História Dangerous Woman - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 134
Palavras 1.703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Policial, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom, essa é a minha primeira história, espero que gostem.
Boa leitura sz

Capítulo 1 - Casamento?


Fanfic / Fanfiction Dangerous Woman - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1 - Casamento?

JK on

Mais uma vez eu estava no aeroporto de Busan, mas dessa vez era diferente eu iria para Seul e morar lá. Começaria uma nova vida, começaria um novo treinamento com o meu pai, para finalmente poder comandar a Máfia Bangtan Boys. Eu estava ansioso para isso acontecer, mas no fundo eu sentia que tinha algo de errado. Sou retirado dos meus pensamentos quando meu pai dá um estralo de dedos em meu rosto me fazendo sair do transe.

Jk: Me desculpa, appa – disse olhando para ele.

Sr. Jeon: Tudo bem, imagino que esteja pensativo mesmo – disse forçando um sorriso – Mas enfim, voltando ao assunto, você lembra que eu queria conversar sobre um assunto com você?

Jk: Lembro sim appa e do que se trata?

Sr. Jeon: Vou ser simples e direto – sua expressão ficou séria e isso me deu medo – Quero que você se case com a filha do meu amigo.

Jk: O QUE? POR QUE? - alterei o meu tom de voz, fazendo com que todos ao me redor focar em minha pessoa.

Sr. Jeon: Nunca levante a voz comigo! Se você não se casar com ela, eu passarei o comando da máfia para sua mãe.

Jk: Como se ela já não comandasse.

Sra. Jeon: Eu estou aqui sabia Jeon Jungkook! – Ela me deu um tapa e voltou a ler seu livro.

Jk: D-desculpa omma! Mas pai, por que? Não precisa disso, eu posso comandar sozinho.

Sr. Jeon: Eu sei que pode, mas seu pai é um mafioso também e você o conhece bem.

Jk: E quem seria? - pergunto o fitando confuso.

Sr. Jeon: Eu também descobri esses dias que o meu velho amigo Namikaze Yang tinha uma filha. Por isso ele foi em casa, ele quer a aliança das duas máfias. Olha pelo lado bom, você terá o comando de duas máfias.

Jk: Isso por um lado é bom, mas eu sou muito novo para me casar.

Sr. Jeon: Eu sei, mas você é jovem vai se apaixonar rápido. Ouvi dizer que ela é muito linda.

Jk: Tá foda-se, beleza não é tudo na vida appa, o que eu quero é alguém que me ame e que tenha caráter. Se fosse para ficar com alguém apenas por beleza, eu pegaria qualquer uma aí. – falei desviando meu olhar de meu pai.

Sra. Jeon: Finalmente ouvi algo que preste sair da sua boca meu filho – disse minha mãe puxando a minha orelha.

Sr. Jeon: Te entendo filho, dê uma chance pelo menos, vai que você se interessa, você ao menos conhece ela.

Jk: Está bem pai.

Abaixei minha cabeça, peguei meus fones e liguei no último volume, não queria ouvir nada e nem ninguém. O nosso voo foi anunciado e seguido em direção ao avião, adentrei no mesmo e sem pensar duas vezes adormeci.

Sra. Jeon: O DESGRAÇA ACORDA MUNDIÇA. – gritou minha mãe na minha orelha.

Jk: Já acordei!!

Saímos do avião indo em direção ao aeroporto de Seul. Pegamos um taxi e fomos para um condomínio fechado. Haviam umas 10 casas ao todo, todas bem luxuosas. Assim que desci do carro sou pego de surpresa com um abraço.

Xx: Mano, eu estou tão feliz, finalmente estaremos juntos – falou uma voz que eu reconhecia de longe.

Jk: Byun Baekhyun! Você mora aqui também¿

Bk: Sim criança, desde que eu estrei para máfia do seu pai, eu disse que tinha duas casas, uma aqui e outra em Busan, mas eu vendi a de Busan.

Jk: Entendi... Que bom que moramos juntos, agora podemos treinar juntos.

Bk: Agora sim vou te ensinar tudo o que eu sei. – ele segurou meu ombro e entramos em casa.

[...]

Acordei de manhã, fiz minhas higienes diárias e desci as escadas, lá já estava o Baek e meus pais.

Jk: Bom dia gente.

Todos: Bom dia Jungkook.

Sr. Jeon: Filho o Sr. Namikaze vai vir aqui hoje á noite.

Jk: T-tá – falei quase engasgando com o café – a filha dele vai vir junto?

Sr. Jeon: Infelizmente não, ele disse que ela é difícil de convencer.

Bk: Ela deve ter puxado o pai. – falou rindo.

Sr. Jeon: Também acho – riu junto com o Baek.

Jk: Espera aí, estou mongando aqui. Baek, como você conhece o Sr. Namikaze.

Bk: Você não presta mesmo atenção no que eu falo. – riu – eu era da máfia dele antes de vir para essa, o Sr. Namikaze, como posso explicar... É como um pai para mim, mas por motivos pessoais, tive que sair.

Jk: Entendi – Dei mais um gole no café – Bom vou subir, me trocar e depois vamos treinar.

Bk: Beleza!

Subi as escadas e fui para o meu quarto, comecei a ouvir umas risadas e fui até a janela, tinha uma garota com o pé no peito de um garoto no chão dizendo “Venci de novo”, fiquei fitando ela por um tempo, até perceber que ela começou a olhar para cima encontrando o seu olhar comigo. Logo saí da janela e me troquei, desci as escadas e fui de encontro ao Baek que já me esperava.

