História Dangerous Love - Ruggarol - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Karol Sevilla
Tags Drama, Romance
Visualizações 239
Palavras 1.925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Capítulo 6


 

 (Karol entra na boate ao lado de Lina e assim que percebe todos os olhares para si abaixa a cabeça completamente corada . A morena começa a se arrepender de ter aceitado usar aquele vestido tão curto , mas assim que voltou a levantar sua cabeça sentiu seu coração disparar diante dos olhos castanhos que a queimava por inteiro .

 

 

Ruggero tinha o olhar fixo em Karol , enquanto admirava a beleza única da jovem .  O mesmo sabia que devia se afastar , mas cada vez que a encontrava , sentia aquele mesmo mar de emoções que o davam a certeza de que esquecê-la seria mais difícil do que imaginava .

 

 

Karol permanece com seu olhar vidrado em Ruggero mas logo sente algo dentro de si se partir ao ver uma mulher loira sentar no colo do mesmo , a fazendo desviar o olhar rapidamente com uma expressão triste...

 

 

      Aquilo era ciúme ?!

 

 

Lina : O que foi amiga ? Não está se sentindo bem ?

 

 

(Lina pergunta preocupada ao perceber a mudança repentina da amiga e não demora a ver a mesma força um sorriso "animado" )

 

 

Karol : Não , não ! Estou ótima , agora vamos aproveitar , a noite é  uma criança ! 

 

 

Lina : Isso aí , garota , vamos fazer a festa !

 

 

(Lina grita animada pegando duas bebidas e puxando a amiga em direção a pista de dança . Karol sentia o gosto forte do álcool queimando em sua garganta pela primeira vez , nunca havia bebido antes , mas agora estava decidida a esquecer de tudo , inclusive de Ruggero .

 

 

As horas vão se passando e a morena já estava completamente bêbada , assim como Lina . O corpo da morena se movimentava de forma sensual no meio da pista , atraindo o olhar de vários homens , mas principalmente do traficante que não havia tirado os olhos dela a noite toda ) 

 

 

Valentina : Que garota ridícula , duvido que ela esteja bêbada mesmo , com certeza só está fazendo isso pra achar a atenção !

 

 

(A loira fala indiferente tentando esconder a inveja que estava sentindo e logo volta o seu olhar para Rugge notando que mais uma vez ele ao menos disfarçava o seu olhar para a morena de olhos verdes .

 

 

A verdade era que Rugge havia passado a noite toda a observando e a protegendo de longe , sabia como aquele lugar podia ser perigoso para alguém como Karol , e sentia a necessidade de cuidar da morena , mesmo que ela não soubesse disso ) 

 

 

Valentina : Porquê olha tanto para essa garota ?

 

(Valentina pergunta irritada , mas novamente Ruggero não lhe dar atenção . Os olhos do traficante permaneciam fixos na morena , mas logo o mesmo sente seu sangue ferver ao ver um homem se aproximar da mesma , fazendo Ruggero se levantar rapidamente , tirando Valentina de seu colo )

 

 

Agus : Aonde você tá indo , cara ?

 

 

(Agus pergunta ao amigo mas antes que pudesse receber uma resposta vê o mesmo dar um passo em direção à Karol , o fazendo segurar o braço do moreno )

 

 

Agus : Já conversamos sobre isso ! Tem certeza do que vai fazer ?

 

 

(Ruggero pensa por um momento , mas logo volta seu olhar para Karol vendo um mesmo homem se aproximar ainda mais da jovem enquanto ela mesmo bêbada tentava se afastar )

 

 

Rugge : Sei o que estou fazendo ! Agora , vai atrás da amiga dela, a tal de Lina e a leve de volta pro apartamento em segurança , da Karol cuido eu !

 

 

(Rugge fala sério e solta seu braço assim que vê o amigo assentir a sua ordem , não demorando a caminhar em direção a Lina que também já estava bêbada )

 

 

Valentina : Você vai me deixar aqui sozinha por causa da aquelazinha ?

