História Dangerous Love - Jikook - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~BolinhoDoNam2

Visualizações 86
Palavras 2.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLOU
HOW ARE YOU?

~Passou
Como vocês estão? Óia eu aqui trazendo esse capítulo dhr (só que não)
Eu realmente espero que você gostem, estou fazendo o melhor que posso.

ESSE JIKOOK TÁ ME MATANDO

BOA LEITURA (vou parar de usar Caps lock agr)

Capítulo 12 - Chapter Twelve


Sexta feira, dia 24 de Junho de 2016

Jungkook On

Mais de um mês se passou desde que eu pedi Jimin em namoro.

Ele é bem meigo e carinhoso. Amo quando o beijo na frente das pessoas e ele fica corado. Amo quando ele me me xinga e sente ciúmes. Amo ele e nesse tempo que tenho estado ao lado dele, tudo tem sido maravilhoso. 

Jimin estava na minha casa, já que o mesmo não tinha aula hoje pois seu professor está de licença.


10:47 AM

- Não. Não e não. - Digo sem cerimônias.

- Mas Kookie... Por favor! - Jimin dizia toda hora enquanto me abraçava e fazia carinho, às vezes se afastando para fazer carinhas fofas achando que iria conseguir o que quer desta forma.

Ele acha que eu não consigo resistir aos encantos dele. Merda. Ele está certo.

- Jiminie - Ah! Por favor, não insista!

- Por que você não quer que eu conheça seus amigos? Algum deles é seu amante? É isso Jungkook? - Ele me solta e me olha emburrado.

- Ei! Pare com isso! Claro que não tenho uma amante. Mochi, eu te amo tanto, tanto, tanto... - Dou um beijo na testa dele. - Mas eles vão é te assustar. São um bando de loucos e...

- Eu já disse que vou com você! 

Eu já expliquei o por quê de estarmos tendo essa "discussão"?

Não? 

É bem simples.

PARK JIMIN QUER CONHECER MEUS AMIGOS.

Sabe qual o problema nisso?

Eles nem agem como humanos. São loucos. Não entendo como amo aqueles idiotas.

Uma vez, enquanto andavamos por um Shopping, Taehyung viu uma blusa e achou linda. Disse que não ia embora até fazermos uma vaquinha e comprarmos a mesma. Rimos dele e continuamos andando. Estávamos de boa até olharmos para trás e perceber que Taehyung não estava conosco.

Demos meia volta e voltamos até a loja. TaeTae estava lá, parado como uma estátua da mesma forma que estava quando saímos.

- Taehyung! Vamos embora!

- Não. Minha blusa está ali e quero ela. Agora.

- Anda logo, Tae. Vamos beber - Hoseok tenta puxar o braço do mesmo e Taehyung olha ameaçador para Hobi.

- O que pensa que está fazendo?

- Te puxando para irmos embora! Anda logo!

- Não! 

- Kim Taehyung, Vamos agora. - Diz Yoongi perdendo a paciência ao perceber que muitas pessoas olhavam para nós.

- Você não manda em mim. Eu quero aquela blusa.

- Dá para parar de agir feito criança? 

- É só comprar a blusa! 

- Não! 

- Então também não vou parar.

Uma mulher alta e gordinha acompanhada de uma adolescente um pouco gorda também se aproximou de nós.

- Esse daí do tá querendo chamar atenção. Para de show que você não é o PSY. 

- Nunca vi mais feio. Pelo menos esse moreno perto dele é um colírio para os meus olhos. 

Elas passam rindo e Taehyung as olha. 

Quando pisquei, TaeTae estava sentado em cima na barriga da mulher enquanto puxava o cabelo e dava socos no rosto da mesma e adolescente tantava o tirar de cima da mãe  (?).

- O QUE VOCÊ FALOU? REPETE NA MINHA CARA.

- Me desculpe Moço.

- AGORA VOCÊ VEM PEDIR DESCULPAS,  NÉ? 

De repente Taehyung larga a mulher no chão e dá um tapa na outra que se assusta.

- O QUE VOCÊ FALOU DO MEU HOMEM?  

E começa uma briga terrível. Eu tento levar a mulher que estava no chão para algum banco enquanto Hoseok segura Taehyung e Yoongi tenta segurar a adolescente que resolve revidar as agressões.

Namjoon tentava impedir as pessoas de chamar a polícia alegando que era só um mal entendido atoa e Jin foi correndo buscar água para a mulher que eu estava tentando ajudar.

Acabou que um funcionário da loja que Taehyung queria a blusa chamou a polícia e Tae ficou preso na delegacia a noite toda.

No final ele disse "bem feito" e disse que faria tudo de novo.

Também teve a vez em que decidimos nos matricular numa academia juntos e Namjoon xingou o Personal treiner que de vez em quando pegava na bunda de Jin para fazer o exercício  (mesmo que eles ainda não tinham nada na época, Namjoon ficava irritado quando coisas assim aconteciam com Jin ) e acabamos sendo expulsos da academia por causa de tantas palavras de baixo calão que Namjoon usou.

