História Dangerous Fight - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Rihanna
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Rihanna
Tags Badgal, Boxer, Crime, Criminal, Criminalidade, Fanfic, Jihanna, Justin Bieber, Policial, Rihanna, Ririh
Exibições 18
Palavras 794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sim, eu tô viva hahaha

Capítulo 3 - Thank You, God.


Fanfic / Fanfiction Dangerous Fight - Capítulo 3 - Thank You, God.

J U S T I N B I E B E R

Eu sai daquela porra de boate acompanhado de Normany. Sim, ela veio atrás de mim mesmo depois do que fiz com ela. Ouvi seus dentes brancos tremerem, então, pela primeira vez em anos fiz uma boa ação com ela. Tirei minha blusa, lhe entregando em seguida.

- Obrigada. - Disse, mostrando seu sorriso de agradecimento. Tenho que admitir, sorriso lindo da porra.

Entrei no ônibus sendo seguido pela morena, querendo chegar em casa o mais rápido possível. Tenho que ver meus irmãos, não os vi o dia inteiro. Estava colocando toda minha confiança no dinheiro dessa luta de hoje mas infelizmente, perdi. Como vou pagar a cirurgia de Pattie amanhã? Porra, eu só me fodo nessa vida. É nessas horas, que eu queria ser rico.

- Ei, vai dar tudo certo. - Disse tocando com sua mão em meu rosto, fazendo-me ver sua expressão triste.

- Já cansei de mentiras. - Tirei sua mão de mim. - Eu nasci pra me foder, essa é a real.

- Não fala assim... - Continuou. - Você reclama demais e esquece que tem tudo na vida.

- Tenho tudo na vida?. - Perguntei rindo debochadamente. - Pare de usar droga, Normany, é sério.

- Faz oque quer, tem uma casa, trabalha com oque gosta e principalmente, é rodeado de pessoas que te amam. - Vi seus olhos marejados e logo após, uma lágrima cair. - Eu não tenho nada disso e nem por isso, saio reclamando. Não reclame de boca cheia.

Fiquei em silêncio, fingindo que suas palavras não tinham me atingido em momento algum, oque é mentira. Normany tinha um defeito, um de vários pra falar a verdade, ela fala coisas e não liga se machuca ou não. É, dessa vez machucou. Mesmo essa vadia ter feito tudo que fez comigo, eu não consigo odiá-lá. Não sei o motivo, apenas não consigo, Sei que isso não é amor, talvez, eu sinta pena dela. Ela não tem ninguém e realmente, tenho as coisas mais importante da vida. Minha família.

Sai de meus pensamentos, assim que o ônibus parou a poucos passos do meu apartamento. Entrei, vendo Jazmyn e Jaxon dormindo todo apertado no sofá pequeno. Assim que acendi o interruptor, ela abriu os olhos, correndo em minha direção e acordando seu irmão que não gostou nada disso.

- Justin!. - Gritou, pulando em meu colo. - Me mostre sua medalha! Por favor, me mostre!. - Pediu ofegante. Nem parece que acabou de acordar.

Normany entrou, sentando no sofá, até que Jaxon deitou em seu colo para dormir novamente. Esse aprendeu com o irmão. 

- Eu não ganhei medalha, Jazzy. - A coloquei no chão. Ela fez uma expressão confusa. - Eu perdi. - Disse indiferente, também sentando no sofá.

- Você perdeu?. - Se sentou ao meu lado. - Mas tudo bem, quem liga para aquela medalha idiota? Eu não.

Talvez, eu ligue.

- Tudo bem, já comeram?. - Perguntei, mudando completamente de assunto. Ela negou-se com a cabeça. - Por que não?

- Bieber, ela é uma criança. - Normany disse o óbvio, dando ombros.

- Vou ali. - Disse, me levantando e indo até a porta com o objetivo de sair mas a voz séria de Normany me fez parar.

- Aonde vai?. - Perguntou, cruzando os braços.

- Isso te interessa? Acho que não. - Sai, ouvindo os resmungos dela. 

Fui até o mercado mais próximo, indo até o balcão para comprar algo para as crianças comer. A atendente logo veio me atender. Desculpa, mas seus peitos me tiraram um pouco do foco. 

- Oque o senhor deseja?. - Perguntou, e pude ver perfeitamente seu olhar malicioso.

- Além de você?. - Sorri, vendo um sorriso se formar em seus lábios.

- Sim, além. - Assentiu.

Comprei coisas para as crianças e sai, até que senti uma mão em meu braço.

- Se quiser meu telefone. - Me entregou um papelzinho, dando um beijo próximo a minha boca. - Saio às 20h00.

Assenti, saindo do lugar rapidamente.

[...]

Estava na frente da minha casa, cancelando todas as ligações de Normany. Terminei de fumar, indo até a caçamba de lixo para jogar o cigarro lá. Todos os sacos de lixos estavam em lugar, só tinha um que estava longe. Faço uma boa ação? Ok, tudo bem. Fui até o lixo, o pegando, porém, quando fui o levantar ele não saiu. Esse lixo tá me tirando. Tentei novamente mas foi em vão. Foda-se. Dei um chute naquela merda, o fazendo rasgar. Que ótimo. 

Suspirei, tentando ganhar paciência. Agachei para arrumá-lo, até que vi... Porra. O saco estava cheio de notas de cem, cheio mesmo. Não é um pouquinho não, é cheio, literalmente.

Obrigado, Deus.


Notas Finais


Desculpas os erros e pelo capitulo meio bosta, to postando pelo pc e ainda n to acostumada
E tbm n to postando muito por que ta acontecendo um probleminha, ou melhor, O PROBLEMA.

se vcs quiserem saber é so me chamar ai, to precisando desabafar, serio

eu queria tanto ser essas escritoras q atualizam todo o dia mas..... acho q nessas ferias vou postas com mais frenquencia. Um cap por mês ta bom??? to zuando calma hahahaha

meu twitter @rihannajinha sigo todos de volta, beijos catchorros

e n se esqueçam de me chamar, preciso conversar hahaha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...