História Dangerous Woman - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Dan Richards, Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Furiosos, One Direction, Pretty Little Liar, Rachas, Velozes, Zaynmalik
Exibições 10
Palavras 5.336
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Policial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie, unicórnios lindjos do meu core 💜! Como vão?
Então, hj é sexta, e como prometido, aqui está mais um capítulo, e espero q gostem, desculpe qlqr erro, pois nn sei qnd vou conseguir rever.
XOXO

Capítulo 6 - No more lies...but no more love


Fanfic / Fanfiction Dangerous Woman - Capítulo 6 - No more lies...but no more love


Saio correndo com minha Lambo. Aquele filho da puta me paga! Ninguém tira de mim, tanto dinheiro, e tenta pegar meu lugar, e sai ileso!Com certeza, ele não fazia ideia do que sou capaz de fazer ! Vou torturar ele de todos os modos conhecidos!Estava de carro, e paro um pouco distante da casa dele, afinal, não sei se sua família está em casa, ou não. Ligo para Josh, que atende no segundo toque.

*ligação On*

-Alo ? -Pergunta. Provavelmente pra disfarçar.

-Josh, sou eu. Sua chefe! -Digo.

-Ah,sim. Em que posso te ajudar ?

-A família do Malik tá em casa ?

-Não...só ele. Eles tiveram que ir para o outro lado da cidade. -Responde.

-Se eu fosse você, ficaria perto do portão de entrada. -Aviso, e desligo. Dou ré no carro. Avanço com o mesmo pelo portão, derrubando o mesmo. Saio do veículo, batendo porta e arrombo a porta de entrada com um chute forte.

A sala estava vazia, então subo as escadas em direção ao quarto de Zayn, e novamente arrombo a porta. Assim que me faço presente, ele me olha assustado, e tudo que consigo fazer no momento e dar um soco certeiro em seu nariz, fazendo o mesmo sangrar.

-Mas que porra é essa ? -Gritou com a mão no nariz, incrédulo.

-Isso é por você ser burro o suficiente pra deixar um dos seus comigo! -Digo. Ele arregala os olhos, mas antes que diga alguma coisa, dou uma joelhada na barriga de seu estômago, o fazendo se curvar, e cuspir sangue no carpete. -e isso por achar que pode roubar meu lugar! - Empurro suas costas para o chão, e fico em cima dele, com uma perna de cada lado de seu corpo - Você mexeu com a pessoa errada, Malik! -Seguro seu rosto o fazendo olhar pra mim - E vai se arrepender disso. Vou fazer você assistir a morte dolorosa, das pessoas mais próximas de você ! -Digo e lhe dou outro tapa.

Saio de cima dele, e saio da sua casa, a passos rápidos. Acho que deixei meu recado bem dado!

Preciso me acalmar, e nada melhor que uma corrida pra isso. Mas hoje, Scott não marcou nada, mas por sorte, sei bem onde tem algumas corridas na cidade.

Volto pra casa, e vou direto pra meu quarto. Tomo um banho demorado, pra tentar relaxar. Escolho a roupa só de toalha mesmo, e assim que acabo, passo um óleo corporal, e seco meu cabelo o deixando liso.

Término de me vestir, e vou para a sala. As meninas estavam jogadasno sofá, e pararam de rir assim que me viram.

-Onde vai ? -Mikayla pergunta.

-Vou correr um pouco. -Respondo pegando as chaves do Dodge Challenger SRT, meu segundo favorito. - Não me esperem acordadas! -Aviso antes de sair.

Pego o carro na garagem e sigo pelas ruas de Londres, onde sei com total certeza de vai ter corrida.

O som das músicas já é audível, quando viro a esquina. Mais a frente, é possível ver os faróis de carros ligados, e os amontoados de mulheres e homens.

Avanço em sua direção, e todos olham enquanto passo. Sou famosa, claro, mas aqui sou só maia uma boa pilota. Óbvio que esperam que eu ganhe, o eu não vai ser diferente.

Paro o carro em uma vaga, e vou atrás de quem comanda isso aqui. Não demorou muito, e o encontro.

-Emma, mí chica! -Sua voz, forte se faz presente. Amanda e seus cachos pretos estão à minha frente. Ela usa uma roupa bem curta, não muito diferente das meninas daqui.

-Tem uma corrida pra mim ? -Pergunto colocando as mãos nos bolsos do shorts.