Hoseok já foi para o Bar só de cueca e Yoongi já tentou dançar Twerk no parque aquático que fomos ano passado. Tadinho. Parecia uma tábua se remexendo.

Jin é muito exagerado e tem dias em que ele grita e briga por tudo. Ele gritou tanto comigo dentro do metrô só porque eu pisei no tênis favorito dele, que os passageiros até xingaram o mesmo reclamando dele ser muito barulhento e alguns até saíram do metrô para pegar outro sem o Jin.



Eu não quero que o meu Mochi se misture com essas pessoas esse fique tão louco quanto eles.

- Se você não me levar até eles, nada de beijinhos por uma semana!

O olho incrédulo.

- Mas Mochi...

- Duas semanas sem Beijos! 

Arregalo os olhos. Duas semanas sem beijinhos do Jimin é muito!

Ficamos em silêncio nos encarando por alguns momentos.

- Vou ligar para eles. - Digo e vou para o meu quarto emburrado

[...]

20:02

- Anda Logo Jimin! Já estamos dois minutos atrasados e olha que nem saímos de casa!

- Você não pode esperar um pouco? Parece um louco gritando sem motivos.... - Comecei a ignorar o que ele fala desde quando ele apareceu na sala já arrumado.

 Ele estava lindo. Mais do que já é.

Ele usava uma blusa preta e branca listrada, uma calça de couro preta e um Vans Cinza. Seus cabelos platinados estavam meio bagunçados o que dá um toque sexy. Ele usava uma base e um hidratante labial.

- Jungkook? Tem um tempão que estou falando com você e você não responde! O que achou da roupa?  

- Você está maravilhoso, Jimin. - Vou até o mesmo. - Lindo...

Dou um beijo calmo no mesmo sendo afastado por Jimin.  O olho confuso e o mesmo faz uma cara de sapeca. 

- Estamos atrasados... - Ele ri. 

Fecho a cara, pego as chaves, tranco a casa e vou para estacionamento pegar o carro.

[...]

Chegamos no shopping e encontramos um Namjoon agarrado ao Jin e o Casal TaeYoonSeok sentados de mãos dadas no no meio do estacionamento do Shopping.

Mereço.

Jimin sorriu grande, apertou a minha mão e foi rápido (vulgo correndo) em direção aos meus amigos.

- Ah, então esse é o Jimin? - Yoongi falou com voz grossa provavelmente por causa do sono.  Eu concordo.

- Olá! Sou Park Jimin é tenho 15 anos!

Todos exceto eu, Jin e Namjoon olham assustados para Jimin e senti uma pontada de Ciúmes quando Taehyung o olhou de cima à baixo. Mas lembrei: São dois passivos.

-Sou Kim Taehyung, tenho 22 anos e esses são meus namorados.

- Sou Jung Hoseok, mas pode me chamar de Hobi ou J-hope. - Ele dá um sorriso galanteador e leva um tapa de Taehyung.

- E eu sou o Yoongi. - Ele termina fazendo uma cara fofa estremamente forçada. - O mais bonito do grupo.

Todos caem em risos. 

Entramos no Shopping e fomos ao cinema. Felizmente, conseguimos pegar a última sessão do dia.

Jungkook Off 

Jimin On 

Jungkook, Namjoon, J-hope e Yoongi foram comprar as entradas e eu, Jin e Taehyung ficamos sentados numas mesas perto do cinema.

Conversamos bastante e descobri que TaeTae (Forma como ele prefere ser chamado) é muito divertido e gente boa.

Algum tempo depois Jungkook e os outros voltaram. Como o shopping já estava fechando,  decidimos lanchar enquanto assistíamos ao filme. 

Mais uma vez o quarteto destemido (Vulgo Jungkook, Namjoon, J-hope e Yoong) foram comprar os lanches,  já que ainda faltavam dez minutos para o filme começar. 

Antes de saírem,  Jungkook me deu um beijo na testa e disse que logo voltava, enquanto todos observavam aquela cena. Eu corei e murmurei um "Tudo bem. Te amo"

Enquanto os mesmos se afastaram, Jin e Taehyung me olharam e em seguida se encararam, como se estivessem conversando pelo olhar.

- Jimin... Você ama o Jungkook? - Jin começou. O olhei confuso. Por que ele estava fazendo essas perguntas?

- Claro que amo! Digo, eu não sei exatamente. É a primeira vez que sinto algo tão grande por uma pessoas e esse sentimento é correspondido e.... - Falei tufo rápido e embolado. 

- Calma! Só estamos perguntando porque percebemos que Jungkook te ama. Mesmo você sendo bem novo. Só queremos ter certeza de que você não vai machucar ele como a Haneul.... - Taehyung parou de falar do nada e olhou para Jin, que estava com os olhos arregalados.

- Haneul? Quem é essa?

- É... Bom.  É Uma ex namorada do Jungkook. Ninguém que deva se preocupar. Ele gostava muito dela há alguns anos anos atrás e ela traiu ele. - Enquanto Taehyung falava, eu estranhamente pensava naquela mulher que se dizia grávida do Jungkook. - Só não queremos que ele se machuque. 

- Eu nunca faria isso. Eu gosto tanto do Jungkook que nem me imagino com outra pessoa a não ser ele. Podem confiar em mim.

