História Dangerous Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alfredo Flores, Caitlin Beadles, Cameron Dallas, Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Personagens Originais
Tags Justin Bieber
Exibições 374
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - YOUR BITCH, You Will reget


POV's Justin

   Sai daquele porão deixando ela sozinha.

A vadia me mordeu, e tá doendo pra porra.

Caminhei indo até as escadas, mais Jennifer vem e para na minha frente (A empregada gostosa).

- Rala Jennifer - falei empurrando ela da minha frente

- Ei, calma - ainda ficou na minha frente - Deixa que eu vejo isso para você - diz olhando para meu lábio - Vem cá - me puxa até o sofá e me sento no mesmo

Ela foi até um lugar lá, e voltou com pano e um vidro com um líquido.

Ela sentou em meu colo de perna aberta só para me provocar. Ela molhou o pano com o líquido e botou na minha boca e ardeu

- Porra - tirei o negocio - isso arde

- Mais se eu não botar vai enchar mais - fala e bota novamente - Quem fez isso em você ?

- Não te interessa -falei seco

Ela revirou os olhos e em seguida acabou.

- Acabei - fala mais não saí do meu colo

Não falei nada, apenas a empurrei ela, que quase caiu no chão e subi para meu quarto.

Entrei, fechei a porta com força e fui até o banheiro. Olhei no espelho e meu lábio estava pouco enchado.

Minha vontade era de dar na cara daquela puta por ter feito isso comigo. Mais que porra - reclamei mentalmente

Sai do banheiro e me joguei na cama. E em fração de sugundos, eu apaguei.

POV's Sthefan

   Onde eu vou arrumar esse dinheiro ? Oh deus, me ajude.

Minha filha está nas mãos daquele desgraçado. Coitada da minha bebé, ela não tem nada haver com isso.

Eu vou dar um jeito, só quero ter minha filha de volta em meus braços.

POV's Justin

  Acordei com meu celular tocando. Estiquei minha mão até a mesa do lado e peguei, vejo e era uma ligação do Ryan

Ligação ON

Eu : Porra eu estava dormindo - falei irritado

Ele : Foi mal Drew

Eu : Oque foi ?

Ele : Cola aqui no galpão

Eu : Tá tá, já vou - desliguei

Ligação OFF

Levantei, fui até o banheiro e tomei um banho.

Sai com a toalha enrolada, fui até o closet e vesti uma roupa. Botei meu celular no bolso e desci.

Fui em direção a porta de saida e olhei para a porta do porão.

Essa vadia vai ficar sem comer - falei mentalmente e sai de casa.

Entrei na minha Ferrari preta fechando a porta. Olhei no retrovisor do carro, e não estava mais enchado, só com uma pequena marca.

Minha vontade é de deixar a buceta dela inchada - falei mentalmente

Os seguranças abriram a porta, e eu sai de lá contando pneu.

POV's Scarllet

  Abri meus olhos lentamente, olhei em volta e estava naquele lugar imundo ainda.

Dormi na esperança de acordar e ver que tudo isso não passava de um sonho, mais tudo foi realidade.

Tentei gritar, mais aquela fita na minha boca não ajudava em nada. Tentei soltar as cordas da minha mão, mais tudo que eu tentava fazer, era em vão.

Lembrei de ontem, aquele filho da puta tocando em mim. Tomara que o lábio dele tenha ficado inchado.

Porque ele chamou minha mãe de Puta ? Ele não pode falar assim dela. Ele não a conheceu. Ele só falou isso para me iritar.

Eu tenho que arrumar um jeito de sair daqui imediatamente

POV's Justin

  Entrei no Galpão e os meninos estavam reunidos em volta da mesa, então fui até eles

- Oque tá rolando ? - perguntei

- É sobre o roubo ao banco - diz Chaz

- A gente já tem a planta - fala apontando para o papel em cima da mesa - Agora a gente só precisa planejar

- Ok, vai ser assim...

( ... )

Planejamos tudo.

