História Danger vs Love - Capítulo 58


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucy Hale, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Lucy Hale, Niall Horan
Tags One Direction
Visualizações 22
Palavras 4.588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


* É novo na fic? Nãos e esqueça de favoritar para não perder mais nenhum capítulo.
* Divulguem para os amigos, para quem quiser... Agradecerei a todos ^^
* Se verem erros me perdoem, ok?


Boa leitura <333

Capítulo 58 - Capítulo 58 (hot)


2 anos depois....

 

Olivia Pov'

 

2 longos anos se passaram, várias coisas mudaram e outras continuam a mesma coisa. Vi a cada dia minha filha ficar diferente, seus cabelos irem crescendo e mais dentes irem aparecendo, vi minha pequena aprender a caminhar direitinho sem tropeçar no próprio pé e cair do nada, vi várias palavras surgirem em seus lábios e muitas que ela falava errado, começar a consertar sozinha. Sempre tinha pensado em ser mãe, mas nunca pensei que seria tão incrível ter esse sentimento dentro de si, ver que aquele bebê que você carregava dentro de si agora está crescendo e se virando sozinha. Mesmo que Felicity tenha apenas 3 aninhos, algumas vezes paro e fico imaginando seu futuro, talvez formada em algo que goste com sua própria família, talvez com mais algum irmão ou irmãos ou até mesmo vivendo sozinha. Não me importo em como será o futuro da mesma, eu só quero as melhores coisas para minha pequena e que eu sempre esteja ao seu lado, mesmo com suas decisões erradas ou certas.

Nesses 2 anos, vi minha empresa crescer cada vez mais e para minha alegria, ganhamos mais 2 prêmios durante esse tempo e assinamos contratos importantes. Minha empresa se juntou com outra bem popular nos Estados Unidos e fez uma ótima campanha com vários produtos incríveis. Um passo importante nós também demos, comecei a patrocinar modelos famosas ou programas de TV, que depois vi que minha empresa começou a vender bem mais que antes. Uma nova cede foi aberta dos Estados Unidos e entregue ao vice-presidente, que é americano e não exitou quando o chamei para comandar a cede de lá. Fizemos uma grande festa comemorativa e Felicity foi comigo, ficamos uma semana fora o que fez nós duas morrermos de saudade de Liam que teve que ficar por conta de seus trabalhos no distrito. Quando voltei, anunciei a todos que Dayse a partir daquele momento viraria a vice-presidente da empresa, ela já estava como administradora a 2 anos e tinha me deixado muito feliz com seus trabalhos, ela era a pessoal certa e eu fiz bem em colocá-la no cargo. Como Camila tinha terminado sua faculdade, passei a mesma para o antigo o antigo cargo de Dayse, dando uma nova chance a mesma.

Na comemoração de nosso 3° ano de casamento, Liam e eu fizemos algo diferente. Deixamos Felicity aos cuidados de minha mãe e saímos país a fora, pegamos o carro do mesmo e conhecemos vários lugares apenas em 4 dias. Eram algumas cidades vizinhas das quais nunca tínhamos ido e foi maravilhoso esses dias apenas ao lado de meu esposo, a aproveitar as praias a noite e ir em várias ferinhas e comprarmos várias coisas. Voltamos para casa num fim de domingo, pegamos Felicity que ficou radiante ao nos ver de volta. 

Babi enfim teve seu pequeno filho que ganhou o nome de Kevin, era impossível negar que ele era filho dela e de Harry, nasceu com o rostinho igual o da mãe e com os olhos idênticos ao do pai. Kevin nasceu com alguns problemas respiratórios, mas depois de um pequeno tratamento ele ficou bem e pode ir para casa. Babi desde o dia do nascimento do filho, mudou completamente seu olhar, passou a ser bem mais responsável que antes e bem mais carinhosa também, não largava o pequeno um só minuto e se pudesse, postava fotos do mesmo de 5 em 5 minutos do mesmo em suas redes sociais. No dia em que Kevin completou seu primeiro aninho, aconteceu também seu batizado, onde Liam e eu fomos os padrinhos e depois todos fomos a casa de Babi e Harry para uma pequena comemoração e a para  festinha do mesmo. Felicity adora Kevin, percebi desde o começo que eles seriam grande amigos como eu sou de Babi desde nossa infância.