-Sempre tem! -Ela sorri -Mas, aconteceu alguma coisa? Scott não vai ficar muito feliz de saber que você veio à mim...

-Ele não vai saber! -Garanto, e um sorrisinho se faz em seus labios. -Quanto é ?

-O mesmo de sempre...-Da de ombros. Um cara aparece à chando. Ela sai andando, e fico ali encostada np capô do carro só observando as pessoas, até que alguém me entrega uma cerveja, e duas meninas me puxam pra dançar. A batida da música (Tokyo Drift) me envolve, e não consigo resistir. Rebolo, junto às meninas. Nos alternavamos entre mexer nos cabelos, ou descer até o chão, mas sempre coladas e rebolando. Até que percebi estar formando uma rodinha de pessoas ao nosso redor.

-Hey! Hija! -Escuto Amanda me chamar. Ela me puxa pela mão, e escutamos uma vaia. -Calem a boca, seu bando de nojentos imprestáveis! -Ela grita pra eles. -Gata! Hoje é sua noite de sorte. A corrida que era pra você, o cara arregou, mas veio um piloto louco pra competir com você! -Diz com um sorriso. - E aí? Topa ?

-Só se for agora! -Sorrio. Assim que Amanda manda todos se prepararem pra corrida, vou para meu carro, e sigo para a linha de partida.

Estava no meu lugar, quando um carro se aproxima acelerando pra se amostrar. Olho para o lado e vejo Zayn ali. Ele me olha pela janela do carro e sorri . Rolo os olhos e acelero ainda mais.

Uma mulher loira aparece e fica ao meio dos carros, sorrindo.

-Preparado ? -Pergunta apontando pra Zayn. Ele acelera. -Preparada ? -Aponta pra mim. Acelero e olho pra Zayn com um olhar significativo. - ! -Grita abaixado e então, tiro o pé da embreagem e aperto o acelerador. Saio voando com Zayn ao meu lado. As ruas hoje estavam um pouco mais cheias, então além de percorrer o caminho todo, teríamos que desviar dos carros.

Estava difícil, já que Zayn é um filho da puta de um bom piloto. Então, estávamos perto um do outro,a mesma distância.

Piso mais fundo ainda no acelerador, mas Zayn é mais rápido e joga um carro pra cima de mim, mas consegui desviar. Olho na rua, e conheço um belo atalho. Então, assim que Zayn tira os olhos do retrovisor, viro com tudo pra direita, pegando a rua de cima, menos cheia. Consigo passar a sua frente, e viro o carro pra rua de baixo. Caio ilesa à sua frente, e dirijo de re, ficando "cara a cara " com ele.

Vejo a surpresa explícita em seu rosto, e logo o ódio. Ele tenta ir pra direita, mas vou junto, impedindo. Sei que estamos perto da linha de chegada, então tudo que preciso é ficar assim tempo suficiente.

Só mais dois minutos, e mando meu belo dedo do meio com um sorriso vencedor, e viro o carro, e aciono o nitro, voando pra linha de chegada.

-Mas que coisa maravilhosa foi essa ? -Amanda grita e saio do carro sendo ovacionada. Ela me abraça forte, e vejo Zayn se aproximar puto da vida.

As pessoas que estavam perto abriram espaço pra ele passar. Ele estica as chaves, e o olho. É esse o preço. O perdedor entrega o carro.

-Pode ficar...até por que precisa treinar se quiser pegar meu lugar algum dia. -Digo indiferente e volto a abraçar Amanda.

Pensei em ir embora, mas Amanda insistiu ora que eu ficasse mais um pouco, então aceitei.

-Entao, ouvi falar que Ethan está se dando bem...-Escuto um grupo de homens falar, e parei na hora. Ethan? Meu Ethan?

-Hey caras! Vocês falaram alguma coisa de um Ethan ? -Pergunto entrando na conversa, sem me importar.

-Sim. Por que ? - O homem pergunta.

-Tem certeza? Ethan Woodstock ? -Pergunto novamente.

-Sm, esse mesmo! - Ele abriu uma boate aqui na cidade.

-Você está me dizendo que Ethan Woodstock está na cidade ? -Pergunto incrédula. Percebi o homem começar a ficar bravo, então emendei : -Você pode me passar o número dele? Sou dona de uma boate, e estou a procura de um sócio. -Digo. O homem me passa, um pouco desconfortável.

