História Dangerous Woman - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Chaz, Justin Bieber, Megan, Ryan
Exibições 15
Palavras 832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Me desculpem por não ter postado mais, estou bem enrolada por causa que estou estudando para os vestibulares que irei prestar, então muitas vezes acabo ficando sem tempo, mas tentarei postar mais frequentemente c=

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction Dangerous Woman - Capítulo 4 - Capítulo 4

Megan P.O.V

Cheguei na mansão do Bieber, que era muito linda, adorei o jardim que havia na frente, mas confesso que não acho muito a cara do Justin ter um Jardim, se for realmente o gosto dele ficarei supresa. Toco a campainha e quem abre é uma senhora com cerca de 50 anos, que foi um amor ao me receber e me levou ao escritório onde os meninos se encontrava, que ao entrar todos os olhares se direcionaram a mim.
-Boa tarde cavaleiros. - dou um sorriso sedutor, que não podia faltar naquele momento, dentro de um escritório composto por um menino mais bonito que o outro. Posso parecer uma vadia falando isso, mas eu gostaria de ter um deles em minha cama.
- Boa tarde - eles me respondem, bem exceto Justin que por sua cara da pra perceber que não está em seus melhores dias. 
- Aconteceu algo?? Porque confesso que sua cara tá um horror Justin.
- Simplesmente aquele filha da Puta do Miller me roubou uma carga que valia uma puta grana. -ele responde
- Então vocês precisam de um plano para se vingarem.
- Esse é o problema, que plano é melhor que Meter uma bala no crânio dele?- fala ele.
- Bem, você pode roubar uma das coisas mais valiosas para ele - eu falo pensativa.
- Mas o que seria essa "coisa"? -Pergunta Chaz
-  Deixa eu pensar - fico pensativa, o que eu poderia sugerir? A dúvida era grande, quando me veio uma luz- Chris me empresta o computador - utilizo o aparelho em busca de uma informação que irá ajudar. - Aqui esse aqui é um dos Bancos que Miller trabalha, mas esse é que contém as coisas mais valiosas em questão de financeira e sentimental. Tem muitas obras de arte, objetos raros que era de seus pais guardadas. 
- Então é só nos roubarmos - completa Chaz.
- Isso, mas tem um problema. - digo.
- Qual? - Bieber pergunta.
- O problema é que além do grande sistema de segurança, totalmente reforçado, logo à frente do banco é uma delegacia, que vamos dizer que deixa um pouco as coisas mais complicadas.
- É, meio que fode um pouco - fala Ryan.
- Não se nos conseguirmos se infiltrar no sistema da polícia, criando um crime que necessita da maioria das viaturas - fala Chris.
- Boa ideia - eu digo- também da pra desativar o alarme do banco, só que a entrada tem que ser discreta e que não chame muita atenção.
- algo discreto?! - fala Ryan pensando alto - Naquele local não passa nenhum túnel subterrâneo de esgoto?? 
- deixa eu ver - fala Chris mexendo em seu computador indo atrás da informação solicitada. - Tem, não está sendo mais utilizado a anos e passa bem embaixo. Podemos abrir um buraco, ligando ao banco.
- Mas vocês têm que fazer isso em momento que o banco não está funcionando e que não dispare o alarme, e que seja um dia antes da invasão- digo.
- Claro, vamos deixar apenas faltando uma fina camada, que apenas um golpe derrube. - Fala Justin- Então está combinado, vamos fazer todo preparamento, o roubo vai acontecer daqui uma semana.
- Não acha muito tempo não ? - pergunto.
- Não, quero que o Miller pense que eu não me importei. Que deixei de lado. Para pega-lo mais desprevenido.- Responde o mesmo, enquanto o restante saia do escritório de 
-  Boa ideia.
- Megan, é...- ele começa a falar mas logo para.
- o que foi ??
- Bem,...é.. Obrigado - fala sem jeito, como se eu dissesse aquela palavra por muito tempo.
- De nada Bieber, estamos juntos nessa.- o correspondo com um sorriso o confortando.- No fim, não vim apenas passar informação, mas vim ajudá-lo, acho algo bem melhor.- rio, saindo do escritório acompanhada por ele.
- Quer alguma bebida? - pergunta indo na direção da cozinha e abrindo a geladeira retirando uma garrafa de cerveja.
- Não, ainda estou meio de ressaca da noite passada. -minto para tentar disfarçar o ocorrido da noite passada que eles presenciaram.- Mas quero saber, de quem é a ideia do jardim, porque não é sua cara - debocho dele.
- É da minha mãe, ela sempre gostou e sempre o desejou.
- ela mora com você ?- pergunto curiosa
- Sim, porque?? Gostaria de fazer algo ?- pergunta com o sorriso malicioso.
- Não, com você não- dou as costas para ele e rindo internamente, quando sito braços me agarrarem na cintura, puxando meu corpo contra o dele.
- Até parece, ninguém resiste a mim.
- então eu sou ninguém- me distancio dele, empurrando seu abdômen com minhas mãos, pude sentir cada gominho que o formava, deixando-o mais desejável. - Não sou igual suas Putas, que abre as perna para você brincar e jogar fora.
- Saiba, que não irei desistir até tê-la em minha cama.
- e saiba, que não serei tão fácil assim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...