Bk: Vou na casa do Xiumin e já volto, vou ver se ele quer treinar com a gente.

Jk: Posso ir junto?

Bk: Claro, melhor que assim você conhece os vizinhos.

Fomos em direção na casa ao lado da minha, onde estava aquela garota e aquele garoto.

Bk: Xiumin!! – ele falou batendo na porta.

Xx: Já vai

Esperamos uns 2 minutos até que aquele garoto atendeu.

Bk: Está ocupado?

Xx: Mais ou menos, dependendo do que é estou.

Bk: Entendi, mas enfim, quer treinar comigo e com o Jungkook¿

Xx: Eu até queria, mas já estou treinando com uma pessoa. – colocou a mão esquerda na nuca – então você é o novo vizinho? Prazer, sou o Xiumin – entendeu a mão para mim.

Jk: Prazer, sou o Jeon Jungkook.

X: Baek, por que não me disse que ele era um Jeon?

Bk: Surpresa!

Jk: Por que está surpreso com isso?

Bk: Quer comandar a máfia e não sabe quem é os integrantes.

Jk: Se ele é novo, eu não o conheço mesmo.

X: Está explicado! Entrei na máfia um mês atrás.

Antes que eu pudesse responde-lo uma voz feminina surgiu do além.

Xx: Xiumin, vou ter que ir embora! Tenho umas coisinhas para resolver. Cadê minha máscara e meus óculos?

X: Em cima do sofá, princesa.

Xx: Me chama de princesa de novo e eu castro você sem dó e piedade.

Eu e o Baek mordemos os lábios segurando as risadas.

X: Bom agora posso treinar com vocês.

Bk: Pelo jeito as coisas estão complicadas entre vocês.

X: Ela tinha que puxar o pai não é mesmo.

Antes que o Xiumin fechasse a porta a mesma se abriu novamente saindo uma pessoa com um capuz preto, moletom, óculos e calças da mesma cor.

X: Sai sem dar tchau mesmo.

A mesma se virou mostrando o dedo do meio e mandando ele se foder. Juro que tentei segurar a risada, mas não deu. Fomos até a casa do Beak e ficamos treinando luta mano a mano. Ficamos a tarde toda ali, até que me lembrei que o Sr. Namikaze iria em casa.

Jk: Ou, vou voltar para casa, eu havia me esquecido que o Yang ia em casa.

X: O Namikaze?

Bk: Ele mesmo, seu antigo chefinho.

X: Posso ir na sua casa cara? Preciso ver ele de novo.

Jk: Claro, você vem também Baek?

Bk: Vou sim.

[...]

Desci e dei de cara com os meninos, eles estavam de terno preto, tão formais, mas eu também não estava diferente. Liguei a TV esperando o Sr. Namikaze, uns minutos depois o mesmo apertou a campainha e minha omma foi atende-lo. Por algum acaso assim que ele colocou os pés dentro de casa, começou a passar uma notícia de um assassinato e tinha sido causado pelo psicopata que era o mais falado no momento “Joker”, já não era a primeira vez que falavam sobre ele, esse psicopata já estava bem famoso.

Sr. Namikaze: Esse Joker só me dá trabalho, eu não sei mais o que eu faço Jeon. – abaixou a cabeça e colocou a mão na nuca.

Sr. Jeon: Quer que demos um jeito nele?

Baek/Sr. Namikaze: NÃO! – Gritaram assustando o resto que estavam ao seu redor.

Sr. Namikaze: Me desculpe, eu mesmo darei um jeito nisso.

Sr. Jeon: Tudo bem então... Bom esse é o Jungkook, você já o conhece desde que nasceu e aquele você deve se lembrar, é o Xiumiu – apontou para mim e para o Xiumin.

Sr. Namikaze: Claro que lembro! Um dos meus melhores homens! Como poderia esquecer? - abraçou o Xiumin e depois veio em minha direção – Bem garoto, acho que precisamos conversar.

Jk: Acho que temos sim.

Sr. Namikaze: É o seguinte, minha filha é meio rebelde, puxou a mim, então entendo ela e sei que convencer aquela cabeça não é fácil. Falei sobre você para ela, mas ela fez a mesma coisa de sempre, saiu de casa e sumiu por dois dias, mas depois voltou com a cabeça mais fria. Estou quase convencendo ela, mas quero que vocês se conheçam antes.

Jk: Entendo ela, queria fazer o mesmo, mas infelizmente eu já estava no aeroporto quando recebi a notícia.

Sr. Namikaze: Eu sei que não é o que vocês queriam, porque ela já me disse que nuca casaria, tomaria conta da máfia sozinha, mas a causa pela qual eu e seu pai queremos que façam essa aliança é boa. A missão que queremos que vocês façam é muito importante, e sozinhos não conseguirão.

Jk: Como eu já disse para o meu pai, darei uma chance para que tudo dê certo, espero que ela também dê uma.

Sr. Namikaze: Eu também.

[...]

Todos foram embora e eu subi para o meu quarto. Troquei de roupa e deitei em minha cama, fiquei olhando para o nada por um tempo, até ouvir um barulho na minha janela, olho para ela e vi uma pessoa com uma máscara hospitalar preta, óculos escuros e um moletom preto, todo seu rosto estava coberto, não pude reconhecer quem era. Esfreguei os olhos e quando os abri novamente não tinha nada, fui até ela e não encontrei nada. Devo estar ficando louco. Voltei para a minha cama e dormi. 


Notas Finais


Desculpem qualquer erro
sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...