Estamos em agosto e eu tive a brilhante ideia de fazer uma campanha inspirada em noivas e casamentos. Tive esse pensamento um dia desses ao me recordar que o casamento de Ruth e Romeu está perto e em homenagem aos dois, a campanha teve a inicial dos dois e eles ganharam os primeiros kit's, era um pequeno kit que tinha um perfume, um creme e sabonetes que tem um maravilhoso cheiro. Fiz uma festa para comemorar a nova campanha e fiz questão que os dois estivessem aqui, foi algo de coração que quis dar a eles já que Liam e eu seremos padrinhos do casamento. 

Hoje é sexta-feira e acontece um feriado hoje, Liam não veio pra casa já que teve alguns problemas no distrito e disse que só chegava em casa depois da 1h da tarde. Felicity dormiu comigo, acordei antes que a mesma e liguei a TV num volume que ela não se assuste ou acorde. Ela está grudadinha em mim, com um de seus braços sobre minha barriga e outro a segurar um ursinho dado pelo avô, com sua chupeta rosa na boca que agora por ser mais grandinha só usa para dormir. Aos poucos a vejo se mexer e se despreguiçar, ela abre lentamente seus olhinhos e fica a me encarar:

_ Bom dia meu amor. Chego perto da mesma e beijo sua testa.

_ Bo dia. Ela diz de seu modo errado e eu sorriu, a beijo novamente e entrego seu ursinho que tinha ficado ao meu lado enquanto ela se despreguiçava. _ Papai.

_ Tá trabalhando meu amor, só mais tarde ela vai estar em casa.

_ Ah ta. Ela se senta e tira os fios de seu cabelo do rosto, pego seu lacinho e começo a amarrar o mesmo que deve ter desprendido durante a noite. 

_ Que tal irmos a casa da vovó e aproveitar a piscina, hein? Tá um sol... 

_ Siiiim. Ela diz e eu riu, ao ver sua chupeta cair entre suas pernas.

_ Então vamos, é melhor irmos mesmo já que seu pai vai chegar e querer silêncio na casa, coisa que nós não fazemos. Riu sozinha e pego a mesma, saímos andando e eu entro em seu quarto. _ Será que dia sua cama chega, hein? Tô louca pra desmontar esse seu berço e doar logo. 

_ Pra Patricia? Ela diz e eu sorriu.

_ Sim meu amor, para ela. Sorriu e começo a tirar sua roupa,  Patricia é o nome da futura sobrinha de Jany, ela nascerá em 2 meses e eu me comprometi a dar o berço de Felicity já que ela está grande e nós não precisaremos mais.  _ Entre no chuveiro.

_ Não, gelado mamãe. Riu e coloco a mão, vejo estar realmente gelado e fico a esperar esquentar. 

_ Pronto, entra meu amor. Ela vai devagar e entra, pego sua escova e começo a colocar pasta. _ Escova os dentinhos, tudo hein... Seu primo vai ficar bravo se você não escovar direito. Digo e ela assente,  Leonard mesmo que ainda não esteja formado, sempre que vê Felicity brinca que irá arrancar seus dentinhos se ela não escovar direito, é uma brincadeira que no começo eu brigava com ele para não contar mas hoje em dia eu não me importo muito já que ela ri bastante. 

_ Toma. Ela me entrega a escova e eu coloco no lugar, começo a dar banho na mesma e ensinar a mesma como se tomar banho sozinha. Após terminar seu banho, deixo que ela escolha um biquíni e ela escolhe um super fofo que temos igual, coloco na mesma e coloco um vestidinho em cima. Faço uma mamadeira de leite para a mesma e a deixo tomando enquanto eu tomo banho, ao sair, me visto e começo a arrumar uma bolsa para a mesma.

_ Oi minha pequena. Ouço meu marido falar e eu abro a porta do quarto de Felicity, tinha fechado para pegar umas bagunças que tinha atrás da porta. 

