História Dangerous Love - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance, Violencia
Visualizações 66
Palavras 816
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 19 - Children


Fanfic / Fanfiction Dangerous Love - Capítulo 19 - Children

Anteriormente em Dangerous Love..

Ela vê a mensagem do número desconhecido, quando abre e baixa a imagem se depara com sua namorada beijando Bryson. Emilly dá um tapa na cara da namorada. Com raiva ela diz:

- Você está me traindo com o Bryson.

Como você pôde fazer isso comigo?

Rayane: - eu posso explicar

Emilly: - não quero ouvir nada, sua mentirosa!

Se passaram três dias depois da briga de Emy & Ray.

Emilly continua trabalhando para a revista, e Rayane está fechando negócios para sua empresa.

Com o tempo livre, Rayane foi até a Praça para se destrair um pouco..

POV RAY

 1 semana sem ver aquele sorriso, aqueles olhos.. Como sinto sua falta, Emy. O pior é que eu realmente não fiz nada, Bryson me beijou à força. Ela não me deixou explicar, isso me deixa extremamente triste..

- Com licença, senhorita

Uma mulher chega de repente.

- meu nome é Elena Hughes, sou diretora da instituição "Our Angels" que ajuda crianças carentes/abandonadas.

Aqui está um folheto, caso queira conhecer.

Rayane: - Obrigada, Sra. Hughes. Com certeza irei. - Sorri de leve.

A Sra. Vai embora.

Vou a esta instituição amanhã mesmo!

Eu amo crianças, amo ajudar os outros.

Também preciso me destrair, esquecer a Emy..

Vou à uma loja de brinquedos para comprar presentes para as crianças.

Atendente: - Olá, posso ajudá-la?

Rayane: quero fazer uma encomenda. Preciso de brinquedos para doar à uma instituição.

Atendente: - que bela atitude, elogia.

Preencha esse formulário, e assine embaixo.

Rayane: - Prontinho.

Gostaria que a entrega seja neste endereço amanhã às 16:00hrs.

Atendente: - Ok, está tudo pronto.

POV EMY

Essa, era para ser a melhor viagem da minha vida.. quando eu finalmente estava feliz, tudo vai por água abaixo. Estou presa à um homem que me maltrata, minha melhor amiga morre e agora o amor da minha vida me trai.. porque está acontecendo tudo isso comigo? Eu fiz algo errado? Amo a Ray, mas não consigo esquecer aquela maldita foto.

No dia seguinte, Rayane estava realmente decidida à visitar aquela Instituição. Ela não vê a hora de conhecer as crianças.

Mais tarde na Instituição Our Angels..

Rayane chegou na instituição e foi falar com a Sra. Hughes:

- Olá.

Sra. Hughes: - a senhorita veio mesmo! Que ótimo.

Rayane: - Eu disse que viria.

Sra. Hughes: - como se chama?

- Rayane Williams.

Sra. Hughes: - Prazer em conhecê-la.

Venha, vamos conhecer as crianças.

A Sra. Hughes mostra tudo para Rayane.

Veja, aqui está tendo aula de matemática. Vamos entrar.

- Bom dia, Classe!

- Bom dia, Sra. Hughes. - Diz as crianças.

- Esta é a Senhorita Rayane, ela veio nos conhecer!

Rayane: - Olá, Anjinhos!

- Olá, disse as crianças.

Uma menina loira de olhos claros se levanta e vai na direção de Rayane.

- A senhorita é muito bonita, disse a menina.

Rayane cheia de amores pela menina agradece e abraça ela.

- qual é o seu nome, meu amor?

- Katy

Rayane - que nome lindo!

- Sra. Hughes, poderia reunir as crianças no pátio?

- sim, por quê? - diz curiosa

Rayane: - tenho uma supresa para elas.

Quando as crianças chegam no pátio, se deparam com os brinquedos e ficam encantadas.

- este é o meu presente. - digo para a Sra. Hughes.

- Você é um anjo! Que Deus te abençoe.

- É um prazer fazer a alegria desses anjos.

Tia, esses presentes são nossos? - Disse Katy com brilho nos olhos.

- Sim, meu anjo! São para vocês.

Peço para as crianças fazerem fila, e vou entregando os presentes.

É muito gratificante ver a alegria das crianças. São tão inocentes.. realmente é muito lindo.

Não sei como tem gente que tem coragem de abandonar umas coisinhas tão preciosas como essas crianças.. mas não julgo ninguém, sabe? Não conheço os motivos, muito menos à razão de fazerem isso.

Rayane conheceu também o berçário. Ficou apaixonada pelos bebês. jogou futebol, brincou de boneca com as crianças que tarde linda!

Ela aproveitou e doou um cheque de  para a Instituição.

Ela se sentou para observar as crianças brincando, mesmo não querendo pensava na Emilly e não conseguia evitar as lágrimas.

Katy : - tia, você tá "tiste"?

Rayane: - Não, meu amor está tudo bem. - Enxuga as lágrimas.

- Não chola, tia diz, Katy.

Rayane pega ela no colo e mima ela.

Preciso ir, prometo que amanhã eu volto.

Katy - tá

Rayane: - e o meu beijo?

Ela sorri e da um beijo nela.

- tchau, princesa.

Rayane não está mais no hotel, agora está em um apartamento.

Quando chegou, tomou banho e se deitou.

No dia seguinte, ela voltou á instituição.

Sra. Hughes, como Katy chegou aqui? Perguntou Rayane.

- Ela foi abandonada com 1 ano de idade em um aeroporto. Ela está aqui à 2 anos.

- Vou buscá-la.

Saber que Katy foi abandonada tão novinha mexeu muito comigo. De verdade é muito triste, porque ela é uma menina tão doce e simpática. Estou pensando em

Adota-la, estou apaixonada por essa menina.

- tia, tia! Katy vem correndo.

Oi, princesinha como você está?

- bem!

Enquanto elas conversam, a Sra. Hughes observa as duas e percebe que se dão muito bem.

Será que Rayane vai adotar Katy?

CONTINUA..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...