História Daisuki nii-chan (Diabolik lovers) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Tags Ayato, Diabolik Lovers, Subaru, Yaoi
Visualizações 30
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


YO MINHAS PEOPLES
Eu resolvi fazer uma capítulo da Yui com o Shuu
Sabe?
Só pra deixar o clima fofinho
Aproveitem

Capítulo 6 - Capítulo 6


    - Yui...  



 SHUU ON  


 Eu não podia acreditar. Não sabia que Yui tinha esses tipos de sentimentos por mim mas agora está tudo mais claro, os olhares tristes toda vez que eu falava sobre Ayato e mesmo assim ela falava que estava tudo bem. Neste momento me senti a pessoa mais terrível do mundo por tê-la feito chorar deste jeito. A culpa é inteiramente minha. 

 Na mesma hora, por impulso, abri a porta e entrei no quarto vendo-a me encarar com os olhos vermelhos de tanto chorar agora com um misto de surpresa, abalo, e choque. 

- E-eu não sabia me p-perdoe - Eu falei desesperado na tentativa obviamente falha de consolar tanto ela quanto eu. Mas assim que eu terminei de falar ela correu em minha direção passando por mim e atravessando a porta em uma velocidade muito grande  

 Eu fiquei lá parado, não conseguia me mover não conseguia falar nada, até minha respiração estava presa. Se mexa droga! 

 - Vá atrás dela - Ayato falou de repente  

- O que? 

 - Vai atrás dela seu idiota! - sem contar segundos corri pela porta me surpreendendo por Ayato ter tomado tal atitude mas eu não tava nem ai pra ele agora. Eu só quero ver se ela está bem porém por minha causa ela chora com tanta dor no peito. 

 Eu andei a procurando por toda a mansão mas não a encontro em lugar nenhum. Eu já estava ficando pior, muito pior. Me lembrei de uma coisa que Yui me disse em uma de nossas conversas

  "- Parece meio infantil mas quando eu era criança eu me escondia de baixo da cama quando estava com medo ou com raiva. Eu meio que ainda faço isso. Eu chamo de Reino mágico 

  - Tem razão isso é muito infantil 

 - É " 

 Respirei fundo e segui para o seu quarto. Quando adentrei cômodo parecia vazio, mas eu sei que não estava

  - Yui eu sei que está aí - disse. Recebi um breve silêncio 

 - Vai embora - ouvi uma voz chorosa vindo de baixo da cama. Me sentei no pé da cama solitário 

 - podemos conversar? - perguntei com as costas apoiadas na cama

 - Não quero falar com você - ela falou

  - Mas eu quero... porquê não me contou? - perguntei triste. Eu poderia ter evitado isso  

 - Você só tinha olhos para o Ayato. E além disso nós tínhamos uma amizade e eu não queria estragar isso. Eu sei que você me enxerga só como uma amiga - Ela fungou

 Eu levantei o lençol de cama que batia até o chão vendo uma Yui deitada com a tórax para baixo com a cabeça baixa entre os braços. Eu "entrei " debaixo da cama me espremendo junto a ela 

 - O que você está fazendo? - ela perguntou  

 - Entrando no seu Reino mágico - desta vez eu consegui faze-la sorrir de canto. E que sorriso  

 - Não estou aceitando mais cidadãos no meu Reino - ela falou  

 - Mas o Reino é grande, e tem poucas pessoas - Eu persisti 

 - essa pessoa está ocupada cuidando do seu Reino solitário

  - As vezes ter um Reino solitário faz de você uma Rainha solitária - consegui faze-la rir.  

 - Sim mas o meu rei não me quer - ela ficou melancólica de novo e me deu uma pontada no peito muito forte 

 -Yui... Eu queria que me desculpase por isso, eu devia ter prestado melhor atenção e ver você sofrendo me faz sofrer também - Eu falei quilo com total sinceridade, eu não sei, mas por anos eu era frio e não me importava com as outras pessoas. Foi diferente com ela, ela me "mudou" e eu sou muito grato por isso.  

 - V-você sente mesmo isso? - ela pareceu prestar a total atenção em mim 

 - Sim - confirmei confiante a olhando nos seus olhos  

 Não notei quando ela se aproximou tanto mas estávamos próximos ao ponto de nós sentirmos a respiração um do outro. E por fim colamos nossos lábios em um selinho demorado e estalado.

  - a culpa não é sua, não dá para escolher quem vamos amar não é? - ela falou  Eu fiquei em silêncio por um minuto. Não sabia o que falar muito menos o que fazer.

  - Bem aqui estamos! Em baixo da sua cama tendo a conversa mais inquietante de todas. - Falei com humor 

 - aqui é meu Reino rapaz, tenha mais respeito - Nós rimos, isso fez o clima aliviar severamente mas não deixou de ser tenso  

Eu estava realmente confuso. Eu tinha certeza de que eu amava Ayato com todas as minhas forças mas agora que eu estou com Yui eu nao tenho mais certeza, ela me faz sentir bem e como se eu fosse a pessoa mais importante do mundo para ela e isso faz eu me sentir mal, afinal eu fiz ela se sentir mal. Eu tenho medo de estar fazendo essas coisas por ela somente por pena mas quando eu penso nela as vezes me dá um arrepio muito bom porém  nunca dei muita atenção, eu estava cego e agora estou desorientado. Eu não sei quem eu amo.    


Notas Finais


Foi curtinho mas eu vou compensar no Próximo capítulo
Eu vou fazer bem grande
Até mais ver
Kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...