Ethan Woodstock é uma antigo amigo meu. Nos conhecemos na Alemanha quando tive que ir pra lá com Scott. Foi aí que tudo começou. Com ele vivi minhas maiores loucuras da vida. E fazia muito tempo que não o via.

Voltei a conversar com Amanda quando percebi que Zayn me olhava, enquanto fumava um cigarro. Deviei o olhar de sua figura rapidamente, mas mesmo assim, percebo quando ele bufa jogando a bituca no chão, e entra em seu carro.

-Amanda, preciso ir, que já está na minha hora! -Digo para a mesma. Nos despedimos, e entro em meu carro, acelerando um pouco.

Fico em uma distância boa o suficiente pra poder o seguir sem que ele perceba. Abaixo o farol, pra não dar muito na cara.

Zayn dirige rapidamente, me fazendo ir rápido também. Consegui ver rapidamente, sua expressão, e não era uma das melhores.

Ele dirigia, cada vez mais pra longe da cidade, o que é estranho, e só aumenta minha vontade de o seguir.

Quando percebo, já estamos em uma estrada de terra, e tenho que diminuir mais ainda, pra que ele não me note.

Zayn estaciona em um armazém. Paro o carro um pouco longe, e caminho pelo mato tomando cuidado pra não fazer barulho. O lugar tinha luzes acesas, e o moreno entrou rapidamente batendo a porta que tinha ali. Percebo que não tinha segurança nenhum, e então me aproximo. Me abaixo perto da janela e escuto vozes.

-Será que pode falar coisa com coisa ? -Escuto uma voz rouca falar. Harry, presumo.

-Relaxa, e tenta falar direito. -Uma voz mais calma diz. Esse é o Liam, com certeza!

-Emma! -Zayn grita.

-Logico! O que mais seria ? -Niall pergunta.

-Cala a boca! -Zayn resmunga.

-Zayn pelo amor de Deus fala logo! -Liam quase grita.

-Ela descobriu de algum jeito que Dan tava com ela, e chegou lá em casa quebrando tudo.

-Não pode ter sido tão ruim assim! -Harry diz descrente.

-Ela arrombou o portão com o carro dela, e depois invadiu a casa e me deu um soco no nariz! -escuto Zayn gritar e me controlo pra não rir. E escuto a gargalhada de alguém preencher o local.

-Tudo bem, mas e o Dan ? - Liam pergunta.

-Eu não sei...ela nn falou nada, só me socou e saiu de casa.

-E foi só isso ? -Harry pergunta.

-Não...-Zayn diz após um longo suspiro. - hoje fui no racha, e ela tava lá. Um cara andou pra trás quando soube que era ela, mas não perdi a oportunidade de competir.

-E você ganhou, né?! -Niall diz, e logo emenda -logico que ganhou, seu carro ainda tá com você!

-Não, eu não ganhei. A filha da puta me olhou de cima a baixo e me humilhou na frente de todo mundo! -Falou, e então o barulho de alguma coisa caindo no chão.

-E o que você pretende fazer ? -Liam pergunta, ainda calmo.

-Anda não sei. -Bufa - Mas tenho que saber o quanto antes...

-antes que ela faça alguma coisa...-Harry diz pensativo.

-Só temos um problema...-o moreno diz - meu pai tá me infernizando querendo que passe duas semanas inteiras trabalhando com ele.

-Ele ainda não desistiu ? -Niall pergunta. É um pouco difícil de entender o que ele diz, por estar de boca cheia.

-Não. Ele ainda tem esperanças que eu vá tomar o trono dele! -Diz bufando. Percebo que já não preciso mais ficar ali, então vou cuidadosamente para meu carro, e volto para casa.

Duas semanas? É um bom prazo.

Chego em casa, e está tudo quieto, então subo pra meu quarto em silêncio. Tomo um banho e coloco um pijama, mas antes de dormir, mando uma mensagem pra Marcus.

"Você não acha que cinco dedos é um pouco de mais para Dan ? E acho, que Zayn merece um presentinho...divirta-se! "

Envio, e finalmente durmo.

          (...)

Acordo com a porra da luz do Sol na minha cara. Olho no relógio, e são 8:00. Bufo me levantando e vou para o banheiro. Faço minhas necessidades e vou para a cozinha comer alguma coisa.

Estava passando um café, quando escuto a risada da Camille, e logo ela se faz presente com mais alguém. O olho incrédula.

