História Dangerous love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Originais, Ryan Butler
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 14
Palavras 968
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Amores não se empolgem pelo fato de sair outro cap tao rápido , por favor comentem o que estão achando e mostrem pros coleguinhas

Capítulo 2 - Baleada ?


Acordei com a claridade me incomodando ,senti falta de um corpo na cama ,so falta o biber ter ido embora e me deixado aqui eu nem sei onde estou e estou sem dinheiro ,se aquele vagabundo tiver me deixado aqui eu mato ele sem falar da conta que a gente fez .Abro lemtamente os olhos com medo da realidade ... o que ? Tudo bem acho que fiz mal juízo dele ? Ou foi so coincidência ? Bom seja la o que aconteceu biber não se mandou ainda e isso e bom creio eu .Acho que vou provocar um pouco hi hi hi

-A ,você acordou achei que tinha morrido -lhe respondo com um simples dedo do meio

Retiro o lensol que cobria meu corpo ,me expreguiço e levanto , comeco a andar rebolando atrás das minhas roupas ,sinto o olhar flamejante de biber em meu corpo nu e então sinto um tapa estralado na bunda,me viro indignada e encontro um biber muito feliz e com um maldito sorriso sacana no rosto .

-Va se vestir ,vou te deixar em casa ,mas so porque voce fode bem e estou de bom humor-ele fala e eu reviro os olhos- a proxima vez que revirar esses lindos olhos pra mim eu vou te foder ate voce nao conseguir andar - dito isso agradeci mentalmente por estar de costas pra ele pois eu provavelmente estava com uma cara maliciosa ja que estava imaginando ele cumprindo a ameaça -ei garota -ele diz me tirando de meus devaneios - ta escutando alguma coisa?

-Aff , vou me vestir-digo encerrando o assunto

Apos alguns segundos saio do banheiro ja vestida e pronta pra ir ,preciso chegar em casa pois mais tarde tenho que trabalhar e ir pra faculdade,chego no quarto e encontro o garoto com quem dormi jogado na quela cama bagunçada e isso me trás lembrancas da noite passada ,calma juli ,se controla garota.

-Estou pronta , vamos?

-Hum?

-Voce disse que ia me levar pra casa

-Aa,sobre isso nao vai dar,a menos que more perto do cais pois tenho uma festa no iate

-Moro mais ou menos perto -digo revirando os olhos com os bracos cruzados,me assusto com a proximidade repentina do homeme

-O que eu falei sobre revirar os olhos?- ele pergunta entre dentes,ignoro a pergunta revirando os olhos novamente ,sinto uma presao em minhas bochechas e um tapa na minha bunda, nao acredito nisso

-Olha aqui garoto tenha mais respeito comigo, eu nao sou essas vagabundas que aceitam que voce faca o que quiser com elas -em resposta ganho um beijo aflito? Que foi encerado com uma mordida por ele -aaaaa, vamos embora logo nao aguento mais sua presença

-Claro madame -ele responde pra encher o saco

O caminho ate minha casa foi tranquilo mas eu sentia que havia algo errado, percebi que a muito tempo um carro preto estava aparecendo no retrovisor ,quando estacionou acho que biber percebeu isso pois pegou uma arma no porta-luvas ,ótimo ,so me faltava isso ,quando o carro se aproximou reduziu a velocidade e abaixou o vidro

-Juli abaixa ,o carro e blindado mas abaixa -ele pede enquanto faz o mesmo

Fechei os olhos com força enquanto ouvia barulhos muito altos ,fiquei imovel ate o barulho parar mas de repente sinto uma dor muito forte na perna e acabo gemendo de dor isso atrai o olhar preocupado ds justin ,ele levanta levemente a cabeça pra comferir se o carro ja foi entao ele desse apresado e da a volta no carro indo exatamente onde eu estava ,ele abre rapidamente a porta e analisa meu estado, tremendo e com um tiro na perna ,ótimo !

-Juli na sua casa tem agulha e bebida ?- estranho a pergunta mas assinto com a cabeca afirmando ,ele me pega no colo -qual e a sua?

-Aquela -respondo indicando a casa correta -a chave ta debaixo daquela pedra

Ele pega a chave entra comigo , me coloca no sofa ,pega a bebida e me pergunta onde e o banheiro e onde a agulha esta ,respondo rapidamente e ele sai em busca das coisas ,quando ele volta ainda não entendo o por que daquilo tudo ,ele tira a camisa e me manda colocar na boca e eu apenas obedeço ,ele comeca a falar calmo eu não presto atenção no que ele fala so na dor que sinto,agora entendi porque me mandou por a blusa na boca ,alguns minutos depois ele termina o que estava fazendo,retiro a blusa da boca.

-Obrigado justin

-Nao me agradeça ainda, suba e arrume uma mala de roupa ,seja rapida nao temos tempo

Pela gravidade da situação decidi fazer o que ele pediu ,vou o mais rapido possivel ao segundo andar onde esta meu quarto ,junto varias peças diferentes pego alguns perfumes e minhas maquiagens e a chapinha ,volto pra sala e encontro biber em uma ligação ele esta tao consentrado que nem percebe minha presença ,vou ao quintal buscar meu bebê, um lindo husky siberiano branco .

-Oi meu amor , vamos pasear ? -pergunto pegando a coleira ,ele chega perto da minha perna machucada e cheira ,afago sua cabeca depois de colocar a coleira e volto pra sala

-Mas que porra e essa -um biber mal humorado pergunta e recebe um rosnado como resposta

-Calma garoto -digo ao cão e entao me viro para o homem -cuidado com o que fala ,e ele vai comigo

-O que ??? De jeito nenhum! Na minha casa ele nao entra

-Entao não vou. Espera, sua casa?

-Tentaram me matar e como não conseguiram vão atras de quem estava comigo, no caso , você

-Otimo ,era o que me faltava

-Vou te levar pois fode bem

-Ok desisto, mas o nick vai pra onde eu for

-Mulheres...ok leva mas se estragar alguma coisa ja era -ele fala e eu reviro osolhos- o que falei sobre fazer isso pra mim? Sua sorte e que a carona chegou - ele diz pegando mimha mala.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...