História Damn Party, Best Night... - Imagine Jungkook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Imagine Jungkook, Jungkook, Kookie
Exibições 176
Palavras 484
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Festa, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É uma mistura de flash backs com tempo real, deixei o final aberto a imaginação fértil de vocês... leiam as notas finais

Capítulo 2 - Mini Bônus


Fanfic / Fanfiction Damn Party, Best Night... - Imagine Jungkook - Capítulo 2 - Mini Bônus

 

 

 

Me lembro como se tivesse sido ontem...

 

Ver ela sair daquele jeito me preocupou. Eu e (S/N) tínhamos ido juntos em uma festa da faculdade, mas eu tinha perdido ela de vista assim que a namorada do meu melhor amigo pôs os olhos em mim. Aquela menina era uma vadia. Estava preso em suas garras envolvido o suficiente para quase perder a sanidade e tomá-la para mim ali no meio da pista de dança, não conseguiria ir embora agora, não conseguiria ir atrás de (S/N) nem se eu lutasse pra isso. Precisava me aliviar, precisava esquecê-la, ela nunca me viu de outra forma além da amizade, e confesso que foi isso que me atraiu nela, enquanto todas se jogavam aos meus pés ela me tratava diferente. Me sentia bem, me sentia... normal. Lógico que meus planos não deram certo, apesar de eu saber o quão errado isso era, eu estava bêbado o suficiente para não me importar. Então ele veio, rápido e certeiro, um soco em minha boca. Senti o gosto metálico do sangue deslizar entre meus lábios e vi o corpo pequeno de Yoongi pronto para desferir outro golpe. Deixei ele me bater, eu merecia afinal estava aos amassos com sua namorada na frente de toda a faculdade... sai daquele inferno e lembrei que minha chave estava com (S/N) - Que já tinha ido embora - já que eu não tinha onde guarda-la. Fui até o apartamento dela, e uma grande surpresa ao ser aberta a porta: ela estava apenas de toalha. Uma verdadeira tentação. Tive que pensar em uma série de cenas desagradáveis para não ficar duro e agarrá-la ali mesmo, era evidente sua raiva mas ela sorriu. Discutimos e então ela fez o que eu jamais esperei, me beijou... meu coração quase parou quando percebi ser correspondido no amor que pensava ser unilateral. Fomos até seu quarto e tivemos a melhor transa de nossas vidas.

 

Agora estamos aqui, oito meses depois, curtindo uma viagem de final de ano.

 

- Amor, fecha o zíper pra mim?!  - Que vestido. (S/A) sabe ser sexy, sabe como me deixar louco.

- Temos mesmo que ir a esse jantar? Eu prefiro fazer outras coisas...

- E eu, prefiro te mostrar os motivos para sermos perfeitos um para o outro... - sorriu maliciosa deixando um leve suspense no ar.

 

Fomos até o restaurante onde iríamos jantar com nossos pais, e durante o tempo que passamos lá (S/N) fazia questão de me provocar passando suas mãos em minha coxa e em meu pau por baixo da mesa. Eu não sabia como iria aguentar toda essa tortura e provocação, logo depois de comermos inventei uma desculpa qualquer - não me importava se não acreditassem - e levei (S/N) para o carro. Dirigi com pressa até o hotel e assim que passamos pela porta do nosso quarto prensei (S/N) contra a parede.

 

Como se fosse a primeira vez baby.


Notas Finais


Vejam minha primeira long fic. Tá bem legal e cheia de ''detalhes''...

https://spiritfanfics.com/historia/obsessive-hunt-6624714



Kissus.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...