-hum, Emma! O que faz aqui ? -Camille pergunta. Com certeza não estava em seus planos me encontrar aqui.

-Pelo o que me lembre, essa é a minha casa, não ?-Falo irônica com uma sobrancelha arqueada.

-Hum...e -esse é Niall. -Ela diz atrapalhada apontando para o loiro. Ele estende a mão sorrindo. Me controlo pra não torces sua mão, quando o cumprimento.

-É um prazer! -Ele diz. Apenas balanço a cabeça voltando para o café.

-Não se preocupar. Ela só tá de mal humor. Provavelmente por que caiu da cama! - O puxa pra se sentar à mesa. Tento ignorar o fato de que Niall dormiu de baixo do meu teto, com Camille, e agora está sem camisa tomando meu café da manhã!

-Então, Emma ontem à noite, eu e as meninas estávamos conversando...-começa a falar.

-Ah, novidade! -Ironizo,Niall rir, e logo leva um tapa da loira.

-Como eu ia dizendo. Nos estávamos pensando em fazer uma festa de Halloween...-coloco café na xícara e me sento à sua frente.

-Por que raios você faria isso ? -pergunto tomando o líquido preto e forte.

-Ah, qual é! -Ela reclama - é Halloween. E além do mais, nunca vi você negar uma festa!

-Mas eu não nego. -Dou de ombros - Só não quero saber de vocês me envolvendo na preparação dela!

-Mas essa é a melhor parte! -Ela diz com um sorrisinho no rosto.

-Claro. Se preocupar com tudo, até o dia da festa! -Reviro os olhos. -Super animador!

Camille tentava me fazer participar dps preparativos, quando Julie e Mik aparecem com cara de sono. Elas começam uma conversa totalmente sem nexo pra mim, então fico só observando Niall, que comia sem perceber onde estava.

-Emma! Esqueci de te contar! -Camille diz toda animada. A olho esperando a grande novidade -Niall é amigo daqueles novatos dos rachas! -Ela diz super animada. Olho para Niall que abre um sorriso "inocente" . Ergo as sobrancelhas - E acho que eles podiam vir pra festa! -Ela diz abraçando o loiro. Engasgo com o café, mas disfarço, e só balanço a cabeça.

Subo pro meu quarto e me troco. Coloco uma roupa básica, e pego meus óculos de Sol e minha bolsa saindo logo em seguida.

-Onde vai ? -Julie grita da cozinha me fazendo voltar. Todos -incluindo Niall - continuam como eu deixei, antes de sair.

-Preciso sair, e resolver algumas coisas. -Respondo.

-É muito importante ? -Camille pergunta.

-Sim, é. E já tô atrasada! -Falo seca, e pego as chaves da Captiva e saio de casa.

Dirijo para a boate. Hoje o tempo está chuvoso, o que significa que está um pouco difícil de me locomover. Mas mesmo assim consigo chegar rápido.

Estaciono, e percebo que os mesmos seguranças de ontem parecem um pouco mais feliz. Sorrio e entro no estabelecimento.

-Bom dia meus amores ! -Grito vendo Marlie e Marcus comendo alguma besteira. Eles abrem um sorriso, e me cumprimentam.

-Parece que alguém acordou de bom humor hoje! -Marcus diz enquanto sento no colo de Marlie e passo o braço por seu pescoço.

-Mais ou menos. Tive boas notícias ontem, mas acordei com um dos Demônios! -Bufo.

-O que foi ? -Marlie pergunta.

-Bom, descobri que deixei Malik bem bravo, e sei onde ele é a turminha se escondem. -Sorrio.

-E o demônio ? -Marcus pergunta.

-Camille tá ficando com Niall, e ele dormiu lá em casa.

-Que merda, ein! -Ele diz rindo.

-Mas, esquecendo dele, acho que fiz sua noite, ontem, não ?! -Pergunto rindo.

-Voces ficaram? -Marlie grita chocada. A olho, e começo a gargalhar.

-Ta louca? É o Marcus!

-Vou tentar não me sentir ofendido...-Falo.

-Como está nosso rapaz?

-Por que não vê, com seus próprios olhos ?

Vamos até o quarto dos fundos, e quando a luz é acesa, Dan está com a cabeça caída, e sua mão está cheia de sangue, e sem o dedo do meio.

Ando até ficar a sua frente, e o observo.

-Podemos mata-lo ? -Jon e Sandy aparecem na porta.