_ Papai egoooooo. Ela grita e eu sorriu, chego no quarto e encontro Liam a brincar com a mesma.

_ Ué, disse que só chegaria a tarde.

_ Conseguimos resolver antes, que bom porque o café não tava mais querendo fazer efeito em mim. Riu e o beijo. 

_ Vamos na casa da minha mãe pra deixar o papai dormir a tarde, né meu amor?

_ Eu queria muito ficar com vocês mas eu agradeço que vocês saiam também, preciso de silêncio e da minha cama.

_ Já tomou café?

_ Uhum, tomei enquanto vinha. Ele se joga em seu lado da cama e começa a tirar seu sapato com os próprios pés. 

_ Que tal um banho de dormir, meu amor?

_ Se eu tomar banho eu caiu dentro do box, depois eu vejo isso.

_ Ok. Riu e pego Felicity. _ Dá tchau pro papai meu amor.

_ Tchau papai, dome com anjo. Ela diz e Liam sorri, se levanta e beija a mesma. 

_ Vai com os anjos também meu amor, amo vocês.

_ Nós também te amamos. Dizemos em coro e eu desligo a TV, saímos do quarto e eu fecho a porta. 

_ Agora em silêncio meu amor, papai merece dormir. Entro em seu quarto e termino de arrumar suas coisas, vou até a lavanderia e começo a pegar boias para a mesma. _ Pronto, agora vamos. Tomamos café na casa da vovó. Saímos pela porta e eu chamo o elevador, entramos no mesmo e coloco para ir até o estacionamento.

Um tempo depois estamos em frente a casa de minha mãe, tiro Felicity de sua cadeirinha e a vejo correr em direção a porta:

_ Vovóóóóó. 

_ Calma filha, que desespero. Digo enquanto pego sua bolsa no banco de trás.

_ Eeeh festa. James diz ao abrir a porta e pegar a mesma em seu colo. _ Bom dia pequena.

_ Bo dia vovô. Ela o beija e eu sorriu.

_ Oi paizinho. Digo e nós rimos, ele me beija e eu fecho a porta.

_ Oi filhota. Ele me abraça com uma só mão e nós vamos em direção a cozinha, onde encontro minha mãe a preparar o café.

_ Oi meu amor. Felicity sai do colo de James diretamente para o colo de minha mãe, coloco a bolsa da mesma num banco que há na cozinha e me sento. 

_ Vovó, eu quero bolinho. 

_ Ai ai, calma ai que a vovó pega um pra você. 

_ Eeeeeh Ela e James batem palminhas e eu sorri, vejo Maria entrar na cozinha arrumando o cabelo.

_ Oli. Ela corre em minha direção e me abraça.

_ Olá, como foi as férias na casa da vovó espanhola?

_ Legal, aproveitei bastante. Ela sorri. _ Tava com saudade de você, depois te entrego seu presente.

_ Ok, obrigada. Sorriu e abraço a mesma novamente. _ E o Edu?

_ Treino de futebol. James diz.

_ Ah sim. Sorriu.

_ Tomou café? Maria pergunta e eu nego. _ Mamãe Teresa, quer ajuda?

_ Faz o café meu amor? Tô fazendo panquecas.

_ Tá bom. Ela vai em direção a pia e eu arregalo meus olhos a James, que me encara e sorri.

_ Todos temos que ajudar, né filha?

_ Uhum. 

_ James já está dando os ataques de ciúmes pra cima da filha, mãe?

_ Ainda não, mas daqui uns dias estará. 

_ Não me fale isso por favor, ainda não estou pronto para ver minha filha com um marmanjo. Maria gargalha e se vira para o mesmo, vai em sua direção e o abraça.

_ Olha o meu marmanjão aqui ó. Ela diz e ele sorri.

_ Isso ai. Começo a rir e me levanto, vou em direção ao balcão e seguro Felicity já que James soltou a mesma e a deixou sozinha. 

_ Acho que Liam será bem mais ciumento que James, com certeza.

