História Dance //Imagine Jimin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Imagine, Jimin, Park Jimin
Visualizações 230
Palavras 1.209
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


S/N= seu nome
S/C= seu cabelo (morena, loira, etc...)

Capítulo 1 - Move your ass to me


Fanfic / Fanfiction Dance //Imagine Jimin - Capítulo 1 - Move your ass to me

Jimin sorriu, deixando seus olhos como duas risquinhas, quando (S/N) tropeçou e caiu, começando a gargalhar. A sala da escola de dança estava vazia, e o som das risadas dos dois ecoavam pelo prédio. 

Estava a noite e a lua estava alta. Os dois ficaram até mais tarde para terminar de ensaiar sua apresentação, mas no final estavam lá, mais rindo do que trabalhando.

- Oppa, para de ser bobo. -(S/N) mandou, sorrindo para o de cabelo rosa. Jimin cruzou os braços e tentou manter um olhar sério, mas ver o sorriso da amada fazia com que ele se sentisse o homem mais feliz do mundo.

- Você que não sabe dançar. -provocou, encarando-a com os olhos quase fechados. (S/N) bufou, levantando do chão e andando até ficar de frente para o mais velho. 

- Você dúvida? -perguntou, aproximando o rosto do de Jimin, fazendo as respirações dos dois se misturarem. -Quer que eu te mostre que sei, Oppa? -perguntou, mantendo um tom inocente na voz que fez Jimin se arrepiar e manter os lábios semi abertos.

Jimin somente assentiu, ainda perdido no olhar da mais nova.

(S/N) riu, segurando a pequena mão dele e puxando-o para o centro da sala. Pegou o controle do som que estava jogado no chão e ligou a música, mudando para a que queria, logo sorrindo maliciosa, algo que Jimin raramente via no rosto inocente da menor. 

Uma música lenta começou e Jimin demorou para perceber que Crazy In Love tocava, aquela que viu no filme Cinquenta Tons de Cinza, que a menor obrigou-o a assistir com ela.

A (S/C) sorriu, parando em sua frente e virando-se, encostando suas costas no peito do mais velho.

Jimin estava perdido, ainda confuso com o que estava acontecendo, mas logo segurou a cintura da menor, sentindo o corpo dela totalmente colado ao seu. 

A garota mexia o quadril lentamente ao ritmo da música, fazendo Jimin respirar pesadamente, segurando a cintura dela com mais força e sentindo sua calça ficando mais apertada. 

(S/N) sorriu, mordendo o lábio inferior, levantando os braços e colocando-os ao redor do pescoço do maior. Continuou a rebolar no quadril do jovem, sentindo o membro dele duro contra sua bunda. Apoiou a cabeça no ombro dele e soltou um leve gemido, fazendo-o apertar ainda mais sua cintura. 

A música soava ao fundo, deixando-os mais embreagados com aquelas sensações. (S/N) abaixou as mãos, passando-as pelos braços de Jimin, sentindo cada músculo que ela agradecia por lhe dar aquela força que a fazia ir ao céu e ao inferno no mesmo momento. 

Colocou as mãos na cintura de Jimin, mexendo o quadril contra o dele com mais força, fazendo-o gemer rouco e segurar a cintura dela com as duas mãos, andando com ela até encosta-la de frente com o espelho, colocando o rosto na curva do pescoço exposta da jovem.

- Ok... -murmurou, mexendo ele mesmo o quadril e sentindo seu membro entre as nádegas cobertas pelo short da menor. -Você dança muito. -sussurrou no ouvido dela.

(S/N) sorriu, encostando o rosto no espelho gelado. Levou as mãos para o short e o abaixou, levantando os pés e jogando-o em algum lugar. Levantou sua camisa e jogou-se também, encarando Jimin pelo reflexo do espelho, que olhava o corpo da namorada como se pudesse come-la com os olhos.

- Vou ser carinhoso hoje... Amanhã você tem que conseguir andar. -sussurrou, fazendo-a rir. Jimin abaixou a própria calça e tirou sua blusa, passou o dedo pelo elástico da cueca e puxou-o e soltou produzindo um estralo que ecoou pela sala. (S/N) mordeu o lábio inferior quando ele fez o mesmo em sua calcinha, apoiando a testa no espelho e se esticando para sentir o membro de Jimin encostado em si. 

