História Danger - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, V
Tags Bts, Jikook, Threesome, V+jimin+jungkook, Vjiook, Vkook
Exibições 188
Palavras 1.043
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


gent,me perdoem pela demora
e sim,esse foi curto pq tá td corrido...;u;
me desculpem

espero q gostem!

Capítulo 3 - Smell


T-tae? — indaguei confuso.

— Jungkook. — disse num tom de desejo. — Jungkook,eu quero te dar a minha virgindade. — ele disse sentado em meu colo.

— O-o que disse? — eu simplesmente não acredito no que acabei de ouvir.

— Isso mesmo que ouviu,Kookie. — sorriu maliciosamente — Eu quero te dar a minha virgindade.  Você não quer? — perguntou provocante.

— T-tae,p-por que isso tão repentino? — pergunto e desvio o olhar.

— Oh,Jungkook,isso não é óbvio? — perguntou num murmúrio,rebolando em cima de meu membro,tirando de mim gemidos abafados.

— T-tae,pare com isso! —gaguejei sentindo a pressão que a bunda de Tae fazia sobre meu pênis.

— Jungkook! Cadê você? — a voz de Jimin surgira de lá de baixo.

Tae deu um longo suspiro e saiu de cima de mim,logo se dirigindo para fora do quarto,porém,antes de sair,não hesitara em me lançar um sorriso malicioso. Eu corei no mesmo instante.

— Kookie? — Jimin indagou assim que entrou no quarto e me viu sentado na cama.  — Kookie,você viu a minha apostila? — perguntou olhando pelo quarto de Taehyung. 

— Não. — respondo simples e direto,encarando o chão.

— Ei,Kookie! — ele exclamou vindo em minha direção e pulando em meu colo,me dando um abraço apertado. 

— Hyung,pare com isso! — digo rindo.

— Ahh,Kookie,você é tão fofo! — disse apertando as minhas bochechas.

— Porra,Jimin,isso dói! — me irritei pegando em seus pulsos.

— É mesmo,Kookie? — sussurrou provocante e me puxou para um beijo.

— Vocês viram o meu — Tae pausou. — Sério isso? Já cedo? — exclamou nos olhando.

— Falando o cara que queria me dar a sua — interrompi a mim mesmo,quase prestes a falar sobre o acontecido.

— Dar o que,Kookie? — Jimin indagou curioso.

— D-dar a mochila dele! — arrumo uma desculpa qualquer.  — Você acha! Querendo me dar a mochila! — incremento a mentira,dando um sorriso.

— Ah,sim. — Jimin disse parecendo ter acreditado e eu dei um leve suspiro. — Bem,eu vou indo! — disse saindo do meu colo e foi em direção à porta,lançando um olhar estranho para Tae. — Você também não vai hoje,Kookie? — perguntou virando-se para me olhar.

— A-ah,estou com um pouco de dor de cabeça,acho que vou ficar por aqui. — digo sorrindo.

— Hum,tá bom. — murmurou e saiu.

Antes de Taehyung sair pela porta junto de Jimin,ele me lançou um olhar de cúmplice e piscou para mim. 

Eu simplesmente não sei mais o que fazer. A cada dia eu me sinto mais estranho perto deles,é como se eu estivesse cedendo para esse amor que está florescendo dentro de mim. Ou ele já está florescido..?

Pelo menos consegui arrumar uma desculpa. Eu mal sei o que aconteceria se eu dissesse aquilo para o Jimin. E sinceramente,eu não sei o que deu em mim. Acho que acabei por cavar a minha própria cova ficando aqui em casa sozinho com o Tae.

Me deitei em sua cama e me enfiei abaixo de seus cobertores. Não pude evitar de sentir seu cheiro presente em seu travesseiro. O cheiro do Tae é tão bom.

*****

— Ei,Jungkook! — ouço alguém me chamar e ao mesmo tempo,sinto uma mão apoiada em meu ombro. 

— Hum? — murmuro sonolento.

— Jungkook,acorde! — a persistência do garoto me fez abrir os olhos lentamente.

— Ah,hyung. O que foi? — perguntei meio grogue.

