessa história, eu aviso que a história não terminará após a guerra, vai demorar muito, pois essa história vai pirar a cabeça de quaker um, até a minha.
Não era pra eu fazer isso agora, mas o próximo capítulo só será postado se eu souber que estão gostando da história, então é muito importante saber a opinião de vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...