História Dangerous Fight - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Rihanna
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Rihanna
Tags Badgal, Boxer, Crime, Criminal, Criminalidade, Fanfic, Jihanna, Justin Bieber, Policial, Rihanna, Ririh
Exibições 10
Palavras 1.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu apaguei o outro cap porque tava muito bosta. Espero q gostem, meus bolinhos ♡♡♡

Capítulo 3 - Thank You, God.


Fanfic / Fanfiction Dangerous Fight - Capítulo 3 - Thank You, God.

J U S T I N B I E B E R

- Aqui está o dinheiro, Sr.Dwart. - Disse, lhe entregando o dinheiro da cirurgia de Pattie.

- Obrigada, Bieber. - Agradeceu. - Eu soube sobre sua perda na luta de sexta e... - O interrompi.

- Não quero falar sobre isso. - Respondi com o tom rude, mesmo não querendo.

Não quis parecer ignorante, mesmo que eu seja nas maioria das vezes, porém, eu já estava cansado de toda hora que alguém me ver falar sobre a luta. Isso é chato e extremamente, estressante. Eu não queria lembrar daquilo mas as pessoas estavam me obrigando.

- Sim, desculpe. - Se desculpou, apertando minha mão.

- Está tudo bem. - Peguei minha jaqueta de couro, indo até a porta para sair logo dali. Queria ter notícias sobre Pattie, sentia sua falta. - Ela vai ficar bem?

Ele suspirou e demorou a responder, só me deixando mais tenso.

- Olha, Bieber, é uma situação delicada. - Abaixou o olhar. - Não posso dizer que tudo ficará bem, pois estaria mentindo. Como você já sabe, Pattie está com câncer, ele foi descoberto quando já estava todo formado, praticamente. Muitas dessas pessoas com essa doença, não conseguem resistir e acabam indo a óbito, então oque lhe resta é acreditar que tudo vai dar... - Antes dele terminar, sai daquela sala. Estava cansado de só esperar, orar e blá blá blá.

As pessoas dizem toda hora que Deus costuma cuidar das pessoas boas. Não me lembro de fazer coisas ruins a ninguém, então por que isso acontece comigo? Como ficará meus irmãos se ela se for? Ela não é a mãe deles, mas eles a consideram e a amam como tal. Deus não tem pena de mim? Então tenha da minha família, por favor. Ele sabe o tanto que amo Pattie, ela nunca fez mal as pessoas as suas voltas, mesmo alguns deles merecendo. Nunca pensei que Deus fosse tão cruel ao ponto de levar alguém tão boa quanto ela. Não é a primeira vez que ele tira alguém importante de mim. Primeiro foi Jeremy, depois Endye. Realmente, depois de anos tive a afirmação: Deus me odeia.

- Hey, Senhor Bieber?. - Senti uma mão em meu braço, olhei e vi Raven, a enfermeira da minha mãe mas conhecida como a infermeira delicinha. - Que prazer em revê-lo.

Sorri gentilmente.

- O prazer é todo meu, Sra.Broonks. - Apertei sua mão delicada, em seguida colocando a minha em meu bolso da calça.

- Pattie, estava perguntando de você. - Avisou. - Irá vê-la?

Suspirei.

Soube que seus cabelos estavam caindo, isso sempre foi sua maior paixão. Eu não conseguiria.

- Por favor. - Pediu, com seu olhar de piedade.

Assenti.

- Sim, eu irei. - Disse, vendo um sorriso se formar em seus lábios rosados.

- Me acompanhe, por favor.

Ela saiu na frente, me guiando e foi impossível não olhar para sua bunda enorme. Mulheres ficam tão sexy usando saía, estou apaixonado. Entramos em um quarto, logo vendo a sala enorme e branca.

- Pattie, onde você está?. - Perguntou, a procurando com o olhar.

Era um quarto grande e totalmente sem graça, até eu entraria em depressão daquele jeito.

- Estou aqui, menina. - Ouvi sua voz doce e em seguida pude ver sua face delicada.

Naquele momento, eu senti que uma parte de mim estava acabada. Como se estivessem me machucando e eu não pudesse reagir. Era uma dor inexplicável. Tente juntar um chute nas partes íntimas com um soco no peito? Sentiu? Então, mutiplique dez vezes agora. E não, não é exagero, estava doendo pra caralho ver a única mulher da minha vida daquele jeito. O problema não era nem o cabelo, e sim seu olhar de pena.