-Desculpe rapazes. Mas não. -Digo -Ainda preciso dele.

-Droga! -Sandy diz com um sorriso. -Bom, trouxemos o que pediu! -Diz apontando para o interior da boate.

-Tudo bem, vamos!

Voltamos para a boate, e entramos na minha sala. Tranco a porta e me sento na minha cadeira.

-E então ? -Pergunto.

-Aqui! São as melhores...-Jon joga um pacotinho com um tipo de droga nova.

-Já falei que amo vocês ? -Brinco. -Quanto fica ?

-Por enquanto, nada. -Jon diz, o olho confusa.

-considere um presentinho...-Sandy completa.

-Tufo bem...o que querem ? -Pergunto.

-Nada... Você é nossa melhor cliente. Só estamos sendo agradáveis! -Sandy diz sorrindo.

-Tufo bem. Tem mais de onde veio ?

-Claro. De quanto vai precisar?

-O suficiente pra vender aqui, e em vários outros lugares...-Falo sorrindo.

 

(...)

 

Sai da boate, depois de resolver negócios com Jon e Sandy, e mandar Marcus aumentar a segurança da boate.

Segui para a oficina e comecei a trabalhar no carro do tal amigo de Louis. Ele realmente precisava de uma geral. Estava todo corroído por dentro, olho antigo, as molas estavam gastas...mas um pouco e seria um crime andar com essa coisa por aí.

-Emma! -Escuto alguém me gritar. Tiro os fones e saio de baixo do carro, e encontro Scott parado lá. Me levanto sorrindo, e me jogo em cima dele, o abraçando.

-Por onde você tava ? -Pergunto assim que nos soltamos.

-Tive que ir pros Estados Unidos. -Da de ombros colocando as mãos nos bolsos.

-Ui! O garoto tá importante! -Brinco, e rimos -E o que te traz aqui?

-Senti sua falta. E queria saber o que você acha de darmos uma festa de Halloween?

-Falando com a pessoa errada! -Ergo minhas mãos me distânciando dele. -Quem você procura, é Camille e Julie!

-Não custava nada arriscar, né...-Diz rindo. Ele ia falar alguma coisa, mas nossos celulares começaram a apitar, sem parar. Consegui escutar osdas meninas fazerem o mesmo, ao longe. Pego o aparelho, e percebo que era uma mensagem de um número desconhecido.

"Sua querida Emma tem sido uma bela empreendedora, não acham ? "

E anexada tinha uma foto minha, de hoje entrando na boate, e outra falando com Marcus, Marlie, Jon e Sandy. Meu sangue gela.

-Hum...-Emma. O que é isso ? -Scott pergunta. Me viro e ele tem uma expressão de total confusão. Mordo o lábio, com medo. Em questão de segundos as meninas aparecem correndo.

-Emma, que porra é essa? -Mikayla pergunta confusa.

-Escutem, eu posso, e vou explicar! -Falo tentando acalma-las.

-Ah, mas você vai! -Julie diz brava.

-Eu sou dona do Heaven of the Night. -Solto de uma vez. Todos ficam inexpressivos.

-A quanto tempo? -Julie consegue perguntar.

-Muito tempo...olha, eu juro que ia contar pra vocês, assim que comprei o lugar, mas pensei que isso não era pra vocês! -Expliquei rapidamente.

-Entao, todas aquelas vezes que você precisava sair, pra resolver alguma coisa importante, era pra ir pra lá ? -Mikayla pergunta, e confirmo com a cabeça.

-Hoje de manhã? -Camille pergunta, parecendo um pouco decepcionada.

-Sim, hoje de manhã...

-Tem mais alguma coisa, que você esteja escondendo ? -Scott pergunta. Ele parece não acreditar.

-Acho melhor vocês se sentarem! -Aviso. Eles arrumam algum lugar pra o fazer -Bom, além da boate, eu também vendo drogas, e sou uma das maiores comerciantes de Londres. -Começo, olhando pra qualquer lugar, menos pra eles. -E, aquelas saídas que eu tive, que vocês estavam pensando ser um encontro, era na verdade pra conversar com um cara que queria virar sócio da boate. Que por algum acaso, é o Zayn. -Falo, e seus olhos se arrregalam - Mas ele não tava sozinho. Todos aqueles caras novatos do racha, e Niall estavam lá. -Falo.

-Niall ? -Camille engasga. -Ele me falou que não se envolvia nesse tipo de coisa! -Falo exasperada.

