História Danger Love - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Yaoi
Exibições 48
Palavras 821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi genteee! Eu demorei, mas já chegay ❤

E mais uma vez, obrigada pelos favoritos, isso ajuda de vdd!

Espero que gostem, e Boa leitura! ♡♡♡

Capítulo 37 - Arrependimento.


Fanfic / Fanfiction Danger Love - Capítulo 37 - Arrependimento.

                     Yoongi P. O. V



Sinceramente, minha vontade de sair do quarto hoje, estava em 0,0%, mas, se eu quiser continuar vivendo, tenho que sair. Eu realmente não queria olhar na cara de Mariana. Não por estar com raiva dela ainda, e sim, porque me toquei das coisas horríveis que tinha dito à ela. Eu tinha que adimitir: Estou errado. 

Deu pra ver nos olhos dela naquele dia, eu realmente a magoei muito, e acho que ela não vai me perdoar tão cedo. Mas não custava nada tentar. 

-Eu a amo, e se a quero de volta, devo pedir desculpas pelo erro que cometi. - pensei. 

Me levantei da cama em um salto, abri a porta do quarto, e logo vi todos reunidos na cozinha, com a exceção de Jin e ela. Todos me olhavam com uma expressão estranha, então andei lentamente em direção a CL e Jungkook, e perguntei o que estava acontecendo, e onde os dois estavam. 

-O Jin e a Mari saíram. - disse CL. 

-Foram aonde? -disse. 

-Olha Suga... A Mariana realmente se magoou pra caralho com você, e ela decidiu passar alguns dias na casa da mãe dela, e Jin a levou ora Seul. - Disse Kook. 

Respirei fundo, e mesmo querendo, não me exaltei. Sabia que aquilo tinha sido as consequências dos meus atos, e eu deveria arcar com elas. 

Me afastei dos dois, e fui para a sala. 

-É, eu sou um idiota.- sussurrei. 





                           [... ]


Já faz algumas horas que Jin e Mari saíram, acho que já era pra Jin estar aqui. A viagem até Seul não demora tanto assim. Já estava preocupado. 

O dia estava bem cinzento, e na janela havia gotas de chuva, e que dava um ar calmo. Todos estávamos juntos na sala, quando Jin entrou pela porta, com as malas dele e de Mari, mas ele estava sozinho. 

-Oi gente. - disse Jin com um ar triste. 

-Oi... Aconteceu alguma coisa, você tá muito triste pra mim. - disse Namjoon se aproximando do mesmo e o abraçando. 

-Aconteceu.- disse Jin entre um suspiro. Se sentou no sofá e encarou casa um, mas quando foi me encarar, fixou o olhar e mim. 

-O que aconteceu? Fala logo Jin!! -disse Yee se aproximando do mesmo. 

-Kim Hung-Gi matou os pais e o namorado da mãe da Mariana. - Disse Jin ainda me encarando. 

A minha fixa ainda não tinha caído. Meu Deus, como eu posso ser filho de uma pessoa tão...  horrível? 

-Ele matou... A tia Tara? - disse Yee segurando o choro. 

-Infelizmente, sim. Eu lamento. - disse Jin se levantando o colocando as malas de Mari no meu quarto. 

- Meu Deus, como nosso Pai pode ser tão... Baixo e nojento?- disse CL com uma extrema cara de nojo. 

-Também não sei.- disse me levantando e indo até a porta. 

-Onde você vai, Yoongi?- Perguntou Taehyung. 

-Vou falar com a Mariana. Jin, onde ela tá? -perguntei. 

-A gente parou em uma praia em Seul. Mas depois voltou pro carro. Ela parou na pracinha perto do mercado.- disse Jin. 

- Ok, obrigado. - disse saindo e fechando a porta. 

Saí de casa, e fui em direção à pracinha. Andei algumas vezes na praça, e avistei Mariana. Ela estava observado crianças brincarem, mesmo com um dia frio. Mesmo em meio a tanta tristeza, pude ver um pequeno sorriso sair de seus lábios. Com certeza, ela estava lembrando de quando era apenas uma criança, e não havia problemas. 

Andei calmamente até ela, e com o tempo, ela percebeu minha presença. Olhou fixo pra mim, e depois voltou seu olhar pra as crianças, mas dessa vez, com um olhar de tristeza. 

-Eu sinto muito. - disse olhando para o chão. 

-Quem mandou você vir aqui, Min?- disse ela ainda olhando os crianças. 

-Ninguém, eu vim por conta própria...- disse, assim formando um grande silêncio. 

Se passou alguns minutos, e as crianças foram embora, assim deixando a praça deserta, com apenas eu e Mari. Eu vi ali, a hora perfeita pra me desculpar. 

-Mariana, eu... - quando fui acabar de falar, ela me enterrompeu.

-Eu te perdoo. - disse ela, me surpreendendo. 

-Como assim? Você nem sabia o que eu ia te falar. - disse coçando a nuca. 

-Eu te conheço, Min Yoongi. Mas eu te perdoando, não quer dizer que eu vou voltar com você. Se quiser isso de volta, vai ter que demonstrar que me ama.- disse ela se levantando. 

- Ok. Mas porque está me perdoando, sendo que fui tão... Horrível?- disse indo atrás dela, que na mesma hora, parou de andar, e se virou pra mim. 

-Porque eu aprendi, que as vezes é tarde demais pedir perdão, ou perdoar alguém. E o que aconteceu entre nós, não foi uma brincadeira.- disse ela continuando a andar. 

-Sim... - disse me lembrando de algo que não queria lembrar. 

Voltei a andar com ela, mas essas lembranças me perseguiam. Eu precisava esquecer. 

Eu necessitava esquecer. 

-Apenas, esqueça. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...