Jimin puxou sua cueca para baixo, revelando seu membro que bateu na bunda de (S/N), o que a fez sorrir e fechar os olhos.

Ele segurou o próprio membro e masturbou-se lentamente, sentindo um prazer que o fez fechar os olhos. Esticou a mão livre e puxou a calcinha dela para baixo, segurando a cintura dela e fazendo-a empinar a bunda o máximo para que ele alcançasse sua vagina completamente molhada. 

Jimin encostou suas intimidades, e (S/N) deixou um gemido longo escapar, sentia a necessidade dele dentro de si, queria que ele metesse o mais fundo e rápido que conseguisse.

Ele passou a glande de seu membro pela entrada dela, fazendo-a tremer levemente. Ele riu anasalado, entrando de uma vez só. (S/N) gemeu mais alto, tentando se segurar no espelho e encarando o reflexo do membro de Jimin entrando e saindo de sua vagina. Jimin segurou sua cintura com as duas mãos e deixou um beijo no ombro dela, logo estocando com mais força, como gostava de fazer.

A música já tinha acabado a um tempo e eles nem perceberam.

(S/N) tentava empinar o quadril mais para cima, tentando senti-lo mais profundamente, o que funcionou, ele atingiu seu ponto mais sensível fazendo-a quase gritar de prazer. 

Jimin não parou de meter em nenhum segundo.

Levou as mãos para o fecho do sutiã vermelho dela, tirando aquela peça que tinha sobrado, voltou o olhar para o espelho e sorriu ao ver os seios da mais novo mexendo conforme ele estocava com mais força. 

Segurou-os e começou a beijar o pescoço de (S/N), sentindo ela apertar as paredes de sua vagina em seu pênis, o que fez ele gemer e sentir seu orgasmo vindo. Ela sorria maliciosa e continuava apertando, rebolando em seu pênis enquanto gemia sem pudor. 

Jimin jogou a cabeça para trás e sentiu-se esvaziar dentro da garota, suas pernas estavam meio bambas e ela ainda mexia o quadril, em busca do que não tinha alcançado ainda. 

- Quer que eu te chupe, baby? -perguntou rente ao ouvido dela, fazendo-a assentir rapidamente, ainda ofegante e com a testa apoiada no espelho, o que a deixava ainda mais excitada, por conseguir ver Jimin abaixando-se e segurando suas pernas, logo colocando o rosto rente a sua vagina ainda molhada e sedenta por mais prazer. 

Quando sentiu os lábios dele em sua intimidade sentiu como se estivesse no céu.

A língua de Jimin vez ou outra invadia sua vagina, ela gemia mais alto, ele sorria e continuava com as carícias. 

Afastou o rosto e esfregou aquele "botão" que a fazia gemer como nunca, esfregou-o rapidamente, ouvindo a respiração ofegante dela. Com a outra mão, penetrou dois dedos, vendo-a quase cair de tão bambas que suas pernas estavam.

Continuou mexendo os dedos, e agora, chupando o clitóris da (S/C), percebendo que cada vez mais ela estava mais próxima do orgasmo.

Retirou os dedos e voltou a boca a entrada da mais nova, penetrando sua língua.

-  Oppa... Aí... Meu Deus... Não para... Isso... -a menor gemia, as vezes até coisas sem nenhum sentido, ainda encarando Jimin entre suas pernas pelo espelho, vendo a boca dele contra sua vagina que ficava mais molhada ao assistir e participar da cena.

Jimin só pode sorrir quando sentiu o líquido entrar em sua boca e ouvir o grito de prazer dela.

Engoliu tudo e sorriu, lambendo os lábios e dando alguns tapinhas no clitóris inchado da garota, o que fez ela soltar alguns risos em meio a fracos gemidos.

Sentou-se no chão e ajudou-a a se sentar em seu colo, ofegante e totalmente cansada. Abraçou-a, sorrindo, sentindo ainda a sensação de recém prazer em seu corpo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...