- Bieber?. - Sorriu, vindo em minha direção para me dar um abraço. - Que saudade de você, filho. - Pude ouvir sua voz embargada, sabendo que de seus olhos saia lágrimas de felicidade.

- Eu senti tanto sua falta, Pattie. - Disse, a abraçando fortemente.
- Me dêem licença. - Pude ouvir a voz de Raven, e logo a porta ser fechada.

- Meu filho, por que não veio antes?. - Perguntou, agora me soltando. - Jazmyn e Jaxon estão bem?

- Eles sempre perguntam sobre você. - Respondi, não tomando coragem para olhar em seus olhos. - Não pude vim antes porque estava muito ocupado. Treinamentos e tal.

- Sim, eu soube de sua luta. - Abaixou o olhar. - Responda-me uma coisa, tudo bem?. - Perguntou, me fazendo assentir. - Aonde achou dinheiro para pagar a cirurgia que irei fazer? Sem mentiras, por favor.

- Da luta. - Dei ombros. - Que pergunta idiota.

Negou.

- Não minta para mim. - Pediu, ficando séria. - Eu soube que você perdeu.

Desviei o olhar, não sabendo oque responder.

- Quero a verdade, Justin Bieber. - Continuou. - Está se envolvendo com...- A interrompi, perdendo a paciência.

- Oque acha que eu sou? Um ladrão?. - Aumentei meu tom de voz.

- Isso quem está falando em você. - Deu ombros. - Eu quero a verdade, ou eu não irei aceitar esse seu dinheiro sujo.

- Você está sendo infantil, Senhorita Malette. - Ironizei. - Esqueceu quem é o filho da história?

- Eu não quero esse dinheiro, peça para Dwart devolvê-lo. - Mandou, sentando em sua cama e se virando de costas para mim.

- Eu consegui com um amigo meu, é isso. - Menti, não iria contar a verdade. Não estava afim de sermão essa hora.

- Tem certeza?

- Se estou falando.

- Espero que seja verdade, meu filho. - Avisou, se levantando e indo até o banheiro, mas logo voltou.

A porta foi aberta e de lá entrou a enfermeira Raven.

- Bieber, o senhor tem que ir. - Continuou. - Pattie tem que descansar.

- Não tenho não. - Negou. - Deixa meu filho ficar.

- Tem sim. - Confirmei. - Aliás, eu já estava de saída. Tenho que vez meus irmãos e Normany.

Ouvi um suspiro de Pattie.

- Essa mulher ainda não te deixou em paz?. - Revirou os olhos, se sentando novamente.

- É, não deixou mas pelo menos agora os meninos não ficarão sozinhos. - Justifiquei.

- Pra algo aquela vadia serve. - Riu, sendo acompanhada por Raven.

- Tudo bem, Malette. - Ri, lhe dando um abraço. - Tenho que ir.

- Ok. - Me soltou. - Venha me visitar mais vezes, e traga as crianças e até Normany.

- Tchau. - Me despedi, indo até a porta e sendo acompanhado por Raven até a saida do hospital.

F L A S H B A C K

Eu sabia que tinha alguém atrás de mim, era uma mulher, ouvia o barulho do seu salto enquanto andava. Acelerei meus passos, quando ouvi os seus pararem. Entrei em alguma rua que não sabia identifciar aonde era, eu só precisava fugir. Não que eu seja covarde mas eu não tinha para me defender dela.

Ouvi novamente seus passos, sabia que ela estava se aproximando. Tive certeza disso, quando senti uma rasteira e logo meu rosto foi contra o chão. Levantei-me rápido, queria ver pelo menos quem era.

Ela corria, corria rapidamente. Seus cabelos cacheados e enormes voavam. A garota entrou em um beco, então fui atrás também. E novamente, meu rosto foi contra o chão assim que um saco de lixo ficou em minha frente, me fazendo cair.

Olhei para frente e não encontrava mais a garoto. Única coisa que via, era um saco de lixo rasgado cheio de notas de cem.

Pelo menos a corrida atrás da vadia, serviu pra alguma coisa.


Notas Finais


Até um dia aí :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...