História Dangerous Girls [Hiatus] - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 89
Palavras 2.151
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!!!
Mamilis finalmente devolveu meu filho!!! Yep!
Tô tão feliz, gente, cs não tem ideia!
Tá, eu quase morri assistindo aquele MV divo e maravilhoso (Melhor forró que já ouvi na minha vida), mas eu consegui sobreviver e traze mais um capítulo para vocês.
AVISO:
Esse capítulo vai ter muita fala, mais tipo muita mesmo, então espero que não fique cansativo.

Capítulo 6 - 06 - Bem-Vindos a Noruega!


Fanfic / Fanfiction Dangerous Girls [Hiatus] - Capítulo 6 - 06 - Bem-Vindos a Noruega!

Hyeon

— Isso, senhores e senhoras, é o maravilhoso clima do noruegano. — fala Sook, quando põe o pé no solo.

— É frio. — reclamo, pulando o último degrau da escada e ignorando o fato da manager ter me chamado de senhora, eu sou velha por acaso? Completei 20 esse ano!

— Nunca vieram aqui? — pergunta Jimin, descendo do avião, logo e seguida, e eu apenas faço não com a cabeça.

— Aish, pare de reclamar, você não morou no Brasil dois anos da sua vida. Eu podia viver em São Paulo, mas lá era quente. — diz Mika, ainda mal humorada.

— Você morou no Brasil? — pergunta Jungkook. — Quando?

— E o que te interessa. — pergunta Mika.

— Know Mikaely, cadê o respeito com os mais velhos? — pergunta Aika.

— Tá aqui, mas só uso com gente que merece. — fala a maknae, que apressou o passo para a sala de desembarque, deixando nós para atrás.

— Vai acabar se perdendo! — grita Jiyoon, e Mika ignora.

— E essa é a nossa maknae. — resmunga Sook.

— Ei, eu ainda quero saber. — fala Jungkook.

— Sim, quando ela tinha 10 anos, se mudou de Busan para o Brasil para ajudar os primos a cuidar da tia doente. — falo, e percebo que Jungkook troca um olhar com Jimin. — Por falar em tia, tenho que ligar para a minha e avisar que estou viva.

Deixei o povo andar na frente, afinal se eu fosse na frente iria acabar me perdendo, já que não sou muito boa em me localizar, principalmente em lugares que nunca andei.

Hyeon! — o grito de alegria da minha tia foi tão alto que acho que toda Seul deve ter ouvido.

Ola, tia. — falo, rindo.

— E como foi? Tudo bem?

— Tudo. Foi normal, teve apenas uma pequena discussão entre Sun e Suga, mas sabe como são os casais.

— Imagino. E como vai a minha outra sobrinha? A mais nova que eu pergunto.

— Ah, está causando dor de cabeça na Aika Omma.

— Está em crise?

— É. Ah e eu tenho uma má notícia... — parei um segundo de falar para poder pegar minha mochila e por nas costas. Jimin, por algum motivo desconhecido, resolveu me ajudar e pegou a minha mala roxa e levou. Sorri para ele, em sinal de gratidão.

Que merda eu tô fazendo?, penso.

Se envolvendo com o inimigo..., uma voz irritante soa em minha cabeça, a qual resolvi ignora.

Hyeon, fale logo. — diz minha tia, já aflita.

Eu marquei uma entrevista, entre aspas, de emprego para a senhora ser a maquiadora do Black Pink. É daqui duas semanas, as 9 da manhã, lá no prédio da YG Entreteriment.

— Hyeon, eu já disse que não preciso de emprego!

— Mas tia, a senhora já tem 36 anos, ainda está nova, e tem talento para esse tipo de coisa, a carga horária é bem menor do que a da lanchonete. A senhora sabe que eu não gosto daquele lugar, todos aqueles homens dando em cima da minha tiazinha indefesa. — ouço uma risada, e encaro Jimin, que desviou o olhar para frente, olhando o povo colocar as malas nos carros. Tinham alugado duas vans, uma para os BTS e outra para nós, DGS.

Eu não sei, querida. Vou pensar, tenho que desligar, depois nos falamos.

— Se a senhora me ligar dizendo que não vai para a entrevista, serei obrigada a fazer uma chamada de vídeo junto com a Cute Maknae.

— Tudo bem, tchau.

— Tchau! — desligo o celular no exato momento que chego na van. Guardo o celular no bolso, e me viro para Jimin, pegando minha mala da mão do mesmo. — Valeu.

— Por nada. — fala Jimin, sorrindo, e foi para a sua van.

— To vendo que a Mika vai acabar ganhando a aposta. — fala Moon, brotando ao meu lado. — Menos um beijo que ela vai ter que dá no Jungkook.