 

 

(Valentina grita indigitada segurando o pulso do moreno , mas não demora a sentir o medo a dominar diante do olhar ameaçador de Ruggero)

 

 

Rugge : Me solte....AGORA !

 

 

(Rugge grita a última palavra assustando Valentina que o solta imediatamente , e não demora a caminhar a passos largos na direção do homem que tentava tocar em Karol , na certeza de que aquela noite terminaria no hospital para quem ousasse por as mãos em sua protegida )

 

 

                      KAROL 

 

Eu me sentia completamente anestesiada enquanto sentia o álcool correr por meu corpo . Minha visão estava embaçados e tudo ao redor parecia rodar mas mesmo assim continuo a dançar loucamente até sentir uma mão acariciar minha coxa me fazendo dá um passo pra trás .

 

 

As lembranças do dia em que quase fui abusada voltam a minha mente com força enquanto via o mesmo homem voltar a se aproximar , dessa vez tentando me tocar com mais ousadia . Eu tento me afastar mais uma vez , mas assim que dou um passo para trás sinto algo forte amparando meu corpo enquanto vejo pela primeira vez o temor nos olhos do homem a minha frente enquanto olhava para algo além de mim , me dando a certeza de que sabia quem era o dono dos braços que mais uma vez que seguravam .

 

 

(Rugge toma a frente de Karol e sem que ela veja tira sua arma da cintura a colocando no pescoço do homem sem que ninguém percebesse )

 

 

Rugge : Toque nessa garota mais uma vez e eu te mato aqui na frente de todo mundo !

 

 

(O moreno sussurra em um tom ameaçador enquanto tentava controlar a raiva dentro de si e não demora a ver o homem a sua frente implorar por misericórdia )

 

 

XXX : E..eu prometo que nunca mais vou fazer nada...Só por favor , me deixa ir embora !

 

 

(O jovem loiro súplica com a voz trêmula e não demora a sentir Ruggero empurra-lo com força )

 

 

Rugge : Você está avisado !

 

 

(O moreno fala com sua postura imponente e como num piscar de olhos vê o homem a sua frente sair correndo , o fazendo tornar seu olhar em direção à Karol )

 

 

Rugge : Vamos pra casa agora !

 

 

(Rugge se aproxima tentando puxar Karol pelo braço mas logo vê a mesma se afastar cambaleando )

 

 

Karol : E..eu não preciso de você pra ficar me salvando por aí...e..eu sei me cuidar sozinha ! 

 

 

Rugge : Eu vou fingir que não ouvir isso e vou te levar pra casa agora mesmo ! 

 

 

Karol : N...nãoooo....v..você não manda em mim , eu vou ficar , Sr."Traficante Perigoso" !

 

 

(A moreno murmura completamente bêbada , mas quando se vira para pegar outra bebida sente Rugge a puxar com força a carregando em seus braços e a colocando de cabeça pra baixo sobre seus ombros )

 

 

 Karol : Me soltaaaa !

 

 

(A morena grita completamente bêbada enquanto se debatia tentando fazer com que Rugge a colocasse no chão , mas o moreno simplesmente a ignora , não demorando a sair da boate com ela ainda em seu ombro ) 

 

 

Karol : Nãoooo , eu quero voltar pra lá pra dentro ! Me solta agoraaa , seu troglodita !

 

 

(Karol continua gritando enquanto batia nas costas de Ruggero , mas logo é surpreendida ao ser a mão do mesmo deixando um leve tapa em sua bunda a fazendo gemer )

 

 

Karol : Ahmm...idiota ! 

 

 

Rugge : Fica quieta e sobe na moto !

 

 

(O moreno fala a colocando no chão e pondo o capacete na cabeça da jovem , assim que param em frente à sua moto )

 

 

Karol : Não vou a lugar nenhum !