_ Xi... Também acho. Minha mãe diz. 

_ Mãe, se o papai fosse vivo na minha adolescência e me vesse com algum menino. O que acha que ele faria?

_ Acho que na frente da pessoa nada, trataria normalmente e conversaria com você sozinho. 

_ Também acho. Digo e sorriu, ouço a porta abrir e logo Eduardo entrar.

_ Oi Oli. Ele diz de longe.

_ Oi, como está?

_ Morto. Ele diz e vem em minha direção, vai até a pia e pega um copo d'água. _ Desculpa sujar seu copo mamãe Teresa, preciso de hidratação urgente. Ele diz e bebi um copão d'água, quando termina coloca na pia e suspira. _ Obrigado pai. 

_ De nada. James diz e todos rimos, Eduardo se apoia na pia e sorri.

_ Tinha me esquecido da minha garrafa, quase cai no meio da rua de tanta sede que estava sentindo.

_ Poderia ter pedido carona, filho. Iria te buscar ou até mesmo a Oli te pegava já que no caminho da casa dela até aqui ela passa em frente a escola de futebol.

_ Eu não sabia que ela vinha, mas tudo bem. Ele sorri e sai andando. _ Vou tomar banho já com certeza não poderei beijar nem minha própria sobrinha. Ele começa a fazer drama e eu riu, nego com o dedo e ele começa a subir as escadas.

_ Vai ao casamento da Ruth, mãe?

_ Vou, estou ansiosa. Comprou seu vestido?

_ Sim, peguei essa semana. Vai também, James?

_ Sim, Ruth convidou a todos mesmo que Maria e Eduardo não vão.

_ Não? E por que?

_ Eu tenho uns trabalhos pra terminar e é melhor ficar em casa se não vou me ferrar. Maria ri. _ E o Eduardo tem uma festa de um amigo.

_ Vai ficar sozinha em casa? Vai com eles, te ajudo depois com os trabalhos. Digo e ela sorri. 

_ Papai, deixa eu comprar um vestido novo?

_ Oh céus, por que isso? Tá bom, eu só deixo porque você decidiu ir de última hora.

_ Yeah, me ajuda a comprar maninha?

_ Claro, mais tarde nós vamos.

_ Ok. Ela sorri e continua o que estava fazendo.

 

 

[...]

 

No outro dia....

 

Após um dia divertido na casa de minha mãe e a noite no shopping junto a Maria, Felicity voltamos para casa e assistimos um filme junto a seu pai que estava acordado quando chegamos. Fomos dormir a família juntos, mesmo que Liam e eu não queremos acostumar Felicity a dormir conosco, deixamos ela dormir essa noite novamente. 

Acordei pela manhã e tratei de tomar um banho e me vestir, tenho hora marcada no cabeleireiro já que hoje no final da tarde terá o casamento de Ruth e Romeu. Acordo minha pequena e dou seu banho, coloco um vestidinho e nós vamos em direção a cozinha, onde preparo nosso café da manhã e deixo coisas prontas para que Liam apenas esquente quando levantar. Saímos Felicity e eu em direção ao cabeleireiro, Felicity fará um penteado a pintará as unhas de rosa com certeza.

Chegamos em frente e nós descemos, entramos e eu converso com uma moça. Fico sentada em uma cadeira e Felicity ao meu lado, ela está sorridente e feliz pois ama vir ao cabeleireiro fazer o cabelo e principalmente as unhas. Ela como sempre escolheu rosa, eu escolhi um vermelho que tanto amei e combinará com meu vestido. 

 

[...]

 

Após nosso dia de beleza, vamos em direção ao restaurante e comemos, eu disse a Liam que almoçaríamos com ele mas decidimos ir a um restaurante perto do salão. É bom o tempo que ficamos apenas eu e Felicitty, eu adoro quando seu pai está junto também mas quando está só nós duas, eu amo! Chegamos no prédio e entramos no elevador, assim que o mesmo chega, Felicity bate na porta e Liam entra:

_ Meu Deus que filha mais linda. Liam diz enquanto a mesma está a andar pela casa. _ Deixa eu ver suas unhas meu amor?

