História Dangerous Love (NamJin) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO
Personagens Chanyeol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Ação, Eua, Fbi, Gangster, Namjin
Visualizações 147
Palavras 546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom...Chegamos ao final da fanfic!
Agradeço a todos os que leram essa história. Nunca imaginaria que essa fanfic chegaria tão longe. As vezes pensei em desistir da fic,mas o carinhos de vocês com essa história,me deram coragem para continuar. É com esta mensagem então,que venho agradecer a todos os que me têm dado as suas opiniões,e ajudado a melhorar em todos os sentidos...
Muito obrigada!!!!

Capítulo 23 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Dangerous Love (NamJin) - Capítulo 23 - Epílogo

- Seokjin, está louco? - Jungkook perguntou ao vê-lo próxima da casa.

- Não vou me ofender Kook, você não é o primeiro e não será o último a me dizer isso.

- Você deixou o Namjoon ir embora? Você enfiou a cabeça num balde de cocaína?

- Ele tinha que ir - deu de ombros.

- Não, não tinha! Pelo amor de Deus Jin, você está chorando há um mês por esse homem,e quando o infeliz vem atrás de você... Você o manda embora? - ele gesticulava.

- Vá você atrás dele, Jungkook - Jin gritou.

- Você acha que é isso? - Jungkook meneou a cabeça negativamente,ao morder o lábio inferior desacreditado.

- E é o que, Jungkook? -Jin deu um passo na direção do rapaz. - É o quê?

- Eu desisti de você porque queria te ver feliz, Jin! - Jungkook gritou, assustando-o. Respirou fundo e continuou mais calmo. -Porque eu sabia que você nunca seria totalmente feliz comigo. Eu não queria isso pra você Jin, porque eu quero o melhor de você - ele soltou o peso das costas. - E por mais idiota e fraco que, muito provavelmente, pareça... Eu deixei o caminho livre pra ele, porque achei que você só conseguiria ser feliz, de verdade, assim... Com a ajuda de Namjoon.

- Kook...

- Jin, não seja tão idiota quanto eu. Não seja covarde como eu fui - Jungkook olhou para o chão. - Vá atrás dele.

- Kook, eu não...

- Vai logo, Jin - ele gritou ao apontar a porta. - Isso é uma ordem, senhor.

- Eu te amo - Jin o abraçou forte,tentando segurar as lágrimas antes de correr para fora da casa.

- Eu sei - Jungkook sorriu vendo-o ao longe, permitindo-se chorar. -Eu também.

***

Ele corria e chorava descontroladamente, passando as mãos nos olhos para conseguir enxergar. Estava descalço, e não se importava com as pedras e cascalhos pelo chão.

- Seokjin? - o homem questionou ao erguer os olhos. Namjoon estava encostado no carro parado no acostamento. Não a fizera correr mais que quinhentos metros. -O que você...

- Desculpa Namjoon, desculpa - Jin o interrompeu ofegante. -Eu fiquei com medo de você estar empolgado com o momento,e desistir de mim logo depois.

- Você não é muito de corridas, não é? - o moreno sorriu quando foi abraçado. - Eu nunca vou desistir de você... Por mais que você tentasse ou quisesse, eu nunca perderia a empolgação de estar contigo. Você é tudo o que sempre quis lindo, já devia saber disso.

Namjoon o colocou sobre o capô do carro, tirando a poeira e as pedrinhas presas em sua pele, massageando o pé do moreno um pouco.

- Eu... Eu te amo Namjoon, de verdade - Namjoon sorriu ao colocar uma mecha de cabelo dos seus olhos. Alisava o rosto do mais novo com os dedos.

- A única coisa que esse cara aqui precisa - ele sussurrou ao ouvido de Jin. - É de você, garoto.

- Sua memória é realmente boa, não é? -Jin sorriu divertido,ao que ele colava suas testas.

- Sabe o que esse seu comentário me fez lembrar? - Jin franziu o cenho, curioso. Namjoon colou os lábios no ouvido do menor. - Que você disse que faria o que eu quisesse,se não o obrigasse a esquiar - Namjoon o apertou pela cintura, selando seus lábios em um beijo.


Notas Finais


Tudo bem, eu sou uma filha da puta, eu sei! Quase matei uns do coração.
Mas agora é real... Nossa operação está, finalmente terminada. Peço que deixem seus distintivos sob a mesa e até a próxima missão, Queridos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...