História Dangerous Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Bts, Namjin, Yaoi
Exibições 33
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Introdução



-Você irá se arrepender Kim Namjoon.- a voz de Marcos ecoava em minha cabeça fazendo-me correr ainda mais rápido. A noite estava escura, as estrelas enfeitavam o céu dando mais um destaque para a Lua brilhar ainda mais. Tive tempo de perceber isso e perceber também que em minhas mãos formavam-se pequenos pingos de sangue quando parei de correr e entrei em minha próxima encrenca: Jack, o pai do crime, seu nome era influente no mundo do crime.
-O senhor vai pedir algo?- a doce voz da garçonete tirou-me de meus pensamentos trazendo-me para a minha terrível realidade.
-Não.- eu sempre era grosso com as  pessoas que que me cercavam, mesmo que não às amasse, o que não era o caso da garçonete já que ela não passava de uma adolescente de 17 anos que sempre mantinha seus lábios com um batom vermelho e seus cabelos loiros presos num coque mal feito. A jovem se afasta sabendo que eu não pediria nada pois aquele era o local onde eu era ordenado à matar e receber dinheiro em troca. Hoje eu havia estado alí duas vezes, era um recorde do qual eu não me orgulhava.
-Kim Namjoon?- quem eu esperava finalmente chegou, Jack, e eu não sabia se ficava feliz por receber minha missão e ir logo para minha casa ou, se ficava triste por novamente matar outro alguém, e se agora eu falhasse Jack me mataria assim como meu outro cliente que me ordenou matar Marcos por dívidas que ele não havia pagado.
-Vamos ao que interessa, qual é minha ordem agora?- perguntei ao ver o homem de cabelos grisalhos e aparência cansada de tanto matar e ser ameaçado do mesmo.
-Jin, meu filho mais velho está sendo ameaçado de morte, quero que você se aproxime dele e vire seu amigo assim você poderá protegê-lo melhor. E mais um detalhe, Jin não pode saber de nada disso, você será apenas um amigo na cabeça dele.- Suas mãos entregaram-me um envelope laranja o qual eu conhecia muito bem, era meu pagamento, peguei-o nas mãos sentindo nojo de mim mesmo por isso.
-Terei que cuidar de seu filho?- Debochei de sua proposta afinal, parecia trabalho de babá, e na verdade era. Acho que minha conta não estava tão vazia à ponto de me aceitar um emprego de babá, porra! Eu sou um assassino de aluguel.
-Faça o que eu mando ou será morto!- Estremeci sabendo que ele não iria apenas me matar mas também me torturar por recusar seu simples pedido o qual eu achava ridículo já que minha profissão era outra.
-Tudo bem, quantos eu irei receber? 
-1000, pagarei o resto apenas depois que meu filho estiver longe de perigos.- O homem que estava sentado na cadeira passou à se ajeitar continuando à falar.- Amanhã ele irá vir nesse mesmo lugar e eu quero que você faça amizade com ele. 
As palavras daquele homem penetravam minha mente como uma faca, eu não tinha amigos por causa de meu trabalho que tirava-me o tempo ou por eu ser um ser tão desprezível, agora minha primeira amizade depois de virar um assassino seria paga. Jack levantou-se fitando meus olhos, eu sabia que o que ele queria dizer: "faça seu serviço ou será morto." 
O barulho das chaves batendo uma nas outras poderia irritar qualquer pessoa mas, para mim significava que eu poderia finalmente chegar em casa e dormir. Ao chegar, tirei a roupa que tanto me incomodava, deitando-me na poltrona vermelha acomodando minhas costas ainda coberta pela blusa regata branca.
Meus olhos se fechavam devagar, o cansaço tomava conta de me corpo. Amanhã eu teria que enganar alguém, o que não se comparava à matar obviamente, mas, eu realmente desejava uma amizade. 
Dormi com esse desejo pedindo para que algum dia ele se realizasse.
 


Notas Finais


Obrigada por lerem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...