História Dangerous. - Segunda Temporada. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Time Rush
Personagens Carlos Pena Jr, James Maslow, Kendall Schmidt, Logan Henderson, Personagens Originais
Visualizações 15
Palavras 1.924
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HEEELLOOOOOOO!!
Animação aqui que é o primeiríssimo capítulo da Segunda Temporada de Dangerous Love!!!!!!!!!!!!

Ai gente... Nunca pensei que chegaria a fazer uma segunda temporada para essa Fanfic (preciso ser bem sincera) mas agora não sei porque não fiz isso antes!!!!!

Bom, não vou enrolar vocês aqui porque querem ler né?
Mas não esqueçam de ler as notas finais. Tem avisos lá!

Boa Leitura...

Capítulo 1 - Ela.


O sol já sumia do céu azul e brilhante de San Diego.

A mistura das cores alaranjadas e o azul intenso davam a qualquer um que levantasse a cabeça uma vista deslumbrante.

Tudo tão calmo, tudo tão... Perfeito.

Bom... Perfeito para alguns.

Em uma parte na cidade, onde os raios de sol já não chegavam, dois agentes se preparavam para iniciar uma missão de resgate.

- O agente está mesmo aqui não é Kendall? - John pergunta pelo comunicador e o loiro apenas concorda.

- O rastreador aponta para aí. - Ele diz e o moreno olha para outro que até então só prestava atenção no local enquanto mexia em sua arma distraidamente.

- É, é aqui. - Ele diz e o outro moreno o olha. - Pronto? - Ambos sorriem.

- Já nasci pronto. - Batem os punhos e vão para a porta. Meio óbvio, mas para um lugar como esse, inevitável. - Checa aquele lado e eu vou pelo outro. - Diz e o outro concorda indo para a direção dita.

O moreno começou a andar lentamente, sempre mantendo os ouvidos atentos à qualquer ruído e seus reflexos à qualquer movimento suspeito.

Aparentemente estava tudo vazio ali, sem nenhum sinal de algo outro alguém por perto ou longe.

- Achou ele John? - Coloca de volta a arma no coldre e se vira enquanto fala com seu parceiro pelo comunicador.

- Sim, vou levar ele para o carro. - Diz e o moreno assente mesmo sem o outro poder ver. - E você? Algo suspeito aí? - O mesmo suspira.

- Apenas acho estranho terem se dado o trabalho de capturar ele e deixarem ele sozinho em um galpão. - Suspira. - Isso é muito estranho. - Diz para si mesmo.

- Isso é porque não deixamos ele sozinho. - Uma voz atrás do moreno envia imediatamente um arrepio à sua espinha.

Se vira rapidamente e pega a arma no coldre.

Porém ao ficar cara-a-cara com seu oponente, paraliza.

Seus olhos escuros se arregalam e logo está no chão, alvo de um chute forte no estômago.

Qualquer defesa sua parece ter se desligado, parece que não consegue mais se concentrar em nada, apenas consegue raciocinar algo quando vê o brilho de uma lâmina na mão de sua oponente.

E sim, eu disse sua.

- O que você está fazendo? - Ele pergunta e ela ignora seu ato, como se realmente não o conhecesse.

- Apenas finalizando minha pequena missão. - Então em um movimento rápido, se livra da mão do moreno e finca a faca em seu abdômen tirando do mesmo um ruído baixo. - Ou desencadeando o início dela. - Pisca o olho e se levanta deixando a faca ali presa mesmo.

Olha uma última vez para o moreno que respira forte e rápido, deixando seu sangue escapar e sem reação pelo que acaba de acontecer, então vai andando o deixando lá.

Torcendo mentalmente para que ele fique bem.

- J-John... - O moreno diz quase sem fôlego pelo comunicador e sem demora recebe retorno.

- Logan! O que aconteceu? - O outro parece desesperado. - Espera. Já estou indo. - Então a chamada se encerra e Logan fecha forte os olhos e coloca a mão sobre sua ferida ainda com a faca, sentindo seu sangue quente escorrer por entre seus dedos. - O que aconteceu? - Ele olha para o local de onde sai o sangue.

- Levei uma facada. - Diz Logan com a voz fraca. - Ela... Eu não acredito que era ela... - Diz e engole em seco. - John... Era a...

- Não diz nada, vou chamar reforços. - Diz e se concentra no comunicador. - Agente ferido, preciso de uma ambulância aqui o mais rápido possível, ele está sangrando muito. - Diz desesperado e Logan ri um pouco.

- Você exagera demais. - Diz e novamente toca em sua ferida. - John. - O chama e ele o olha. - Tira a faca. - O mesmo nega.

- Melhor não, pode abrir algo ou... Sei lá. - Suas mãos tremem. - Melhor deixar aí.