_ Siiiim. Ela corre em direção ao pai e mostra, suas unhas rosas com uma florzinha em apenas um dedo.

_ Que linda, eu achei muito fofa. 

_ Bigada. Ela diz e sorri. _ Mamãe tá lida também.

_ Verdade, está uma verdadeira deusa. Ele se levanta e sorri, me beija e termina por me abraçar.

_ O que almoçou minha vida?

_ Pedi num restaurante, tava com preguiça de preparar algo. 

_ Quase nós trazemos uma quentinha pra você.

_ Se tivesse trazido eu colocava na geladeira pois eu tô cheio. Ele se joga no sofá, Felicity vai até o mesmo e pula sobre o mesmo.

_ Não bagunça o cabelo, filha. 

_ Tá bom. Ela sorri e se senta, fica a prestar atenção na TV.

_ Que horas é o casamento, amor?

_ Ás 4h.

_ Oi? Você me disse ás 6h.

_ Não amor, eu disse que era as 4 horas.

_ Liam, você me disse por mensagem. Pera ai. Pego meu celular em meu bolso e mostro ao mesmo, ele me olha e mostra sua língua. 

_ Opa, foi um erro meu.

_ Estamos atrasados, o casamento de Ruth é a 1h daqui e nós tínhamos que sair de casa ás 15h.

_ Amor, é 2h e 30. Temos meia-hora para se arrumar.

_ Liam, eu demoro meia-hora para arrumar só Felicity. Ainda tem eu, que é quase 1h quando eu faço um penteado simples. 

_ Vai se arrumar e eu arrumo Felicity, ok? Sou o mais rápido entre as duas.

_ Ok, sem molhar o cabelo dela e pelo amor de Deus nem toca nele.

_ Ok, posso por pelo menos a touca para ela não molhar?

_ Com cuidado. Corro em direção a nosso quarto e começo a tirar minha roupa, entro no box e espero que a água esquente. Assim que termino meu banho, saiu e me seco, corro em direção ao closet e pego meu vestido. Após me vestir e fazer minha maquiagem, coloco meu sapato e coloco minhas jóias, Liam, entra e coloca Felicity sobre a cama.

_ Em 15 minutos eu tô pronto. Ele sai correndo em direção ao banheiro e fecha a porta, mexo em meu porta-jóias e pego um brinco pequeno.

_ Aqui meu amor, seu brinquinho. Coloco na orelha de Felicity e percebo que a mesma está sem seu perfume, corro até seu quarto e pego o frasco. _ Pronto, bebê cheiroso e lindo. Faço carinho em sua bochecha e coloco seu perfume em minha penteadeira, pego a mesma em meu colo e saiu andando.

_ Quer leite meu amor? Ela assente e nós chegamos na cozinha, a coloco na mesa e saiu andando. Faço sua mamadeira e a deixo esquentando no microondas, logo que termina, coloco a tampa e mexo. _ Prontinho meu amor, feita. Coloco o pano de prato sobre seu vestido e entrego sua mamadeira, ela começa a tomar e pede para ir ao chão.

_ Papai. Ela sai andando em direção ao quarto e eu a sigo, encontro Liam já sentado na cama a colocar seu sapato.

_ Arruma meu amor, por favor. Ele diz e eu assinto, pego tudo que preciso e começo a arrumar. 

_ Pronto, coloca suas coisas enquanto eu faço uma bolsa para Felicity. Corro em direção ao quarto da mesma e preparo uma pequena bolsa, logo Liam aparece com a mesma e nós saímos andando. 

_ 20 minutos atrasados, eu torço tanto para Ruth chegar atrasada também. Liam diz assim que o elevador começa a descer.

_ Digo o mesmo, mas eles tem que esperar já que somos padrinhos.

_ Está certa. Ele suspira e nós saímos andando, corremos em direção ao carro e Liam coloca Felicity na cadeirinha. Logo estamos na estrada, o casamento de Ruth e Romeu será numa chácara dos pais de Romeu que fica a 1h da cidade, é um lugar que pelas fotos é lindo e perfeito para o casamento que Ruth tanto sonhou. Felicity durante a viagem fica me chamando ou tentando se soltar, Liam teve que encostar para que eu saísse de meu lugar e fosse ficar com a mesma no banco de trás. 