— Porra,Jungkook,você dormiu quase a manhã inteira! — Tae disse se sentando ao meu lado.

— E daí? — indaguei bocejando.

— E daí que você é realmente um folgado. — o mais velho disse bagunçando meu cabelo.

— Aff,Tae! — exclamo tentando fazer uma cara de bravo,mas falho como sempre.

— Sabe do que eu mais gosto em você? — perguntou e vi que sua face estava demais de próxima da minha.

— O-o que? — murmuro nervoso.

— Fisicamente,sua pele. Onde quero deixar milhares de marcas,as quais ficaram expostas por dias. — soltou um sorriso e prosseguiu: — Psicologicamente,seu jeito gentil. Sabe,Jungkook,você foi a minha,quer dizer — corrigiu-se —, a nossa salvação. Minha e de Jimin. 

— T-tae,do que está falando? — indaguei confuso.

— Ter um pai bêbado e que te bate e abusa de você é a pior coisa,mas quando conheci você,eu não me importava mais. Você me fez feliz mesmo eu estar sofrendo tanto com aquilo. Quando descobriu,me abrigou em sua casa. — disse esfregando as costas da mão em seus olhos. — E o Jimin..tinha uma mãe drogada que mal comprava as coisas para sustentá-lo. Você o salvou também,Jungkook. E por causa disso que fez há alguns anos,estamos tentando retribuir cuidando de você,assim como fez conosco. — sorriu de canto. — Eu perdi minha mãe para o câncer há 5 anos e pode não parecer,mas ela ainda me faz falta. Jimin perdeu seu querido pai em um maldito acidente. — agora,lágrimas despencavam livremente pelas maçãs de seu rosto. — Você sempre teve seus dois pais,mas nunca teve a atenção de ambos. Isso dói mais que perdê-los,não é mesmo,Jungkook? — me encarou profundamente e eu senti um enorme aperto em meu coração.

— Tae.. — murmurei abraçando o garoto. — Eu não ligo pra eles,Tae. Eu só quero vocês dois.

*****

— O que acha de assistirmos algum filme hoje? — sugeri enquanto jantava junto de Jimin e Taehyung. 

— Hum,do que? — Jimin indagou de boca cheia.

— Terror. — Taehyung disse com um sorriso no rosto,sabendo que eu simplesmente odeio filmes desse gênero.

— Ah,nem vem! Você sabe que odeio Terror! — protesto encarando-o.

— Ah,que isso Kookie! Para de ser medroso! — Jimin disse sorrindo. — Aliás,foi você quem sugeriu e nós escolhemos esse gênero. — deu uma piscadinha para mim,me fazendo ranger os dentes.

— ARGGH,POR QUE EU SUGERI? — exclamei para mim mesmo,colocando as mãos na cabeça.

— Haha,vamos assistir depois de tomarmos banho,certo? — Jimin disse passando a mão em minha cabeça.

— Falando em banho.. — Tae disse pensativo. — O que acha de tomarmos juntos? — indagou sorridente.

— Uma ótima ideia,Tae Tae! — Jimin assentiu.

— HA,podem ir vocês dois,eu tenho outra coisa para fazer! — digo me levantando e colocando o prato na pia.

Estava prestes a me retirar da cozinha para sair fora desse banho coletivo - o qual certamente acabaria em apenas uma coisa: sexo - ,quando os dois seguraram meus braços.

— Oh Kookie,nem pense em fugir,é um simples banho. — Jimin disse sorrindo maliciosamente para Taehyung.

Isso sempre acontece. Não importa o quanto eu tente,acabo sempre cedendo. Aliás,eu realmente os amo. E eu não consigo entender a mim mesmo. Como isso é possível? Amar duas pessoas ao mesmo tempo..isso realmente me deixa confuso. Por que me apaixonar por eles? Sinto meu coração se apertar apenas de pensar que um dia eu terei de escolher entre eles. Isso é impossível para mim. Não dá para escolher apenas um. Eu amo os dois. Eu quero os dois.


Notas Finais


oh,banho together e.e

até o próximo <33

e perdão se eu demorar pra postar... :c


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...