- John calma. - Diz e respira fundo. - Precisa respirar para me ajudar. - Diz e ri. - Fica calmo e eu faço o mesmo.

- E você precisa ficar acordado até eles chegarem. - Diz e o mesmo fecha os olhos e deixa sua cabeça cair para o lado.- LOGAN! - O mesmo grita dando leves tapinhas em seu rosto e ouve uma risada baixa.

- Te peguei. - Diz Logan rindo e o olha com os olhos meio fechados, suspira rapidamente sentindo uma leve pontada em sua ferida.

- Quando eu tiver certeza de que você não vai morrer, eu vou te matar. - Diz e o mesmo ri. - Não me dá um susto desses, é muito difícil conseguir um parceiro bom na Interpol. - Logan apenas sorri e fecha os olhos.

- Quando chegarem me acorda. - Diz e respira o mais fundo que consegue.

- Não me force à bater em você Logan. - Diz e não recebe resposta do mesmo. - Não tem graça. - O sacode e o mesmo não responde novamente. - Ah não... Não faz isso... - Pede e logo ouve a sirene perto. - Aguenta mais um pouco parceiro.

(...)

~ P.O.V Logan. ~

Suspiro e imediatamente ouço vozes. Vozes bem próximas.

Dou um pequeno resmungo de dor ainda sem abrir os olhos e respiro fundo antes de abri-los.

Demora um pouco até meus olhos ficarem em algo sem ficar embaçado, mas assim que acontece olho ao redor.

Um homem de jaleco em pé com uma prancheta na mão e John sentado com os braços apoiados nos joelhos.

- Oi? - Coço meus olhos. - O que aconteceu? - Eles me olham e o doutor se aproxima para mexer em uma das máquinas perto de mim.

- Sente alguma dor? - Nego com a cabeça e olho para mim. - Se lembra do que aconteceu? - Pega uma lanterna e checa meus olhos. Que belo modo de acordar.

- Eu levei... Uma facada? - Ele assente. - Estou bem? - Assente e suspira.

- Está instável, então precisa de repouso absoluto. - Avisa e eu me sento sentido algo doer. - E isso inclui evitar se mexer assim. - Diz e eu me deito novamente.

- Podia ter avisado antes. - Ele ri e eu fecho os olhos.- Quando vou sair daqui? - Ele Suspira.

- Se der tudo certo, em quatro dias. - Diz e eu nego com a cabeça. - É o tempo mínimo para receber alta.

- Não posso ficar aqui quando tem uma possível psicopata à solta. - Me sento novamente e ignoro a dor. - Preciso ir para a Interpol, preciso falar com uma pessoa. - Respiro fundo e tiro o fio de debaixo de meu nariz.

- Você precisa é de descanso agora Logan. - John se pronuncia e me empurra levemente para me deitar. - Acabou de levar uma facada, precisa de pelo menos um dia para conseguir se mexer Henderson. - Ri. Sinto algo frio no interior de meu braço, talvez algo que veio do acesso preso nele.

- Não dá... - Digo e suspiro. - Eu... Preciso impedir ela... - Me sinto mais cansado que antes.

- Ela quem? - Ele pergunta confuso e eu suspiro.

- Chama o James. Preciso falar com ele. - Abro um pouco os olhos. - Violet corre perigo. - Digo e meus olhos se fecham sem minha permissão.

É, eu fui dopado.

Ótimo.

~ P.O.V John. ~

O moreno adormece novamente e eu suspiro.

Ele estava agitado demais e isso com certeza iria provocar mais dor e iria prejudicar a recuperação.

O doutor havia me falando sobre isso antes dele acordar e que se ele fosse teimoso - como eu sei que ele é - ele iria dar um remédio para ele dormir de novo.

- Ele vai dormir por muito tempo? - O olho e ele nega com a cabeça enquanto coloca novamente o fio embaixo do nariz de Logan.

- Talvez algumas horas não precisa se preocupar, mas é de extrema importância que ele não se mexa muito ou os pontos podem se romper. - Ele avisa e eu assinto. - Vou dar uma olhada nos meus outros pacientes, qualquer coisa é só chamar. - Acena com a cabeça e sai.

Me sento e pego meu celular.

Não acredito que vou fazer isso.

~ Ligação On. ~

- Alô? - Ele atende e eu suspiro.

- Oi James, é o John. - Digo e balanço a cabeça. - Pode parecer estranho, mas preciso que venha para San Diego. - Ele ri.

- Bom, meio impossível eu ir para um lugar onde eu já estou. - Diz e eu assinto já pronto para me explicar.

Não. Espera aí...

- Você está em San Diego? Por quê? - Ele ri novamente.