— Não entendo porque ela ficaria feliz em não beijar ele, afinal não é o Ultimate da mesma? — pergunto, colocando a mala dentro do carro.

— Não entendo porque você não ficaria feliz em beijar o Jimin, afinal ele não é o seu Ultimate? — pergunta Moon, tentando imitar minha voz.

— Aish, vamos logo! — reclama Sun, entrando na van. — Estou com sono.

— Estava pensando, acho que devíamos apelidar “Sunga” de “Casal do Sono” ou algo do tipo. — fala Aika.

— Acho que dá certo. — fala Moon.

— Vou começar a chamar o Suga de Appa, também, já que chamo a Sun de Omma. — fala Mika, pensativa.

— Você tem várias Ommas. — fala Cat.

— Verdade. Tem a minha Omma de verdade, aí tem a Aika Omma que age como minha Omma, a Sun Omma que é por que eu pareço com ela no requisito dormi, e a Hyeon Omma. — fala Mika.

— Nunca entendi o motivo de você chama a Hyeon de Omma também. — fala Sun.

— É que quando eramos crianças, brincávamos de casinha, ai a Hyeon era a Omma, e o PJ era o Appa, e eu e o Biscoito éramos os filhos. — explica Mika, e eu ri, lembrando daquele tempo.

— Mika, agora você sabe que o que é incesto né? — pergunto.

— Aish, eu não era apaixonada por ele! — disse ela, fazendo todas rirem. A van que ainda estava parada, teve a porta aberta, revelando o Manager Shin.

— Olá meninas! — fala ele, entrando.

— Cadê a nossa manager? — pergunta Cat.

— Ela disse que iria bate um papo com os garotos sobre vocês.— responde ele.

Jimin

— É mais ou menos 15 minutos daqui para o hotel, então peço que só se manifestem quando eu pergunta algo. — apenas assentimos. — Certo. Bem, no tempo de colegial de vocês não tinham aquelas garotas que ficavam e grupos diferentes? Tipo, a vaidosa, a bad girl, a fofinha...

— Sim. — respondemos.

— Pois imaginem essas garotas em um único grupo, então vocês vão ter uma leve noção de como são as Dangerous Girls. — fala ela. — Vou começar dá líder. A Cat é aquela nerd mas é descolada ao mesmo tempo. Seu QI é elevado, mas isso ela nunca disse me voz alta, poucos sabem. Quando ela não sabe de algo, a mesma vai atrás. Até que vocês consigam um mínimo de intimidade com Cat, não irão ver ela sorrir diretamente para vocês. Entendido?

“Ótimo, agora a Jiyoon. Essa é aquela que não mede esforços em se meter em uma briga, céus, ela seria pior que a Line Maknae inteira. Uma dica: quando a verem com seus fones, não tire nenhum deles para puxar conversa, a menos que queria levar um murro na cara. Ah, e se ela tiver lendo, também não atrapalhe. E Jiyoon pode parecer grossa e arrogante, mas por dentro é uma pessoa legal.”

“Já a Aika é aquela que passa a sensação de fofisse, acho que posso dizer que ela é aquela popular que sai entregando caixas de bombom de chocolate para os garotos solteiros que nunca teriam chance com ela ou qualquer outra garota, apenas para não deixar eles cabisbaixo no dia dos namorados. Mas não se enganem, Aika age como a Omma do grupo, e se pode assemelhar ela a uma leoa, que cuida bem de seus filhotes. Arrume confusão com uma das meninas, que você morrer. Até agora entenderam?”

— Sim. — respondemos em uníssono.

— Ótimo, ótimo... Antes que eu comece a falar das outras, vocês devem saber de uma coisa: a Line Maknae é formada pela Sun, Hyeon, Moon e Mika. Vai ser bem frequente vocês ouvirem “Cute Maknae”, esse é o apelido da Mika, mas também tem “Vain Maknae” que é o da Moon; “Cupid Maknae” o da Hyeon, e o da Sun que é “Rapper Maknae”, mas quase não usamos eles.

“Mas voltando para as meninas. A Sun é a entediada, toda vez que você olha para ela, a mesma vai estar com uma expressão de tédio, a não ser que ela esteja no meio das amigas, que aí é possível que até grite.”

“A Hyeon, como o próprio apelido já diz, é aquela que sai ajudando os casais, mas arrumar um boy para ela: nada. Ah, ela é bem persuasiva, e é uma das mais fofas e sociável do grupo, então vai ser fácil virar amigo dela.”

“Já a Moon, é a vaidosa. Quer fazer uma maquiagem, fale com ela. É a ligada no mundo dos famosos, qualquer coisa que seja, mínima ela já sabe. Ah, e acho que já devo dizer que ela é zueria ao extremo.”

