História Dangerous Love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Camila Cabello, Katy Perry, Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Melanie Martinez, Nicki Minaj, Selena Gomez
Personagens Ariana Grande, Lucas Olioti
Tags Ariana, Dangerous, Shipp, T3ddiana, T3ddy
Visualizações 6
Palavras 1.707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eai pexoas? Tão gostando da fic?
Deixem suas opiniões e críticas (construtivas plis)

Me desculpem, tô sem PC. Tá complicado ushwbsjwjjw

Capítulo 4 - Sentimentos (HOT)


Fanfic / Fanfiction Dangerous Love - Capítulo 4 - Sentimentos (HOT)

POV Ariana

- Aah! Então você quer dizbee eu sou linda? - falo olhando diretamente em seus olhos. 

- É sim. Mas não leve para o lado pessoal. - ele fala rindo. 

Nossa, isso acabou comigo. "Não leve para o lado pessoal" pensei que ele fosse falar algo melhor para mim, mas não. 

Calma. Mas porque isso acabaria com você? Ariana Grande-Butera, você praticamente nem conhece ele. Ele é o namorado da sua melhor amiga. Quantas vezes já falei isso pra você?

- Lado pessoal é? - falo irônicamente e dou um sorriso forçado.

Continuamos assistindo o filme. Mas eu me separei um pouco dele e nem quis olhar na sua cara. Nem quando você não quer nada com a garota, você não fala isso. Algum tempo depois, o filme acaba.

POV Lucas

Tenho que ir pra casa da Selena. Será que ela esfriou a cabeça?

Vou para o quarto, junto minhas coisas e coloco num canto. Talvez seja hoje em que eu volte para a casa da Selena. Saio do quarto, vou até Ariana e aviso à ela:

- Ariana, eu vou pra casa da Selena ver se ela esfriou a cabeça. - falo à ela.

- Tudo bem, espero que sim. - ela fala e dá um sorriso.

Vou no quarto, troco de roupas e coloco um boné. Pego a chave do meu carro, meu celular e saio.

Chegando na casa de Selena, toco a campainha duas vezes, enquanto bato impacientemente o pé no chão, causando um barulho um tanto irritante para algumas pessoas. Uns 5 minutos depois, Selena abre a porta e fica surpresa comigo.

- Luh! - ela fala me abraçando e ficando encostada em meu peito, por ela ser baixinha.

- Seh, me desculpa por ter gritado com você? - falo retribuindo seu abraço.

- Oi? Você sumiu do nada. Não me lembro de completamente nada depois daquelas doses. - ela fala arregalando os olhos e rindo.

- Nós brigamos ontem à noite, e eu acabei indo embora e... Ah deixa pra lá. - falo passando minha mão em seu rosto, à acariciando.

- Então, pra onde você foi? - ela fala, desmanchando seu sorriso e deixando uma expressão séria em rosto.

Vish. Fudeu. Não vou falar a verdade para ela, com certeza. Imagina, falar que eu dormi na casa da melhor amiga dela... Oque ela pensaria?

- Lucas! - ela chama a minha atenção e os meus pensamentos evaporam. - Onde você dormiu? - ela pergunta novamente, cruzando os braços.

- Dormi num hotel. Paguei uma diária. Vou ter que ir buscar as minhas coisas lá. Se você me aceitar de volta... - minto, fazendo um draminha no final.

- Ai, para de besteira T3ddy! - T3ddy é meu apelido. - Nem sei oque aconteceu e não te aceitaria de volta?. - ela fala num tom irônico, depois ri.

- Então eu vou lá. Tá? - falo balançando a chave do carro.

- Eu vou com você! - ela fala animada. Fudeu. E agora? Tenho que dar uma desculpa.

- Selena! Pode deixar, eu tenho que ir sozinho. Porque... Só pode passar os hóspedes com a carteirinha. - meu Deus. Que mentira foi essa Lucas?

- Ah tudo bem. Então vem logo em! - ela fala e me dá um selinho. - Te amo. - ela fala carinhosa.

Pego meu carro e vou até a casa de Ariana.

Em passos lentos caminho até seu portão. Toco a campainha repetidas vezes. Alguns minutos depois, a mesma empregada que eu vi naquela festa que serviu a bebida, atendeu a porta.

- Entre. - ela fala direta.

- Ãnn... Obrigado... - falo esperando uma resposta do seu nome.

- Nicki. Nicki Minaj. - ela responde.

Nicki Minaj? Já ouvi esse nome. Seria uma impressão minha? Me esforço tentando lembrar onde eu escutei esse nome enquanto caminhava lentamente do quintal até a casa de Ariana.

Chego na porta de sua casa, então entro. Encontro Ariana sentada no sofá mexendo no celular.

- Ariana. - falo e ela tira os olhos do celular e olha para mim.

- Eai? - ela pergunta, largando sua posição desleixada e sentando corretamente.

- Ela nem se lembra de nada. Bebida né? - falo rindo. - Então Ariana... Muito obrigado por tudo que você fez por mim, você me apoiou muito. - falo segurando nas mãos dela.

- Por nada Lucas. Pode contar comigo para oque precisar. - ela fala e dá um sorriso.

- Nossa, falando assim até parece que somos melhores amigos. - eu falo e nós rimos. - Ariana, você sabe como a Selena é ciumenta. Então resolvi não contar que fiquei na sua casa, falei que fiquei num hotel. Tudo bem? - falo e faço uma cara de cachorro sem dono.

- Ah sim. Tudo bem. - ela fala e sorri levemente.

Vou no quarto de hóspedes, pego minhas coisas e levo para a sala, dentro da mala.

- Ariana. Você foi muito gentil, arigatô. - falo dando um sorriso quase rindo.