- Tenho uma notícia para dar à você, ao Logan e a algumas pessoas. - Diz animado. - Falando nisso está com o Logan? - Pergunta e eu olho para o mesmo na cama.

- Sim, estou. - De fato é verdade.

- Ótimo, aonde vocês estão? Preciso contar uma coisa para vocês. - Diz animado e eu respiro fundo.

- No hospital. - Fecho os olhos. Ele faz silêncio por um tempo.

- O que aconteceu? - Engulo em seco.

- Uma facada. Ele está instável. - Digo e fecho os olhos. - Pediu para eu te fazer vir aqui, precisa te dizer algo. Disse que Violet corre perigo.

- Estamos indo aí. - Diz e eu balanço a cabeça mesmo ele não podendo ver.

~ Ligação Off. ~

Guardo meu celular no bolso e cubro o rosto com as mãos.

Ainda me lembro dele desmaiado naquele galpão, sangrando e ofegante.

A pior cena com a qual me deparei.

Sendo seu parceiro eu e ele temos que ajudar um ao outro, e é por isso que o considero meu irmão.

Mas fica um pouco difícil não me preocupar quando alguém o acerta una facada e ele dá uma de teimoso.

Ele tentou me dizer lá no galpão e eu não deixei porque estava desesperado. Acontece sempre que ele sai ferido e não eu.

Eu devia ter ouvido ele.

(...)

Passou-se meia hora e James chegou com Violet mas ambos preferiram esperar na recepção até o moreno acordar.

Violet não gosta de ver ele desacordado, lhe trás lembranças de dois anos atrás, quando ele esteve em coma e quase morreu pelos tiros que seu pai o deu.

Apenas aguardo pacientemente ele despertar, coisa que parece que acaba de acontecer pois seus olhos começam a se mexer.

- Antes que dê uma de teimoso, não se mexa para não sentir dor Henderson. - Ele ri de leve e abre os olhos um pouco.

- Você é um idiota sabia? - Diz baixo e eu rio.

- É, é a convivência com você. - Rimos. - James e Violet estão aí, peço para entrarem? - Ele abre melhor os olhos e respira fundo.

- Primeiro preciso falar com você. - Esfrega as mãos no rosto e volta a me olhar. - Era Meredith lá no galpão John, ela que me apunhalou. - Arregalo meus olhos e o olho confuso.

- A Meredith? Sua... Sua ex? - Ele assente e fecha novamente os olhos. - M-mas por que? - Ele levanta os ombros.

- Se eu soubesse... - Suspira. - Mas eu conheço aquele broche em qualquer lugar. - Murmura mas eu ouço.

- Broche? - Abre os olhos novamente e assente. - Que broche?

- Da gangue do Cronwel. - Diz e eu arregalo novamente os olhos.

- Do Cronwel? David Cronwel? - Ele assente. - Como?

- Não sei, mas isso deve explicar o por que de Kendall perder totalmente ela do radar. - Diz e olha para o teto. - E o pior. - Nega com a cabeça.

- O que? - Ele me olha.

- Violet corre perigo por causa dela. - Diz e eu assinto.

Isso não pode dar certo... 


Notas Finais


E O NOSSO AGENTE ESTA DE VOLTA!!!!
E O PARCEIRO DELE TAMBÉM!!!!
E A MEREDITH TAMBÉM!!!!!
Epa! Pera aí!
Ué, vocês pediram ela de volta não é? Mas não me disseram "como" queriam que ela voltasse MUAHAHAHAHA.

Okay, agora vamos para os avisinhos:
• Antes de qualquer coisa, tenho que agradecer ao apoio que vocês me deram para eu continuar essa Fanfic maravilhosa que mudou demais a minha vida e que agora vai continuar de forma... Espetacular. Obg mesmo gente!

• Vou colocar os dias de postagens aos sábados para essa Fanfic também, pelos motivos de que: Sábado é o único dia em que a minha vidinha de estudante dá uma trégua e eu posso respirar mais calmamente. Então espero que estejam preparados para passar a ler duas fanfics minhas aos sábados.

• Queria muito saber o que estão achando até agora (eu sei que é o primeiro capítulo gente, mas sei lá né? É bom saber o que acharam kkkk) da Fanfic e se poderem me digam nos comentários!

É só isso por hoje!
Não, pera aí.

• Esse sábado, vou postar as fanfics um pouco mais cedo pois vou sair Okay? Então quero muitos comentários quando eu voltar de onde vou! MUITOS!

Agora sim!

Amo vocês meus amores!!!
#ContinuareiSempreEscrevendo
♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙

Comentem viu? 💋

Beijos e...
.
.
.
.
.
Não tô enrolando.
.
.
.
Fui! ;💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...