“E por fim a Mika, a querida maknae bipolar. Dica para a vida: nunca a chamem de bipolar, se ela estiver em crise ou não. Ela é a bad girl, apronta muito, já perdi as contas que fui chamada na escola por conta dela. Para ter uma boa convivência com ela, tem que deixar fluir, ou fazer uma aposta, que você vira BFF dela. A Mika é viciada em apostas, e quando digo que ela é viciada e porque ela é. Acho que é só isso, alguma dúvida?”

— Eu tenho! — fala J-Hope.

— Fale. — disse ela.

— Você tá falando disso para a gente, para não ter pedido de nenhum de nós se apaixonar por elas? — devo admitir que tive uma crise de risos com o que Hobi disse, e não foi só eu, os outros também.

— Talvez, se isso chegasse a acontecer... — ela para um minuto, e o carro fica em silêncio, pois Sook tinha uma expressão séria no rosto. — Eu realmente quero que ninguém saia machucado dessa turnê, principalmente com esses quartos mistos. Ah, e por falar nisso, deixo logo avisado, que Jiyoon, Moon, Hyeon e Mika não em nenhum pingo de vergonha, se por acaso elas esquecerem a roupas quando estiverem banhando, podem ter certeza que elas vão sair do banheiro só de toalha e não vão se importa com o fato que vai ter um garoto lá.

Derrepente tive uma pequena visão de Hyeon com aqueles cabelos coloridos, molhados, e o corpo coberto apenas por uma toalha...

— Nada de pensamentos impuros com minha Dongsaeng, Park Jimin! — diz Sook, e os garotos ficam rindo da minha cara.

— Aish, eu não sou nem o Namjoon Hyung. — falo, e o Namjoon só não me bate por que eu estava sentado longe dele.

— Ah Rap Monster, acho que você deve está consciente que se a Aika descobri que foi você que magoou a Cat a alguns anos atrás, você tá morto. E se magoar ela de novo, e a Mika saber é bom você correr. Pois aí vai ser a Unnie e a maknae querendo te encher de porrada, e ainda tem a Hyeon. — avisa Sook, abrindo a porta do carro,

— Todo mundo sabe agora que eu namorei com a Cat? — pergunta o Namjoon, indignado.

— Só eu, a Cat, óbvio, e a Mika e a Hyeon, pois se fala em amor, elas são o Sherlock Holmes e o Watson, não se pode esconder nada delas. — fala Sook, dando de ombros.

Todos descemos da van, e pouco tempo de pois a outra van chega, e logo as meninas saem, e os carinha começam a tirar nossas malas e os mesmos disseram que iam deixar no quarto, então nem me importei, apenas entrei dentro prédio, focado em esquecer a cena que tinha pensado mais cedo.

— Nosso quarto é o 209. — fala Hyeon, aparecendo ao meu lado fazendo com que eu levasse um susto.

— Aish, você me assustou! — digo, e ela riu. — Não é engraçado.

— É bem engraçado. — rebate ela, que aperta no botão do elevador, que nem percebi que nos aproximamos. — Posso fazer uma pergunta?

— Claro. — digo, e ouço um grito, quando olho para trás e a Jiyoon brigando com o J-Hope, eu comecei a rir, junto a Hyeon.

— Ignorando a Unnie e o Oppa. Esse cabelo é para o MV novo? — pergunta ela, ficando na ponta do pé para tocar meu cabelo, e eu só fiquei parado.

— Você é estranha. Mas é sim. — respondo, e abaixo um pouco para ficar melhor.

— É a minha melhor qualidade. — diz Hyeon, e o elevador chega, e os outros também, então entrou Jiyoon e Hobi, a Cat e o Namjoon, e a Sun e o Suga, que soltaram as mãos na hora que o elevador fechou.

—  Acho que alguém vai pagar 100 dólares para a Cute Maknae. — ouço Jiyoon sussurrar para Hyeon, mas deixei quieto.

O que será que elas estavam falando?


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Terminei o capítulo agora, ao som de Blood Sweat & Tears e Hard Carry (Sério, eu estou VICIADA nessas músicas)
Esses dias, eu realmente não sei como estou viva.
Primeiro Hard Carry, aquela voz do JB ❤❤❤ quase tive um infarto, com essa pessoa linda.
Ai vem Blood Sweat & Tears... GENTEEEEEEEE, o que foi aquele Kook de olhos azuis, e sentado naquela cama... E àquele cabelo do Jimin? Serio, eu morri e voltei dos mortos!

Bora interagir, que agora eu vou poder responder os comentários.

•Qual foi sua reação a assistir Blood Sweat & Tears?

•Quem é o seu Ultimate?

•Gosta de Got7?

•Vai querer um Q&A mais para frente?

•Quem você acha que vai perder a aposta primeiro?


Era só isso!
Um beijo meninass (imaginem a Talita e a Gabbie falando)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...