- Ãnn, ariganada? - ela fala, rindo.

Pego as coisas, levo para fora, pego a chave do meu carro, aperto no botão esquerdo e destravo o carro, abrindo o porta-malas e deixando minha mala lá. Fecho o porta-malas, entro no carro e faço um sinal de "tchau" para a Ariana e ela retribui. Logo depois saio com o carro e vou para a casa de Selena.

Chego lá, tiro minha mala do carro. Selena abre o portão para mim com um sorriso de orelha à orelha. Selena é tão fofinha, realmente ela deve gostar muito de mim. Entro, desfaço minha mala, colocando cada roupa no cabide, passa alguns pensamentos de momentos felizes até momentos tristes entre mim e Selena. Sem perceber, esboço um sorriso bobo em meu rosto e não vejo Selena me observar pela porta.

- No que você tá pensando aí? - ela fala com um sorriso bobo, só de me ver sorrindo.

- Na gente. - falo me virando para ela, mesmo com uma distância significativa.

- Na gente? Como assim? - ela fala dando um passo à frente, mesmo distante de mim ainda. 

- Nossos momentos já vividos. Não me arrependo de nenhum. - falo, coloco a última roupa que restava no closet e fechando a porta.

Dou alguns passos à frente e entrelaço meus braços na cintura dela. Logo ela se junta mais à mim, me beijando mais intensamente. Deito ela na cama e vou puxando sua blusa para cima calmamente. Pego no cós de seu short e puxo para baixo, deixando ela apenas de roupas íntimas.

Ela pega na minha blusa e puxa só um pouco para cima, deixando apenas a minha barriga exposta. Ela começa à beijar meu pescoço, isso me deixou excitado. Então ela puxa a minha camiseta para cima e começa à descer os beijos, quando ela chega perto do meu umbigo, ela para. Isso só deixou "ele" mais ereto ainda. Ela puxou meu short para baixo, e acabou puxando minha cueca juntamente, deixando a minha ereção à mostra. Ela olha para mim com um sorriso malicioso então se levanta e começa a fazer um strip para mim, com o restante das suas roupas que ela ainda estava. Ela puxava as alças e ameaçava tirar, mas depois recuava. Isso já "estava doendo", literalmente. Ela vira de costas e começa a dançar e tirar o seu sutiã lentamente, ainda de costas. Quando ela terminou de tirar, ela ainda de costas, olhou para trás e começou a rebolar, então tirou a sua calcinha.

Eu estava sentado na beira da cama, à observando. Então ela foi para cima de mim e me jogou na cama. Ela fez um formato de "conchinha" com a sua mão e começou a fazer movimentos de vai e vem no meu pau. Ela começou à fazer movimentos mais rápidos, estava chegando no meu ápice, quando ela percebeu, parou.

- Ah! Então vai ser assim? - falo baixo.

Deito ela na cama, e deixo ela numa posição em que suas pernas ficam abertas para mim. Introduzo um dos meus dedos nela e ela geme. Começo à fazer movimentos lentos, então introduzo mais um e ela geme mais alto. Começo à fazer movimentos lentos, e vou aumentando a velocidade. Quando vejo, suas pernas estavam ficando moles e ela estava se entregando totalmente à mim. Tirei os dedos dela rapidamente, antes que ela chegasse em seu ápice.

- Ah assim não vale. - ela fala se sentando na beira da cama, cruzando os braços e fazendo cara de brava.

- Ah! E comigo vale? - falo imitando ela.

- Então vamos acabar logo com isso. - ela fala me puxando para mais perto.

Começo à beijar o corpo dela, dando leves mordidas. Passo meu membro na sua entrada, então coloco ele lentamente e ela vai gemendo, à medida que vou colocando. 

Começo à dar leves estocadas, que vão ficando mais violentas, e ela vai abrindo mais as pernas.

POV Ariana

Acho que eu vou na casa da Sele, vou ver se eles estão bem por lá. Nossa, as palavras que Lucas disse, ecoam na minha cabeça "Então resolvi não contar que fiquei na sua casa, falei que fiquei num hotel. Tudo bem? " Mas do que ele tem tanto medo? Não aconteceu NADA. Tá, tudo bem que Selena é ciumenta, mas muitas palavras que ele fala me machucam, nem conheço ele direito, mas ele não tem noção de que eu já considero muito ele.

Fui para o meu carro e dirigi até a casa de Selena.

Chegando lá, nem toquei a campainha, já entrei direto, amiga que é amiga pode né? Passei pelo portão, depois entrando na casa. Selena não estava na casa. Ah sim! Seu quarto! Vou lá.

Subo às escadas e chego na porta do quarto dela. Dou umas batidas e entro...

- Ai meu Deus. - falo e fecho a porta, enquanto Lucas tentava se cobrir com o lençol, enquanto Selena saia debaixo dele.

Me sento no sofá da sala e começo à rir. Logo ouço alguém descendo às escadas, era Selena.

- Selena, safada... - falo olhando para ela com uma cara de tipo "hhmmm safradenhaa".

- Ariana! Você me mata de vergonha. Porque não bateu? - ela fala arregalando os olhos e ficando brava comigo, realmente, essa cena estava engraçada, então comecei à rir.

- Eu bati. - falo revirando os olhos e rindo. - Já vou indo já. - falo pegando minha bolsa.

- Agora não adianta, né? - ela fala me dando uns tapas leves.

- Tenho que ir, sério. - falo dando um beijo no rosto dela.

Nos despedimos, pego minha bolsa e saio.


Notas Finais


Genteee, tão gostando? Tô tentando postar o máximo de capítulos que tô conseguindo escrever

Bjooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...