Um tempo depois estamos em frente a chácara, Liam entra pelos portões e sobe uma pequena ladeira. Assim que Liam encostou seu carro, descemos e seguimos algumas setas, logo chegamos onde será o casamento e eu sorriu ao ver que ainda não começou:

_ Amém. Nicola pega Felicity de meus braços. _ Estão atrasados. 

_ Sabemos e a culpa é minha, desculpa. Liam diz e Nicola bufa.

_ Sorte que Ruth teve problema com o cabelo.

_ Que problema? Pergunto.

_ O cabelo dela é curto e não dava pra fazer o penteado escolhido, então tiveram que ir atrás de mega hair pra fazer.

_ Eita. Digo.

_ Vou entregar Felicity a uma tia e volto já. Assinto e vou em direção ao bolo de padrinhos, ficamos conversando até que é anunciado que Ruth estava para entrar. Liam e eu nos posicionamos atrás de Nicola e seu esposo, arrumo meu vestido e fico a espera de sermos liberados. Assim que todos em nossa frente entram, Liam e eu começamos a entrar sorridentes e a olhar a todos presentes na cerimônia de Ruth e Romeu, chegamos no altar e nos posicionamos atrás do padre. Logo o restante dos padrinhos entram e se posicionam, a porta é fechada e pelo vidro embaçado posso ver Ruth se arrumar. As portas se abrem e Lucky e Felicity entram jogando flores, sorriu ao ver minha pequena fazer corretamente como a ensinei durante os dias da semana. Ruth está linda, com um vestido simples e feito por minha mãe, ela está radiante e completamente feliz por chegar seu dia. Geoff está ao seu lado sorridente e com algumas lágrimas em seu olhos, como estava no casamento de Nicola a uns anos atrás.

A cerimônia começa com algumas palavras ditas pelo padre, fico o momento todo a me concentrar nas palavras ditas pelo padre e a controlar minhas lágrimas que sempre aparecem em momentos assim. Logo o padre vai para o sim, Romeu quase não conseguiu falar de tanta emoção e Ruth disse sim sorridente. Yolanda, filha de Romeu entra com as alianças sorrindo e lentamente, ela chega ao altar e entrega ao pai que a beija e aponta onde a mesma tem que ir.

Foi uma cerimônia simples mas muito linda, minha cunhada mereceu esse lindo dia e muito a mais. Eu espero que em seu casamento ela seja feliz e que seja eterno. Todos vamos em direção a festa, Liam e eu cumprimentamos os noivos e fazemos nosso pequeno discurso, vamos em direção a mesa destinada aos padrinhos e nos sentamos.

 

 

[...]

 

Meus pés estão acabamos, meu cabelo já foi para o ralo e não sei o quanto de maquiagem ainda tenho em meu rosto. Essa festa foi uma das melhores que fui em casamentos, dancei, cantei e até mesmo fiz um pequeno discurso em frente a todos para o casal. Digo que essa festa com certeza ficará marcada em meu coração e eu adorarei relembrar a mesma. Liam e eu nos despedimos de todos e vamos em direção até em casa, Felicity estava claramente cansada e precisava dar uma descansadinha. 

Chegamos em casa e Liam deita a mesma em seu berço, ajudo Liam a tirar seu vestido e nós colocamos um pijaminha mais confortável, saímos andando e entramos em nosso quarto:

_ Tô morta. Digo ao me jogar em nossa cama.

_ Também. Liam se joga ao meu lado. _ Está linda assim...

_ Como? Sorriu.

_ Com esse rímel derretendo. Me levanto e corro em direção a penteadeira, vejo meu rímel derretido e começo a limpar o mesmo. 

_ Me diz quem teve a ideia de tocar Lady Gaga no casamento porque eu vou matar.

_ Dançou muito em applause, adorei. 