 

 

(Karol cruza os braços fazendo biquinho e Rugge respira fundo tentando manter a calma e desviar seus olhos dos lábios da mesma )

 

 

Rugge : Eu já tô perdendo a paciência com você , Karol ! Sobe nessa moto agora !

 

 

(Rugge fala uma última vez e totalmente contrariada Karol o obedece não demorando a sentir a moto entrar em movimento . Karol sentia seus olhos pesarem de cansaço e sem perceber apoia sua cabeça nas costas de Rugge enquanto envolvia seus braços ao redor dele , o fazendo sentir um choque atingir seu corpo .

 

 

Alguns minutos se passam e a moto para em frente ao edifício de Karol , fazendo ambos descerem da mesma )

 

 

Rugge : Vamos , vou te levar até seu apartamento !

 

 

(O moreno fala segurando o braço de Karol levemente , mas logo a morena volta a se afastar )

 

 

Karol : E...eu sei muito bem o caminho até...até lá ! Não preciso de babá! 

 

 

Rugge : Tudo bem ! Se você quer assim de novo , vamos lá !

 

 

(O traficante a surpreende mais uma vez e a carrega no colo , a colocando sobre seus ombros novamente enquanto subia as escadas sob as reclamações da mesma . 

 

 

Ambos chegam até o apartamento e ainda escutando Karol reclamar  , Rugge pega a chave da mesma e abre a porta , não demorando a entrar no lugar recém decorado )
 

 

 

Karol : Me...me coloca no chãooo !

 

 

(A morena grita se debatendo e ainda tentando manter a calma Ruggero a coloca no chão , não demorando a sentir as mãos macias de Karol distribuindo tapas em seu peitoral )

 

 

Karol : Q...Qual é o seu problema em ? Você manda eu me afastar de você e depois praticamente me arranca pra fora da boate ! 

 

 

 Rugge : Karol....

 

 

 (A morena interrompe )

 

 

Karol : Você não é meu dono ! 

 

 

Rugge : Karol , cala a boca ! 

 

 

Karol : VEM AQUI CALAR !

 

 

(Karol grita complemente bêbada e irritada , mas logo sente um choque intenso tomar conta de seu corpo ao sentir Rugge a prensar contra a parede enquanto seus rostos permaneciam a centímetros de distância . O coração de ambos batia enlouquecido , suas peles pareciam queimar implorando por mais contato e seus lábios almejavam se encontrar em um beijo intenso .

 

 

O casal navegava no olhar um do outro e foi exatamente nesse momento que toda a resistência de ambos foi ao chão , deixando no ar um sentimento ainda desconhecido por eles , mas que prometia mudar suas vidas pra sempre ) 

 

 

Karol : Porquê quer tanto que eu me afaste ? Porquê não me deixa ver quem você é de verdade ?

 

 

(A morena sussurra cansada  com seus olhos ainda conectados com os de Ruggero , fazendo o moreno pela primeira vez ficar sem palavras .

 

 

Por mais que tentasse negar , Ruggero havia se apegado a Karol , desde o primeiro momento em que a viu , o mesmo sentiu que havia algo diferente nela , algo que talvez tivesse o poder de fazê-lo...

 

 

 

         Mudar ?!

 

 

 

Por um momento Ruggero imaginou como seria ser bom o suficiente pra Karol , como seria se tivesse um trabalho digno e um caráter respeitador , o moreno imaginou como seria se tivesse escolhido uma vida diferente pra si , mas não demorou a afastar aqueles pensamentos da cabeça .

 

 

A verdade é que por mais que o traficante sentisse o desejo louco de se abrir por inteiro e deixar que Karol o visse como realmente era , Ruggero tinha um medo .

 

 

Medo de no final das contas o resultado não ser melhor !

 

 

Medo de não ter nada mais que um coração magoado !

 

 

 

E principalmente , medo de que na verdade , o que há dentro de si seja mais perigoso e mortal quanto o seu exterior ! 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...