História Damned Blood - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo, Sussurro (Hush, Hush), The Vampire Diaries
Personagens Personagens Originais
Tags Mistério, Romance, Vampiro
Exibições 19
Palavras 1.118
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 19 - Capítulo 18


Os dois lobos começaram a brigar violentamente, e como eram exatamente iguais eu não conseguia distinguir Logan do irmão, muito menos dizer se ele estava ganhando ou perdendo. Mas naturalmente eu comecei a me desesperar porque com a força dos dois quebrando tudo, não ia demorar para que atacasse a mim e Diego, porém ele parecia fascinado com a luta, como se estivesse esperando por isso há muito tempo.
– Tira a gente daqui! - gritei, mas ele não pareceu me ouvir - Pelo amor de Deus, eles vão nos matar!

Foi então que minhas palavras pareceram surtir algum efeito nele que puxou minhas correntes, arrebentando-as e me pôs no ombro como um saco de batatas, me levando pra longe dali em segundos. Ao redor da cabana, eu pude ver, havia um campo desmatado onde os raios da lua iluminavam com força tudo o que tocavam. Diego largou-me no chão com violência e eu acabei batendo as costas em uma árvore. Gritei de dor e procurei por meu cachecol, mas o havia perdido em algum lugar. Diego olhava pra mim com malícia e agora ele estava com a faca em mãos, se aproximou lentamente e eu, imóvel pela dor, tinha a feição coberta pelo pavor, apenas tremendo e me encolhendo enquanto podia, como se aquilo fosse adiantar alguma coisa. Lágrimas brotaram de meus olhos.
– Não... Isso é bom. Vai ser rápido e indolor, eu prometo. Ocorreu tudo como planejado, doçura. Se Ian matasse você, apenas ele se livraria da maldição e eu continuaria sendo um híbrido infeliz. Mas como seu namorado veio protegê-la, eu fico com o prêmio só pra mim! - sorriu, e isso me causou mais calafrios e repugnância.
– Como... ? - não conseguia nem formular a frase, ainda tremendo e ofegando de dor.
– Como não virei um lobo como eles? - riu outra vez - Tem coisas que se pode controlar depois de séculos treinando. Seu namorado é fraco o suficiente pra não aprender isso. Mas chega de conversa, não é mesmo? - então aproximou a ponta da faca de mim novamente, eu sempre me encolhendo, porém, antes que ele atingisse meu peito, algo o acertou por trás e ele se arqueou, como se um raio o tivesse ferido. E pareceu mesmo isso. A lâmina da faca acabou ferindo meu braço. Gritei outra vez.

Porém minha maior surpresa foi ver que, meu salvador foi quem eu menos esperava.
– Mike? - ele veio até mim rapidamente e retirou a faca, fazendo-me apenas gemer dessa vez. Olhou para Diego e depois pra mim.
– Vamos, isso não vai segurá-lo por muito tempo. - me pôs nos braços, afastando-me novamente para longe do perigo.
– Não posso deixar Logan pra trás! - ele hesitou por um momento, pensando. Mas então bufou, cerrando os dentes.
– Tá. - nos escondeu atrás de algumas árvores e arbustos, bem distante de Diego - Onde ele está?
– Brigando com o irmão, na cabana.
– Ótimo, pelo menos um está distraído, agora só tenho que cuidar daquele ali. - apontou para o corpo caído ao longe que, atingido pelos raios da lua inconsciente, começou a se transformar, como os outros.
– Mas Mike, você não vai conseguir, ele é muito forte!
– Sua falta de fé em mim é um pouco ofensiva. - disse e depois de ver minha reação ele riu - Não se preocupe, eu sou um bruxo!
– O... Quê? - não deu tempo nem dele responder, pois Diego se levantara. Mike correu até ele e disse algumas palavras em uma língua que eu não conhecia, a consequência foi que Diego pareceu receber uma pontada na cabeça e golpes de direita e esquerda, meu irmão manteve a concentração, seu olhar firme e determinado. Só parou quando finalmente prendeu o lobo no que parecia ser uma caixa invisível.

Eu tentei andar por mim mesma, mas minha coluna ainda doía muito com o impacto e o meu braço sangrava descontrolado. Só me sobrou rastejar com um braço apenas, gemendo o mínimo possível para não assustar qualquer um que estivesse ali, além dos quatro que brigavam naquele momento. Fiquei imóvel por uns segundos quando não ouvi mais nada, nem de luta ou qualquer outra coisa, e isso me assustava ainda mais.
Mas aí um uivo de lobo ecoou por toda a floresta. Por um instante eu me aliviei, pensando que talvez fosse Diego, porém ao me erguer um pouco percebi que ele ainda se esforçava para se libertar de meu irmão. Então só poderia ser um dos gêmeos. Meu coração se apertou na dúvida pra saber qual era.
Uma silhueta se formou ao longe, alta e escura. Sabia que tinha alguém ali, mas quem seria? Me encolhi nos arbustos para que não me vissem.
Era Logan. Sorri. Mas poderia ser Ian também. Droga!
Ele se aproximou e... Estava nu?! Meu Deus, mas eu nem conseguia pensar em sua forma física na situação em que estava, porque se fosse o cara que eu amava eu estava salva, mas se não...
– Ammy? - ele me chamou. Não respondi - Ammy, eu... - ele não completou a frase, porque caiu, fraco no chão. Não consegui me conter e me arrastei até ele.
– Oi, eu to aqui. - solucei, ainda tremendo. Ele tocou meu rosto, me buscando, os olhos semi abertos. Era Logan - Você vai ficar bem!
– Não vou deixar que façam mal a você. - se forçou para dizer isso. Uma lágrima caiu involuntariamente. Mesmo fraco como estava, ainda assim, ele se preocupava comigo.
– Xiii. - o calei - Tá tudo bem, estou aqui! - acariciei seu rosto.

Ficamos nos encarando, desse jeito, até que escutamos outro rugido. Levei um susto tremendo e o pavor retornou, pois era Diego o autor deste.
Logan gemeu, se levantando e cambaleando no processo. Arregalei os olhos, ele estava se concentrando para se transformar novamente. Não era possível!
– Logan, não! - tentei avisar, mas foi inútil. Onde estava Mike?
– Vai dar tudo certo... - e olhou pra mim rapidamente - Eu amo você!

Ouvir aquilo só me fez ficar mais nervosa ainda, porém antes que eu pudesse ir até ele para fazê-lo parar, meu irmão surgiu por trás e me pegou pelos braços. Gritei pelo corte e ele parou, mas continuou me prendendo pelo outro.
– Me solta, eu tenho que ajudá-lo!
– Não, você vai morrer tentando, Ammy! - Mike me manteve escondida, mais uma vez, longe e eu comecei a chorar, aflita.
– Ele é quem vai morrer, Mike. Está fraco demais!
– É por um bem maior... - afagou meus cabelos. Senti algo em meu peito, um... Entorpecente que estava me deixando mais sonolenta a cada segundo que eu tentava resistir.
– O que fez... Comigo? - foi a última coisa que lembro dizer antes de fechar os olhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...