História Dangerous love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance, Sobrenatural, Yaoi
Exibições 27
Palavras 1.013
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oii gente!!! Mais um cap. Pra vcs!! Espero que gostem!!! E desculpem os erros!!
Boa leitura😜😋📖

Capítulo 5 - Relembrando...


Fanfic / Fanfiction Dangerous love - Capítulo 5 - Relembrando...

                    Pov' Hiroshi

Tudo passava em câmera lenta depois que chegamos. Shibuya inteira estava coberta com corpos multilados e poças de sangue, e ao fundo sons de bombas explodindo.

Mais onde estavam as pessoas!?

---- Renn cadê todo mundo?!..

r---- N-Não sei...

Olhavámos tudo atentamente. Não estava certo...tinha algo errado! Algo muito grande!

Renn sentiu seu celular tocar no seu bolso e o atendeu.

--- Alô!?

tia---- Renn-chan Por favor! Sabe onde está seu tio? Ele sumiu depois que o convocaram para Shibuya! -- disse a mulher eufórica e temendo algo.

--- Calma tia! Estamos em Shibuya

tia---- Ele está aí?!

---- Tia se acalme --- Renn parecia exaltado e nervoso ao falar com sua tia, realmente tinha algo errado.

--- Tia não tem ninguém aqui a não ser por n-- Renn parou de falar ao olhar para a frente e ver o que menos achava que veria...

             Narradora on

Hiro ao perceber a parada brusca de Renn ao falar ao telefone e o aparelho cair ao chão, olhou para a direção em que o mesmo não tirava os olhos, que estavam arregalados...

Seu tio estava em cima de um carro quebrado sendo impedido de se mover por uma figura assustadora de cabelos loiros e vermelhos na ponta, esse continha trajes antigos de coloração preta e uma máscara que cobria sua identidade.

Renn não conseguia mover-se e, Hiro muito menos. O vampiro os observava com um olhar divertido ao ver o sofrimento e desespero estampado abertamente em suas feições.

vampiro--- Eu realmente adoro essa expressão!! --- falou rindo histéricamente arregalando os olhos ao ver o desespero dos dois aumentar ainda mais.

--- Isso! Isso! Quero mais! Muito mais! O sofrimento de vocês vale mais que mil noites de prazer! -- voltou a dar sua risada, olhando para Claus que estava mais desacordado do que prestando atenção no lixo que saia da boca do vampiro.

r--- S-Solte-o...!--- Renn disse baixo tentando ser autoritário, mais o máximo que pode foi soltar algo como uma súplica.

O vampiro se fez de desentendido e olhando de relance para Renn, soltou sua voz asquerosa cheia de deboche.

--- O que disse!? Poderia repetir por favor?.. -- seu olhar era cínico e seu sorriso se abria a cada momento se divertindo da situação.

r--- SOLTE--O!! -- Renn agora estava se recuperando de seu estado de choque e soltou a voz com o tom autoritário mais forte que podia.

O vampiro pois-se a rir novamente, logo depois tornando sua expressão séria (a: bipolar)

--- Só vou solta-lo depois que você me escutar! Caso o contrário...-- olhou para Claus e deu outro sorriso diabólico---... Vou mata-lo! Cachorro sarnento...

Renn segurava-se para não de transformar e matar aquele ser desprezável a sua frente. Hiro observava tudo aflito torcendo para que nada de mal acontecesse.

--- Então continuando... Meu chefe tem assuntos pendentes com você...

--- Assuntos?... Não conheço seu chefe! -- Renn disse com a voz firme tentando-se acalmar, algo que estava impossível de se fazer...

--- Sim! Sim!! Ele quer sua cabeça em uma bandeja! --- disse rindo e arranhando Claus com as pontas das unhas igualadas a garras.

--- Sem você fora do jogo conseguiremos conquistar muitas coisas!

 --- O que está insinuando!?

 ---- Não podemos passar daí pequeno Renn, afinal sua mãe não iria gostar de ver o filho desobedecer uma ordem!

Então Renn simplesmente empalideceu e seus olhos se arregalaram novamente sentindo a palavra do ser a sua frente puchar algo esquecido, ou tentado se esquecer, de sua mente, uma lembrança nada agradável...

14 anos atrás

" A família Shiniya toda reunida aquela noite, apreciando o final de semana para fazer um programa de cinema em casa.

Renn e sua irmã mais nova corriam em volta do sofá arrancando gargalhadas dos mais velhos, Era um dia realmente feliz ao saber que mais um irmão vinha para a família, mas... Nem tudo acontece nos conformes de Deus...

Aquela noite, todos já estavam em suas camas aconchegados e a mãe de Renn contava uma história para seus dois filhos...

Até um barulho de coisas quebrando ser ouvido pelos três no andar de baixo e ambos se assustaram. A mãe se desesperou pois sentiu a presença do marido sumir, e começou a se desesperar, sabia que algo estava errado e seu marido morto.

mãe--- Crianças se escondam em baixo da cama agora! -- falou a mulher chorando, mais sorrindo tentando ao máximo não preocupar os filhos.

Os mesmos obdeceram, e escutaram alguém subindo as escadas, o cheiro de sangue era perceptível no ar, agora era a vez das crianças se desesperarem

--- Renn cuide de sua irmã... E não saia daí de baixo isso é uma ordem!

   Presente

Tudo voltou rápido de mais a mente de Renn, as lembranças que tentava ao maximo esquecer. Quando voltou a si seus olhos já soltavam lágrimas..

--- Não lembro dos Shinyas serem assim! Sua mae não chorou quando a matei! - disse o vampiro mostrando os dentes em um sorriso debochado.

Aquilo foi o suficiente, Renn perdeu o controle, e em questão de segundo estava bem atrás de seu oponente, segurando pelo pescoço com as garras de sua semi- transformação e por fim o despedaçou no meio, sem qualquer reação do outro.

Seu tio foi ao chão cansado, Renn pegou-o no colo e levou para seu carro  e por fim perdeu a consciência..

Q.D.T.

Ambos foram levados por Hiro, até o hospital de Yokohama, sendo atendidos as pressas, Claus a sala de cirurgia e Renn a bateria de exames.

Não demorou muito para que a enfermeira viesse falar com Hiro que ja estava acompanhado de Mai ( tia de Renn) e Akira juntamente com Kaito.

    Pov'Hiroshi

Estou assustado! Muito assustado! Tudo não passou de segundos para mim! Quando vi Renn ja tinha estraçalhado o cara! Ninguém conseguiria fazer isso em segundos!

enfermeira--- Por favor.. senhor Kazuma Hiroshi?

--- Sim?..

enfermeira--- Me acompanhe por favor o senhor Renn solicita sua presença...

Assenti para a enfermeira e a segui olhando antes para trás, para me despedir da senhora Mai que estava aflita esperando notícias do marido. Mais o que me chamou mais atenção não foi o olhar surpreso de Akira por Renn me chamar mais o sorriso de canto de boca passando despercebido por qualquer um ali de Kaito...

Deve ser só coisa da minha cabeça! Concretando que tudo que estava ocorrendo era surreal de mais...

     

                       Continua...



 


Notas Finais


Obrigada por lerem!!
Bjs da filha do GDragon!!🤗😆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...