-Mas ele é. E descobri que ele os outros querem pegar nosso lugar.

-Nosso lugar? -Julie diz sarcástica.

-ah, qual é! Somos conhecidas em todos os rachas. Dominamos as ruas! É meio óbvio...

-Deixa eu ver se entendi...Aqueles panacas, querem o que é nosso ? -Mikayla pergunta.

-Sim. Descobri que tinha um deles infiltrado na minha boate. E foi aí que descubro isso! -Dei de ombros.

-Porra! Vamos matar os filhos da puta! -Julie diz se levantando e me assustando. Essa era uma reação totalmente diferente da que eu imaginava.

-Vocês ouviram a mesma história que eu ? -Scott se levanta bravo. Era essa a reação que eu esperava. -Emma tem uma boate noturna a anos, e ninguém nunca soube ! -Ele grita apontando pra mim.

-Scott, é a Emma. -Julie começa.

-Todo mundo sempre soube que ela escondia alguma coisa! -Mikayla completa e protesto.

-Qual é! Ninguém nunca é tão ocupado assim, só com uma oficina! -Camille termina. Pensando assim...acho que só eu achei que conseguia fingir.

-Mesmo assim! E a parte de não sei quem, querer o que vocês têm ?

-Scott, nós damos um jeito! Sempre damos. -Mikayla dá de ombros.

-Não vamos abandonar Emma agora! -Julie explica, me surpreendendo mais.

-Voces são malucas! -Ele bufa e começa a sair. Vou atrás dele, o chamando. -Quer saber, Emma? -Se vira ficando de frente pra mim. Ele diz meu nome como se eu fosse algum tipo de bactéria. - Me deixa em paz! Sim, era óbvio que você escondia alguma coisa, mas jamais ia imaginar que fosse isso! -Começa a falar alto, me assustando - Quer saber, você não é a mesma Emma que eu conheci. Você não é mais a minha Emma! -Ele grita e começa a andar pra longe.

-Tem razao! Eu não sou aquela Emma. Aquela Emma pequena, com medo de tudo e de todos! Eu cresci Scott. Agora, as pessoas tem medo de mim, agora eu sou grande. Pensei que já soubesse disso. -Grito também. Ele volta, o caminho é voltamos a nos encarar.

-Sempre pensei que poderíamos contar tudo um pro outro, e bom, já que você contou seu segredo, acho que agora é a minha vez. Eu sempre achei que iríamos acabar juntos no final. Sempre pensei em mim e em você, pra sempre...-suspirou e se aproximou mais. Eu não conseguia raciocinar direito. -Sabe, Scott e Emma, os dois escoteiros... Enfim, a verdade é que eu ainda sou totalmente apaixonado por você! -Falo, e sem que eu percebesse, colou nossos labios, dando início à um beijo cheio de sentimento guardados e escondidos em algum lugar. Scott tem suas mãos firmem em minha cintura e nuca, enquanto eu, simplesmente tentava não cair de joelhos. Assim que nos separamos por falta de ar, olhei confusa pra ele - Mas você mudou.Diz em tom ácido -Mudou, de um jeito inexplicável. E eu, burro não percebi isso!

-Scott, espera aí! -Tento falar, mas não consigo formular alguma frase.

-Fica longe de mim, Emma! -Ele olha em meus olhos sibilando e sai andando pra longe. Dessa vez não tenho ação nenhuma. Fico apenas parada olhando pra onde ele seguiu.

(...)

Estava deitada em minha cama em baixo de todos os lençóis olhando pela janela esperando a neve começar a cair. A janela estava aberta, e a porta fechada, então eu tinha todo aquele frio maravilhoso só pra mim.

-Em's ? -Camille entra no quarto com duas xícaras na mão. A olho fechar a porta e me sento na cama. -Vim ficar com vc. -Falo me entregando a caneca, e se sentando à meu lado. Ela me trouxe chocolate quente com espuma de creme, e alguns marshmallows.

-Diga...-Suspiro após um gole da bebida.

-Você sabe que vocês vão se acertar, certo ? -Pergunta olhando pra algum ponto em meu guarda roupa. Suspiro.

-Acho que não...ele olhou no fundo dos meus olhos, e me chutou como se eu fosse algum tipo de virose -Falo tomando mais um gole da bebida.

-Vai dar tudo certo...-Camille diz e logo suspira.

