História Danger. (Imagine Kim Namjoon) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bts, Danger, Imagine, Kim Namjoon, Namjoon, Rap Monster, Romance
Visualizações 85
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá minhas cheirosas 🌈❤
Amei os comentários do último capítulo, muito obrigada pelo incentivo ❤❤

Capítulo 5 - O que está tramando?


Fanfic / Fanfiction Danger. (Imagine Kim Namjoon) - Capítulo 5 - O que está tramando?

— eu? – olho confusa para o garoto em minha frente. 

— sim, você S/N. – bagunça meu cabelo. 

— mas por que? – tento formular uma teoria em minha mente para esse pedido tão repentino. 

Ho me acerta com seu cotovelo, antes que eu pudesse reclamar sinto um beliscão em meu braço, mas dessa vez foi o Taehyung. 

— porque eu quero sair com você, ué. Te acho linda, legal e fiquei com vontade de te conhecer melhor, e então? – ele cruza os braços e sorrir sem mostrar os dentes. 

— ok então. – respondo quase inaudível. 

— ótimo, em frente ao metrô às 9h da manhã no sábado, sem falta, ok? – acariciou meu rosto, deu alguns passos para trás enquanto acenava. 

— o que foi isso? – Jimin nos olhou confuso. — Jeon Jungkook é o cara mais desejado desse colégio e ele te chama pra sair? 

— acredite, nem eu tô entendendo. – permaneci olhando o Jungkook que já estava prestes a sumir pelo vasto corredor. — eu acho que tô sonhando. 

— passa lá em casa, eu irei arrumar você. Esse encontro vai ser o melhor da sua vida. – Ho deu algumas batidinhas em meu ombro. 

Nos direcionamos para a sala, e eu só conseguia pensar que eu iria sair com o Jeon, isso é novidade demais para minha cabeça. 

Mas ao chegar na sala, deparo-me com Namjoon cabisbaixo sobre sua mesa, logo uma preocupação tomou conta de minha cabeça, será que ele está sentindo dores? 

— Nam? – acariciei vagarosamente sua costa. 

— oi S/N.. – respondeu-me sem me olhar. 

— está se sentindo bem? – me agacho ao seu lado. — Parece abatido. Eu disse para você não vir hoje Nam.. 

— Não se preocupe. – sorriu sem graça. — Eu estou bem. – encarou-me com um sorriso encantador em seus lábios. Me dei por vencida e sentei em meu lugar. 

Namjoon On~

S/N ainda demonstrava aquela preocupação que me fazia sentir um bobo por ter alguém que realmente se importa comigo, mas eu não devo me deixar levar, Suga abriu meus olhos ontem, eu não posso me apaixonar por ela, não posso criar afeição por ela, eu já devia ter terminado esse serviço a muito tempo. 

Respiro fundo assim que vejo o professor entrar, estou farto desse disfarce, regredir ao ensino médio é a minha morte, odeio esse lugar. 

— mas S/N se o Jungkook te chamou pra um encontro, isso significa que vocês vão namorar? – ouço a voz de Taehyung e eu me viro rapidamente, pois a conversa me interessa e de certa forma me deixou preocupado. 

— eu não sei, acho que vamos só sair como amigos, Jeon nunca demonstrou interesse em mim, isso foi bem repentino e não acredito que ele seja afim de mim. Não ele, ele é bonito demais para mim. – S/N responde enquanto procura uma caneta em sua mochila. 

Deixa eu digerir essa informação, Jeon Jungkook chamou ela para sair? Ele só pode está tramando algo. 

— você vai sair com o Jungkook? – pergunto para ela que parecia hesitar em me responder. 

— Ei Namjoon, ele a chamou pra sair, acredita? Ela aceitou, eles vão sair no sábado de manhã. Acha que dessa vez a S/N desencalha? – Jimin arranca risadas dos outros ao nosso redor. 

Rio sem vontade, viro-me novamente para frente, Jeon Jungkook está tramando algo, está, eu sei disso. Mas porque estou tão incomodado? Seria tão mais fácil deixá-lo acabar com o serviço, já que ele é sócio do Marco, o cara que pagou pelo serviço. Mas é ela, com esse maldito sorriso, com esse madilto jeito, com esse maldito cheiro, eu estou quase me entregando a esse negócio louco que estou sentindo. 

— Não, eu preciso de ar. – falo para mim e saio da sala sem deixar explicações. 

Ando pelos corredores sem rumo, eu sou um filho da puta, um bunda mole do caralho. Soco os armários afim de descontar minha raiva, eu preciso de novos serviços, preciso ver sangue, preciso matar alguém, eu não vou me render a essa garota, sendo que eu posso ter qualquer uma na hora que eu desejar. 

Mas nenhuma é igual a ela, ainda não conheci um sorriso mais lindo que aquele, o que está acontecendo comigo? Minha cabeça dói com isso. 

— E aí Rap Monster. – Jungkook apareceu em minha frente com um sorriso debochado. 

— quem é vivo sempre aparece. – ajeito-me diante a ele, olho com desdém para o mesmo. 

— já soube que vou sair com a garotinha lá? – Jeon sorrir, me provocando. 

— é eu soube. – cerro os punhos, o modo como ele se dirigiu a ela me deu nos nervos. — o que está planejando? 

— eu lhe devo satisfações por acaso? – andou de um lado para o outro, com as mãos no bolso. 

— Não mas quando se diz respeito a meus negócios, sim. – agarro o colarinho de sua camisa. — me diz o que você pretende fazer com a S/N? 

Jeon solta uma gargalhada, retira minhas mãos de sua camisa e me encara vitorioso, eu desejo muito arrebentar a cara desse idiota. 

— Namjoon, faça favor né? Não tô nem aí se ela é teu negócio. Eu vou me aproveitar da situação, as coisas não estão indo muito bem comigo e Marco, eu poderia fazer negócio com o pai dela, e você não vai matá-la que eu sei, está tão caidinho por ela e nem percebe.

Encaro o seu rosto que sustenta uma expressão convicta, eu não estou nem um pouco caidinho por ela, nem um pouco. 

— o que faz aqui nesse colégio? – indago de forma ríspida. 

— eu estudo aqui, ainda não percebeu? Eu nem sabia quem era essa garota até semana passada, mas parece que eu dou muita sorte nessa vida, ela é uma gostosa, o pai comanda um negócio do bom, e eu estou carente, confesso que quero muito fode-la. – Jungkook fecha os olhos e suspira, parecia perdido em imaginações e eu já até sei com quem ele está tendo esses pensamentos pervertidos, respiro fundo temtando controlar a raiva. 

— você não vai sair com ela. – olho para ele. — S/N é minha e eu não vou deixar que suje ela. 

Jungkook bate palmas enquanto debocha de meu comentário, o mesmo dá leve batidinhas em meu ombro. 

— Desculpe Namjoon mas você não vai atrapalhar os meu negócios – piscou para mim e saiu sorrindo. 

Jeon Jungkook não sabe o que lhe aguarda, S/N não vai sair com você nem por cima do meu cadáver.



Notas Finais


Sorry o capítulo bosta, prometo fazer melhor da próxima ❤
Obrigada por todo o apoio, amo vocês ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...