História Dançando entre a Ambição e o Amor. (Yoonmin) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 158
Palavras 1.310
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Namoro


Fanfic / Fanfiction Dançando entre a Ambição e o Amor. (Yoonmin) - Capítulo 21 - Namoro

Min Yoongi Pov 

- caralho, porra, cadê o desgraçado do Jimin? Ele está atrasado. - gritei furioso.

- calma cara, liga pra ele, é melhor do que ficar dando chilique que nem uma criancinha. - Hoseok segura a minha mão antes que eu jogue meu celular na parede de novo.

Disquei o numero de Jimin, depois de duas chamadas perdidas ele atendeu.

- AONDE VOCÊ TÁ CARALHO? - gritei e Hoseok se assustou.

seu namorado está aqui comigo. Sentiu saudades de ouvir minha voz Yoongi? - estremeci ouvindo a voz de Jay Park do outro lado da linha.

- se você machuca-lo eu juro que eu mato você, eu mandei você não envolve-lo nisso.

eu que dou as regras, se quiser ver mesmo o seu lindo Park Jimin, me encontre nos galpões velhos, eu quero muita grana, eu preciso fugir do país já que os tiras estão atrás de mim, por sua culpa, você traiu a minha amizade.

- estou indo, mas por favor não o machuque.

você tem uma hora. - ele desliga o celular.

- quem era? O que houve?

- cuida da boate, eu vou atrás do Jimin, o Jay Park sequestrou ele.

- não quer que eu vá?

- eu sei me cuidar, mas valeu por se preocupar. - falei pegando minhas armas e entrei no meu carro.

Park Jimin Pov 

Acordei gemendo de dor, minha cabeça latejava pra caramba, gemi de dor vendo que eu estava amarrado em um cadeira, olhei em volta e vi que estava em um galpão velho, eu tentei gritar por socorro mas minha boca estava com um pano.

- a bela adormecida acordou. - uma voz grossa surgiu atrás de mim, um cara alto, cabelos negros, piercings, tatuagens, ele era lindo, meu Deus que sequestrador mais gato, se controla Jimin.

Ele tirou o pano da minha boca.

- quem é você? Me deixa ir embora.

- eu sou o Jay Park. - ele tira uma arma e aponta bem no meu rosto. - e sou eu que dou as ordens aqui docinho, então é melhor ficar quietinho se não quiser tomar um tiro.

- o que quer comigo? Minha familia é pobre não tem dinheiro nem pra resgate. - resmungo e ele riu.

- não é na sua familia que eu to interessado, é em Min Yoongi, eu quero me vingar desse imbecil traidor. 

- ele não vai vir, ele não se importa comigo, eu sou só um brinquedinho dele. - abaixei a cabeça suspirando.

- assim como eu também fui. - ele sussurra.

- vem cá, se eu morrer eu quero pelo menos morrer bonito, não tem como você dar uma penteada no meu cabelo? Ele está desarrumado.

- cara você é muito irritante. - ele coloca o pano de volta na minha boca e o olhei com raiva. ele começou a me analisar. - você é um garoto muito bonito, isso eu não posso negar. - ele passou a arma fria de leve em meu rosto e minha pele se arrepiou. - olha isso, sua pele é lisinha, não tem espinhas, nem cravos, sua mãe e seu pai mereciam um prêmio por terem feito um filho tão lindo como você. - ele aproxima o seu rosto do meu, ele estava mesmo flertando comigo?

- o-obrigado. - falei com a voz abafada por causa do pano.

- não me agradeça, a diversão apenas começou. - ele tirou sua camisa mostrando o seu abs definido com várias tatuagens, arregalei os olhos, eu não quero transar com esse cara, ele é lindo e gostoso, mas eu ainda sou virgem, isso seria estupro.

Ele tirou o pano de novo da minha boca e me beijou, senti sua lingua entrando em minha boca, fiquei sem reação, mordi ela com força e ele gritou de dor.

- NÃO TOQUE EM MIM, EU NÃO GOSTO QUE TOQUEM EM MIM SEM A MINHA PERMISSÃO. - gritei furioso e recebi um soco em cheio no rosto. gritei de dor.