- Quando vai ser ? - pergunta Chris

-Semana que vem - falei

- Oque é isso ai na tua boca Drew ? - pergunta Ryan

- Aquela vadia me mordeu - falei botando a mão

- Qual delas ? - riu

- A projeto de puta da Develyn

- E porque ela te mordeu ? - pergunta e ri

- Ih não interessa porra, tá querendo saber de mais

- Se tu pode tocar nela, eu também posso, certo ? - pergunta Ryan

- Pow eu também, essa mina é muito gostosa - fala Chaz

- Só eu posso tocar - falo e ele revira os olhos - Por enquanto -  eles abriram uma sorriso

- Bora beber - diz Chaz pegando uma garrafa de Vodka

- Sem mulher ? Ai não tem graça - falei

- Com quem vocês acham que estão falando ? Chaz Somers aqui porra - fala abrindo a porta e entrou algumas gostosas

- Ae, ganhou minha moral - diz Chris

Elas já entram. Peguei um copo de Vodka e sentei no sofá que tinha ali, e os meninos também. Elas vieram até a gente. A que veio até mim, ficou rebolando no meu pau.

Puta que pariu !

POV' Scarllet

  Fiquei o dia inteiro nesse lugar entediante. Estava morta de fome, mais ninguém me trouxe  nada.

Mais que droga, tem que ter um jeito de eu sair daqui !

Fiz toda a minha força para poder soltar aquela corda da minha mão. Depois de uns minutos, por incrível que pareça, eu consegui.

Botei a mão naquela fita em minha boca tirando de vagar. Por fim, consegui tirar. Um sorriso se formou em minha boca.

Levantei, fui correndo até a porta, na esperança de que aquele idiota não tenha trancado. E hoje parece que a sorte me fez um visada, estava aberta

- Eu não acredito nisso - falei com um sorriso

Olhei em volta, e não tinha ninguém, estava tudo escuro. Avistei uma porta e fui até ela, mais estava trancada

- Droga - sussurrei

Andei pela casa, e tinha várias portas de saída, mais todas estavam fechadas.

Fui andando para ver se avistava alguma chave. Entrei na cozinha, abri várias gavetas para ver se achava. Meus olhos brilharam quando encontrei duas. Fui correndo para a porta e botei uma chave, e não abriu. Botei a outra, e abriu. Abri minha boca sem acreditar. Por dentro eu estava pulando de alegria.

Sai devagar, e não vi ninguém. Andei até a saída, e vi dois seguranças na porta

Droga - falei mentalmente

Fiquei atrás de um negócio que tinha ali pensando em um jeito de sair dali.

Olhei para os seguranças novamente, e eles estavam falando com alguém e saíram de frente do portão.

Senhor, eu estou com a sorte do meu lado hoje !

Andei de fininho até a porta, e consegui sair sem eles vê.

Percebi que essa casa era do meio da floresta, pois vi uma na minha frente.

Dei alguns passos para correr, mais um carro parou com o farol alto na minha cara ao meu lado.

O Farol abaixou, e percebi que era ELE, que me olhava com um olhar mortal. Sai corendo por aquela floresta já ouvindo seu beros.

- SUA VADIA - seus gritos estavam muito  perto

Meu coração estava acelerado, olhei para trás ainda correndo para ver se ele estava lá, mais por sorte não vi.

Olhei de volta para frente, e tropecei em alguma coisa, caindo feio no chão. Veio uma dor insuportável no meu pé

- Ai - botei a mão lá já com lágrimas em meus olhos por causa da dor.

- EU VOU TE ACHAR SCARLLET - ouço os gritos dele me dando medo

Levantei, e a dor ficou ainda maior. As lagrimas saiam descontroladamente de meus olhos. Acelerei meus passoas com aquela dor horrível me fazendo mancar . Avistei uma árvore grande, e me escondi atrás do tronco dela.

- Scarllet - ouvi a voz dele muito perto me dando um arrepio

Botei a mão na boca para abafar qualquer som.

Ficou em um completo silêncio. Olhei para o lado para ver se ele estava lá. Mais não vi, bufei aliviada. Mais senti meu braço ser puxado com força

- Sua vadia, Você vai se arrepender - diz ele fedendo a álcool e com os
olhos vermelhos.


Notas Finais


Desculpe a demora. Espero que gostem, e desculpe por algum erro !
Continua ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...