-Você realmente gostou dele, né ?! -Pergunto a olhando. Ela abre um sorriso mínimo.

-Sim. Ele é um fofo, romântico, e a risada dele é maravilhosa! -Diz e logo suspira novamente. - eu realmente achei que ele gostava de mim. Mas pelo visto, foi tudo só pra te atingir! -Ela diz e da um riso sarcástico. Tomo um longo gole da minha bebida, enquanto Camille ficava em um silêncio horripilante.

-Eu não deveria dizer isso, mas você precisa ficar com ele! -falei e ela me olhou como seu eu fosse um Alien - Olha, quando fui na casa do Malik, mandei um aviso pra ele ficar a quilômetros longe de você, mas ele voltou. E ainda dormiu na minha casa! -Rio fraco.

-Mas foi tudo só pra te atingir! -Ela protesta.

-Não. Eu vi o jeito que ele olha pra você. E bem, como vc olha pra ele. -Pego sua mão e entrelaço nossos dedos -Não é por que eu não posso ficar com ninguém, ou não goste dele, que vou privar você.

-Emma...

-Alem do mais, de todos, ele é o que menos me traz medo. E com ele sempre por perto, vou poder tirar informações dos outros! -Brinco rindo. Terminamos a bebida e ficamos no silêncio. -Quer saber? Você deveria ir conversar com ele agora! -Falo e me levanto.

-O que ? Você enlouqueceu?

-Não. E tenho um jeito maravilhoso de descobrir se ele tá com os maliks -Dou de ombros pegando o celular. Ligo para Josh, que me confirma que o loiro está junto com os outros panacas na casa de Zayn. -Anda. Levanta, e se arruma. Vamos atrás do seu príncipe! -Brinco fazendo uma careta na última palavra.

Segui para meu closet e coloquei a roupa mais normal de todas. Fui para a cozinha preparar alguma coisa pra comer, escolhi um misto quente, e um suco de laranja.

Estava comendo e pensando no que fazer, afinal não posso deixar que Camille pense que não pode alguma coisa, por minha causa.

-Estou pronta! -A loira aparece na porta da cozinha. Assim que me viro engasgo. Ela usava uma camisa branca pouco transparente de mangás longas e detalhes nos punhos, leggin preta e um salto vermelho. Ela estava simples, mas maravilhosa.

-Se o Niall pisar na bola, eu corto a dele fora. -Falo pegando as chaves do carro. Escolhi o mesmo de hoje de manhã, e saímos de casa.

Segui o lento caminho até a mansão dos Maliks, e Camille não parava de tremer a perna. Comecei a falar o que estava pensando a minutos atrás.

-Savez eu só não quero que pense que sou uma pedra no seu caminho. -Dou de ombros.

-Você nunca é! -Sorri.

O resto do caminho, a loira ligou o rádio, e ficou cantando todas as músicas que tocavam. O clima tava leve entre a gente, mas sinto que eu não ficar assim por muito tempo.

Chegamos na frente da mansão, e percebi que aumentou o número de seguranças. Dou uma risada fraca, e paro o carro na calçada a frente a casa. Assim que saio, os seguranças me olham com raiva, enquanto eu sorrio, ajeitando o óculos de Sol. Camille me olha confusa, mas não dizemos nada.

-Quero falar com Malik! -Digo seca pra um dos seguranças. Ele me olha com aquela carranca.

-Some daqui! -sibila. Abro um sorriso.

-Ah qual, é! Não vai te doer, ir lá dentro chamar ele! -Brinco, mas ele me ignora. -Pode então falar pro Niall que a namorada dele tá aqui ? -Pergunto apontando pra Camille, o homem à olha de cima a baixo e olha pra frente. Já estava preparada pra fazer um escândalo quando Camille pega seu celular e liga pra Niall. Esperamos alguns segundos até que os portões se abrem, e então passamos, claro que antes mando um beijo no ar pro segurança.

Quando passo pela porta de entrada da mansão, a cara de surpresa dos meninos, foi algo maravilhoso.

-O que ela faz aqui ? -Zayn pergunta se levantando do sofá num pulo. Sorrio e tiro os óculos.

-É sempre bom ver você, Malikinho! -Brinco me jogando no lugar vago no sofá, bem longe deles.

-Camille, pensei que era só você! -Escuto Niall falar baixo pra a loira.

-Bom, como pôde ver, não é! -Sorrio sínica -Temos assuntos sérios pra tratar! -Cruzo minhas pernas encarando Zayn.

