História Danger Love - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Yaoi
Exibições 278
Palavras 824
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OEEEEW GALEROOOO ❤
Obrigada pelos 10 favoriiitooos! ^^
PS: é pouco, mas não custa nada agradecer :)

Capítulo 8 - Perigo?


Fanfic / Fanfiction Danger Love - Capítulo 8 - Perigo?

                             Yoongi P.O.V

Passei a noite na casa de Mariana. Sim, dormi com ela, a própria pediu para mim dormir com ela. Bem, ela nem é tão marrenta e valentona. Dormimos abraçados, pois fazia parte do meu plano... Mas... Confesso! Não dormi a noite toda, fiquei apenas á observando dormir! O cheiro dela... Tão doce, os cabelos, olhos, boca... Para Min Yoongi. O celular tocou, olhei e vi que era meu Pai

- Vou pra casa.- disse levantando da cama e indo já para a porta

-Ma...- Bati a porta e sai antes que ela pudesse terminar de falar.

  


Cheguei em casa e retornei a ligação para meu pai.

                           Ligação on.

-Como vão as coisas, Min?

-Sobe controle.

- E a menina?

-Dormi com ela ontem.

-Nossa, rápido em! Mas poderia ter ido para próxima parte ! Se é que me entende.

-Eu não posso simplesmente chegar na menina e falar: Oi, vamos transar! As coisas não são assim, eu preciso conquista-lá.

-É, tem razão. Bem, de qualquer forma, tome cuidado! O Pai dela sabe de nós.

- Que? Como assim? Ele sabe nossos nomes e quem somos?

-Ainda não. Mas tome cuidado do mesmo jeito. Preciso desligar, até mais tarde.

- Até.


                              Ligação off.

Realmente, o Pai dela parece ser bem foda! Mas pelo o que sei dele, foi bem filho da puta com ela. Mesmo ela sendo meio insuportável, não merece isso. Meu plano está dando certo, espero apenas que mais ninguém atrapalhe.

                               Mariana P.O.V

Yoongi saiu se ao menos dizer "Tchau"! Realmente não o entendo, bipolar! Aproveitei que o mesmo havia ido embora e liguei para J-Hope para saber se estava tudo bem.

  

                             Ligação on.

-Hope, está ai? Sou eu, Mariana.

-Ah, oi Mari. Tudo bem?

-Tudo. Está melhor?

-Estou ótimo, obrigado.

- De nada.

-Mari, eu realmente não quero que nossa amizade acabe pelo o que aconteceu na enfermeira. Eu não sei o que deu em mim.

-Tudo bem Hobbi, nada vai acabar pelo o que aconteceu . passou!

-Aaah, que bom!! Acha que devo pedir desculpas ao Yoongi?

- Acho que deveria ser ao contrario, foi ele que socou a sua cara!- ri.

- Ainda não percebeu louca? Min Yoongi está gostando de você!

-Haha, conta outra amigo, Min Yoongi? De mim? Não é possível!

-Então me diz por qual motivo, razão, causa ou circunstância ele ia socar a minha cara sem motivo?

-É...

-Então pronto Mariana. Ele te ama, agora vou desligar, tchau!

-Tchau Hobbi!


                              Ligação off.

Acho que Jung Hoseok foi uma das melhores coisas que me aconteceu aqui. Realmente ele me deixa alegre, aliás, ele e a Yee. Lembrei que ontem ela havia saido da sala com o Jimin, então fui a casa dela perguntar tudo o que aconteceu, afinal, somos quase melhores amigas. Cheguei lá e quem atendeu a porta foi a Seiko, ela falou que Yee não dormiu em casa, dormiu na casa de um amigo, que provavelmente era o Jimin. Só rolo uns pornozão do Jimin e da Yee na minha mente. Quando estava voltando pra casa, recebi uma mensagem de número desconhecido.

- Você me conhece, mas não posso dizer meu nome por aqui. Me ligue se estiver em casa.


Me assustei um pouco ao ver a mensagem. Que seria? Fui correndo pra casa e liguei para o número.

                          Ligação on.

-Alô, quem é?

-... Como a sua voz mudou... Faz tanto tempo!

- Quem é, fala logo!

-Sou eu Mariana, Mário Lima, seu pai.

-P-pai?- meus olhos enxeram de lágrimas, depois de tantos anos. Porque?

-Sim, sou eu. Preciso realmente falar com você.

-... Depois de tantos anos, você tem algo importante para falar? Vai se fuder Mário, você me abandonou quando eu tinha 9 anos, você é um monstro!

-Eu posso ter sumido, mas quero salvar a sua vida.

-Como assim?

-Tem um homem, que ele sabe que você existe e também sabe que eu mexo com trafico, ele é coreano e mora ai mesmo, em Seul. Com os contatos dele, descobriu que você se mudou para ai, e que você é minha filha . E ele vai usar você para pegar o dinheiro.

-, você mandou eu tomar cuidado pra ele não roubar seu dinheiro, ah me po...- ele me enterrompeu.

-Depois disso ele vai te matar.

-... Ah, Eu... Não... Bem, eu tomarei cuidado. Sabe os nomes para eu tentar evitar a pessoa, talvez eu a conheça.

- Ainda não sei, mas quando souber, te avisarei. Não conte isso pra ninguém, ok? Qualquer um pode ser ele.

-Tudo bem, vou desligar.

-Tchau. Te amo filha.

-Tchau Mário.


                               Ligação off.

Realmente pensei que nunca mais ouviria a voz de meu pai, mas ouvi. E ainda por cima de uma maneira inesperada. Ele realmente quer me proteger, eu acho. Mas eu sei muito bem me defender sozinha. Já passei por tanta coisa, que acho que nem tenho medo de morrer. Mas, será que eu realmente estou em... Perigo?


Notas Finais


Byeee gennty ^.^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...