Os dois se olham mais uma vez e quando iam falar algo, os meninos chegam agradecendo pelo shopping estar meio vazio.

Cada um pegou seu lanche e fomos para a sala em que o filme seria exibido.

[...]

O filme havia acabado e nos despedimos, prometendo sair para beber algum dia (correção: Os Hyungs iriam beber álcool e eu ia ficar observando tomando suco de laranja).

Cada um tomou seu caminho e eu fui para a casa de Jungkook.

Vez ou outra eldorado colocava a mão na minha coxa e apertava, me fazendo suspirar.

Jimin Off 

Jungkook On 

Assim que chegamos em casa, fomos escovar os dentes e em seguida trocar de roupa. 

Era normal eu e Jimin trocarmos nossas vestimentas no mesmo cômodo, mas naquele dia tudo parecia diferente.

Enquanto Jimin se virou para tirar sua blusa, me sentei na cama e fiquei observando suas costas e a curva de sua cintura. Ele tirou a calça e a bunda grande e durma marcada na Cueca me fazia ter volta de de ir lá e apertar. 

E eu o fiz.

Me levantei sem fazer barulhos e enquanto Jimin procurava alguma roupa na sua mochila, o abracei por trás. Senti o mesmo se arrepiar quando dei beijinhos no pescoço do mesmo. 

Sinto Jimin empinar sua Bunda e dou um chupão forte no pescoço branquinho e até alguns segundos atrás, livre de marcas. 

O virei para mim e o beijei. O beijo era rápido como aqueles beijos em que você dá escondido dos pais. Desci as mãos até a cintura do mesmo, onde fiz um carinho logo apertando e o puxando mais para mim. Finalizei o beijo com alguns selinhos. 

Vamos andando lentamente até a cama e o puxo para o meu colo. O beijo novamente e aperto as bandas de sua bunda com força, o ouvindo gemer baixo. 

Sinto ele começar a rebolar de leve sobre o meu membro, como se estivesse com certo receio. Com a vontade de fazer ele rebolar com mais força, seguro sua cintura e dito os movimentos, gemendo juntamente com Jimin. Mesmo com uma cueca e uma calça nos separando, podia sentir a entrada do Park em cima do meu membro.

O jogo na cama com certo cuidado e tiro a minha blusa, vendo Jimin morder os lábios e levar suas mãos até meu abdômen e passar a mão ali, arranhando de vez em quando.

A não de Jimin vai descendo até a barra da minha calça e fica brincando ali. Eu sei que é para me provocar e solto um riso nasal, chegando perto da orelha do mesmo e mordendo seu lóbulo.

- Você quer brincar de quem provoca mais, Bebê? 

Ele não responde e abaixa a minha calça junto com minha cueca. 

Gemi ao me ver livre daquelas peças de roupa me apertando. Jimin me olha e eu o encaro, pedindo uma permissão silenciosa para continuar. O mesmo assente e me levanto, pego um pote de lubrificante e me deito em cima do mesmo novamente.

 O beijo e o toco. Aperto suas coxas e dou um tapa estalado na coxa esquerda, sorrindo ao ver a marca da minha mão ali.

 Olho seu membro necessitado e coloco a mão em volta do mesmo, fazendo movimentos de vai e vem aumentando a velocidade aos poucos. Quando sinto que Jimin está quase gosando, tiro minha mão, ouvindo o gemido frustrado do mesmo. 

 Pego o potinho e passo um pouco do lubrificante em meu Pênis e um pouco na entrada rosinha do mesmo. Fico roçando meu pau naquele buraquinho apertado.

 - Jungkook - Jimin geme meu nome - Me faca seu.

 Perco o restante da minha sanidade e usando um pouco mais de forçame enterro dentro do mesmo aos poucos, gemendo ao ter aquela entradinha me apertando. Espero um pouco pois sei que mesmo com o Lubrificante dói e é incômodo, mas logo sinto Jimin rebolar. 

Começo o estocando devagar e aproveitando as afeições do Platinado. Vou aumentando a velocidade e tudo o que pode se escutar no quarto são gemidos e o barulho de nossos corpos se chocando. 

 Saio de dentro do mesmo e o coloco de quatro, nem esperando para o penetrar novamente e começar com as estocadas. Logo acerto a próstata do mesmo. Ficamos algum tempo assim até Jimin gozar e com a entrada contraída do mesmo foi impossível não urrar de prazer quando despejei meu esperma dentro do mesmo.

 Me joguei ao lado de Jimin e o beijei calmo. Eu estava cansado e Jimin também, mas precisávamos tomar um banho. 

 O peguei no colo e dei um banho rápido no mesmo, tomando banho também. Coloquei uma cueca e vesti uma blusa minha em Jimin, o colocando na poltrona do quarto enquanto trocava os lençóis e em seguida o colocando na cama limpa.

 Me deitei ao seu lado e nos cobri, caindo no sono logo após sussurrar um "Eu te amo" para Jimin.











Notas Finais


MAIS UQ EH ISSO
AQUELE LEMON 1/10
MAS O QUE VALE É A INTENÇÃO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...