_ Bobo. Sorriu e jogo o algodão fora, tiro meu vestido e o jogo sobre uma poltrona. _ Sabe cadê o vestido que estava usando ontem? Entro no closet e escuro alguém correr, logo Liam aparece e me segura pela cintura. 

_ Vem cá, não vou deixar você colocar roupa não.

_ Liam. Digo assim que ele me deita em nossa cama.

_ Vou te ajudar a tirar. Ele tira meu sutiã já que o fecho do mesmo é na frente, começa a fazer carinho em meus seios e logo começa a beijá-los.

_ Não Liam, tô cansada. 

_ Eu também, mas temos o dia todo amanhã para descansarmos. Ele começa a beijar lentamente no pescoço e eu sorriu, começo a abrir seu paletó e morder sua orelha. _ Deixa eu tirar isso e você os grampos do cabelo. Riu e assinto, me levanto e começo a tirar os grampos. Ao jogar todos no chão do quarto e me sentar no começo da cama, vejo meu marido vir em minha direção completamente nu e com seu membro ereto. 

_ Deixa eu melhorar isso. Sorriu e começo a fazer movimentos com minha mão no membro de Liam, ele segura minha cabeça com força e soltar alguns gemidos leves. Coloco minha boca lentamente em seu membro e escuto o mesmo soltar um gemido um pouco alto, começo a ir lentamente e tentar levar o mesmo a loucura. 

_ Assim, beeem assim. Ele diz e eu continuo a estimulá-lo, logo sinto ser empurrada e caiu na cama. _ Quero que grite mas não tão alto pois não quero pagar multa. Nós dois rimos e eu sinto seu membro entrar rapidamente em mim, ergo meu corpo pela pequena dor que senti. 

_ Ow. Digo e o ouço rir, ele começa a ir rapidamente e se segurar com seus cotovelos. 

_ Que tal tentarmos um 4, hein?

_ 4? Digo entre suspiros.

_ Uhum, posição de cachorrinho. A minha preferida.

_ Ok. Digo ainda entre suspiros, Liam continua a ir rápido mas logo para.

_ Vira essa bundinha pra mim, vem. Mordo meu lábio inferior e me viro de bruços, fico de 4 e Liam sobe na cama. _ Vamos lá. Sinto seus dedos em minha vagina e eu ergo meu corpo por alguns segundos já que seus dedos estão gelados, ele para e coloca seu membro lentamente. _ Vai ficar com o bumbum vermelho de tantos tapas. Ele dá o primeiro tapa e eu sorri, começa a ir rápido e eu vejo meus seios pularem. 

_ Oww. Digo e ouço o mesmo dar um suspiro alto, sinto meus cabelos serem puxados e Liam começar a ir bem mais rápido. 

_ Vem pra mim meu amorzinho, vem. Ele diz e eu começo a sentir meu orgasmo estar perto, seguro meu travesseiro com força e posiciono minha cabeça para baixo. 

_ Awnt. Digo ao sentir minhas pernas bambearem e meu orgasmo chegar, sinto o gozo de Liam fazer contato com minha vagina e ele tirar sem membro.

_ Maravilhoso, meu Deus. Ele se joga ao meu lado e eu sorriu. _ O casamento é de Ruth e nós que temos a noite de nupcias. Rimos e eu o beijo, me levanto e vou em direção ao banheiro.

_ Vou tomar um banho. Digo na porta do banheiro.

_ Ok. Liam se senta e sorri.

_ Se quiser vir, terá mais um pouquinho da nossa noite de nupcias. Digo e o beijo soltar um sorriso pervertido, sai correndo em minha direção e fecha a porta do banheiro. 

_ Prepare suas costas pois hoje elas vão sofrer nessa parede.

_ Estou preparada meu amor, pode vir. Digo ao entrar no box e ligar o chuveiro, Liam entra e me ergue.

_ Então vamos ver sua preparação. Sinto o mesmo entrar violentamente em mim  e eu sorriu, beijo o mesmo e percebo que nosso 2° round acaba de começar.

 

 

[...]

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Comentem o que acharam.
Beijos e até mais ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...