- eu ia até pegar leve com você. - ele coloca suas mãos em meu pescoço. - mas agora eu vou te foder até a morte. - ele sussurra rasgando a minha camiseta.

- sai de perto dele agora. - sorri aliviado escutando a voz rouca de Yoongi, ele venho mesmo, Yoongi veio me salvar.

- poxa Yoongi vai atrapalhar a minha diversão com o Jimin?

- ele é só meu, e se tem uma coisa que eu odeio é quando alguém coloca a mão nas pessoas que eu amo. Eu trouxe a sua grana, agora vaza de perto do Jimin. 

- a grana é o de menos, eu quero te matar por você ter me traido, passei anos na cadeia por culpa sua.

- negócios são negócios Jay Park, eu só fui mais inteligente e cai fora, nem fodendo eu ia ora cadeia, o que o meu pai pensaria de mim? Não quero decepciona-lo.

- tanto faz, você vai morar junto com ele no inferno. - os dois começaram a sair nos socos, eu tentava me soltar da corda que me amarrava, eu sabia que deveria pegar mais pesado na dieta.

Consegui soltar uma mão.

- já chega Jay Park, não quero ter que te matar. - Yoongi aponta uma arma pra Jay Park.

- isso não acaba aqui Min Yoongi. - Jay Park grita pegando a maleta de dinheiro e fugiu. Yoongi venho até a mim e me desamarrou, o abracei chorando.

- você veio mesmo. Pensei que iria me deixar morrer. - sussurrei o beijando.

- jamais. Vamos embora. - ele me ajudou a me levantar e fomos embora.

Kim Taehyung Pov 

Vi se estava tudo organizado, eu decorei toda a minha casa pro meu jantar com Jungkook, eu decidi seguir o conselho de Jimin e tentar subir de nivel no meu relacionamento com Jungkook.

Penteei meus cabelos e a campainha tocou, abri a porta sorrindo, Jungkook havia chegado.

- você está lindo. - Jungkook me dá um selinho e entra dentro de casa.

- que-quer jant..está com fome? - pergunto coçando a nuca envergonhado.

- eu to com fome, muito obrigado por me convidar pra jantar com você, meu pai está no trabalho então não curto muito jantar sozinho. - ele guarda seu Skate em algum canto e fomos até a cozinha.

- senta aqui. - puxei a cadeira pra ele e ele se sentou.

- o que é de comida? - ele sorri parecendo uma criancinha, eu estava me derretendo completo por esse garoto.

- eu quis fazer algo diferente, eu quis fazer comida de outro país então eu fiz macarrão com frango, espero que você goste.

- se foi você que fez então eu vou gostar. - coloquei a comida no prato e me sentei em sua frente.

- quer vinho? - ele assenti e coloquei vinho em nossos copos. 

- não vai comer? - ele pergunta vendo que eu estava observando ele comer.

- ah,claro. - jantamos e batemos muito papo. terminamos e Jungkook se ofereceu pra lavar a louça, ele era uma gracinha mesmo.

Fomos até sofá e botei um filme pra vermos, Jungkook assistia o filme todo entretido, eu ficava apenas vendo ele, o jeito que ele ria das cenas engraçadas que o filme exibia, eu estava surtando por dentro.

Senti que eu precisava de um impulso, tomei coragem e pausei o filme.

- Ju-Jungkook, sei que nós prometemos um pro outro que iriamos com calma, mas eu não aguento mais, eu preciso que você seja meu oficialmente, você tem sido tão amável comigo nesses últimos tempos, e sinto que quero que eu você seja pra sempre, não pense que eu só estou com você pra esquecer Hoseok, isso seria uma mancada com um garoto como você, eu quero estar com você porque realmente te amo muito, você aceita ser o meu namorado? - suor frio escorria em minha testa, eu estava me controlando pra não beija-lo.

- pensei que era eu que teria que pedir, eu aceito. - ele me puxa pra um beijo e aquilo foi o melhor beijo de todos, estar com Jungkook era algo de outro mundo. 

Sinto que finalmente eu vou ser valorizado.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...