História Danger Love - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Yaoi
Exibições 209
Palavras 973
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oee galeroooo ❤
Cap novooooo ^^

Capítulo 10 - Obstáculo.


Fanfic / Fanfiction Danger Love - Capítulo 10 - Obstáculo.

Continuamos nosso caminho em silêncio, quando começou a chover, do nada. Então eu e Yoongi corremos para casa. Quando chegamos, a surpresa.

-Cade a chave?-Yoongi disse me encarando.

-Acho que tranquei do lado de dentro...-parabéns pra mim, sou muito inteligente!

-Ótimo.- disse Yoongi ironicamente, sentando na calçada.

-Yoongi, só a minha casa tá trancada, a sua não.

-Quero ficar aqui por enquanto.

Me sentei ao lado dele, observando as gotas da chuva bruscamente se chocarem com o chão. Estávamos completamente molhados, principalmente Yoongi. Ele ficou tão lindo daquele jeito, seus cabelos verdes molhados na frente dos olhos. Tão fofo! O silêncio dominou o ambiente, era apenas nossa respiração e a chuva, quando Yoongi quebrou.

-Myung-Hee.

-Quem é Myung-Hee?

-Aquela menina que você viu. A loira.

-Ela é sua Ex?

-Sim.

O silêncio voltou novamente. Eu me joguei pra trás, deitando na calçada, e observava Yoongi. Mesmo com várias gotas no rosto dele, consegui ver uma lágrima escorrendo, e lembrei do dia em que ele bateu em J-Hope. Ele chorou por mim.

-Para de chorar Min.-eu disse rindo soprado e ele me encarou com expressão surpresa.

-Eu não tava chorando, Mariana.

-Yoongi, essa não é a primeira vez que te vejo chorando. Você chorou no dia que eu beijei o Hoseok. Porque?- ele se jogou pra trás deitando ao meu lado, e me olhou no fundo dos olhos.

-Eu não sei o que você fez comigo. Nessas última semana, eu não me sinto o mesmo.- ele disse passando a mão no meu rosto.

-Y-Yoongi...

-Não me chame de Yoongi, me chame de Suga.- disse ele beijando minha testa e levantando.

Então levantei e fui para a casa dele. Minha mãe mandou mensagem dizendo que dormiria na casa de um amigo. Finalmente minha mãe arranjou um peguete, depois de 9 anos! O divorcio foi á 5 meses, mas o sumiço do meu pai, foi a 9 anos. Como minhas roupas ficaram na minha casa, vesti uma blusa e Yoongi. Novamente dormi com ele. Sei lá, acho que amo esse garoto.

                        Yoongi P.O.V

Aquilo não fazia parte do plano. Sai com ela para um parque que tinha ali, foi legal, admito! E ela estava linda. O parque fechou e fomos embora. No caminho, passei em frente ao lugar onde conheci Myung-Hee. Puxei Mariana e deitamos ao lado do lago, na grama. A noite estava linda, e as estrelas eram muitas, não ligava pra isso, mas eu vi Mariana sorrindo, então também sorri. Lembrei de quando vi Myung, sentada no banco, concentrada em seu livro. Me apaixonei de imediato. Nem sabia que ela me causaria tanto sofrimento. Nós dois morávamos em Daegu, minha cidade natal. Mas depois que ela me traiu, não pensava em outra coisa sem ser ir embora daquele estado. Ver o rosto dela, só me daria mais raiva e ódio. Aproveitei que meus amigos moravam aqui,  e vim pra cá. Morei na casa de cada um deles , por algumas semanas, ou meses, depois trocava. E foi assim durante 2 anos, até que consegui essa casa. Mariana me perguntou porque eu larguei Myung, não respondi, pois isso faria doer tudo aqui dentro. Quando estávamos chegando quase em casa, vi uma moça sentada na calçada, do outro lado da rua. Quanto mais eu me aproximava, mais parecia Myung. Até que parei de andar. Era ela, a que havia destruido o resto da minha vida. Eu tinha confiado nela. Eu á amava. Lembrei de quando abri a porta do quarto, e ela estava beijando uma garoto, praticamente nua. Apenas deixei uma lágrima escorrer pelo meu rosto naquele momento. Myung me avistou e começou a me olhar com um ar sarcástico. Mariana voltou em minha direção.

-Y-Yoongi? Tá tudo bem? - percebi que ela estava com medo.

-...Mariana...- eu sabia exatamente o que ia fazer.

-O que?

- Me beija.- eu faria exatamente o que ela fez comigo. Eu realmente queria que ela sentisse o que eu senti.

- O Que? Mas porq...-antes que ela terminasse, eu a beijei de um jeito diferente. Foi com todo meu desejo. Separamos por falta de ar. Nos encaramos, e vi que as duas não estavam e tendendo nada, principalmente Mariana. Myung me fuzilou com os olhos e logo voltou a olhar o celular. Me senti vitorioso. Logo eu e Mariana voltamos para casa, e começou a chover, e então corremos para casa, e adivinha? A genia trancou a chave dentro de casa. Então sentei na calçada, no meio da chuva. Gostava de sentir as gotas caírem no meu rosto. Mariana sentou ao meu lado, e então falei de Myung-Hee para ela. Depois de um tempo, ela deitou na calçada, e começou a me observar, e viu uma lágrimas escorrer pelo meu rosto. Raramente eu chorava, e quando acontecia isso, ninguém me consolava, meus amigos até tentavam, mas eu ficava com raiva. Mariana comentou que também me viu chorando no dia que ela beijou o J-Hope. Achei que tava na hora de falar o que sentia por ela. Eu falei. Mas realmente não podia falar tudo. Nem ligava mais para aquela merda daquele dinheiro, mas eu precisava, então não falei tudo. Entramos e ela tomou banho e vestiu uma blusa minha, que a deixou muito fofa. Era quase duas da manhã, e estávamos acordados. Eu tava com muito sono, e ela bem normal.

-Eu quero dormir.

-Ué. Dormi!!!!

-Você não deixa.- disse fazendo cara de manhoso.

-Tá,  pode dormi!- disse ela desligando o jogo.

- Obrigado Mariana.- ela se aproximou e deitou do meu lado.

-Não me chame de Mariana, me chame de Little Fera.- ela disse me dando um selinho.

Porque ela faz aquilo? Sempre foi eu que dei o beijo. Ela era tão fofa, linda, frágil... Não queria feri-lá. Mas eu realmente preciso do dinheiro. Mas eu quero ela.




Realmente. Eu amo ela. E isso é um obstáculo.


Notas Finais


Fuiiii ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...