-Acho válido, já eu veio até aqui...-Liam diz se sentando no sofá. Mas ele é Harry são os únicos que o fazem.

-Tudo bem, vamos ao ponto. Por que vocês fizeram isso? -Pergunto.

-Isso o que ? -Zayn pergunta cruzando os braços.

-Não se faça de idiota! Você sabe muito bem do que eu tô falando! -Me levanto.

-Emma a gente não fez nada...-Harry diz, tocando meu braço. -Mas o que aconteceu?

-Mandaram mensagens para as meninas falando sobre a boate! -Falei e pude ver Niall congelar.

-como assim? -Harry se levanta e fica na minha frente.

-Isso mesmo que você ouviu! -Falei brava avançando nele - mandaram mensagem para todas as meninas falando que eu sou a dona do Heaven of Night!

-Nos não fizemos isso! -Liam diz chamando minha atenção. Respiro fundo, e tento voltar ao normal.

-Então quem fez essa porra ? -Pergunto. Eles se entreolharam, me deixando mais brava -Por que parece que vocês sabem de alguma coisa e não querem me contar ?

-Por que faríamos isso ? -Zayn, que por algum acaso estava à meu lado agora, diz bravo.

-Acho que você se lembra do estrago que fiz na sua cara a última vez que nos vimos, não ?! -Cruzo os braços e o encaro -Acho que quase quebrei seu nariz, então acho válido realmente quebra-lo dessa vez. O que me diz? - Cruzo os braços olhando encarando os olhos castanhos profundos de Zayn.

-Emma, por favor! -Camille fica entre nós. E então olha pra Niall - Quando você ia me contar? Aliás, quando você ia me contar sobre tudo isso? -Perguntou fazendo um jeito abrangente.

-Camille, eu juro que ia contar, mas não é o que se diz enquanto estamos no cinema! -O loiro diz ficando vermelho.

-Niall, eu só tenho uma pergunta. -Ela solta brava, e suspira - Você se aproximou de mim, por causa da Emma ?

-O que ? Que história é essa ? -ele fica nervoso, e não consegue olhar para Camille.

-E não acredito nisso! -Cam grita. - Eu acreditei em você Niall Horan! Você disse coisas pra mim, que eu não consigo nem reproduzir, agora! Você fez coisas que me fez sentir como se eu fosse única! -Ela começou a gritar, e quando Niall fez menção de falar alguma coisa, ela o calou - Você não ouse falar nada! Você me iludiu, me traiu do pior modo que alguém possa ter feito! -Todos estão em total choque. Até eu, na verdade, mas não demonstrou, mas com certeza meu sorriso está sendo interpretado do modo contrário como estou por dentro, o que é excelente. -Camille passa as mãos no rosto, provavelmente secando as lágrimas. Ela anda lentamente na direção de Niall -Escute bem o que vou te dizer, Horan...eu vou acabar com você. Lentamente e tortuosamente. Vou fazer você implorar por misericórdia, e vou rir da sua cara. -Suas palavra causam um choque enorme em todos. -Se eu fosse você, dormiria de olhos bem abertos! -Terminou e saiu batendo o pé, e fechando a porta com um baque forte. Assim que ela sai, os meninos me olham. Sorrio

-Bom, acho que voces entenderam o recado. -Falo andando pra porta - e agora um meu, se eu descobrir que vocês estavam por trás das mensagens...já sabem! -Digo e antes de sair, falo mais uma vez - Acho melhor ficarem de olhos bem abertos. Principalmente você, loiro de farmácia. Camille pode ser bem vingativa se quiser! - termino e saio batendo a porta.

Eu posso ainda não saber como me resolver com Scott, quem mandou essas mensagens, mas sei bem, montar um bom plano pra poder consegui informações.Saio correndo com minha Lambo. Aquele filho da puta me paga! Ninguém tira de mim, tanto dinheiro, e tenta pegar meu lugar, e sai ileso!

 

 


Notas Finais


Meninas a cena da corrida, eu escrevi escutando um pedaço da música "We Own It, do 2 Chaiz e whiz Khalifa". está aqui o link pra quem quiser : https://www.youtube.com/watch?v=tYQ1Okyi3g4
Então, pessoinhas, eu realmente gostei de escrever esse cap. Pq tem dangerous Emma, e Namille.
Aguardem os core pro próximo cap
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...